Longe, Longe... · 23/02/2018 - 16h46 | Última atualização em 23/02/2018 - 16h53

Prefeita de Esperantina foi para a Itália em meio a atrasos salariais dos servidores


Compartilhar Tweet 1



A prefeita de Esperantina, Vilma Amorim (PT), está na Itália, onde tem familiares. 

No município deixou servidores irritados com os atrasos salariais. 

Eles têm sido recorrentes.

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



AGORA É VOTAR

Está na pauta de julgamento do próximo dia 28 de fevereiro o pedido de anulação de julgamento feito pelo Ministério Público e pelo advogado da mulher da vítima Hélio Cortez, comerciante assassinado no dia 9 de novembro de 2014 pelo gesseiro Alexandre dos Santos Gomes, que o matou de forma vil, pulando sobre sua cabeça até a morte, na frente de muitos, após um desentendimento que já havia se findado. É o que apontam as investigações.

O Ministério Público e o advogado Gilberto Ferreira alegam que a decisão do pífio júri  - só seis anos de prisão em regime semiaberto - vai de encontro às provas dos autos, além de ser contraditória. Como alguém que mata por motivo fútil pode ao mesmo tempo matar por relevante valor social moral, pulando sobre a cabeça da vítima? O julgamento teve um final confuso. O procurador de Justiça Alípio de Santana Ribeiro opinou pela anulação do vexatório julgamento.

- Clique e leia matéria completa

Comentar
Sem Tato e sem Trato · 22/02/2018 - 13h50 | Última atualização em 22/02/2018 - 14h07

Secretário Daniel Oliveira já mostrou para equipe de TV o interior da Irmão Guido


Compartilhar Tweet 1



O DONO DA BOLA E DO CAMPO

Secretário quer ser competente atropelando tudo

Até agora ninguém entendeu direito o que ocorreu com o secretário de Justiça Daniel Oliveira em entrevista à TV Clube.

Com os olhos esbugalhados e em posição afrontosa atacou a TV Globo, no caso a Clube, afiliada no Piauí.

E por quê? Porque umas poucas imagens do presídio de Esperantina foram mostradas pela TV em meio a uma matéria sobre o descaso da pasta com aquilo lá. Da reforma anunciada existiam três buracos tampados.

Como se vê a propaganda governamental excessiva faz mal até aos integrantes do governo. Porque os gestores públicos acabam por não saber lidar com a realidade, papel do jornalismo.

No entanto, o que o contribuinte precisa e exige, na verdade, os governados, é saber quão realmente é feito pelos ditos homens públicos, simples funcionários públicos, que às vezes não se comportam como tais.

TV ANTENA 10

IMAGENS DO SECRETÁRIO MOSTRANDO INTERIOR DE PRESÍDIO

 

Comentar
Operação IL CAPO · 22/02/2018 - 12h11 | Última atualização em 22/02/2018 - 15h36

Gaeco estuda pedir prisão de familiares de ex-procurador-geral de Justiça do Piauí


Compartilhar Tweet 1



 

Ex-procurador-geral de Justiça Emir Martins
Ex-procurador-geral de Justiça Emir Martins 

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado  (Gaeco), grupamento formado por promotores pertencentes ao Ministério Público do estado do Piauí, estuda pedir a prisão da sobrinha e do concunhado do ex-procurador de Justiça Emir Martins.

São eles Mariana Saunders Uchoa de Moura Santos e Samuel Pacheco Morais, residentes, segundo os endereços que constam da ação penal, em Teresina e em Palmas, no Tocantins, respectivamente.

Um documento tornado público nesta quarta-feira (21) pelo 180graus, emitido pela 9ª Vara Criminal, onde tramita o processo, e “a pedido de pessoa interessada”, revela que a justiça do estado não está encontrando a dupla.

- Clique e leia matéria completa

Comentar

PROCURA-SE

O organograma da suposta
O organograma da suposta "quadrilha", segundo o GAECO 

Um documento emitido pela justiça estadual do Piauí, “a pedido de pessoa interessada”, disponibilizada no último dia 8 de fevereiro de 2018, informa o andamento da ação penal contra o ex-procurador-geral de Justiça Emir Martins e inúmeros membros da sua família, acusados entre outros crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

A certidão judicial disponibilizada no link abaixo informa que o recebimento da denúncia que tramitava em caráter sigiloso ocorreu em 4 de maio de 2017, momento em que o juiz da 9ª Vara Criminal de Teresina, Washington Luís Gonçalves Correia, “determinou a citação dos réus”.  Alguns deles, porém, não foram encontrados.

Um dos não localizados é a sobrinha do ex-procurador-geral, de nome Mariana Saunders Uchoa de Moura Santos, além do concunhado do ex-PGJ, Samuel Pacheco Morais, residentes em Teresina e em Palmas, no Tocantins, respectivamente.

- Clique e leia matéria completa

Comentar
PODE TORNAR INELEGÍVEL · 21/02/2018 - 14h07 | Última atualização em 21/02/2018 - 16h01

TRF1: Tribunal retira de pauta recurso do deputado federal petista Assis Carvalho


Compartilhar Tweet 1



TRIBUNAL “CONFUSO”

_Assis Carvalho é acusado de improbidade administrativa...

Definitivamente o  TRF-1 não se assemelha ao TRF-4. Pois bem, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região retirou de pauta, já no início da noite desta terça-feira (20), o recurso apresentado pelo deputado federal Assis Carvalho (PT) que contesta a condenação imposta pelo juízo federal em primeira instância. A condenação do juiz de piso o torna inelegível por cinco longos anos. Se mantida em segunda instância, ele, em tese, fica fora das próximas eleições.

Dos três integrantes da terceira turma do TRF-1, a relatora do caso, juíza Rogéria Maria Castro Debelli, já votou e manteve a condenação. Agora, outros dois integrantes da turma devem apresentar seus votos. Mas o próximo a votar, Ney Bello, tirou a matéria de pauta na noite de ontem.

- Clique e leia matéria completa

Comentar
Transparência Pública · 21/02/2018 - 11h36 | Última atualização em 21/02/2018 - 18h13

Prefeitura de Barras sustenta que portal da Transparência oferecido pela APPM é ruim


Compartilhar Tweet 1



Gestão de Barras não sabe o que é "tempo real"

Prefeito Carlos Monte, de Barras
Prefeito Carlos Monte, de Barras 

Para questionar matéria publicada pelo 180, titulada "Veja a transparência de 10 dos principais municípios do Piauí em relação a pagamentos", a prefeitura de Barras soltou nota dizendo que os Portais da Transparência oferecidos pela APPM não eram de boa qualidade. 

Daí, em 2017, quase uma década depois de aprovadas as leis que preveem a transparência dos gastos dos entes federados, resolveram se mexer.

E, para comprovar que não sabem o que é tempo real, anunciaram que o cidadão pode encontrar "todas as informações" em um outro portal, que está no seguinte endereço: www.barras.pi.gov.br.

Na imagem abaixo, extraída do site indicado pela própria prefeitura, a última atualização das despesas do Executivo municipal foi em setembro de 2017.

A lei manda atualizar em "tempo real". 

A prefeitura comprova assim que a sua atualização não está sequer no 'ano real' - o de 2018.

A NOTA DA PREFEITURA DE BARRAS

 

Comentar
Má Administração · 21/02/2018 - 10h45 | Última atualização em 21/02/2018 - 11h07

Em Novo Oriente teve 'carnaval', não tem é ambulância com o documento em dia


Compartilhar Tweet 1



Sem Ambulância e Sem Balancetes

A oposição de Novo Oriente e aqueles inconformados com o descaso da gestão do município estão a expor o caso da ambulância apreendida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) por falta de pagamento para renovação do documento do veículo.

Em um município que não teve e nem tem o costume de prestar contas à Câmara de Vereadores, como determina a legislação brasileira, esse é mais um item do descaso da gestão pública da cidade. 

Lá até teve 'carnaval', não tem é uma administração à contento.

É só folia... e denúncias.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



 

Logo após o carnaval ganhou publicidade a nomeação pelo secretário de Turismo, Flávio Nogueira Júnior, de fiscais para acompanhar o desenrolar de quatro contratos que visam à divulgação das potencialidades turísticas no estado do Piauí.

Ao todo foram baixadas quatro portarias. As de números 6, 7, 8 e 9.

Os contratos são por inexigibilidade de licitação.

Comentar

 

Os Portais da Transparência dos órgãos públicos são regidos pela lei complementar 131, de 27 de maio de 2009, que acabou por alterar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) naquilo que se referia à transparência da gestão fiscal.

A LC 131/09 inova “ao determinar a disponibilização, em tempo real, de informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios”, explica de forma didática o Portal da Transparência do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União.

- Clique e leia matéria completa

Comentar
Pedido de Providências · 20/02/2018 - 13h42 | Última atualização em 20/02/2018 - 14h03

UESPI: misterioso protocolo de abril do ano passado guarda pedido de explicações sobre bolsas


Compartilhar Tweet 1



O protocolo abaixo, cujo número do processo é o 04364/17, guardaria ligação com a suposta farra das bolsas investigada pela Polícia Federal no âmbito da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Mas ao que parece, pode ter ganho destino outro: o lixo.

Esse protocolo teria provocado uma suposta desavença entre o então pró-reitor de planejamento e o de extensão à época.

O teor desse processo seria um pedido de explicações da inclusão de bolsistas na folha de pagamento da instituição sem as devidas regras previstas em edital.

O pedido de explicações é datado de abril de 2017.

O seu recebimento na pró-reitoria de extensão é de 24 de abril de 2017.

Ele foi respondido? Então cadê o documento com as respostas?

 


Dica: jornalistaromulorocha@uol.com.br


 

 

Comentar
Improbidade Administrativa · 20/02/2018 - 13h19 | Última atualização em 20/02/2018 - 14h03

Retomada de julgamento de recurso do deputado Assis Carvalho está prevista para esta terça


Compartilhar Tweet 1



 

A retomada do julgamento que pode deixar o deputado federal Assis Carvalho inelegível está prevista para esta terça-feira, 20 de fevereiro. 

Ele é acusado de improbidade administrativa no âmbito de uma ação em que o Ministério Público Federal (MPF) aponta a suposta realização de licitações "fabricadas" para beneficiar empresas amigas. 

O caso é da época em que o petista era secretário de Saúde. 

Carvalho já foi condenado em primeira instância à inelegibilidade e pagamento de multa.

Mas recorreu ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

E espera decisão sobre o recurso apresentado.

Comentar
E toma assalto · 20/02/2018 - 11h57 | Última atualização em 20/02/2018 - 13h15

Piauí - o estado 'La Casa de Papel' com seus assaltos a bancos e carros-fortes


Compartilhar Tweet 1



 

Os dois assaltos com quê de simultaneidade ocorridos na tarde desta última segunda-feira (19) mostram o quão os criminosos estão orquestrados na mira do dinheiro transportado pelos carros-fortes nas estradas locais do estado e em outros pontos.

Aqui já explodiram vários bancos dentro de Teresina.

Agora, os roubos com imagens cinematográficas ocorrem nas vias próximas à capital - um na localidade Estaca Zero, outro na estrada que leva ao município Campo Maior. 

Algo antes inimaginável está a se tornar corriqueiro. 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) admitiu em nota de esclarecimento que o edital da concorrência pública realizada no âmbito da instituição para contratação de empresa de engenharia/arquitetura para elaboração de projeto visando reformas dentro da universidade, em valor superior a R$ 2 milhões, não previa o recebimento de documentação encaminhada pelos correios por quem desejasse participar do certame, mas mesmo assim tal possibilidade foi aceita posteriormente.

- Clique e leia matéria completa

Comentar
Homicídio: enterrado vivo · 19/02/2018 - 13h48 | Última atualização em 19/02/2018 - 14h08

Caso Emídio Reis está na 'mesa' de juíza há quase um ano sem data para ir a júri


Compartilhar Tweet 1



O QUE ESTÁ ACONTECENDO?

Emídio Reis
Emídio Reis 

Mesmo em face de um crime bárbaro, como o foi o do então vereador Emídio Reis, o caso encontra-se concluso para a juíza responsável pela 5ª Vara da Comarca de Picos, Nilcimar Carvalho, desde 22 de março de 2017.

Há quase um ano, portanto.

Em julho de 2016, a sentença de pronúncia da juíza informando que os acusados, entre eles o então vice-prefeito de São Julião José Francimar Pereira, estavam aptos para ir a julgamento foi derrubada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) por excesso de linguagem. 

Após novas formalidades no âmbito processual, o caso está novamente concluso para a magistrada.

Emídio Reis da Rocha foi morto em emboscada - sequestrado, agredido com um soco inglês, vítima de dois tiros, sendo um na nunca. E ainda por cima foi enterrado vivo.

A motivação seria as denúncias contra políticos do naipe de Francimar Pereira. 

- Enterrado vivo: 5 anos depois, caso do ex-vereador Emídio Reis ainda não teve desfecho

 

Comentar
REBATEU ATAQUE DE ADVOGADOS · 19/02/2018 - 11h52 | Última atualização em 19/02/2018 - 14h08

Juíza do Piauí sai em defesa da lisura de Tribunal do Júri em sessão que julgou ex-policial militar


Compartilhar Tweet 1



 

A juíza da 2ª Vara do Tribunal Popular do Júri, Maria Zilnar Coutinho Leal, ao fim do julgamento em que o réu era o ex-militar Igor Araújo – acusado de matar Alan Silva em um posto de combustível na avenida João XXIII com cinco tiros pelas costas e nas costas -, fez uma dura defesa do papel e da lisura do tribunal na sociedade, em face de investidas dos advogados de defesa e até de familiares e amigos presentes no auditório, de que o caso só foi julgado rápido, em cerca de dois anos, em virtude do pai da vítima ser um oficial de justiça lotado nos altos escalões do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI).

“Eu me vi surpresa hoje com as falas de vossas excelências. Sempre defendi, e acredito nesse tribunal, como um tribunal mais democrático do poder judiciário. Para eles são remetidas as causas afetas aos crimes dolosos contra a vida. Portanto, não se remete causas para julgamento para este tribunal por capricho", iniciou. 

- Clique e leia matéria completa

Comentar
Nau à deriva · 19/02/2018 - 09h28 | Última atualização em 19/02/2018 - 10h14

Como o povo se conforma em viver dessa maneira? Esperantina é uma cidade abandonada pelos políticos


Compartilhar Tweet 1



 

 

OS BURACOS SÃO MAIS EMBAIXO...

A gestão petista da prefeita Vilma Amorim, a olhos vistos não parece estar fazendo bem ao município de Esperantina.

Os registros fotográficos enviados ao Blog Bastidores mostram que o descaso da administração municipal se faz presente não só no atraso salarial ou falta de medicamento nos hospitais públicos.

O descaso está em várias facetas, como nas ruas, na Cachoeira do Urubu, no descontentamento dos servidores públicos e se faz refletir também no âmbito jurídico, em meio às denúncias de corrupção que chegaram à Justiça tendo como alvo a petista.

Sob a ótica da Teoria das Janelas Quebradas, criada na Universidade de Stanford (EUA) por uma dupla de criminologistas, mas que pode ser estendida a outras áreas - e perfeitamente aqui, o resumo é bem simples: a desordem gera a desordem.

As fotos das principais vias de Esperantina - berço e base de muitos políticos importantes e em atuação, mas esquecida pelo poder.

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



No último dia 16 de fevereiro o empresário André Dias de Souza, da ECR Engenharia, ingressou com uma denúncia perante o Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) pedindo a suspensão de uma milionária licitação realizada pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI) para a contratação de empresa de “engenharia e/ou arquitetura”. O objetivo é a elaboração de projetos visando a execução da reforma, adequação e ampliação do campus da instituição em Teresina.

Para surpresa de muitos - e esse é um dos principais teores da denúncia - a empresa que apresentou a maior proposta de preços ganhou a concorrência pública. Simples assim.

- Clique e leia matéria completa

Comentar
Operação Argentum · 18/02/2018 - 10h33 | Última atualização em 18/02/2018 - 10h52

Foto vazada em redes sociais mostra então foragido da Polícia Federal curtindo


Compartilhar Tweet 1



É BRAHMA?

Uma foto que circula em redes sociais ali pela região de Valença do Piauí e Novo Oriente mostra o então foragido da Polícia Federal no âmbito da Operação Argentum, Vitor Neto (o Vitinho), curtindo, em meio ao intervalo de cerca de menos de 10 dias depois da sua soltura.

O jovem estava preso sob a acusação de ter ajudado a desviar dinheiro da Educação do município de Prata do Piauí.

Ele aparece acompanhado de alguns colegas, saboreando a liberdade, embora já tenha se tornado réu sob a acusação de diversos crimes.

Na decisão que o soltou está expresso que Vitor Neto não pode deixar a comarca Teresina sem autorização judicial.

O jovem foi solto na sexta-feira de carnaval.

Estava recolhido à penitenciária Irmão Guido.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



“DESCE, FILHO DA P...”

Em São Paulo, a atuação das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (ROTA) acabou por dar origem ao livro ROTA 66 – A História da Polícia que Mata. O livro narrava a agressividade dos militares integrantes dessa força de elite da corporação.

A narrativa da promotora de Justiça Gilvânia Alves Viana na peça que denúncia os malfeitos de três policiais militares na madrugada do dia 29 de novembro de 2015 no município de Parnaguá lembra a ROTA em São Paulo, polícia especializada já extinta.

Consta na peça que o então militar Igor Gabriel de Oliveira Araújo (esse foi condenado na noite desta quinta-feira (15) pelo Tribunal do Júri por matar o filho de um oficial de Justiça) e os militares Edivan Moreira dos Santos e Julio Cesar Batista de Sousa, todos soldados, teriam praticado crimes de abuso de poder e tortura contra a vítima Rafael Maia de Castro.

- Clique e leia a reportagem completa

Comentar
Cada um no seu quadrado · 16/02/2018 - 13h40 | Última atualização em 16/02/2018 - 13h50

Aparições de Robert Rios ao lado de sua excelência podem comprometer sua imagem de opositor


Compartilhar Tweet 1



 

SÃO SEMPRE MUITAS COINCIDÊNCIAS, NÃO É?

É lógico que ser oposição não é ser inimigo mortal.

Ocorre que as várias aparições do opositor Robert Rios ao lado do chefe do Executivo estadual - uma delas em uma espécie de serenata em ambiente festivo, agora outra em um ambiente que seria no litoral, último carnaval - podem minar a imagem do deputado como sendo um opositor sério e aguerrido.

Algo semelhante a tanto seria apresentadores de TV que estão a tascar críticas em homens públicos e à noite estão pedindo cargos e benesses a eles, ou até mesmo confraternizando e rindo da encenação.

Em alguns flancos da vida, ao se assumir posições, não basta ser honesto, é preciso parecer honesto.

Quando dos tempos das redes sociais, principalmente.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



 

Pablo Santos
Pablo Santos 

FUNDAÇÃO COM NOME DE REMÉDIO

A Fundação com nome de remédio criada para abrigar o deputado estadual Pablo Santos, a FEPISERH (Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares),  ao que tudo indica até agora só realizou licitações. E só. Ponto. É o único parâmetro visível nos sites de órgãos de controle.

Extraída do seio da Secretaria de Saúde, a fundação é uma espécie de arranjo qu está a onerar mais ainda o estado do Piauí. Antes os seis hospitais que ela diz coordenar, ficavam no âmbito na Secretaria e Saúde. Hoje não mais. E na presidência foi alocado um deputado estadual, Pablo Santos (MDB), abrindo flanco para mais gastos, já que um suplente assume o seu lugar no legislativo.

- Clique e leia matéria completa

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O ex-policial militar Igor Araújo, já condecorado por “bravura” pela Polícia Militar do Piauí, foi condenado pelo Tribunal Popular do Júri a 16 anos e 15 dias de reclusão em regime inicialmente fechado.  

Ele é acusado de matar, com cinco tiros, o filho de um oficial de justiça do estado, o jovem Alan Lopes Rodrigues da Silva. O crime ocorreu em uma das comuns reuniões de jovens em postos de combustível, essa no da Avenida João XXIII, no final de fevereiro de 2016.

Igor Araújo foi condenado por homicídio qualificado, em face das qualificadoras motivo fútil e por não ter possibilitado defesa à vítima.

Alan Silva foi alvejado “nas costas e pelas costas”, como enfatizou o advogado de acusação Gilberto Ferreira. A vítima estava consumindo bebida alcoólica dentro da loja de conveniência junto com um amigo – consumo cujo valor totalizou R$ 16,00 – quando iniciaram seus últimos minutos de vida.

- Clique e leia matéria completa

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Marcos Alves, que vem a ser filho do prefeito de Avelino Lopes, Diógenes Alves (PP), não compareceu ao julgamento do ex-policial militar Igor Araújo.

A justiça até que tentou intimar o filho do político, para que ele se fizesse presente ao júri popular, uma vez que seria “amigo” do acusado, e atuaria como “testemunha de defesa” do então PM.

O oficial de justiça, no entanto, reporta que ele estaria na Bahia, que trabalha na realidade em Avelino Lopes, mas que passa dois dias somente em Teresina e retorna ao município do interior do estado.

- Clique e leia matéria completa

Comentar
Vítima foi alvejada a tiros · 15/02/2018 - 08h51 | Última atualização em 15/02/2018 - 16h32

Policial que matou filho de oficial de Justiça em posto na João XXIII vai a julgamento


Compartilhar Tweet 1



ASSASSINATO

Está previsto para ocorrer todo o dia de hoje o júri popular do ex-soldado da Polícia Militar Igor Araújo, acusado de matar Alan Lopes, filho de um oficial de Justiça do estado do Piauí.

Funcionário da Agespisa, Alan foi alvejado por cinco tiros em um posto de combustível na Avenida João XXIII em 20 de fevereiro de 2016, após um desentendimento banal.

O  então militar estava acompanhando de Breno Pereira e de Marcos Alves, este filho do prefeito de Avelino Lopes Dióstenes Alves.

O então PM era segurança do filho do político.

Após o assassinato, Igor Araújo se apresentou à Corregedoria da PM e confessou o crime.

Comentar