• Audiência pública deve discutir situação de servidores municipais de João Lisboa

    O vice-presidente da Câmara Municipal, Raimundo Soares Neto, o Nego da Edna, solicitou à Mesa Diretoria a realização de audiência pública na próxima quarta-feira (19/11), a partir das 9h, no plenário Raimundo Lima Nunes, com a presença do prefeito, secretários municipais e assessores jurídicos para discutir a situação dos servidores concursados lotados nas localidades foram reintegradas ao município de João Lisboa.

    Segundo ele, a medida tem o objetivo de estudar a viabilidade jurídica de acolhimento dos servidores públicos concursados que desempenham suas atividades nas áreas rurais que antes pertenciam a Senador La Rocque, mas que por decisão da justiça foram reincorporadas ao município de João Lisboa.

  • Aberta a IX Semana da Melhor Idade em João Lisboa

    A solenidade de abertura da IX Semana da Melhor Idade aconteceu nessa sexta-feira (19), às 7h30, na Praça 22 de Dezembro [Valdemar da Mota e Silva], no Centro, em João Lisboa. A informação foi prestada à reportagem por Natividade Rodrigues.

    A secretária Conceição Formiga (Mulher), que atendeu convite formulado pela organização do evento, proferiu palestra sobre a “Importância da organização das mulheres em todas as idades”. Já o ex-prefeito e médico Emiliano Menezes lembrou a importância da prática de atividade física para melhorar a qualidade de vida dos idosos, bem como os cuidados que devem ter com a alimentação.

    Depois das palestras, os idosos, convidados, moradores e sócios do Centro da Melhor idade “Dom Affonso” participaram de café da manhã na Praça 22 de Dezembro. “

  • João Lisboa debaterá transtornos causados na zona rural

    A comunidade da zona rural reclama dos transtornos causados pela não conclusão das obras do viaduto na altura da estrada de ferro Norte Sul, próximo aos povoados Centro dos Carlos e da Lagoa da Onça, no município de João Lisboa.

    De acordo com o vereador Raimundo Soares Neto (PHS), o Nego da Edna, os transtornos provocados serão discutidos durante audiência pública agendada para o dia 10 de junho (terça-feira) no plenário Raimundo Lima Nunes, da Câmara Municipal de João Lisboa.

    “Nós propomos a convocação dos representantes da indústria de celulose e papel, responsável pelo empreendimento que passa pela zona rural do nosso município”, disse ele, que convida os representantes do Judiciário, dos sindicatos, associações e a comunidade de João Lisboa.

  • João Lisboa em Poucas Linhas 6

    E os burburinhos são grandes quando se trata da administração “Muda João Lisboa”, do prefeito Jairo Madeira. A mais recente de todas é sobre a possível desistência do secretário de saúde do município.
    Segundo uma fonte que vinha de Imperatriz, na companhia do secretário, ele, supostamente havia confessado a essa fonte, o desejo de entregar o cargo.
    Ainda de acordo com a fonte, o secretário não estaria sendo privilegiado pelo prefeito e ao mesmo tempo as condições de trabalho não são as adequadas que o mesmo gostaria de ter para exercer a sua função com eficácia.
    O secretário ainda teria deixado escapar, que dentro da atual administração, um pequeno grupo de três pessoas tem todos os privilégios, e que isso, está causando um mal está aos demais que pertencem ao “pelotão de frente” do prefeito.

  • Avenida Imperatriz no centro da cidade: Rua ou riacho?

    Esta é a mais recente imagem da Avenida Imperatriz, que fica localizada bem no coração da cidade, após uma rápida chuva, na tarde deste domingo.
    A falta de uma infraestrutura adequada para que a água escoe e não fique alojada, no meio da rua, formando uma grande poça d’água, dificultando a passagem de pedestres e de veículos no local e visível e se faz necessária.
    Há mais de um mês, o blog, mostrou a situação da avenida, mas, o atual prefeito, até o momento, não fez absolutamente nada para amenizar o problema, deixando claro o verdadeiro perfil da sua administração.
    Assim, como, na Avenida Imperatriz, o restante da cidade, também, se encontra na mesma situação, e em algumas ruas o quadro é mais constrangedor ainda.

     

  • Cinco meses já se passaram da administração Jairo e obra na cidade que é bom nada!

    Depois de exatos 151 dias, como prefeito de João Lisboa, Jairo Madeira resolveu fazer uma média com o povo, tapando buracos em algumas ruas da cidade, para amenizar a situação de quem por elas trafegam, mas, não durou muito, na Rua da Mangueira, por exemplo, a “obra” foi paralisada e os buracos ficaram maiores.
    Enquanto o prefeito tenta maquiar algumas ruas para desvirtuar a atenção da população e acalmar as criticas direcionado ao seu governo, na Vila Sálvio Dino, a Rua Newton Belo, a principal via de acesso ao bairro, à situação é critica.
    A falta de estrutura e o enorme buraco que fica bem no meio da rua, quando chove se transforma numa grande poça d’água, dificultando o tráfego de veículos e de pedestres no local.

  • João Lisboa em poucas linhas 5

    Essa é de deixar qualquer um sem entender a razão e o motivo do porque, na maioria das vezes quem sempre aparece representando o prefeito Jairo Madeira nos eventos em João Lisboa é a Secretária de Ação Social, Edna Maria e não a vice-prefeita, Maria do Nilson, como reza o figurino? Na inauguração da Toronto Estofado, por exemplo, fato ocorrido no sábado, dia 20, na Avenida Industrial, a mais famosa “viúva” do tradicional Lava Pratos, quem estava lá representando o prefeito Jairo Madeira, mais uma vez era a Srª Edna Maria e não a vice Maria do Sindicato. 

  • Colégio Elza Maria o retrato do esquecimento

    Para quem passa por aqui e não conhece, da à impressão de que é apenas um prédio abandonado, ledo engano, aqui funciona o Colégio Municipal Elza Maria, no Bairro Invasão, Rua 5.
    Pode até não parecer verdade, mas, as fotos retratam a realidade de uma educação que precisa ser educada e de um estabelecimento de ensino, que precisa de reparos e condições de higiene, e mais agradável, para as centenas de alunos que aqui estudam visando um futuro melhor.
    O Colégio Elza Maria que pertence ao município é mais uma evidencia recente do descaso com a educação e do descompromisso do atual gestor com a população, que espera o mínimo e ainda não foi feito nada.

  • João Lisboa; uma cidade sem progresso

    Enquanto que em outros municípios do Maranhão, a maioria dos prefeitos eleitos está trabalhando na realização de obras para o desenvolvimento de suas cidades em beneficio do povo, em João Lisboa, a obra do descaso se faz presente.
    Depois de 100 dias da administração do tucano, os burburinhos pelas equinas e em rodas de conversas, as criticas são inúmeras ao governo de Jairo Madeira, que ainda não deu uma resposta satisfatória ao povo de João Lisboa.
    A infraestrutura nas ruas do município é precária e os buracos com poças de lamas estão espalhados por toda parte. No bairro Cidade de Nova, por exemplo, as Ruas 15 de Setembro e a Rua do Sindicato, os buracos são enormes dificultando o transito de veículos e pedestres.

  • Cemitério de João Lisboa; imagem do descaso e do abandono total.

    Se nas ruas e avenidas da cidade o que se encontra são buracos e mais buracos, e que providencias ainda não foram tomadas por parte da prefeitura no sentido de realizar uma frente de trabalho para recuperar as mesmas, a situação no Cemitério é ainda mais constrangedora.
    O local que é reservado para enterrar os corpos dos entes-querido retrata uma imagem desoladora, o mato está por toda parte, tomando conta do cemitério, encobrindo túmulos, e covas.
    Segundo um dos funcionários do cemitério o problema vem se arrastando por muito tempo e que já solicitou inúmeras vezes do secretário de Administração do município a limpeza no local, mas, até o momento nenhuma providencia foi tomada.

Carregar mais