Hospital se manifestou · 04/05/2021 - 08h00 | Última atualização em 04/05/2021 - 16h54

Sindicato denuncia médica por injúria racial contra enfermeira no HUT: 'Escurinha'


Compartilhar Tweet 1



O presidente do Sindicato dos Enfermeiros, Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Estado do Piauí (Senatepi), Erik Riccely, entrou com representação contra a médica anestesista, Liana Pires, do Hospital de Urgência de Teresina pelo crime de injúria racial contra uma enfermeira da unidade. 

O caso ocorreu no último domingo (02/05), dentro do Centro Cirúrgico do HUT durante o atendimento de uma criança. "A médica chamou a profissional de 'enfermeira escurinha', uma triste situação que não é nova e que não iremos mais tolerar", afirma Erick.

Segundo ele, o caso já foi repassado para a direção do HUT e está sendo investigado pela Delegacia de  Repressão às Condutas Discriminatórias e o sindicato irá acompanhar o desenrolar dos fatos para que a médica seja punida.

A enfermeira Laiane Nunes trabalha no HUT há três anos e não é a primeira vez que é vítima de injúria racial nas dependências do hospital. Ela chegou a acionar Polícia Militar após o último episódio, uma viatura foi ao local, mas orientou que ela procurasse a delegacia.

O 180 não conseguiu contato da médica para esclarecimentos, mas o espaço está aberto para manifestação.

Confira a nota do HUT:

O Hospital de Urgência de Teresina, Prof. Zenon Rocha (HUT) é uma instituição que tem como foco a gestão transparente.

Sobre uma acusação de racismo envolvendo servidores, informamos que uma apuração interna para maior detalhamento dos fatos está em curso na Ouvidoria, a fim de subsidiar a posterior instauração de um Processo Administrativo Disciplinar.

O HUT lamenta profundamente o ocorrido e defende uma sociedade plural e democrática com eliminação de todas as formas de preconceito e discriminação.

Reafirmamos nosso compromisso de salvar vidas e o restabelecimento da saúde dos usuários atendidos nessa que é maior urgência e emergência pública do município de Teresina

Comentários