Desde 2006 · 19/08/2018 - 17h56 | Última atualização em 19/08/2018 - 18h42

Patrimônio do deputado federal Assis Carvalho subiu 594% ao longo de 12 anos


Compartilhar Tweet 1



 

 

MAIS DE MEIO MILHÃO DE REAIS

Quando concorreu ao posto de deputado estadual em 2006 o hoje deputado federal Assis Carvalho (PT) declarou 700 cotas de capital da Coperban e um veículo automotor Citroen Xsara Picasso, que juntos totalizavam a quantia de R$ 72.700,00. Foi o declarado.

Neste 2018, 12 anos depois, o patrimônio do petista é da ordem de R$ 504.789,53.

Um aumento de 594%.

Hoje o patrimônio de Assis Carvalho é bem mais diversificado. 

Comentar

 

 

UM "ANEL DE TUCUM"

O petista Antônio José Medeiros, mesmo com alguns problemas com Justiça Federal, se lançou candidato a deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores. 

Ele já integrou os quadros da Câmara.

À Justiça Federal, AJM declarou possuir R$ 87.494,36 em bens.

Comentar
Declaração de Bens · 19/08/2018 - 16h39 | Última atualização em 19/08/2018 - 17h10

Candidata a vice-governadora de Doutor Pessoa declarou bens da ordem de R$ 196 mil


Compartilhar Tweet 1



 

 

Vanessa Tapety (PTC), candidata ao posto de vice-governadora de Doutor Pessoa (Solidariedade) declarou à Justiça Eleitoral possuir R$ 196 mil em patrimônio.

São valores referentes, segundo a declaração de bens, a veículos automotores terrestres. 

Comentar
Desde 2010 · 19/08/2018 - 15h49 | Última atualização em 19/08/2018 - 16h46

Patrimônio declarado pela senadora Regina Sousa cresceu 209% ao longo de oito anos


Compartilhar Tweet 1



 

 

Quando disputou a suplência a uma das cadeiras do Senado Federal, tendo como titular Wellington Dias, em 2010, a hoje senadora Regina Sousa declarou R$ 214.800,98 em patrimônio. 

Como candidata ao cargo de vice-governador do mesmo Wellington Dias, oito anos depois, a petista declarou à Justiça Eleitoral ter o equivalente a R$ 665.264,24 em bens. 

O crescimento registrado é da ordem de 209%.

Comentar
Disputa pelo Palácio de Karnak · 19/08/2018 - 14h52 | Última atualização em 19/08/2018 - 17h16

Dentre os candidatos a vice, só dois rompem a barreira de R$ 1 milhão em bens declarados


Compartilhar Tweet 1



 

 

A candidata ao posto de vice-governador pelo Piauí Cassandra Moraes (DEM) é a que mais declarou valores em bens dentre aqueles que disputam o posto. 

Ao todo afirmou perante a Justiça Eleitoral ter o equivalente a R$ 1.795.050,41 em patrimônio.

É o maior dentre o dos candidatos a vice. 

Cassandra Moraes é vice de Luciano Nunes (PSDB).

Outro dos postulantes a vice que rompe a cifra de R$ 1 milhão é Dr. Luiz Ayrton (PV), que declarou em bens a quantia de R$ 1.023.595,06.

O candidato é vice de Elmano Férrer (PODE).

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



 

O candidato à reeleição para o Senado, Ciro Nogueira (PP), é um dos que mais teve variação em seu patrimônio dentre aqueles notórios que estão a disputar uma das duas vagas para a Câmara Alta do Congresso Nacional.

Em 2010 Ciro Nogueira chegou a declarar que possuía em bens o equivalente a R$ 1.972.460,32. Já agora, em 2018, declarou o equivalente a R$ 23.314.081,45 em bens, uma variação de 1.081%. Justamente o período que está no Senado Federal.

Ciro é empresário e um dos herdeiros de fortuna amealhada por seu pai, já falecido.

Com um patrimônio menor, outro que também teve variação patrimonial superior a 1.000% é o candidato ao Senado Wilson Martins (PSB), só que num espaço de tempo maior, 12 anos.

Em 2006 o político declarou possuir R$ 465.282,05. Já em 2018 afirmou à Justiça Eleitoral possuir R$ 5.205.211,18. Uma variação de 1.018%.

Wilson Martins é um renomado neurocirurgião.

- Clique e leia matéria completa com demais candidatos

Comentar
Novidade para o Senado · 16/08/2018 - 17h17 | Última atualização em 16/08/2018 - 17h54

Candidato ao Senado pela Democracia Cristã no Piauí declara R$ 1,5 milhão em "veículos terrestres"


Compartilhar Tweet 1



Só em bens classificados em veículo automotor terrestre, o candidato ao Senado pela Democracia Cristã (DC), o campomaiorense Lafayette Andrade, possui R$ 1.500.000,00 de um total de R$ 1.583.200,00 declarado à Justiça Eleitoral.

Os outros R$ 83.200,00 é o valor de um "terreno".

Comentar
Declaração de Bens · 16/08/2018 - 16h43 | Última atualização em 16/08/2018 - 17h55

Patrimônio do candidato ao Senado Robert Rios cresceu 557% nos últimos 12 anos 


Compartilhar Tweet 1



 

 

Os últimos 12 anos foram de muitas mudanças para o aguerrido deputado estadual Robert Rios.

Uma delas foi no seu patrimônio, declarado à Justiça Eleitoral. 

Em 2006, quando candidato a deputado estadual pelo PC do B, o político afirmou ter em bens o equivalente a R$169.171,67.

Já agora, quando é candidato ao Senado pelo DEM (ex-PFL, outra mudança, mas essa impensável, olhando a sua trajetória crítica), declarou patrimônio de R$ 1.111.607,08.

A variação patrimonial é equivalente a 557% em 12 anos.

O deputado também já foi do PDT. 

Comentar
Crescimento Astronômico · 16/08/2018 - 15h51 | Última atualização em 16/08/2018 - 16h41

Patrimônio do candidato ao Senado Wilson Martins cresceu 1.018% nos últimos doze anos


Compartilhar Tweet 1



 

 

O patrimônio do candidato ao Senado Federal Wilson Martins (PSB) evoluiu de vento em popa desde a campanha eleitoral de 2006, há doze anos, quando ele concorreu ao posto de vice-governador, tendo como cabeça de chapa Wellington Dias (PT), que tentava a reeleição.

Naquela época o patrimônio declarado era da ordem de R$ 465.282,05.

Já agora, em 2018, os bens declarados totalizam R$ 5.205.211,18.

A evolução patrimonial é de 1.018%.

Comentar
2006 em São Paulo · 16/08/2018 - 13h05 | Última atualização em 16/08/2018 - 15h18

Patrimônio do cantor e político Frank Aguiar cresceu 369% desde sua primeira campanha política


Compartilhar Tweet 1



 

 

Em 2006, o político Frank Aguiar declarou bens da ordem de R$ 543.000,00. O artista concorria a um cargo de deputado federal pelo estado de São Paulo.

Doze anos depois, Frank Aguiar (PRB) declarou bens que hoje totalizam R$ 2.550.000,00.

Ele concorre ao Senado Federal pelo Piauí.

 

Comentar
Bens Declarados · 16/08/2018 - 12h36 | Última atualização em 16/08/2018 - 13h07

Com patrimônio superior a R$ 4 milhões, Jesus Rodrigues foge um pouco do padrão PSOL


Compartilhar Tweet 1



 

 

AUMENTOU EM 100%

O candidato ao Senado Federal Jesus Rodrigues (PSOL) declarou à Justiça Eleitoral o patrimônio de R$ 4.274.271,54.

Ele foge do padrão PSOL de ser, com integrantes um pouco menos abastados.

Em 2010, quando era do PT, e concorreu à uma vaga na Câmara dos Deputados, Rodrigues declarou bens que totalizaram R$ 2.177.311,19.

 

 

Comentar
Dados junto ao TSE · 16/08/2018 - 11h46 | Última atualização em 16/08/2018 - 12h57

Patrimônio do deputado Marcelo Castro subiu 529% nos últimos oito anos


Compartilhar Tweet 1



 

 

TEM MUITOS "TERRENOS": ALGUNS QUE VALEM R$ 1.000,00

O candidato ao Senado Federal Marcelo Castro (MDB) declarou, em 2010, ter um patrimônio equivalente a R$ 629.274,77.

Em 2014, declarou ter um patrimônio de R$ 1.369.937,07, tendo uma variação positiva patrimonial de R$ 117% entre o ano de 2010 a 2014.

Já este ano, em 2018, o parlamentar declarou possuir um patrimônio de R$ 3.962.985,52.

A variação patrimonial do deputado federal entre 2010 e 2018 é, portanto, de 529,7%.

Em sua declaração de bens em 2010, Marcelo Castro disse possuir muitas "fazendas". 

O termo foi substituído por "terrenos" em 2018. 

Alguns desses "terrenos" valem somente R$ 1.000,00.

Comentar
Sob Tomada de Contas Especial · 15/08/2018 - 23h47 | Última atualização em 15/08/2018 - 23h53

Fundação apresentou notas canceladas ao TCE para justificar gasto de R$ 1,5 milhão


Compartilhar Tweet 1



 

O deputado estadual Nerinho, ex-secretário da SEDET
O deputado estadual Nerinho, ex-secretário da SEDET 

 

COM “QUARTEIRIZAÇÃO” E TUDO

O conselheiro substituto Delano Câmara, do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI), sempre presente no combate a atos supostamente ilícitos, em meio a rumorosos casos que indicam prática de corrupção, fez menção em um dos seus relatórios/voto a uma ousada manobra advinda da Fundação Cidadania Brasil – FUNCIBRA, e do seu presidente, João José de Carvalho Filho, para tentar justificar o gasto de R$ 1,5 milhão à Corte de Contas.

E o que João Filho fez, segundo o que consta do documento? Apresentou ao TCE-PI notas fiscais canceladas para justificar gastos através de convênio entre a sua fundação e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico do Piauí (SEDET), pasta ocupado por Nerinho à época e que atualmente pertence ao mesmo feudo familiar.

- Clique e leia matéria completa

Comentar
Investigação · 15/08/2018 - 12h25 | Última atualização em 15/08/2018 - 12h30

GAECO solicita informações sobre empresas de Limpeza e Conservação Pública de Teresina


Compartilhar Tweet 1



 

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) solicitou ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) informações sobre contratos que algumas empresas de limpeza e conservação em Teresina firmaram com órgãos públicos.

Comentar
Investigação · 14/08/2018 - 18h20 | Última atualização em 14/08/2018 - 18h46

Igor Néri comunicou ao TCE que já instaurou Tomada de Contas Especial na SEDET


Compartilhar Tweet 1



 

O atual responsável pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (SEDET), Igor Néri, comunicou ao Tribunal de Contas do Estado que já instaurou Tomada de Contas Especial no órgão para apurar supostas ilegalidades em repasses da pasta à FUNCIBRA, fundação que se tornou famosa em 2015 e 2016 após denúncias do Portal 180graus

Com isso, e por determinação da Corte de Contas, Néri terá 180 dias para levantar o que realmente ocorreu, com relação a esse contrato suspeito, na gestão de Nerinho, o ex-secretário.

Envolve um acordo da órbita de R$ 2 milhões. 

Comentar
Com a militância petista · 14/08/2018 - 13h59 | Última atualização em 14/08/2018 - 14h12

Promotora Leida Diniz se entrega à candidatura pelo PT e aos defensores do "Lula Livre"


Compartilhar Tweet 1



 

 

O CENÁRIO "LULA LIVRE"

A promotor Leida Diniz, ex-integrante do Ministério Público do Piauí, surpreendendo a muitos - mas não a todos -, ao coligar-se com o PT e lançar-se candidata a deputada federal. 

Na ocasião falando a militantes petistas. 

Ao lado esquerdo o autor de algumas fotografias vestindo a camiseta do "Lula Livre". 

Na verdade, trata-se do jornalista Luiz Brandão. 

A promotora ficou conhecida como algoz implacável de gestores públicos ligados ao PSDB. 

Hoje há dúvidas se havia seletividade ou não.

Comentar

 

Só em 2018 o Tribunal de Contas do Estado (TCE) abriu três Tomadas de Contas Especiais para resgatar valores oriundos de recursos públicos destinados à Fundação Madre Juliana.

 

Comentar
Quando indicado a Ministério · 14/08/2018 - 12h50 | Última atualização em 14/08/2018 - 13h11

Em 2015 Marcelo Castro defendeu o retorno "permanente" do já conhecido imposto CPMF


Compartilhar Tweet 1



 

 

"NÃO VAI NEM SENTIR"

Em 2015, logo após ser indicado pela então presidente da República Dilma Rousseff para o Ministério da Saúde, Marcelo Castro (MDB) defendeu a volta "permanente" da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). 

Na ocasião o emedebista disse ser o imposto o "melhor tributo que existe" e que a população "não vai nem sentir" o impacto dessa nova tributação no seu bolso ao logo dos anos. 

Também sustentou, à época, que a sociedade estaria disposta a fazer esse "sacrifício" para ter mais qualidade na Saúde brasileira.

Comentar
Tendência do PT no Piauí · 14/08/2018 - 12h25 | Última atualização em 14/08/2018 - 12h47

Senado Federal: petistas têm escolhido o nome de Jesus Rodrigues como 1ª opção


Compartilhar Tweet 1



 

Jesus Rodrigues, quando deputado federal
Jesus Rodrigues, quando deputado federal 

 

Muitos (muitos mesmo) integrantes do Partido dos Trabalhadores têm escolhido o nome do candidato Jesus Rodrigues como primeira opção de apoio na eleição para as duas cadeiras no Senado Federal. 

Embora no PSOL, Rodrigues tem um perfil mais parecido com o PT, dentre os candidatos que estão postos, já tendo pertencido inclusive à sigla. 

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



 

Um antigo acórdão, oriundo do voto de relator do então ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), César Asfor Rocha, deixa explícito que Wilson Martins, atual candidato ao Senado Federal, já atuou para “inutilizar” uma auditoria do Ministério da Saúde que apurava o suposto desvio de medicamentos nos idos anos 90.

A decisão que deixou transparecer essa suposta tentativa foi dada pela Corte Superior em meio a um conflito de competência suscitado. Wilsão queria que o caso desembocasse na justiça estadual.

Mas o pleito, nesse aspecto, não foi ganho. Trecho do acórdão trazia: “é da Justiça Federal a competência para processar e julgar a ação em que se pretende anular auditoria realizada, pelo Ministério da Saúde, em Fundação de Saúde”.

- Clique e leia matéria completa

Comentar
Incentivos e Incentivos · 13/08/2018 - 13h15 | Última atualização em 13/08/2018 - 13h20

Turismo cede patrocínio à Sotaque Filmes e inclui CNPJ de Federação de Pole Dance


Compartilhar Tweet 1



 

Ao que tudo indica, pelo extrato publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), a Secretaria de Turismo está com a intenção a todo vapor de contratar a empresa Sotaque Filmes Ltda ME, que a partir da concessão de R$ 100 mil, em forma de "patrocínio", estaria incumbida de realizar o projeto “Pela Costa do Delta”, que por sua vez, patrocina o turismo e fomento no litoral do Piauí.

O CNPJ da empresa contratada, no entanto, o de nº 23.419.524/0001-17, leva, na verdade, à Federação Piauiense de Pole Dance.

Mas ao que tudo indica parece mesmo erro em meio às inúmeras contratações/patrocínios realizados pela pasta do Turismo.

O documento é assinado pelo gestor Bruno Ferreira Correia Lima.

Comentar
Dados Legislativos · 13/08/2018 - 11h24 | Última atualização em 13/08/2018 - 11h48

Marcelo Castro costuma faltar muito a reuniões nas comissões da Câmara durante ano eleitoral


Compartilhar Tweet 1



 

Pelos dados disponíveis na Câmara dos Deputados, Marcelo Castro (MDB) costuma somar mais faltas sem justificativas quando o ano é eleitoral.

Se em 2015 e 2017, o parlamentar chega a patamar próximo e até a ultrapassar o índice de 85% de presença, respectivamente, em anos como 2016 e 2018 os números positivos despencam.

Em 2016, ano de eleição municipal, ele só atingiu 71,1% de presença, obtendo 28,9% de ausências não justificadas.

Já em 2018, a situação está um pouco melhor, com 22,7% de ausências não justificadas até agora.

Quanto ao plenário, Marcelo Castro tem média de presença superior a 95%. 

Lá se faltar e não justificar, corta parte proporcional do salário.

Comentar
Muitas Suspeitas · 12/08/2018 - 16h29 | Última atualização em 12/08/2018 - 16h45

De forma unânime, 1ª Câmara do TCE determina que contrato do lixo em Piripiri seja rompido


Compartilhar Tweet 1



 

O voto do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE),  relator Delano Câmara,  que determinou o fim do contrato do lixo entre a Prefeitura de Piripiri e a empresa Irisnayra Rejane Pereira Lustosa Eireli – ME, responsável pela prestação dos serviços, foi seguido de forma unânime por seus pares na Primeira Câmara da Corte de Contas. 

Há também a determinação de que uma nova licitação seja realizada. 

A decisão foi tomada em meio a inúmeras suspeitas de irregularidades no processo licitatório que contratou a empresa, criada dois meses antes de iniciado o primeiro contrato, este por dispensa de licitação.

A gestão responsável pelas duas contratações é a de Luiz Menezes. 

Entenda:____________

- Lixo em Piripiri: voto de conselheiro do TCE determina envio do caso para o Ministério Público

Comentar
Desvios Milionários · 11/08/2018 - 23h47 | Última atualização em 12/08/2018 - 00h51

Campanha para o Senado é o momento ideal para Wilsão tratar das delações sobre o Porto de LC


Compartilhar Tweet 1



 

 

Durante a campanha eleitoral para o Senado Federal no Piauí, melhor oportunidade não há para que o ex-governador do Estado Wilson Martins explique de uma vez por todas o que ocorreu nos fatídicos anos que desembocaram em uma ação penal e uma por improbidade contra cerca de 13 agentes públicos e privados tornados réus, diante de investigações conduzidas pela Polícia Federal, Ministério Público Federal e Controladoria Geral da União; e assim ver o povo apertar o botão verde na urna com a consciência tranquila de que não votou em um alguém que ajudou a usurpar o sonho de gerações e o desenvolvimento desse já pobre e saqueado estado.

- Clique e leia matéria completa

Comentar

 

O Instituto de Terras do Piauí (INTERPI) está, através da justiça, arrecadando imóveis de 2.658 hectares de terras em Santa Filomena para distribuir entre famílias pobres.

As terras devolutas ficam próximas à propriedade que seria do candidato ao Senado Federal Marcelo Castro, que junto com a sua esposa, Savina Magalhães, foi citado no processo como confrontantes, ou seja, no caso, alguém que possui terras limítrofes com as que estão sendo requeridas.

Segundo o INTERPI, dentro do perímetro requisitado estão assentadas famílias “com morada habitual e cultura efetiva” e com a permissão do INTERPI, “gestor das terras públicas estaduais”. Portanto, não estariam ostentando a pecha de invasores. 

 

- Clique e leia matéria completa

Comentar