Apareceu em lista da delação -

'Não tive contato com qualquer pessoa da JBS', diz secretário Merlong Solano

O secretário de Governo Merlong Solano disse em nota que jamais teve qualquer contato com pessoa da JBS. O petista é um dos piauienses cujo nome aparece em lista entregue entregue pelo executivo Ricardo Saud, da J&F, que discrimina pagamentos feitos na campanha de 2014.

“A doação que recebi da empresa (R$ 6.600) é fruto de repasse do Diretório Nacional ao Diretório Estadual do PT”, diz.

Ainda na nota, Merlong repudia o que chama de “matérias sensacionalistas” sobre os valores que refere-se como doação recebida “dentro da legalidade e declaradas ao TSE”.
_____________________

 - Veja a lista dos piauienses citados em documento da delação da JBS
_________________________________

- O secretário Merlong Solano. Ele concorreu a vaga na Câmara Federal em 2014, e ficou na suplência

Fonte: None

Comentários