Política

Caso investigado pela PF · 27/10/2020 - 18h08 | Última atualização em 27/10/2020 - 18h16

Mãe do deputado Fábio Xavier também figura na denúncia encaminhada à Polícia Federal

Ela é apontada como tesoureira do então PR quando da suposta candidatura laranja de Tamires Vasconcelos


Compartilhar Tweet 1



Por Rômulo Rocha - Do Blog Bastidores

 

________________

" Um desserviço ao Brasil", diz denunciante anônimo (a) sobre suspeitas envolvendo o Fundo Partidário do PR [hoje PL] na campanha eleitoral de 2018 no Piauí. A afirmação encaminhada às autoridades é de que houve irregularidades.

______________________________________________

_Concita Xavier (Imagem: Divulgação)
_Concita Xavier (Imagem: Divulgação) 

O PARTIDO SUSPEITO DO FILHO

Um outro nome que figura na denúncia anônima encaminhada ao Ministério Público Federal e à Polícia Federal é o da mãe do deputado estadual Fábio Xavier, Concita Xavier.

A denúncia, de posse do Blog Bastidores, do 180,  revela um suposto esquema envolvendo verbas do fundo partidário nas eleições de 2018, com a existência de uma candidata ao cargo de deputada estadual supostamente "fantasma", Tamires Vasconcelos. 

A Polícia Federal investiga o caso a pedido do Ministério Público Federal. 

Fábio Xavier tem uma secretaria no governo para chamar de sua, a das Cidades - onde tocam obras de pavimentação em paralelepípedo, e tem um partido para chamar de seu, o PR [antigo PL].

E a mãe Concita é apontada como tesoureira da sigla à época dos fatos em que Tamires Vasconcelos recebeu recursos para uma campanha que não teria existido.

A então candidata apontada como fantasma repassou quantias para supostos serviços que teriam sido realizados pelas empresas da mulher e da sogra do parlamentar estadual

A existência desses serviços para a então candidata, no entanto, é logicamente colocada em xeque pelos relatos.

"Outro ponto curioso a ser observado é o fato de TUDO ESTAR EM FAMÍLIA. Vemos aqui que a mãe de Fábio Xavier é tesoureira do Partido da República, logo em seguida temos a sua esposa, Gláucia Sousa Santos, proprietária da empresa Shop Festa [uma das beneficiadas com verbas do fundo partidário]. (...) Por fim, nota-se que sua sogra M. Das Graças de Sousa, foi quem locou os veículos para ambas as campanhas", traz trechos das denúncia.

Após publicação da matéria "Denúncia encaminhada à Polícia Federal atinge mulher e sogra do deputado estadual Fábio Xavier", pessoa que trabalhou na campanha disse à reportagem que dentro do Shop Festa até existia uma gráfica, "mas nunca foi impresso um único santinho".

Tamires Vasconcelos gastou R$ 369.912,55 dos R$ 370.700,00 recebidos do fundo partidário.

Ela obteve somente 41 votos. Não há sinal de campanha em suas redes sociais. Empresas pagas pelo deputado estadual Fábio Xavier eram as mesmas usadas pela então candidata Tamires Vasconcelos, em ambas as campanhas naquele ano de 2018.

"De forma resumida e para que fique claro, mais de 8 empresas coincidentemente prestaram serviços tanto para a campanha de Tamires Vasconcelos quanto para a campanha do presidente do PR [atual PL] Fábio Xavier", trazem os relatos. 

"DEBOCHE" COM A POLÍCIA FEDERAL, MP e TRE

O autor, ou autora da denúncia anônima classifica o que denuncia como "um claro deboche à Polícia Federal, que vem tentando coibir atos de corrupção e desvio de dinheiro público".

Diz ainda que "é um chacotear ao Ministério Público Eleitoral e TRE, que em decorrência do volumoso trabalho que desempenham no período eleitoral, poderiam não se dar conta da gravidade" das ocorrências.

E complementa: "mas sobretudo, é um desserviço ao Brasil, que passa por uma situação de crise profunda com apelos gerais para que cesse a corrupção".

A defesa de Fábio Xavier vem sustentando que a denúncia é anônima e que por isso seria frágil, não merecendo prosperar o inquérito que apura os fatos narrados.

A Polícia Federal, ao instaurar o inquérito, sustentou que haveria a suspeita de múltiplos crimes e o envolvimento de mais pessoas. 

VEJA AINDA:____________

- Denúncia encaminhada à Polícia Federal atinge mulher e sogra do deputado estadual Fábio Xavier

- Deputado Fábio Xavier contratou algumas das mesmas empresas de candidata supostamente laranja. Veja!

- Suposta candidata laranja do PR gastou só de combustível R$ 50 mil e teve três motoristas


Comentários