Caso a ser apurado -

TCE vai analisar denúncia de que médico estaria em cargo inexistente no HGV

Chegou ao Tribunal de Contas do Estado, na semana passada, um pedido para que o Hospital Getúlio Vargas demita um médico que estaria prestando serviço ocupando cargo inexistente.

Segundo a denúncia, o profissional estaria ocupando uma coordenadoria que não faz parte da estrutura interna do hospital.

A diretoria do HGV e o profissional ainda serão notificados para apresentarem esclarecimentos antes do TCE tomar uma decisão sobre o caso.

Fonte: None

Comentários