Se manterá neutra -

Soraya sobre o 2º turno: 'Nenhum desses bandidos merece meu apoio'

Eleita senadora pelo Mato Grosso do Sul em 2018 na onda bolsonarista, a quinta colocada na eleição presidencial deste ano, Soraya Thronicke (União Brasil), rompeu com o presidente Jair Bolsonaro (PL) durante a pandemia, criticando seu negacionismo diante da Covid-19. E não vai ser a presença do ex-aliado no 2º turno que vai fazê-la se reaproximar. O que não quer dizer que ela pretenda apoiar o petista Luiz Inácio Lula da Silva. As informações são do Metrópoles.

Foto: Reprodução

“Nenhum desses bandidos merece o meu apoio”, escreveu a candidata do União Brasil, no início da noite desta segunda-feira (03/10), no Twitter. Soraya deu a declaração em resposta a um seguidor que criticou o “papo de isentão” da candidata, que teve 600.953 votos (0,51%).

Antes, Soraya havia postado uma mensagem menos direta sobre seu posicionamento nessa disputa, desejando, com certa ironia, “boa sorte” ao Brasil. Veja as postagens:

2º turno será em três semanas

Lula teve 48,43% dos votos válidos (excluídos brancos e nulos) e Bolsonaro, 43,20%. O segundo turno será realizado em 30 de outubro. Veja na página do Metrópoles sobre a apuração os votos computados no primeiro turno pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Receba notícias do 180graus no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: t.me/noticias180graus.

PostMídia: (86) 9 9800-9535

Comentários