• Ponto de Internet Gratuita do Maranhão (Maranet) será inaugurado em Caxias

    O Governo do Estado inaugura nesta quarta-feira (26), na Praça São Judas Tadeu, no bairro Ponte em Caxias, mais um ponto da Rede de Internet Gratuita do Maranhão (Maranet). Iniciativa criada pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). Visa o acesso e a inclusão digital dos maranhenses, levando as praças centrais dos municípios maranhenses Wi-Fi grátis. São 100 megas de internet, via fibra óptica, de alta velocidade, que possibilita a conexão de até 1.200 usuários simultâneos. O evento está marcado para as 17h, com a presença do secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada. ‘O governo Flávio Dino busca democratizar o acesso às políticas públicas, direitos, a serviços de qualidade em todo o Maranhão’, enfatizou.

  • Polícia prende jovem por porte ilegal de arma de fogo

    Lucas Alexandre Moraes Freitas, de 19 anos de idade foi preso pela polícia quando transportava um revólver calibre 32, tres munições, dois celulares e R$ 240 reais em dinheiro.

    O suspeito, que trabalha como carroceiro, alegou que teria encontrada a arma no lixão e usava para a própria defesa.

    Este foi o segundo porte ilegal de arma registrado na sexta-feira santa. O outro ocorreu no bairro Luíza Queiroz.

    Lucas foi encaminhado ao plantão central da polícia civil e está à disposição da Justiça.

  • Caxias: Vereador Evilasio do PAM é encontrado morto em casa

    O vereador Evilasio Roque Ramos, de 48 anos de idade, foi encontrado morto na tarde desta terça feira (21), em sua residencia, no bairro Cohab, em Caxias. A primeira suspeita era de suicidio. Peritos do ICRIM de Timon iam analisar o local. Um revolver calibre 38 foi encontrado.

    Evilásio foi eleito pela primeira vez em 2016 pelo partido Solidariedade (SD), com 1.111 votos. Era conhecido popularmente como "Evilasio do PAM", por ter trabalhado vários anos como enfermeiro no Posto de Atendimento Médico (PAM).

    O vereador deixa esposa e tres filhos.

  • Procon e Ministério Público investigam preço de gás de cozinha na cidade

    Em Caxias, o botijão de 13 kg já chega a R$ 75.00 reais, diferente de outras cidades da região. A Unidade Regional do Procon-Maranhão em Caxias tem buscado soluções que não acarretem ainda mais o bolso dos caxienses. Segundo a coordenadora Ireneide Alencar, o órgão está notificando e abrindo processo administrativo para apurar a atuação e valor de revenda do gás de cozinha.

    O Ministério Público também está trabalhando nesse sentido. Veja os valores cobrados;

    R$ 70.00 reais - botijão de gás de 13 kg
    .R$ 40.00 reais - botijão de 5 kg
    .R$ 50.00 – botijão de 8 kg
    .R$ 160.00 - botijão de 20 kg
    .R$ 240.00 - botijão de 45 kg

    Os responsáveis pelas revendedoras de gás na cidade não quiseram se pronunciar sobre o assunto.

  • Rapaz agride a própria irmã após confusão familiar

    Raylan Assunção Soares agrediu a própria irmã após uma confusão familiar por volta de meio dia, do sábado (26). O fato ocorreu no Parque da Cidade, no bairro Ponte. O rapaz foi preso por policiais militares e vai responder por crime de agressão física, com base na Lei Maria da Penha.

    De acordo com a delegada responsável pelo caso, Caroline Dantas, o acusado já possui uma extensa ficha criminal junto à polícia civil. Ele foi encaminhado à Central de Custódia de Caxias, no bairro João Viana.

  • Ex-prefeito de Caxias é preso por falta de pagamento de pensão alimentícia

    A prisão de Paulo Celso Fonseca Marinho, ex-prefeito de Caxias e ex-deputado federal ocorreu por volta de 15h desta terça feira (22), após sair de sua residencia, na rua Teófilo Dias, no Centro. O mandado expedido pela juíza Lucimara Maria da Silva, da 4ª Vara da Família de Brasília (DF) foi encaminhado para a 4ª Vara de Caxias e autorizado pelo juiz Antonio Manoel Velozo. A prisão foi por falta de pagamento de pensão alimentícia ao exequente Caio Correia Marinho. O valor equivale a R$ 72.451,06. Tres policiais civis e um delegado participaram da abordagem que resultou na prisão do ex-mandatário que já acumula vários processos na Justiça, inclusive por corrupção. Paulo Marinho permanece na delegacia do 1º distrito policial. O valor referente à pensão ainda não foi pago até agora.

  • Da Rússia para o Maranhão: Caxias realiza VII edição de Festival de Danças

    Esta será a sétima edição do Festival de Dança realizado pela Escola de Dança Salmus, que a cada ano traz em seu repertório lindas apresentações. O espetáculo tem uma hora de duração e contará com a participação de mais de cem bailarinos que dançarão no palco a história natalina 'O Quebra Nozes'.

    Este espetáculo é um balé criado pelo compositor Tchaikovsky. Ele foi levado aos palcos no dia 18 de dezembro de 1892, no Teatro Mariinsky, em São Petersburgo, na Rússia, e será dançado em Caxias MA, com adaptações do coreografo bailarino e técnico em danças Wilson Ghilardi. O espetáculo será apresentado nos dias 06 e 07 de dezembro no auditório da UEMA. No dia 06 em duas sessões. Primeira: das 17h às 18h. A segunda, das 19h às 20h e no dia 07 de dezembro, das 19h às 20h.

  • Presidente da Assembléia Legislativa do Maranhão descobre nova lesão

    NOTA

    O Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado estadual Humberto Coutinho, submeteu-se a exames de rotina no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo (SP), nos quais foi constatada uma nova lesão no intestino grosso.

    A junta médica que o atende, coordenada pelo Dr. Paulo Hoff, pediu novos exames para decidir se adotará intervenção cirúrgica ou quimioterápica.

    Humberto Coutinho encontra-se no hospital paulista, acompanhado da sua esposa, Dra. Cleide Coutinho, dos filhos George e Geórgia e de familiares.

    Assim que a junta médica decidir o procedimento adequado para o tratamento do deputado, serão dadas novas informações.

    CARLOS ALBERTO FERREIRA
    DIRETOR DE COMUNICAÇÃO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO MARANHÃO

  • Operação Quilópode: PF de Caxias deflagra operação contra crimes previdenciários no Maranhão e Piauí

    A quadrilha envolvida na fraude milionária atuava em 7 cidades do Maranhão (São Luis, Codó, Vargem Grande, Presidente Dutra, Barreirinhas, Paço do Lumiar, Caxias) e em Teresina (PI). As investigações iniciaram em 2007. Mas os criminosos atuavam desde 2010. No esquema documentos públicos eram falsificados para concessão de benefícios do INSS. Os titulares eram pessoas fictícias criadas pela associação criminosa. Entre os envolvidos, funcionários do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Correios. Somente em Caxias, 2 pessoas foram presas. Durante a operação foram expedidos 10 mandados de prisão preventiva, 22 mandados de busca e apreensão e 5 mandados de condução coercitiva, além do seqüestro e arresto de bens e valores. Um prejuízo inicial de 11 milhões de reais aos cofres públicos.

  • São João do Sóter (MA): motociclista morre esmagado por caçamba

    O acidente foi registrado por volta de 19h30 desta sexta-feira (02), nas proximidades do povoado Estreito, localizado na MA 127, que interliga o município de Caxias (MA) a São João do Sóter (MA). De acordo com as primeiras informações colhidas pela equipe da polícia militar, a tragédia foi ocasionada por imprudência. O motorista de uma caçamba estava com sintomas de embriaguez e passou com o veículo em cima de um motociclista, que trafegava pelo local. A morte foi imediata.

    O motorista tentou fugir, mas acabou atolando a caçamba. A vítima trabalhava como agente comunitário de saúde.

Carregar mais