Programa PRO Piauí Educação · 15/01/2022 - 16h10

Ellen Gera acompanha construção de nova escola em Alegrete


Compartilhar Tweet 1



A educação em Alegrete do Piauí receberá um importante reforço com a entrega de um prédio da rede estadual no município. O secretário de Estado da Educação, Ellen Gera, esteve nesta sexta-feira (14/01) acompanhando o andamento das obras do centro estadual de ensino, localizado no município a 389 quilômetros da capital Teresina.

Após a reforma e ampliação, os estudantes receberão uma nova estrutura que contempla a modernização e revitalização completa da escola, com construção de refeitório completo com cozinha, laboratório de ciências, além de quadra poliesportiva coberta e com vestiários, como declara o secretário Ellen Gera.

"Estamos iniciando o ano de 2022 levando boas notícias para a educação piauiense e hoje viemos acompanhar uma obra nova no município de Alegrete do Piauí. A escola está com 60% da sua construção concluída com auditório; refeitório, laboratórios de informática e de ciências, salas para educação especial, área de apoio para professores, salas totalmente climatizadas e quadra poliesportiva. Neste espaço temos um investimento superior a R$ 2 milhões para atender a comunidade de forma inclusiva, pois estamos pensando em vários espaços para que os estudantes e os profissionais de educação possam desempenhar nas nossas escolas a melhor educação possível", destaca o secretário.

Seguindo a construção de uma escola padrão Seduc com quadra poliesportiva, o novo espaço de ensino conta com recursos investidos na ordem de R$ 2.970.172,42 (dois milhões e novecentos e setenta mil e cento e setenta e dois reais e quarenta e dois centavos),por meio do Programa PRO Piauí Educação


Fonte: Seduc/PI
Comentar
Pelo canal do Youtube · 15/01/2022 - 15h26

Pré-Sisu inicia em Fevereiro


Compartilhar Tweet 1



Com data programada para o dia 1 de fevereiro de 2022, a Secretaria de Estado da Eduação (Seduc) dá início à primeira Revisão Pré-Sisu. Em formato de live, as aulas serão transmitidas pela TV Meio Norte e YouTube do Canal Educação, das 20h às 20h30, para os estudantes que participaram do Enem 2021.

Criado com o objetivo de auxiliar os estudantes a entenderem melhor como funciona o SiSU, o Pré-Sisu da Seduc, além dos detalhes sobre a nota de corte, tira dúvidas sobre peso das áreas, a sistemática das cotas e ampla concorrência, dentre outros assuntos.

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) tem como meta a democratização e o acesso de estudantes às instituições de ensino superior públicas. As vagas disponibilizadas nas universidades e institutos são direcionadas a candidatos que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), não zeraram a redação e se inscreveram no sistema de seleção, totalmente informatizado.

É um programa totalmente gratuito, em que o estudante se inscreve, não paga nenhuma taxa de inscrição e também é isento de mensalidades, já que ingressará em instituições públicas de ensino. Diferente de outros programas, o Sisu não oferece bolsas de estudo, como o Educa Mais Brasil ou o Prouni, mas sim, acesso às vagas de instituições públicas de ensino superior. Com o Sisu, o candidato pleiteia uma vaga em universidades e institutos tecnológicos por meio da nota obtida no Enem. 

Todos os candidatos que fizeram a última edição do Enem, podem participar do SISU. É importante lembrar que algumas instituições adotam nota mínima para inscrições em determinados cursos, por isso, se a sua nota do Enem não for suficiente para se candidatar, o sistema automaticamente irá lhe enviar uma mensagem informando. Nesse caso, você pode se candidatar a outro curso ou tentar em outra instituição. 

A inscrição Sisu deve ser feita exclusivamente na página do Sisu na internet de forma gratuita. Os candidatos devem possuir o número de inscrição e a senha do Enem. 

A segunda live acontece no dia 08/02 (terça-feira), no mesmo horário da primeira, das 20h às 20h30, e também será transmitida pela TV Meio Norte e Youtube do Canal Educação.


Fonte: SEDUC PI
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) torna público o Edital SEDUC-PI/GSE Nº: 1/2022 para selecionar servidores públicos vinculados à rede pública de ensino (municipal, estadual ou federal) para atuarem como Consultor Educacional, com o intuito de promover as ações do Programa PRO Alfabetização na Idade Certa. As vagas serão para consultor nas áreas de Matemática e Língua Portuguesa e os candidatos poderão se inscrever até 23 de janeiro pelo e-mail: proalfabetizacao.idadecerta@seduc.pi.gov.br.  

CONFIRA O EDITAL COMPLETO

O processo de seleção constará de 02 (duas) etapas, de caráter classificatório e eliminatório: Análise do histórico acadêmico e profissional e entrevista por competências, exclusiva para os candidatos(as) que obtiverem a pontuação mínima de 40 pontos. Os candidatos deverão ter disponibilidade para dedicação de 40 (quarenta) horas semanais ao programa. As bolsas de Consultor Educacional serão pagas mensalmente, 4 (quatro) meses por ano, no valor de R$ 4.000,00 (quatro mil reais). 

Os candidatos deverão ter, comprovadamente com documentos, experiência na área com formação de nível superior em Licenciatura em Letras Português (para consultor Educacional de Língua Portuguesa) e em Matemática (para consultor Educacional de Matemática) com titulação mínima de pós-graduação (lato ou stricto sensu).  

ORIENTRAÇÕES PARA ENVIO DA INSCRIÇÃO 

Deve conter no assunto do e-mail: ?SELEÇÃO DE CONSULTOR EDUCACIONAL DO PRO ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA. No corpo do e-mail deverão constar as seguintes informações pessoais básicas do(a) candidato(a) preenchidas: 

I - NOME COMPLETO (sem abreviar):  II - TELEFONES PARA CONTATO (com DDD):  III - E-MAIL:  IV- FUNÇÃO PRETENDIDA: ( ) Consultor Educacional de Língua Portuguesa ( ) Consultor Educacional de Matemática 

Devem ser anexados os seguintes documentos: 

Ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada, indicando a vaga pretendida (vide modelo no Anexo II deste edital); 

Ficha de declaração de disponibilidade, devidamente preenchida e assinada (anexo III deste edital); 

Ficha de autodeclaração, devidamente preenchida e assinada (anexo IV SEDUC Edital GSE 1 (3254901) SEI 00011.002314/2022-31 / pg. 6 deste edital);  

RG ou CNH válida;  

CPF, somente se este não estiver no RG;  

Diploma de conclusão do ensino superior em licenciatura ( Letras Português ou Matemática)(obrigatório);  

Certificado de especialização na área da Educação ou Língua Portuguesa ou Matemática;  

Certificado de Conclusão de Mestrado (obrigatório);  

Certificado de Conclusão de Doutorado, se houver; 

Certificado Curso ou oficina ministrada no âmbito educacional, como ministrante, com no mínimo 20 horas de duração;  

Declaração de experiência comprovada em Docência na Educação Básica ou Ensino Superior, se houver;  

Declaração, se servidor temporário, ou termo de posse de investidura ao cargo público, se servidor efetivo, na rede pública estadual, municipal ou federal de ensino, emitida pelo órgão público contratante da rede para a qual concorre a vaga;  

Declaração de experiência comprovada, experiência em produção de itens para programas de avaliação em larga escala de sistemas educacionais de Educação Básica., se houver;  

Publicação como autor(a) ou coautor(a) em periódico científico qualificado sobre a temática de educação, se houver;  

Publicação como autor(a) ou coautor(a) de livros ou capítulo de livros, sobre a temática de educação, se houver. 

 


Fonte: SEDUC PI
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Com o objetivo de reconhecer o trabalhador através das experiências adquiridas ao longo de sua trajetória profissional, o Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), lança a segunda etapa do Programa Certific Piauí. A primeira etapa ocorreu no ano de 2019, certificando profissionalmente 57 trabalhadores na área de telecomunicações.

Na segunda etapa do Programa serão ofertadas 200 vagas, contemplando as áreas de hotelaria, bares e restaurantes, com a certificação em Garçom/Garçonete, e Mecânica, com certificação em Mecânico de Motocicletas.

O superintendente de Educação Técnica e Profissional e Educação de Jovens e Adultos da Seduc, José Barros Sobrinho, revela que o programa vai dar oportunidade a trabalhadores, a partir de 18 anos, inseridos ou não no mercado de trabalho, que buscam reconhecimento das habilidades adquiridas na área em que atuam. Assim, aquele trabalhador que exerce uma função, sem um curso ou certificado específico, com o Certific-PI vai poder adquirir formalmente o certificado.

“Hoje, expressiva parcela de trabalhadores no Brasil atua na informalidade, ou em áreas que não exigem comprovação de níveis de escolaridade. O Programa Certific vem oportunizar aquele trabalhador, aquela trabalhadora que não passou por processos formais de educação profissional, a chance de conseguir seu tão almejado certificado profissional, e dessa forma estar apto a adentrar no mercado de trabalho ou ainda almejar novas colocações profissionais”, relata o gestor.

Nessa nova etapa o programa conta com a parceria direta do Sintshogastro (Sindicato dos Trabalhadores da Hotelaria, Gastronomia e Similares do Piauí, da Abrasel secção Piauí (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) e com o apoio do Sindicato Intermunicipal de Hotéis, Restaurantes Bares e similares do Estado do Piauí.

Os interessados poderão se inscrever para certificação nas áreas: Garçom/garçonete e mecânica de motocicletas no site da Seduc no período de 24 a 28 de janeiro. As matrículas deverão ocorrer entre os dias 07 e 09 de fevereiro, em local divulgado posteriormente no site da Seduc. A aula inaugural do Programa está programada para o dia 15 de fevereiro, momento que se iniciam as etapas do programa, que vão constar de entrevistas individuais, prova teórica e prova prática, além da etapa final de solenidade de certificação, prevista para acontecer na segunda quinzena de março. A previsão de lançamento do edital é dia 17 de janeiro.


Fonte: Governo do Piauí
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Secretaria Municipal de Educação (Semec) está em busca de jovens e adultos que por algum motivo pararam de estudar. Atualmente, 28 escolas municipais contam com a Educação de Jovens e Adultos (EJA) no turno da noite, e todas unidades de ensino estão com matrículas abertas até o dia 21 de janeiro.

“Se você não teve a oportunidade ou parou de estudar, é hora de voltar à sala de aula para garantir um futuro melhor por meio da educação”, anuncia o coordenador da EJA no município, Francisco Rodrigues. “Além de concluir o Ensino Fundamental, o aluno dessa modalidade pode ter acesso a cursos profissionalizantes, estamos tentando viabilizar oficinas”, completa.
As unidades de ensino já apontaram os cursos que mais interessam em cada comunidade. A qualificação profissional deve ser ofertada a partir de parcerias.

O diretor da Escola Municipal Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, localizada no bairro Cerâmica Cil, Miguel Arcanjo, montou estratégias de divulgação das matrículas, com apoio da Semec, em busca de convencer os adultos a retomar os estudos. “Vamos usar uma moto de som, panfletos, cartazes e até faixas para trazer esse pessoal. Estamos com ótimas expectativas”, disse o gestor. A escola possui cinco turmas com 92 alunos e mais vagas em aberto.


Fonte: Prefeitura Municipal de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Fundação Wall Ferraz em parceria com a Associação Amigos da Arte e da Cultura do Piauí (ASSAAC), lança o programa “Capacitação em Comunicação Comunitária”, com o objetivo de consolidar estratégias e iniciativas locais de comunicação popular através da capacitação e formação de novos líderes e comunicadores locais, inseridos nas suas respectivas comunidades.

A Fundação ofertar uma grade de cursos em formato híbrido abrangendo diversas áreas como jornalismo comunitário, fotografia digital, marketing digital, arte urbana, audiovisual, podcast, comunicação nas redes sociais, escrita criativa. Além disso, serão ofertadas seis oficinas com temas importantes para a comunicação coletiva. Em breve, será divulgado mais informações e o período de inscrição nos cursos.

“Essa nova parceria da FWF é de extrema importância, porque vamos levar qualificação profissional voltada para a área da comunicação nas comunidades, e esse é o nosso objetivo, capacitar as pessoas para o novo mundo digital”, disse Maykon Silva, presidente da FWF.

Essa parceria tem como objetivo levar qualificação profissional gratuita para toda a população de Teresina. Os alunos irão receber material didático gratuitamente e terão o acompanhamento de instrutores durante todo o curso com aulas práticas e teóricas. Ao terminarem os cursos, os alunos estarão aptos a colocar em prática todo o conteúdo aprendido em sala de aula e ingressarem no mercado de trabalho.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O resultado do Exame de Proficiência em Língua Estrangeira Inglês e Espanhol já está disponível.

O Centro de Ciências Humanas e Letras – CCHL, da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus Poeta Torquato Neto Teresina/PI, torna público o resultado final dos candidatos inscritos no Exame de Proficiência On-Line em Língua Estrangeira, conforme o Edital No 03/2021 e Resolução 007/2012.

É de inteira responsabilidade do candidato conferi nome e e-mail, em caso de divergência entrar em contato com o
CCHL pelo telefone e pelo e-mail. É importante para o candidato verificar se a declaração chegou na caixa de entrada ou
ainda no Spam de seu e-mail ate o prazo estabelecido no edital, sendo no dia 17.01.2022.

(86) 3213-7155 /direçao@cchl.uespi.br

Confira:

RESULTADO DO EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA JANEIRO – 2022

RESULTADO DO EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA ESPANHOLA JANEIRO – 2022


Fonte: UESPI
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Os candidatos listados devem realizar a matrícula institucional no período de 12 a 13 de Janeiro de 2022, até as 23:59hs. A matrícula será feita de forma online, através da plataforma do SIGPREG UAPI.

Para realizar a matrícula online o aluno deverá acessar o site e clicar no botão "SOLICITAR MATRÍCULA". Em seguida, selecionar o edital desejado e clicar em "INICIAR SOLICITAÇÃO". Será solicitado o CPF e Data de Nascimento do aluno e ao avançar será redirecionado para uma página onde o aluno preencherá um cadastro que servirá de suporte para geração de seu número de matrícula.

DOCUMENTOS PARA MATRÍCULA:

a) Foto do perfil (Estilo 3×4)

b) Cédula de identidade;

c) Cadastro de Pessoa Física - CPF;

d) Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou equivalente em Escola Pública e Histórico Escolar autenticados pela Escola e pela Secretaria de Educação(PARA CANDIDATO ORIUNDO DE ESCOLA PÚBLICA DE QUALQUER UNIDADE DA FEDERAÇÃO E PARA CANDIDATO ORIUNDO DE ESCOLA PÚBLICA DO ESTADO DO PIAUÍ) - Caso o aluno tenha uma Declaração de Conclusão de Ensino Médio, expedido recentemente pela escola, anexar juntamente com o Anexo I - Termo de Compromisso. Modelo na Plataforma.

e) Declaração de que não esteja matriculado em qualquer Instituição Pública de Ensino Superior, conforme Lei nº 12.089, de 11 de novembro de 2009; bem como de QUE NÃO POSSUI QUALQUER CURSO SUPERIOR.(Anexos IV e V -modelo na plataforma - PARA TODOS OS CANDIDATOS) - Caso o aluno tenha CURSO SUPERIOR concluído, informar através de Diploma/histórico.

f) Comprovante de Quitação com o Serviço Militar, para candidatos do sexo masculino maiores de 18 anos;

g) Comprovação de Quitação Eleitoral, expedido pelo STE ou último comprovante de votação;

h) Comprovante de Renda (somente para candidatos cotistas. (Ver modelos na plataforma de matricula).

Orientações do edital

1.4) O aluno terá para auxílio de dúvidas o Tutorial de Matrícula e Tutorial para entrar com recursos, se necessário, além de poder tirar dúvidas, através do email: vestibularuapi@nead.uespi.br;

1.5) O aluno que tiver sua matricula indeferida e não impetrar recurso no prazo estabelecido neste edital (08 a 10/01/22, até às 23:59hs), não poderá solicitar novo prazo e terá a sua matricula indeferida definitivamente;

1.6) Será automaticamente eliminado do processo seletivo o candidato que, no ato da matrícula, não apresentar todos os documentos solicitados neste edital ou apresentar documentação falsa ou nota rasurada ou ilegível, não cabendo,

neste caso, nenhum tipo de recurso;

1.7) Será eliminado do processo seletivo, regido por este edital, o candidato que fornecer informações falsas, podendo ser responsabilizado cível e criminalmente, se for o caso.

Confira o edital e lista de classificados:

EDITAL DE 3ª CONVOCATO?RIA EDITAL 005-2022

convocacao_lista_espera (1)

 

 

 

 


Fonte: SEDUC PI
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O Núcleo de Estudos, Pesquisas e Projetos (NETUR) e o curso de Turismo da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus Poeta Torquato Neto, em parceria com o Observatório Potiguar de Turismo (Opotur), lançam o Caderno de Resumos do II Webinário Internacional de Turismo do Piauí e VI Semana do Turismólogo da UESPI.

Ao todo, a obra conta 39 trabalhos apresentados durante o evento, entre resumos simples e resumos expandidos, provenientes de instituições de ensino e pesquisa de todas as regiões brasileiras, com concentração de estudos da região Nordeste, em grande diversidade de temas.

Por exemplo: planejamento turístico, turismo e meio ambiente, incentivos governamentais no âmbito da cultura, turismo de base comunitária, gastronomia, dentre outros assuntos.

Sob coordenação da professora Ana Angélica e do docente Antonio Rafael, o livro busca contribuir para a consolidação da pesquisa no turismo no contexto piauiense e brasileiro, oferecendo um panorama atual dos estudos que envolvem esta temática.

De acordo com a professora Ana Angélica, o e-book é um grande marco das ações do Núcleo de Estudos, Pesquisas e Projetos em Turismo – NETUR, que vem incentivando a produção científica dos alunos do curso de Turismo da  UESPI, bem como motivando que outros pesquisadores, de instituições de nível nacional e internacional também possam apresentar e publicar seus trabalhos científicos.

“O NETUR vem sendo uma porta de oportunidades para a troca de experiências na produção e interação de pesquisas na área de turismo. Esse trabalho trás em seu bojo uma grande contribuição para a nossa instituição. Já estamos nos preparando para a organizarmos da edição de 2022 para que possamos reunir mais autores no próximo e-book”, ressalta a docente.

Você pode ter acesso gratuito ao caderno de resumos através do site da Editora da UESPI.


Fonte: Uespi
Comentar
Aumento de horas e mais · 12/01/2022 - 18h34

Mais tempo na escola: veja o que muda no novo Ensino Médio


Compartilhar Tweet 1



    Agência Brasil

Os estudantes de escolas públicas e privadas que vão ingressar no ensino médio a partir deste ano, terão que se adaptar com o novo formato do novo ensino médio, aprovado numa lei 201, que passa a valer neste ano letivo e que vai valer em todas as escolas do Brasil. As informações são do DOL.

Entre as mudanças do novo formato estão: aumento de horas letivas, novo currículo e formação técnica, carga horária, são algumas das mudanças que tanto escolas públicas quanto privadas terão que adotar, mas implementação será de forma gradativa.

Além disso, para garantir uma melhor preparação do aluno para o mercado de trabalho, a nova etapa de ensino será integrada a cursos técnicos que farão o aluno deixar o ensino médio com um diploma de uma área específica.

Mais tempo na escola

O tempo de aula que era de, em média, 4 horas por dia, passará a 5 horas por dia. Com isso, no final do ano, o aluno terá cumprido mil horas letivas anuais, um aumento de 200 horas em comparação com o modelo anterior. Isso significa mais tempo de aprendizado para aluno e professores 

Até 2024, quando a primeira turma do novo ensino médio deverá estar concluindo a fase de ensino, os alunos terão cumprido 3 mil horas letivas. A lei não determina, no entanto, se o cumprimento da carga horária vai ser presencial ou à distância, mas a legislação permite que 30% do ensino médio noturno e 20% do diurno seja ministrado remotamente.

Nova grande curricular 

A grade curricular também fará parte das mudanças adotadas no novo modelo do ensino médio.  As disciplinas passarão a ser áreas do conhecimento, modelo já conhecido no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e outros vestibulares. São elas: linguagens e suas tecnologias;matemática e suas tecnologias;ciências da natureza e suas tecnologias;ciências humanas e sociais aplicadas;

Projeto de vida

A outra grande novidade do novo ensino médio, é o "projeto de vida", onde os professores contribuirão para a formação da construção do projeto de vida de cada estudante, auxiliando na escolha da formação do futuro pessoal e profissional.

Itinerário informativo

O outro modelo que pode ser aplicada em 2022 são os itinerários formativos. Eles serão optativos, escolhidos de acordo com a vontade do estudante e da oferta da instituição. As escolas podem oferecer as aulas já a partir deste ano, mas só serão obrigatórias em 2023.

 As aulas serão compostas para se aprofundar nas quatro áreas do conhecimento e na formação técnica e profissional. O aluno deverá escolher um itinerário para compor sua grade e poderá optar por outros itinerários ao longo dos três anos caso deseje e caso a escola ofereça outra opção com vagas disponíveis.

Comentar
Irá divulgar lista · 12/01/2022 - 17h55 | Última atualização em 12/01/2022 - 17h56

Escolas devem exigir passaporte de vacinação contra Covid em retorno presencial no Piauí


Compartilhar Tweet 1



O Comitê de Operações Emergenciais (COE) aprovou nesta quarta-feira (12/01) o retorno das aulas presenciais no Piauí, mas exigiu de professores, alunos e trabalhadores, o comprovante de vacinação contra covid-19. Uma nota técnica com todas as informações sobre as medidas de segurança para o ano letivo de 2022 está sendo finalizada e será divulgada em breve pela Sesapi.

Segundo o programa Bancada Piauí, da TV Antena 10, em reunião, os membros do COE decidiram que o passaporte não será obrigatório para aqueles que ainda não foram contemplados no calendário vacinal do Programa Nacional de Imunização – PNI. No estado, segundo dados do vacinômetro, 263.610 jovens de 12 a 17 anos já tomaram a primeira dose da vacina contra covid-19 e 146.914 já completaram o esquema vacinal.

De acordo com a diretora de Vigilância Sanitária, Tatiana Chaves, as aulas dos ensinos infantil, fundamental, médio, superior e educação especial poderão ser 100% presenciais, mas também podem funcionar no sistema híbrido/rodízio ou ensino à distância para os casos excepcionais.

“Lembrando que devemos manter a proteção individual como o uso de máscaras em crianças a partir de dois anos de idade; distanciamento físico e higienização frequente das mãos”, relatou o secretário Florentino Neto.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Coordenação Local do Mestrado Profissional em Ensino de Biologia – PROFBIO convoca o classificado GUETH ROMEL PEREIRA NERY para matrícula.

O candidato deve enviar os documentos digitalizados, por e-mail, até o dia 14 de janeiro (até às 23:59h) para: profbio@uespi.br. Os documentos devem estar digitalizados de forma legível e salvos em pdf, em arquivos separados, com o nome do candidato em cada arquivo. Todos os documentos listados abaixo devem ser enviados em um único e-mail. Após a conferência dos documentos, a coordenação do PROFBIO UESPI irá encaminhar o comprovante de matrícula temporário, até que os documentos sejam apresentados e conferidos de forma presencial, em data a ser agendada.

Caso a matrícula não seja realizada até a data prevista, o candidato será considerado desistente e sua vaga será direcionada a outro candidato aprovado.

Documentos necessários para Registro Acadêmico:a) Ficha de Matrícula online preenchida e assinada (disponível no site);

b) Termo de compromisso online preenchido e assinado (disponível no site);

c) Cópia e original do documento de identificação que contenha foto;

d) Cópia e original do diploma de graduação devidamente registrado no Ministério da Educação;

e) Comprovante de efetivo exercício de docência em Biologia, no Ensino Médio na Rede Pública de Ensino do país como servidor do quadro permanente ou como contratado (declaração do coordenador da escola);

f) Comprovante(s) do(s) tempo(s) de serviço como docente no serviço público (termo de posse ou contracheque);

g) Se aprovado dentro das vagas para Ações Afirmativas, apresentar documento comprobatório para ocupar a vaga.

– Se deficiente, apresentar laudo médico atualizado c/ CID (últimos 60 dias);

– Se oriundo do Ensino Médio e Superior públicos, apresentar ambos os diplomas.

Em caso de dúvidas, entrar em contato por email: profbio@uespi.br

Documentos:

Ficha de matrícula

Termo de compromisso


Fonte: UESPI
Comentar
Matrícula online · 12/01/2022 - 12h00 | Última atualização em 12/01/2022 - 12h05

UAPI divulga terceira convocação dos classificados para matrícula do curso de Administração


Compartilhar Tweet 1



A Universidade Aberta do Piauí (UAPI) divulga a 3ª convocação dos classificados para o Curso de Bacharelado em Administração – Etapa 3.

Os candidatos listados devem realizar a matrícula institucional no período de 12 a 13 de Janeiro de 2022, até as 23:59hs. A matrícula será feita de forma online, através da plataforma do SIGPREG UAPI.

Para realizar a matrícula online o aluno deverá acessar o site e clicar no botão “SOLICITAR MATRÍCULA”. Em seguida, selecionar o edital desejado e clicar em “INICIAR SOLICITAÇÃO”. Será solicitado o CPF e Data de Nascimento do aluno e ao avançar será redirecionado para uma página onde o aluno preencherá um cadastro que servirá de suporte para geração de seu número de matrícula.

DOCUMENTOS PARA MATRÍCULA:

a) Foto do perfil (Estilo 3×4)

b) Cédula de identidade;

c) Cadastro de Pessoa Física – CPF;

d) Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou equivalente em Escola Pública e Histórico Escolar autenticados pela Escola e pela Secretaria de Educação(PARA CANDIDATO ORIUNDO DE ESCOLA PÚBLICA DE QUALQUER UNIDADE DA FEDERAÇÃO E PARA CANDIDATO ORIUNDO DE ESCOLA PÚBLICA DO ESTADO DO PIAUÍ) – Caso o aluno tenha uma Declaração de Conclusão de Ensino Médio, expedido recentemente pela escola, anexar juntamente com o Anexo I – Termo de Compromisso. Modelo na Plataforma.

e) Declaração de que não esteja matriculado em qualquer Instituição Pública de Ensino Superior, conforme Lei nº 12.089, de 11 de novembro de 2009; bem como de QUE NÃO POSSUI QUALQUER CURSO SUPERIOR.(Anexos IV e V -modelo na plataforma – PARA TODOS OS CANDIDATOS) – Caso o aluno tenha CURSO SUPERIOR concluído, informar através de Diploma/histórico.

f) Comprovante de Quitação com o Serviço Militar, para candidatos do sexo masculino maiores de 18 anos;

g) Comprovação de Quitação Eleitoral, expedido pelo STE ou último comprovante de votação;

h) Comprovante de Renda (somente para candidatos cotistas. (Ver modelos na plataforma de matricula).

Orientações do edital

1.4) O aluno terá para auxílio de dúvidas o Tutorial de Matrícula e Tutorial para entrar com recursos, se necessário, além de poder tirar dúvidas, através do email: vestibularuapi@nead.uespi.br;
1.5) O aluno que tiver sua matricula indeferida e não impetrar recurso no prazo estabelecido neste edital (08 a 10/01/22, até às 23:59hs), não poderá solicitar novo prazo e terá a sua matricula indeferida definitivamente;
1.6) Será automaticamente eliminado do processo seletivo o candidato que, no ato da matrícula, não apresentar todos os documentos solicitados neste edital ou apresentar documentação falsa ou nota rasurada ou ilegível, não cabendo,
neste caso, nenhum tipo de recurso;
1.7) Será eliminado do processo seletivo, regido por este edital, o candidato que fornecer informações falsas, podendo ser responsabilizado cível e criminalmente, se for o caso.

Confira o edital e lista de classificados:

EDITAL DE 3ª CONVOCATÓRIA EDITAL 005-2022

Convocação_lista_espera


Fonte: Uespi
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A fase de implementação do Novo Currículo do Ensino Médio do Piauí dá continuidade ao primeiro ciclo neste início de 2022 e deve beneficiar mais de 220 mil estudantes. Nesta primeira etapa os estudantes passarão por uma fase de adaptação e contato com itinerários formativos na área de Projeto de Vida e disciplinas eletivas, que são aquelas em que os jovens são incentivados a produzirem conhecimento para uma Formação Geral Básica.  

Ao todo, serão beneficiadas 472 escolas de oferta de ensino médio regular e mais 88 de tempo integral em todo o estado. De acordo com a coordenadora de etapas do Novo Ensino Médio, Elenice Nery, o trabalho da equipe está sendo formar os profissionais da educação.

"Iniciamos esse trabalho de formações em parceria com a Fundação Telefônica Vivo ainda nos últimos meses de 2021. Foram beneficiados mais de 500 professores e a meta é iniciar em breve novos momentos e ter uma constante capacitação com as temáticas relacionadas", explicou.  

Na prática, a implementação acontece de forma gradual e impacta na vida escolar de quem já está dentro do processo de formação e quem ainda irá iniciar. O aumento da carga horária total, que é a soma dos três anos do ensino médio, passa a ser de 3 mil horas, sendo 1800 horas da Formação Geral Básica (FGB), composta das disciplinas como Língua Portuguesa, Matemática e outras; e os Itinerários Formatos (IF) com 1200 horas, composto de disciplinas eletivas, Projeto de Vida e Trilhas de Aprendizagem.  

"Esse processo de implementação concluirá em 2024 e em 2025 é que nós teremos todos os estudantes já com o novo currículo", disse Maria José Mendes, diretora da Unidade de Ensino e Aprendizagem da Seduc. Ela ainda explica que no "Piauí, diferente de alguns estados, acontecerá um processo de implementação intermediário onde todos os estudantes da 1° série do ensino médio estarão de posse desse currículo e 2° e 3° séries, em suas respectivas etapas e modalidades, terão contato com contato com as eletivas e Projeto de Vida".


Fonte: SEDUC PI
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Acontece nessa sexta-feira (14/01) a Cerimônia de Nomeação dos eleitos para os cargos de Reitor e Vice-reitor, Evandro Alberto e Jesus Abreu, respectivamente. A solenidade ocorre de forma híbrida, às 11:30, no Campus Barros Araújo, em Picos, com transmissão pelos canais do Youtube da UespiOficial e Governo do Estado.

A cerimônia corresponde à eleição realizada em novembro de 2021. Foram eleitos pela comunidade acadêmica uespiana os professores Evandro Alberto, como reitor, e Jesus Abreu, como vice-reitor na chapa Forte e Coerente. Eles atuarão no quadriênio de 2022 até 2026. 

A história do professor Evandro Alberto com a UESPI é desde 2002. Ele, que é mestre e doutor em Serviço Social pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), foi professor substituto da Universidade Estadual do Piauí, no campus de Picos, entre 2002 e 2007, onde foi coordenador do curso de Comunicação Social. Atuou como Secretário Municipal de Comunicação em Monsenhor Hipólito (2004-2012) e Assessor Municipal de Comunicação, em Campo Largo do Piauí (2005-2014).

Em 2014 retornou à UESPI como professor efetivo e foi eleito Diretor do Campus Professor Barros de Araújo. No ano de 2018 é que iniciou sua relação com a reitoria, onde foi eleito Vice-Reitor, no segundo mandato exercido por Nouga Cardoso Batista(2018-2020) e assumiu a Reitoria da UESPI em 2020.

O reitor agradece pela confiança da comunidade acadêmica para sua recondução. “Temos a consciência do compromisso e da confiança depositada em nós pelos estudantes, professores e técnicos que realizaram sua escolha. A nossa instituição tem potencialidade, precisamos trabalhá-las agindo de forma mais precisa, mais rápido e alinhar ações”, ressalta.

O eleito vice-reitor,  Professor Jesus Abreu, também tem um vínculo com a longo com a instituição.  O docente possui mestrado em Cirurgia Cardiovascular pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e doutorado em Engenharia Biomédica pela UNIBRASIL e é professor efetivo da UESPI.

Atuou na coordenação do curso de Medicina da Uespi em 2014 e na direção do Centro de Ciências da Saúde no período de janeiro de 2015 a novembro de 2021. O professor também foi o fundador das residências de Cirurgia Geral e Cirurgia Vascular do HGV, onde é supervisor do programa de Cirurgia Vascular.

Ele acrescenta que a nova reitoria está animada em agir em prol de uma universidade melhor no próximo quadriênio. “A UESPI tem uma relevância imensa no estado do Piauí. Nossa universidade é responsável por formar profissionais que fomentam o crescimento do nosso estado, diante disso, torna-se essencial que trabalhemos arduamente para que nossas propostas. Estamos com forças renovadas para continuar um grande trabalho para com a instituição”, fala o professor.

Medidas de segurança contra Covid-19

Por conta da pandemia Covid-19, a capacidade dos espaços da realização do evento no campus de Picos serão reduzidos pela metade, assim, será possível manter o distanciamento entre os convidados.

No auditório, somente 100 pessoas poderão participar entre os convidados dos eleitos, Conselheiros da UESPI, comitiva do Governo do Estado e outras autoridades. Os demais convidados poderão acompanhar a retransmissão da solenidade presencialmente direto da quadra do campus, pois o local será preparado para receber todos os interessados.

Para adentrar no campus de Picos e participar da solenidade, todos os convidados precisarão comprovar a vacinação contra a Covid-19. Tal medida está em obediência  ao Decreto nº 20.290, de 28 de novembro de 2021.


Fonte: UESPI
Comentar
Às pessoas em vulnerabidade · 11/01/2022 - 15h55

Escolas terão estrutura para cursos e atendimentos na área social


Compartilhar Tweet 1



Além do dever legal de educar, as escolas da rede pública estadual estão sendo preparadas para atender cidadãos em vulnerabilidade social, dando oportunidades para que sejam reinseridos na sociedade. As escolas Pedro Conde e Anicota Burlamaqui, localizadas nas zonas norte e sul de Teresina, respectivamente, contarão com estruturas e programas em parceria com a SASC para esse atendimento especial.

Em reunião nesta terça-feira (11/01), o governador Wellington Dias; a vice-governadora, Regina Sousa; os secretários de estado da Educação, Ellen Gera, e da Assistência Social, José Santana, trataram dos projetos de escolas que vão para além da sala de aula, pois chegam ao encontro de pessoas em vulnerabilidade socioeconômica, como por exemplo os moradores de rua e outras pessoas que estão fora da sala de aula, mas que precisam do apoio da escola.

Ellen Gera revela que junto com o PRO Piauí Social estão sendo reformadas escolas com o intuito de levar serviços em parceria com a SASC, como a reforma do Centro de Educação Profissional Escola de Convivência Pedro Conde e do Centro de Educação Profissional Anicota Burlamaqui.

“Serão escolas desenhadas para ter um amplo espaço de acolhimento e convivência, que trarão  as pessoas para o ambiente da escola, com qualificação profissional e cursos técnicos voltados para área social. Serão escolas da rede, mas que também terão esse apoio do governo para que as pessoas possam se inserir no sistema, aquelas que ainda têm dificuldade de conseguir um RG, a sua documentação, apoio psicológico e apoio de saúde. Terão equipamentos novos e inovadores, que estão sendo trazidos para rede estadual de educação, e que servirão para o Piauí como um todo”, revela o secretário.

O Pedro Conde tem obra orçada em R$ 1.704.381,88. Já o Anicota Burlamaqui, também com a mesma temática, contará com cursos técnicos para a área social, como Cuidador de Idoso, em parceria com algumas instituições com expertise. A obra está orçada em R$ 2.256.542,18. Ambas estão com editais de licitação em confecção.

 


Fonte: Governo do Piauí
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Universidade Estadual do Piauí – UESPI, por intermédio da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PREG)  divulga o resultado dos recursos das homologações das inscrições do edital de professor e monitor do PRIL –  Programa Institucional de fomento e indução da inovação da formação inicial continuada de professores e diretores escolares – PRIL.

Confira:

RECURSOS CONTRA HOMOLOGAÇÃO PROFESSOR EDITAL 020

RECURSO CONTRA HOMOLOGAÇÃO MONITOR EDITAL 022


Fonte: UESPI
Comentar

Os alunos e professor do curso de Agronomia do Campus de Corrente, da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), realizaram o plantio de 17 Ipês, 02 Oitis e 01 Angelin para melhorar a arborização do prédio na universidade.

A iniciativa foi por meio do professor e coordenador do curso, Doutor Sammy Sidney Rocha. O começo do plantio foi no mês de setembro de 2021 e o docente destaca que a atividade que visa o desenvolvimento de aulas práticas e rearborização do campus.

“Houve muitas queimadas nos arredores do campus, algumas árvores tiveram perda total. Desde esse momento já foi pensado em uma possibilidade de haver algum replantio de algumas mudas, e mesmo com a situação pandêmica em que estamos vivendo, retornamos as aulas no mês de outubro no modo remoto, busquei junto aos alunos um acordo para fazer essas aulas práticas”, explica.

As datas do plantio foram escolhidos de acordo com o período chuvoso na região de Corrente. O objetivo é amenizar a chegada do período de temperaturas mais elevadas, consecutivamente melhorando o clima, como também beneficiar principalmente os animais que precisam de alimentação natural.

Segundo o docente, é importante ter essas práticas com os alunos. “Ter o contato na prática de como plantar mudas, saber essas técnicas e futuramente entender todos os processos que cada espécie possui de acordo com cada tempo e cuidado”, disse.

Próxima Etapa

A próxima etapa de plantio será com mudas frutíferas. Até o final de janeiro será plantado mais 50 mudas em todo campus. O material que será disponibilizadas para o plantio no campus é do Viveiro Municipal da Secretaria Municipal de Agricultura da Cidade de Bom Jesus do Piauí.

“Tenho acesso ao setor do viveiro da prefeitura de Bom Jesus, onde solicitei essas mudas e eles nos atenderam com muita satisfação. A ideia agora da segunda etapa do plantio é fazer a implantação de algumas frutíferas. Nesse caso das frutíferas é justamente no futuro servi para práticas de poda, da forma de plantio por meio de propagação de mudas e forma de colheitas, estudando basicamente todos os pontos químicos e físicos da planta”, relata.

Desafios

Os alunos do curso tem suas experiências desde o plantio aos cuidados técnicos das espécies. “Poder contribuir um pouco com o campus de Corrente, depois de quase dois anos longe do campus devido à pandemia é desafiador. Tivemos a necessidade de retornar para algumas aulas de topografia, e logo em seguida já recebemos esse desafio do Professor Sammy. Não pensamos duas vezes, aceitamos e fizemos esse plantio. Mudas que talvez nós não iremos usufruir, devido o tempo necessário para o crescimento e desenvolvimento da árvore, mas deixaremos essa recordação e conquistas para os alunos que virão”, disse o aluno Edionelton Guerra de Macêdo.

“Poder colocar alguns conhecimentos em prática é gratificante para quem passou todo esse tempo estudando remotamente, porque devido a pandemia não estava tendo aulas práticas. Devido a essa ideia,  pudemos aproveitar e colocar alguns conhecimentos que já tínhamos em execução. Sem  falar que a gente deixa o nosso nome na universidade e, principalmente, inspirações para as gerações futuras”, finaliza o aluno do 4º período, Marcos Vinícius Soares Lopes.


Fonte: UESPI
Comentar
Realidade da sala de aula · 10/01/2022 - 18h48

Tecnologia e criatividade a favor da Educação em tempos de pandemia


Compartilhar Tweet 1



A educação foi um dos segmentos mais impactados em meios aos desafios provocados pela pandemia Covid-19. Adaptar a realidade da sala de aula, dos encontros presenciais para o formato virtual, exigiu de todo os envolvidos muita criatividade para pensar projetos e novas formas de compartilhar conhecimento.

Na Universidade Estadual do Piauí (UESPI), alunos e professores participantes do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), da Residência Pedagógica (RP) e do Programa Institucional de Bolsas em Extensão Universitária (PIBEU) desenvolveram ações para manter e contribuir com o ensino nas escolas públicas, mesmo de forma remota.

A formação dos professores da educação básica nas rede estadual e municipal do Piauí foi um dos focos principais na construção de uma estrutura pedagógica para o período de aulas remotas. Desde 2011, a Universidade atua nas escolas públicas piauienses através dos integrantes do programa PIBID e, em 2018, iniciou com o programa Residência Pedagógica. No PIBID já foram desenvolvidos mais de 1.900 projetos em escolas do estado do Piauí.

Na pandemia, os programas fomentaram formações online para professores. Uma das palestras, que reuniu cerca de 1000 educadores piauienses, foi da professora Sueli Guadalupe de Lima, da Universidade Estadual de São Paulo (UNESP), que discutiu sobre a formação dos professores em tempos de pandemia. 

Projetos e premiações

Com as atividades no formato online, os alunos amplificaram as formas de produção do conhecimento.  No campus de São Raimundo Nonato, três acadêmicos do curso de História, sob a Coordenação da Professora Cristiane Marcelo, divulgam informações sobre a Olimpíada Nacional de História do Brasil (@onhb_uespi_srn), em um perfil do Instagram para alunos das escolas públicas da região.

A ação visa uma troca de experiências com alunos e profissionais da educação que já participaram da ONHB ou que desenvolvem projetos a partir das questões ou das fontes exploradas pela Olimpíada. Com Lives e post informativos, a proposta é colaborar com uma maior participação dos alunos de São Raimundo Nonato e cidades vizinhas nas competições.

“A ideia é capacitar e incentivar os alunos do curso de Licenciatura Plena em História na construção de estratégias metodológicas do ensino de História a partir do banco de questões, planos de aula e tarefas disponíveis no site da ONHB”, disse Cristiane Marcelo, coordenadora do projeto de extensão do Programa Institucional de Bolsas de Extensão Universitária (PIBEU).

Em Teresina, a interação e envolvimento em Olímpiada resultou em premiação para os alunos da escola  CETI Zacarias de Góis. Com o auxílio de pibidianos nas preparações para a prova, os estudantes conquistaram Ouro, Prata e Bronze na competição nacional da Olimpíada Brasileira de Geografia.

Na pandemia, todos os encontros ocorreram através de reuniões online pelo Google Meet, com suporte em grupos de WhatsApp. Os alunos João Vyctor de Sena, Karoline Silva, Valdenilson Carvalho, Luís Felipe de Freitas e Ana Clara, desempenharam um papel de mentores para as três equipes formadas na escola. A equipe Exploradores do novo mundo, que levou a medalha de Ouro, a equipe Geodesbravantes, premiada com a medalha de prata, e a equipe Supremos vencedora na categoria da medalha de Bronze.

Segundo o aluno João Vyctor, estudante do 5º período do curso de Geografia da UESPI, eles se reuniam uma vez por semana com os alunos para discutir temas da prova, resolução de questões de edições anteriores, temáticas da atualidade e dinâmicas.

A estudante 2º ano do Ensino Médio no CETI Zacarias de Góis, Yasmin Antonela, destacou que a premiação foi uma vitória contra diversas barreiras que existem nas escolas públicas. “Pelo nível da prova ser elevado, afinal era o Brasil todo que estava a concorrer, ficamos inseguros em vários momentos e questionando se o sonho de medalhar realmente iria se concretizar, mas no fim deu tudo certo”, pontuou.

Projetos de forma virtual permitiram que os professores e alunos elaborassem um perfil no Instagram para divulgar conteúdo científico e de qualidade da disciplina de Biologia. O projeto de extensão do campus de Campo Maior intitulado “Biodemya” foi criado em junho de 2020 com conteúdos em formato de vídeo, texto e arte, produzidos pelos professores.

Assuntos sobre meio ambiente, mata atlântica, biomas brasileiros, Covid-19 e curiosidades são abordados nos posts do perfil. O projeto é  Coordenado pelos professores Dr. Hermeson Cassiano de Oliveira e Dra. Thaís Yumi Shinya e tem a participação de todos os docentes do curso, discentes e colaboradores externos.

Durante o período de pandêmico, os docentes convidaram diversos pesquisadores para lives informativas como a de discussão do tema: Mapeando a mais rica fauna de répteis e anfíbios do mundo: um desafio para a conservação e da temática A Etnozoologia na investigação da caça no Piauí: Da academia à tecnologia.

A informação na pandemia foi multiplicada. Filtrar conteúdo e repassar conhecimento em um período de fake news, também é um dos papéis fundamentais do processo educacional. Os alunos e professores do curso de História, campus Poeta Torquato Neto, criaram os podcasts “Ar Maria me conta essa história“  e o “Me Hiscuta“, com o propósito de difundir informações e conteúdos relacionados ao ensino da disciplina de história e da atualidade para contribuir com a formação dos alunos das escolas de Teresina.


Fonte: UESPI
Comentar
Obra fomenta a historiografia · 10/01/2022 - 17h43

Professor lança livro sobre história e memória de Parnaíba


Compartilhar Tweet 1



O professor do curso de História, Sérgio Luiz da Silva, está na organização do livro “Parnaíba: história, memória e cidade”. O lançamento acontece na próxima sexta-feira (14/01), às 19:30, no Parque das Ruínas, área externa do Porto das Barcas, localizado em Parnaíba.

Essa é a quarta edição de um projeto editorial organizado pelo professor Frederico Osanam intitulado “Parnaíba”. Nesse sentido, que tem como foco, divulgar histórias que vivem na memória de muitas pessoas na cidade de Parnaíba. O objetivo do projeto, desde 2013, é reunir artigos e publicações  memorialísticos de historiadores de todo o Piauí.


Nesse ano, a obra é organizada pelos professores Frederico Osanam (UFPI), Francisco José Leandro Castro (UFPI) e Sérgio Luiz da Silva (UESPI).

O professor Sérgio Luiz explica que o livro reúne oito artigos nas áreas de História, Memória, Política, Cultura, Atualidades e Jornalismo. “Temos artigos muito interessantes que relacionam-se com a história e construção da memória da cidade de Parnaíba. O objetivo é dar visibilidade tanto para a cidade quanto para os próprios pesquisadores. Dentre os historiadores, temos quatro da nossa universidade”, ressalta.

Professores têm seus artigos publicados

A publicação conta com artigos de professores da UESPI. São esses: Dr. Idelmar Gomes Cavalcante Júnior, Dr. Fernando Bagiotto Botton e Dr. Felipe Ribeiro (os três da UESPI de Parnaíba) e o professor Me. Sérgio Luiz da Silva Mendes (campus de Floriano).

Sobre o seu artigo feito em parceria com a professora Cláudia Fontenele, Inovação e o Jornalismo da prescrição comportamental no final dos anos de 1970, o professor Sérgio Luiz pontua que foi um estudo que o mesmo desenvolveu no seu doutorado.

“O nosso trabalho está na área de Jornal e Inovação. No texto falamos sobre a imprensa alternativa e como eles construíram as notícias em prol de melhoras sociais”, fala.

O professor Idelmar Gomes submeteu para a publicação um artigo intitulado: O flerte hétero-distópico entre Bolsonaro e Francisco Moraes Souza: um estudo sobre renascimento do mãosantismo e a sua aliança com o bolsonarismo (2016-2020). 

“O livro em questão busca fomentar a historiografia da cidade de Parnaíba com construções e pesquisas a partir da perspectivas de historiadores. Antes do projeto, a cidade precisa explorar ainda mais essas temáticas. Nesse sentido, o artigo traz reflexões e discussões atuais sobre questões que estamos vivenciando atualmente tanto em Parnaíba tanto no Brasil”, conclui o professor

O lançamento  é aberto e gratuito e acontece presencialmente no dia 14 de janeiro. Para uma maior segurança, o evento ocorrerá em local aberto, na parte externa do Museu do Mar (Parque das Ruínas).


Fonte: UESPI
Comentar
São 15 mil vagas a mais · 10/01/2022 - 17h00

Semec abre matrículas para novos alunos no Ensino Fundamental


Compartilhar Tweet 1



    Ascom Semec

Seguindo o cronograma de matrículas da Rede Municipal de Educação de Teresina, começou nesta segunda-feira (10/01) e segue até o dia 21 de janeiro o período de inscrições para novos alunos do Ensino Fundamental nas escolas municipais.

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) já renovou as matrículas dos alunos veteranos, também garantiu as vagas de crianças do I e II Período da Educação Infantil. Agora, as vagas disponíveis são para novos estudantes que cursarão do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. No mesmo período, podem se inscrever alunos para o 1º semestre da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

De acordo com o secretário executivo de Ensino, Kleytton dos Santos, a Prefeitura de Teresina está ofertando 15 mil vagas a mais nas unidades de ensino. “A comunidade pode ficar tranquila, pois nos programamos para atender a demanda de forma organizada, até o início das aulas, no dia 7 de fevereiro”, pontua Kleytton.

CMEI Profa. Noélia Maranhão da Costa e Silva
CMEI Santa Teresinha
CMEI Eduardo Henrique Accioly Campos
CMEI Jonas Pereira da Silva


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



    Ascom Semec

O ano letivo de 2022 vai começar com uma novidade na Rede Municipal de Teresina: serão 15 novas unidades de ensino de tempo integral. O secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso, deu boas-vindas aos gestores das novas escolas em um encontro no Centro de Formação Odilon Nunes, nesta segunda-feira (10/01).

A reunião foi para apresentação dos diretores e para que conheçam melhor a rotina de unidades com jornada estendida. São seis escolas de Ensino Fundamental e mais nove Centros Municipais de Educação Infantil. Entre esses as três unidades de ensino inauguradas no ano passado, nas zonas leste, norte e sul.

O secretário Nouga Cardoso disse que a expectativa é de que seja mais uma experiência exitosa para a educação de Teresina. “Sabemos que o tempo integral amplia as possibilidades de vivências e permite uma formação mais completa. Os jovens saem mais preparados para as próximas etapas acadêmicas e o próprio mercado de trabalho”, disse. Na oportunidade, o secretário anunciou a reforma e construção de novas unidades de ensino este ano.

O secretário executivo de Ensino, Kleytton dos Santos ressalta a ampliação do tempo integral para a zona rural de Teresina “Essas famílias também precisam saber que estão trabalhando fora o dia todo, mas seus filhos estão na escola, aproveitando para aprender mais. Fico especialmente feliz em saber que podemos contar com gestores competentes para essa missão, o que nos traz boas perspectivas neste ano”, declarou.

Regina Amorim, coordenadora das Escolas de Tempo Integral da Secretaria Municipal de Educação (Semec), destaca que a palavra chave é acolhimento, já que as crianças passarão mais tempo na escola. “Nosso trabalho inicialmente é para que os alunos sintam esse pertencimento, que consigamos aproveitar o tempo com qualidade, explorando os diferenciais que o tempo integral nos permite”, explicou, apontando a diversidade de ações planejadas para essa modalidade em 2022.

Confira as unidades de ensino de tempo integral em 2022

Escola Municipal Profa. Ana Vitória Carvalho Santos
Escola Municipal Santa Clara
Escola Municipal Santa Fé
Escola Municipal Laurindo de Castro
Escola Municipal Conselheiro Saraiva
Escola Municipal O. G. Rego de Carvalho
CMEI Dom Miguel Fenelon Câmara
CMEI Noé Cerqueira Fortes
CMEI Prof. Roberto Gonçalves de Freitas
CMEI João Batista Brito de Melo
CMEI Profa. Osmarina Moura Bezerra
CMEI Profa. Noélia Maranhão da Costa e Silva
CMEI Santa Teresinha
CMEI Eduardo Henrique Accioly Campos
CMEI Jonas Pereira da Silva

Comentar

Com o tema central "Execução e prestação de contas do PDDE e das ações integradas na Região Nordeste", o Centro Colaborador de Apoio ao Monitoramento e à Gestão de Programas Educacionais (Cecampe) Nordeste realizará o III Webinário de Formação de Gestores de Escolas Públicas da Região Nordeste. O evento acontecerá nos dias 20 e 21 de janeiro, no formato virtual.

No primeiro dia, a partir das 13h30, os participantes contarão com três palestras. Às 14 horas, o presidente da Undime Região Nordeste e Dirigente Municipal de Educação de Ibaretama/CE, Alessio Costa Lima, vai falar sobre a importância do planejamento participativo para a execução e a prestação de contas do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e das Ações Integradas. Às 15 horas serão abordados os procedimentos para a prestação de contas do PDDE e das Ações Integradas; e às 17 horas haverá um balanço da execução e da prestação de contas do PDDE na Região Nordeste, a partir do Índice de Desempenho da Gestão Descentralizada (IdeGEs).

No dia 21, a programação contará com três mesas temáticas: Execução dos recursos do PDDE e das Ações Integradas pelas Unidades Executoras (UEx); Análise e julgamento da prestação de contas do PDDE e das Ações Integradas; e Regularizando pendências de prestação de contas de UEx. Nos dois dias de evento haverá um momento destinado ao esclarecimento de dúvidas.

Confira aqui a programação completa do webinário.

A ação se constituiu numa oportunidade de diálogo sobre os aspectos normativo-legais, conceituais e operacionais do PDDE e suas ações integradas, e sobre a gestão do Programa em estados, municípios e escolas da Região Nordeste.

As inscrições são gratuitas e estão abertas até o dia do evento. Os interessados devem se inscrever por meio do link https://sigeventos.ufpb.br/eventos/login.xhtml. Para facilitar esse processo, o Cecampe disponibilizou um tutorial com um passo a passo. Os participantes receberão certificado.

III Webinário de Formação de Gestores de Escolas Públicas da Região Nordeste

Data: 20 e 21 de janeiro de 2022

Formato: virtual

Inscrições: https://sigeventos.ufpb.br/eventos/login.xhtml

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Interessadas nos projetos de sucesso que a Educação de Jovens e Adultos de Teresina vem realizando, representantes da Secretaria Municipal de Educação do município de União (PI) estiveram na capital colhendo informações para replicar os bons exemplos. A equipe de EJA e a presidente do Conselho Municipal de Educação de União conversaram com o chefe do setor na Secretaria Municipal de Educação de Teresina, Francisco das Chagas, e com o secretário executivo de Ensino, Kleytton dos Santos.

As visitantes foram atraídas especialmente pelo projeto “EJA em Teresina: uma ação de inclusão e cidadania”, além da oferta de qualificação profissional nas unidades de ensino com a modalidade e a formação continuada de professores e gestores. Também conheceram detalhes da operacionalização de ações como a Olimpíada de Matemática e o Concurso de Redação, que este ano envolveram mais de 400 estudantes.

“É um prazer poder compartilhar experiências exitosas para que sejam modelo em outros municípios. Nossas colegas já saíram com ações planejadas para executar nos próximos meses, a partir de ideias construídas nessa conversa. Quanto mais apresentamos o trabalho da EJA em Teresina, mais elas ficaram empolgadas com a parceria”, disse o professor Francisco.

Outros pontos importantes discutidos no encontro foram a atualização das resoluções que normatizam a Educação de Jovens e Adultos em União e a participação de educadores do município no Fórum de EJA do Piauí.

 


Fonte: Prefeitura Municipal de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Boa notícia! Quatro cursos de Direito da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) receberão o Selo de Qualidade OAB Recomenda, no dia 27 de janeiro, na sede do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil – Brasília (DF).

Na Uespi, os cursos de Direito agraciados com a honraria são dos seguinte campi: Poeta Torquato Neto (Teresina), Clóvis Moura (Teresina), Prof. Barros Araújo (Picos) e Prof. Alexandre Alves de Oliveira (Parnaíba).

A 7° edição do Selo de Qualidade OAB Recomenda – ” A luta da Advocacia Brasileira pela proteção da Educação Jurídica” é idealizada com o intuito de contribuir para o aprimoramento do ensino da Ciência do Direito no país. A honraria expressa reconhecimento às instituições de educação superior cujo o curso de graduação em Direito apresenta elevado padrão conforma critérios estabelecidos pela Comissão Espacial para Elaboração do Selo OAB Recomenda, do Conselho Federal.

Para o reitor da UESPI, professor Evandro Alberto, é com muita felicidade e alegria que a instituição recebe essa notícia. ”  Essa é mais uma edição em que a UESPI, através seus cursos de direito, recebe esse título. Isso prova que o nosso estudante é muito bom, é qualificado, é esforçado. Essa é uma comenda importantíssima para o estado. Importantíssima para os nossos estudantes, para a nossa universidade, para os nossos professores. Nós estamos aqui imensamente satisfeitos e queremos agradecer a todos os estudantes que acreditam na universidade, assim como seus professores, coordenadores, técnicos. Todos que estão envolvidos direto diretamente nesse processo”, parabeniza o reitor.

Selo OAB nos campi

Segundo a coordenadora do curso de Direito, campus de Picos, Hilziane Brito, essa é a 3ª vez que o campus Prof. Barros Araújo recebe esse reconhecimento do Conselho Federal da OAB.

“Além de significar o reconhecimento do trabalho desenvolvido pelos docentes e a dedicação dos nossos discentes por essa conquista, o recebimento do Selo OAB Recomenda representa também a valorização do ensino superior do interior do Piauí. A UESPI é a única instituição pública de ensino superior no estado que oferta o curso de Direito no interior do estado, oportunizando a democratização desse curso que é tão relevante socialmente. O recebimento deste selo muito nos honra e aproveito para parabenizar nossos docentes e discentes por essa conquista”, ressalta a professora.

O coordenador do curso de Direito do campus Clóvis Moura, George Thales, disse que o selo OAB Recomenda é concedido às instituições que conseguiram levar seus alunos tanto a aprovação na OAB como a formar globalmente seus egressos.

“Desde quando o campus Clóvis Moura participa temos conquistado o selo. Esta é a terceira vez. Isso representa o reconhecimento de um grande esforço por parte dos alunos e professores em sala de aula. Representa também um indicativo para a Administração Superior continuar apoiando o campus e o curso”, aponta.

Para a egressa do curso de Direito, campus Poeta Torquato Neto, Thalia Arêa, como o selo leva em consideração o desempenho no ENADE e o índice de aprovação dos estudantes no exame profissional, o reconhecimento do bom desempenho gera o entendimento de que o aluno ocupa a posição de protagonista no processo de ensino-aprendizagem.

“O recebimento do selo OAB Recomenda é de extrema importância para o nosso curso, pois se traduz como um atestado concedido pela Ordem dos Advogados de que o curso de Direito da UESPI tem qualidade e figura entre um dos melhores do país. É o reconhecimento do bom desempenho e esforço dos alunos e professores, além da qualidade da grade curricular”, destaca a jovem que colou grau no mês de dezembro.

O curso de Direito de Parnaíba já recebeu outras seis vezes e, agora, todos no campus comemoram o sétimo Selo OAB Recomenda. “Para o curso de Direito da UESPI, Campos de Parnaíba, ter o reconhecimento reintegrado pela OAB Nacional nos deixa muito felizes. Falo por mim e todos que estão aqui, a direção, secretarias, docentes, discentes e servidores. Esse reconhecimento nos impulsiona a continuar empenhados, incondicionalmente, pelo ensino, pesquisa e extensão universitária, superando os desafios diários. Manter os melhores índices de aprovação no Exame de Ordem Unificado, aprovação no Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes), e formar profissionais competentes é o nosso Compromisso com a sociedade”,  disse a Coordenadora do curso, Profa. Maria da Graça Borges. Para a docente, o Selo da OAB tem sido uma forma de estimular a qualidade do ensino jurídico em nosso país.


Fonte: Uespi
Comentar