• Eleitor faz tatuagem no braço com homenagem para a prefeita de Piripiri: "Minha prefeita"

    Foto: Reprodução

    Um eleitor do bairro Prado, em Piripiri, decidiu homenagear a prefeita Jôve Oliveira fazendo uma tatuagem no braço. A tatuagem inclui dois corações e o nome da prefeita, simbolizando seu apreço pela liderança dela.

    "Uma homenagem que eu fiz para minha prefeita, a melhor prefeita de Piripiri, fiz de coração", declarou o eleitor, demonstrando seu respeito e admiração por Jôve Oliveira.

    A prefeita, ao tomar conhecimento do gesto, expressou sua gratidão pelo carinho recebido. "São dois corações, o meu e o seu", comentou Jôve Oliveira.

    Assista:

    O vídeo do momento tem sido amplamente compartilhado em grupos de WhatsApp e gerado uma série de comentários.

  • Ministro Wellington posta fotos com sombra de dragão em cartões postais do Piauí: "Coisa de cinema"

    Foto: Reprodução/ Redes Sociais

    O Ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Senador José Wellington Dias, fez uma postagem descontraída em seu perfil no Instagram nesta quinta-feira (13/06).

    Ele compartilhou fotos de cartões postais do estado do Piauí com um detalhe peculiar: uma sombra de dragão.

    O detalhe faz referência à série House of Dragons, que estreou sua nova temporada esta semana.

    "Tem dia que o ministro deixa o perfil com o estagiário. Agora diga aí: Quais lugares do Piauí podem ser confundidos com cenários da Casa do Dragão?

    Aguardo o seu palpite, mas lembro: Os cenários piauienses são mesmo coisa de cinema!".

    Confira: 

    Wellington Dias foca em estratégias nas redes sociais na luta contra a fome no Piauí

    O Ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o Senador da República José Wellington Barroso de Araújo Dias, está empenhado em evidenciar sua atuação em nível nacional. Desde 1992, quando foi eleito vereador de Teresina pela primeira vez, o político sempre ocupou cargos públicos conquistados nas urnas, mas sua trajetória enfrenta um período inédito com o ministério, sujeito ao constante escrutínio de amigos e adversários que almejam sua cadeira.

    José Wellington enfrentou sua primeira grande turbulência ao ver a pasta de Desenvolvimento Social e Combate à Fome ameaçada em julho do ano passado. Contudo, com intervenção da primeira-dama, que manifestou publicamente apoio a Dias, o ministro se manteve em seu posto, uma demonstração de seu poder político e do reconhecimento do líder do partido e de seu histórico de liderança no estado.

    Enquanto José Wellington Barroso atua na frente de combate à fome, o estado do Piauí vive um momento de transição política liderado pelo governador Rafael Fonteles. Rafael busca afastar o Piauí da imagem de penúria e inseri-lo no cenário mundial como uma potência sustentável, adaptando-se às demandas contemporâneas e à era digital, onde a agilidade e a visibilidade nas redes sociais são fundamentais.

  • "Vamos recuperar o transporte público da capital" diz Fábio Novo

    O Os pré-candidatos a prefeito e vice-prefeito de Teresina, Fábio Novo e Dr. Paulo Márcio, respectivamente, estiveram, na noite deste sábado (01), prestigiando o lançamento das pré-candidaturas a vereadores da capital de Luciano Portela (PDT). Durante o evento Fábio Novo falou sobre o atual momento do transporte público da capital.

    Foto: Divulgação/ALEPI_Deputado Fábio Novo, em pronunciamento na ALEPI

    "Vamos recuperar o transporte público da capital. O transporte público é hoje um dos maiores desafios enfrentados pelos teresinenses, comprometendo uma parte significativa da renda mensal da população. Em nosso plano de governo, propomos grandes melhorias, incluindo a redução gradual do valor da tarifa, com a meta de alcançar a tarifa zero nos próximos anos. Vamos transformar o transporte em Teresina para melhor!". Disse.

  • Ex-vereador de Ipiranga do Piauí, Lucídio Rodrigues, falece aos 55 anos

    Foto: Cidades na Net

    Neste domingo, 31 de março, Ipiranga do Piauí perdeu um ícone político com o falecimento de Lucídio Rodrigues da Cruz, ex-vereador da região, aos 55 anos. Lucídio, amplamente reconhecido na comunidade, serviu como vereador por seis mandatos, cinco deles consecutivos. Sua trajetória na Câmara Municipal iniciou em 1993, perdurando até 2012, quando optou por não concorrer nas eleições, indicando sua filha, que foi eleita em seu lugar.

    Em 2016, retornou à política e foi reeleito, cumprindo seu sexto mandato durante a legislatura de 2017 a 2020. No último pleito municipal, em 2020, Lucídio optou por não disputar a eleição.

    O falecimento de Lucídio Rodrigues da Cruz gerou pesar em todo o município. O prefeito de Ipiranga do Piauí, Elvis Ramos, emitiu uma nota lamentando profundamente a perda e ressaltando os serviços relevantes prestados por Lucídio à comunidade.

    A Câmara Municipal de Ipiranga do Piauí também se manifestou, emitindo uma nota de pesar e expressando solidariedade à família enlutada.

    Fonte: Cidades na Net 

  • Opositora de Maduro agradece falas de Lula e Macron sobre Venezuela

    A líder da oposição ao governo de Nicolás Maduro, María Corina Machado, expressou sua gratidão nesta sexta-feira (29/3) pelas declarações dos presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Emmanuel Macron, da França, sobre as eleições na Venezuela. As informações são do Metrópoles

    Foto: reprodução

    A coligação da oposição na Venezuela não conseguiu registrar Corina Yoris como candidata nas eleições presidenciais de 28 de julho contra Maduro. María Corina já estava impedida de disputar o pleito ou assumir qualquer cargo público por 15 anos.

    "Fiquei surpreso com a decisão. Primeiro, a decisão acertada de a candidata proibida pela Justiça indicar uma sucessora. Achei um passo importante. Agora, é preocupante que a outra candidata não tenha sido registrada. Ela não foi proibida pela Justiça. Parece que ela se dirigiu ao local, tentou usar o computador e não conseguiu entrar", destacou Lula.

  • Deputado propõe política nacional de combate a Dengue, Chikungunya, Zika e outras doenças

    Foto: Câmara do Deputados

    O deputado federal Dr. Francisco Costa (PT-PI), presidente da Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados, apresentou o Projeto de Lei nº 526/1024, buscando instituir a Política Nacional de Combate às arboviroses, visando enfrentar os crescentes desafios representados pela dengue, chikungunya, febre e zika.

    Segundo o parlamentar, a mobilização urgente de recursos, coordenação de esforços entre os governos e a sociedade são cruciais para melhorar a resposta dos serviços de saúde diante dessas arboviroses.

    Dengue, zika e chikungunya, transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, representam sérios problemas de saúde pública no Brasil. Nos últimos anos, o país enfrentou um aumento alarmante de casos e mortes por dengue.

    O projeto visa estabelecer mecanismos que proporcionem condições para combater essas doenças, com iniciativas envolvendo saúde e saneamento básico, com princípios de responsabilidade compartilhada entre sociedade e Estado. Propõe a priorização de grupos vulneráveis e a execução de campanhas educativas, financiamento de pesquisas, desenvolvimento de tecnologias, distribuição de recursos e regulamentação da política em âmbito nacional.

    O Aedes aegypti tem sua capacidade de proliferação intensificada por fatores como acúmulo de água parada e a falta de saneamento básico. O projeto inclui a imposição de responsabilidades aos proprietários de imóveis, inclusive entes públicos, para manter seus espaços limpos e fechados, evitando a proliferação do mosquito.

    Dados do Ministério da Saúde revelam que o Brasil registrou até a noite desta segunda-feira, 25, um total de 2.265.935 infecções por dengue em 2024, com 758 óbitos causados pela doença.

  • Deputado Franzé propõe alterar termo 'pessoa portadora de deficiência ' na Constituição do Piauí

    Foto: Reprodução

    O deputado Franzé Silva (PT), presidente da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), apresentou, nesta terça-feira (26), uma proposta para modificar o termo "pessoa portadora de deficiência" para "pessoa com deficiência" na constituição estadual. 

    Na proposta, o parlamentar argumenta que, embora o termo "portador de deficiência" tenha sido amplamente utilizado entre 1986 e 1996, passou a ser considerado inadequado pela Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

    "O termo passou a ser rejeitado com o argumento de que as pessoas não 'portam' deficiência; a deficiência não é algo que se carrega, que pode ser retirado ou colocado, 'que às vezes portamos e às vezes não portamos'", destaca o texto da proposição.

    A sugestão de atualização do termo na constituição surge dois dias após Franzé Silva denunciar e registrar um boletim de ocorrência contra um homem que teria discriminado seu filho, uma criança autista de seis anos, em um restaurante de Teresina.

    Segundo o deputado, a situação ocorreu depois que seu filho não respeitou a fila de um brinquedo. Nesse momento, uma criança presente correu chorando ao pai, que teria dito: "Lugar de autista não era ali, que ficasse em casa, que não era pra estar com outras crianças".

  • Projeto de lei propõe ampliação do porte de arma para vigilantes em áreas rurais

    O senador Alan Rick (União-AC) apresentou recentemente um projeto de lei que busca autorizar o porte de armas de maior calibre por vigilantes que atuam em áreas rurais. O Projeto de Lei (PL) 6.140/2023, protocolado em 20 de dezembro de 2023, propõe a inclusão dos calibres 5,56 mm e 7,62 mm na lista de armas permitidas para profissionais de segurança que trabalham na proteção de propriedades rurais.

    Foto: Agência Senado

    A iniciativa tem como objetivo "dotar as zonas rurais com meios apropriados de defesa", de acordo com as palavras do próprio senador. O projeto aguarda despacho para distribuição às comissões temáticas, marcando um passo significativo na legislação que rege os serviços particulares de vigilância, especificamente no contexto das áreas rurais.

    O PL propõe alterações na Lei 7.102, de 1983, que regulamenta os serviços particulares de vigilância. A justificativa apresentada por Alan Rick destaca a importância do setor agropecuário na economia nacional e a necessidade de uma resposta proativa diante da crescente migração da criminalidade urbana para áreas rurais.

    O senador argumenta que as comunidades rurais enfrentam desafios únicos, incluindo tempos de resposta mais longos por parte das autoridades policiais devido à distância dos centros urbanos. Dessa forma, a autodefesa é apresentada como uma necessidade premente para proteger propriedades, maquinários, insumos e estoques nessas regiões.

    Alan Rick destaca a importância de permitir o uso de armas de grosso calibre por profissionais de segurança devidamente capacitados nessas áreas. Ele ressalta que a capacidade de enfrentar ameaças específicas encontradas em ambientes rurais é crucial para a segurança das comunidades e propriedades.

    O senador também observa que os calibres 5,56 mm e 7,62 mm já foram autorizados para proprietários rurais, especialmente para o controle da proliferação de javaporcos. Nesse contexto, ele argumenta que seria inconsistente impedir os vigilantes das empresas de segurança privada contratadas para proteger essas propriedades de terem acesso a armas de igual potência de fogo.

  • Relator da LDO propõe penalidades para prefeituras que ocultarem informações sobre "emendas Pix"

    O deputado Danilo Forte (União Brasil-CE), relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), propõe sanções para prefeituras e governos que recebam as chamadas "emendas Pix" sem a devida prestação de contas sobre sua utilização. As informações são do Metrópoles.

    Foto: reprodução

    A expressão "emenda Pix" refere-se a emendas parlamentares que são destinadas diretamente aos cofres municipais e estaduais sem uma destinação específica. No relatório da LDO, Forte sugere que prefeitos e governadores sejam obrigados a transparentar como esses recursos foram empregados. A não conformidade com esse requisito resultaria na impossibilidade de receber novas "emendas Pix".

    Essa medida punitiva foi inserida a pedido de outros parlamentares que expressaram preocupação quanto à perda da "paternidade" política das emendas, uma vez que os prefeitos têm liberdade para utilizar os recursos conforme sua preferência.

  • Ruralistas buscam protagonismo na COP-28 com a proposta da 'Semana Verde'

    O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), está empenhado em destacar a atuação do Brasil na COP-28 (Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2023) e, para isso, organizou uma força-tarefa dedicada à promoção da "pauta verde" na casa legislativa. As informações são do Metrópoles

    Lira busca realizar votações virtuais de dois projetos ambientais cruciais: o mercado de carbono e o Programa de Aceleração da Transição Energética (Paten). Ambas as propostas contam com o apoio substancial da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), sendo seu atual presidente, Pedro Lupion (PP-PR), o principal articulador das questões relacionadas a biocombustíveis. As informações são do Metrópoles.

    Foto: reprodução

    O governo também está comprometido em apresentar resultados tangíveis em termos de sustentabilidade. Nesse sentido, será divulgado o programa "Combustível do Futuro" pelo Ministério de Minas e Energias, abrangendo diversas políticas voltadas para a transição energética.

    Além disso, o Ministério do Meio Ambiente pretende lançar a proposta de "Proteger Floresta em Pé". Conforme explicado pela ministra Marina Silva, esse mecanismo envolverá pagamentos pela preservação por hectare, buscando atrair investimentos estrangeiros para a conservação ambiental no Brasil.

Carregar mais
Trabalhe Conosco