Abastecimento de alimentos · 18/11/2021 - 21h53

Ciro Nogueira discute com a Aprosoja pautas prioritárias para garantir produção de alimentos


Compartilhar Tweet 1



O presidente da Aprosoja Brasil, Antonio Galvan, e o vice-presidente da entidade e presidente da Aprosoja Piauí, Alzir Pimentel Aguiar Neto, foram recebidos pelo ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, na quarta-feira (17/11), em Brasília.

Os dirigentes levaram ao conhecimento do ministro pautas que aguardam aprovação no Congresso Nacional e que são vitais para garantir o abastecimento de alimentos no curto e médio prazo em meio aos reflexos logísticos e de fornecimentos de insumos causados pela pandemia em escala global.

Entre as propostas, estão a Lei de Defensivos (PL 6299/2002), a Lei Geral de Licenciamento Ambiental (PL 2159/2021) e a Lei dos Bioinsumos (PL 658/2021).

“Na prática, esses projetos seriam atualmente o que de mais efetivo nós temos para ajudar a resolver o problema da dependência externa de fertilizantes e da falta de defensivos entrando no mercado brasileiro. Se não mudarmos nada, ficaremos à mercê da crise e corremos o risco de em dois ou três anos faltar comida na mesa dos brasileiros”, afirmou Galvan.

Questão fundiária
A questão fundiária também foi debatida durante o encontro com o ministro-chefe da Casa Civil. Na ocasião, Alzir Neto revelou sua preocupação com recentes decisões do poder judiciário do Estado do Piauí. “São decisões que geram insegurança jurídica a todos os produtores”, destacou.

“Infelizmente existem problemas fundiários em todo o País. O Piauí não é exceção”, acrescentou Antonio Galvan. O encontro também contou com a presença do produtor Almir Michelan, conselheiro fiscal da Aprosoja Brasil.


Fonte: Aprosoja

Comentários