Alcançou 980 pontos · 17/01/2020 - 12h02 | Última atualização em 17/01/2020 - 12h33

Aluno de Teresina destaque no Enem sonha fazer Medicina para ajudar pessoas com câncer


Compartilhar Tweet 1



O estudante Isac Marques, do Centro de Ensino de Tempo Integral Professor Antônio Tarciso, da rede pública estadual, localizada no bairro Vale Quem Tem, Zona Leste de Teresina, fez 980 pontos na Redação do Enem e é os dos destaques no exame, que teve o resultado divulgado nesta sexta-feira (17/01). Ao 180, ele disse que pretende fazer Medicina e se especializar em Oncologia, para ajudar pessoas com câncer.

Isac Marques
Isac Marques 

"Eu já perdi membros da família por causa do câncer,e meu desejo é poder ajudar pessoas que sofrem com esse mal", informou o jovem.

Isac disse que desde que fazia o 9º ano do Ensino Fundamental pensa em fazer Medicina e que ficou motivado a estudar cada vez mais por ser um curso muito concorrido.

Rotina de dedicação
Isac tem 18 anos e participou das revisões realizadas pela Secretaria Estadual de Educação em Teresina, além de acompanhar as aulas pelo Canal Educação.

A professora de Redação Patrícia Lima, não escondeu em conversa com o 180 a felicidade com o resultado do aluno. Segundo ela, o estudante era atuante nas ações do Pré-Enem Seduc e não faltou a nenhuma das revisões que foram realizadas em Teresina.

Isac e a professora Patrícia
Isac e a professora Patrícia 

"Sinto-me muito feliz, pois é um resultado significativo para o trabalho realizado pela Secretaria de Educação, pelo pré-Enem Seduc e pelo canal educação. Essa nota comprova o trabalho de excelência desenvolvido pelos professores da escola Antônio Tarcísio. Parabéns, mais uma vez para o ensino de excelência do Piauí", disse a professora.

Isac já havia feito o Enem como treineiro e em 2019 foi a primeira vez que fez já como participante. Ele pretende fazer Medicina e se especializar em Oncologia, que para ele seria um sonho.

"Primeiro lugar é uma grande alegria tirar essa nota, vejo que foi o fruto do trabalho de um ano todo. Atingir essa nota é difícil, mas não é impossível", disse ele ao 180.

"Eu fazia duas redações por semana, levava para ser corrigida, via onde tinha errado e podia melhorar, e reescrevia, isso me ajudou muito. As revisões da Seduc me ajudaram muito, lá tem os melhores professores, que dão dicas muito importantes", concluiu o estudante.


Comentários