Suspeito se entregou à polícia · 17/09/2020 - 10h33

Vídeo flagra momento que empresário é morto a tiros por médico em clínica no MA


Compartilhar Tweet 1



    Reprodução

Câmera de segurança de uma clínica veterinária flagrou o momento exato que empresário foi assassinado por médico no último dia (09/09), no bairro Monte Castelo, em São Luís/MA.

O empresário José Eduardo Viegas Costa, de 39 anos, foi morto com nove tiros. O suspeito de praticar o homicídio é o médico veterinário Daniel Leite Cardoso, que prestava serviços à clínica.

Conforme imagens, é possível ver uma discussão e em seguida o empresário começou a gravar vídeo da situação pelo celular. O médico tentou evitar a gravação e acabou atingido com dois socos no rosto pelo empresário. Após o episódio, o médico sacou a arma e atirou várias vezes contra o cliente.

Um funcionário da clínica e a namorada do empresário também estavam no local.

Vídeo (Imagens fortes):

Suspeito se entregou à polícia

O médico veterinário Daniel Leite Cardoso, de 35 anos, se entregou à Polícia Civil na última sexta-feira (11/09) e confessou a autoria do crime, segundo o G1/MA.

A Polícia Civil informou que a motivação do crime teria sido uma discussão entre a vítima e o veterinário, por causa do valor de um procedimento feito em um gato de estimação e do pedido de uma nota fiscal. O cliente teria reclamado do preço cobrado pelo procedimento.

 

O médico ele foi levado para o Centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Pedrinhas e o caso segue sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Área Oeste de São Luís.

Em nota, a empresa esclarece que Daniel, suspeito de alvejar o empresário com nove tiros, é um prestador de serviços da clínica.

Veja na íntegra:

“A Prontoclínica Veterinária vem a público esclarecer os fatos ocorridos em suas dependências, na data de 09/09/2020, que vitimou o Sr. Eduardo Viegas. O fato ocorreu por volta de 19:40 e teve como autor o médico veterinário Daniel Leite, prestador de serviços da empresa. As polícias civil e militar foram acionadas e compareceram ao local.

Os proprietários não estavam na clínica no momento do crime, mas se deslocaram para prestação de todas as informações, tendo sido disponibilizadas as imagens do circuito de câmeras, que estão em poder da Polícia Civil, bem como os funcionários presentes do momento da ocorrência comparecido à delegacia para prestação de esclarecimentos.

Neste momento, a Empresa, em nome de seus proprietários e funcionários, presta condolências e solidariedade à família da vitima disponibilizando-se, desde ja, a prestar todo o atendimento necessário nesse momento de luto.”

 


Comentários