• TCE vai analisar denúncia de que médico estaria em cargo inexistente no HGV

    Chegou ao Tribunal de Contas do Estado, na semana passada, um pedido para que o Hospital Getúlio Vargas demita um médico que estaria prestando serviço ocupando cargo inexistente.

    Segundo a denúncia, o profissional estaria ocupando uma coordenadoria que não faz parte da estrutura interna do hospital.

    A diretoria do HGV e o profissional ainda serão notificados para apresentarem esclarecimentos antes do TCE tomar uma decisão sobre o caso.

  • ONG pernambucana tem R$ 8,5 milhões para aplicar em cisternas no Piauí

    A Associação Programa Um Milhão de Cisternas para o Semi-Árido -AP1MC tem R$ 8.545.183,50 para ser aplicado na construção de cisternas para famílias vítimas da seca no Piauí.

    Esse recursos são disponibilizados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, conforme termo de parceria assinado com a AP1MC no ano passado.

    Mas, segundo das da execução financeira publicada na terça-feira(26), nenhum centavo do programa chegou a ser aplicado no Piauí. O prazo final do programa é 31 de agosto deste ano.

    AP1MC. Endereço: Rua Nicarágua, nº 111, Bairro do Espinheiro -Recife-PE. CEP. 52.020-190. Telefone: 81-2121-7666 Fax: 81-2121-7629 Email: asa@asabrasil.org.br.

    Nome do responsável pelo projeto: Naidison de Quintella Baptista Presidente.

     

  • Crise aumenta desigualdade de renda no estado do Piauí, aponta pesquisa do Bradesco

    O Brasil registrou na média uma pequena alta na desigualdade ao fim de 2015. Em São Paulo e em alguns Estados das regiões Norte e Nordeste, no entanto, a concentração da renda cresceu com mais intensidade, mostram cálculos do Bradesco.

    O índice de Gini brasileiro do rendimento do trabalho passou de 0,498 no quarto trimestre de 2014 para 0,499 no quarto trimestre de 2015 –quanto mais próximo de zero, mais igualitária é a distribuição da renda. No Piauí, segundo a pesquisa, o índice passou de 0,55 para 0,57. VEJA

    Pelos cálculos do banco, a desigualdade cresceu em 12 das 27 unidades da Federação no quatro trimestre do ano passado ante o mesmo período do ano anterior. Informações da Folha de São Paulo.

  • Ligação sobre ameaça de bomba em Fórum de Fortaleza (CE) partiu do PI

    Uma denúncia anônima que partiu do Piauí alertou para uma ameaça de bomba no prédio do Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza, na manhã última quarta-feira (20). A Polícia Militar chegou a verificar a área interna e externa do local, mas nada foi encontrado.

    A revelação de que a ligação se iniciou no Piauí foi dada pelo próprio governador cearense, Camilo Santana (PT), no último sábado. A situação no Ceará é de um clima de intranquilidade. Até o próprio governador Camilo Santana disse que já foi ameaçado de morte.

    "Já recebi ameaças por Facebook e ameaças anônimas", declarou. Segundo ele, seria uma retaliação por causa de mudanças nos presídios e transferências de bandidos. LEIA MAIS

  • Investigação de planilha da Odebrecht deve mexer com o nome de piauienses

    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki determinou a abertura de procedimento para apuração preliminar sobre planinhas apreendidas na Operação Lava Jato com nomes de políticos que teriam recebido doações da Odebrechet.

    A Procuradoria-Geral da República (PGR) vai analisar a lista e decidir se há ou não indícios para pedir ao STF a abertura de inquérito contra os políticos citados.

    Ao todo, são mais de 200 nomes; alguns nomes de políticos do Piauí apareceram na lista. Até em anotações de caneta, teve gente do Piauí com o nome na lista. Mas, o que preocupa mesmo é o uso de grana das cervejarias para camuflar as doações ilegais da construtora. Muita coisa ainda precisa ser esclarecida nessa lista.

     

  • Mesmo não sendo tão generosa com o Piauí, saída de Dilma trará prejuízo político

    O consenso sobre o afastamento da presidente Dilma é cada vez maior no Senado Federal. O placar contra o governo petista já está 48 a 20 entre os senadores.

    Esse afastamento pode ser definitivo ou durar por um período de até 180 dias. Enquanto isso, a equipe do governo Wellington Dias precisa se preparar para saber como negociar os compromissos da União com o Piauí, num eventual governo Temer.

    Dilma fez muitas promessas aos piauienses. Em 2014 prometeu R$ 1 bilhão para mobilidade urbana, mas onde está esse dinheiro? E agora, como vai se comportar o governo Piauiense? Será oposição a Temer? É bom olhar pro lado e ver os prejuízos que o governo petista do Ceará já está amargando com a provável mudança num empreendimento da TAM depois da votação do impeachment. LEIAM

  • Mandantes do assassinato de Décio Sá não foram julgados no Maranhão, nem no Piauí

    A Justiça do Maranhão ainda não tem data prevista para julgar os mandantes do assassinato do jornalista e blogueiro do Maranhão, Décio Sá. Ele foi morto no dia 23 de abril de 2012, na Avenida Litorânea, em São Luis-MA.

    O caso está tramitando na 1ª Vara do Tribunal do Júri, mas só poderá ser julgado depois da apreciação de um recurso dos acusados José Alencar, Gláucio Pontes e José Sales. Eles também ainda não foram julgados em Teresina, pela morte do corretor Fábio Brasil, executado pelo mesmo pistoleiro.

    Até o momento, só o pistoleiro Jhonatan de Sousa Silva e Marcos Bruno foram julgados e condenados. O primeiro pegou uma pena de 27 anos e 5 meses e o segundo a uma pena de 18 anos e três meses de prisão em regime fechado.

  • Lula será denunciado por integrar organização criminosa e lavagem de dinheiro

    Não tem mais volta, a Força-tarefa da Operação Lava Jato já concluiu que tem elementos suficientes para denunciar o ex-presidente Lula e colocá-lo no banco dos réus sob a acusação de integrar organização criminosa e lavagem de dinheiro no inquérito que apura a compra e reforma do Sítio Santa Bárbara, em Atibaia(SP).

    Não importa se o STF decida que Lula possa assumir o cargo de ministro da Casa Civil, ele será denunciado com, ou sem, foro privilegiado.

    A defesa de Lula vai continuar afirmando que o sítio foi comprado pelo amigo Jacó Bittar para convívio das duas famílias, após deixar a presidência, em 2011.

     

     

  • Governo do Estado cancela dois contratos com a empresa Servi-San

    O governo do Estado, através da Secretaria de Administração e Previdência, rescindiu dois contratos com a empresa Servi-San. Um foi assinado no ano de 2013 e outro no ano de 2014.

    Pelo acordo de rescisão unilateral, a Seadprev vai providenciar os pagamentos dos valores atrasados. A dificuldade é identificar quais valores se referem a cada contrato, já que as notas de empenho nem sempre são muito claras.

    Em janeiro deste ano, Tribunal Regional do Trabalho homologou um acordo dentre o Governo do Piauí e a Servi-San para que R$ 6,2 milhões de pagamentos atrasados fossem providenciados. Os atrasos provocaram uma crise na empresa e protestos e demissões de trabalhadores.

  • IDEPI ganha mais noventa dias para terminar obra de ponte prometida ano passado

    O Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi) ganhou mais noventa dias de prazo para providenciar a conclusão duas pontes em estrutura mista, de concreto e aço, entre os municípios de Arraial, Francisco Ayres e Cajazeiras.

    A obra é orçada em R$ 3,16 milhões, mas depois teve seu orçamento aumentado para R$ 3,8 milhões.

    A obra está sendo feita desde o ano passado, "em caráter emergencial" por causa das chuvas. Só que do emergencial até agora só provocou o contrato sem licitação. Prometeram entregar a ponte em julho do ano passado. VEJA AQUI

Carregar mais