Projeto Musical · 01/12/2021 - 14h10

De volta para o futuro: FITA lança seu primeiro álbum em 2021


Compartilhar Tweet 1



 

 Vida no isolamento, nostalgia oitentista e cinema inspiram projeto do músico paulistano André Luiz 

    Reprodução/Divulgação

 

FITA é um projeto inspirado na música eletrônica dos anos 80, mas vai muito além disso. “Trilhas sonoras de filmes como Drive e Blade Runner são grandes influências nas composições”, conta André Luiz, a mente responsável pelos sons do projeto. Sobre a sonoridade, ele complementa: “acho que as músicas vão desde o synthwave/pop ao som mais etéreo”. 

Depois de 2 EPS, lançados em 2017 e 2018, é chegada a hora do FITA apresentar “Love Odyssey”, primeiro álbum cheio com 11 faixas, que incluem versões remixadas e remasterizadas de algumas músicas dos primeiros EPs, além de inéditas instrumentais. O álbum foi gravado e produzido ao longo de 3 anos, com produção intensificada dentro do período pandêmico. A mixagem e masterização ficaram por conta de Jan Pablo, da banda teresinense, Guardia. “A master, foi feita de forma híbrida, utilizando uma gravador analógico para dar mais punch e a sonoridade retrô da fita cassete”, comenta Jan Pablo.

 

 

O novo trabalho reflete o período turbulento que vivemos e todos os problemas enfrentados durante sua criação. Depressão, separação, doença, desemprego, desilusões, finais, recomeços e todo o caos da pandemia que tomou conta do mundo e da vida das pessoas, ganham uma trilha sonora nostálgica e ao mesmo tempo futurista. “As novas músicas contam uma odisseia, a jornada através desses momentos conturbados. São mais frias e minimalistas, sem apelos pop e com um tom sério e apocalíptico, inspiradas nos estilos synthwave, vaporwave, IDM e bandas como Survive, Kraftwerk, New Order e Daft Punk”, explica André Luiz.

O álbum começa com “Matinê”, canção já lançada como single em outubro deste ano, e conta com 5 versões remasterizadas e remixadas de canções dos primeiros EPs, entre elas “Take me for a ride tonight”, única faixa com vocais do álbum, que foi lançada no primeiro EP do projeto e conta com a participação de Adriana Marroni do grupo HungryGilli, cantando. Mais 5 temas inéditos instrumentais completam o álbum, que está sendo lançado pelo selo Tudo Muda e deve ganhar versão em K7 em Dezembro de 2021.

Ouça o álbum no seu stream favorito, os principais ai: SpotifyBandCampYoutubeDeezerApple. Vários outros disponíveis aqui.

 

Acompanhe o FITA no Instagram.

 

Comentários