• Beyoncé é 1ª mulher negra a liderar parada de country na Billboard

    Beyoncé alcançou um marco histórico ao se tornar a primeira mulher negra a liderar a parada Hot Country Songs da Billboard, com seu sucesso "Texas Hold ‘Em". Originária de Houston, Texas, a cantora fez sua estreia no cenário country durante o Super Bowl, lançando não apenas "Texas Hold ‘Em", mas também "16 Carriages". Além disso, ela anunciou que o Act II de "Renaissance" será lançado em 29 de março.

    Foto: Divulgação/Instagram

    Embora tenha conquistado o segundo lugar no Hot 100 da Billboard, "Texas Hold ‘Em" e "16 Carriages" estão fazendo um grande impacto. "Texas Hold ‘Em" superou até mesmo o lançamento de destaque da semana, "Carnival", uma colaboração entre Kanye West e Ty Dolla $ign. No topo da parada está "Lovin On Me", de Jack Harlow.

    Este novo trabalho marca uma mudança sonora em relação ao álbum anterior, "Renaissance Act I", lançado em 2022, que tinha um estilo mais voltado para o disco. Beyoncé compartilhou um teaser do "Renaissance Act II" em suas redes sociais, deixando os fãs ansiosos pelo que está por vir.

  • Turnê "Paratodos" de Chico Buarque marca época na história da música brasileira

    A turnê do álbum "Paratodos" tornou-se um marco inesquecível na carreira de Chico Buarque. Em uma noite memorável, em 6 de fevereiro de 1994, o Canecão foi palco de um espetáculo que ficaria gravado na memória tanto do artista quanto dos fãs fervorosos que lotaram o local. Chico encerrou com chave de ouro a temporada de shows no Rio de Janeiro, surpreendendo a plateia ao retornar ao palco não menos que 10 vezes durante os bis. A atmosfera única da noite foi enriquecida pela participação especial de Gal Costa (1945-2022), que, sentada na primeira fila, subiu ao palco para duas canjas, incluindo uma interpretação de "Biscate", do álbum que originou o espetáculo. As informações foram obtidas através do site NewMag

    Ao longo das 22 apresentações de "Paratodos" na cidade maravilhosa, Chico Buarque presenteou um total de 46.200 espectadores com sua arte singular. O que mais impressiona, porém, é o número de vezes que o artista retornou ao palco durante os bis: 49 vezes ao longo da temporada. Esses detalhes e muitos outros foram meticulosamente destacados pelos jornalistas Luiz Felipe Carneiro e Tito Guedes em sua obra "Os 50 Maiores Shows da História da Música Brasileira" (Belas Letras), atualmente em pré-venda no site da editora e com lançamento marcado para março no Rio de Janeiro.

    Como ponto de partida para este compêndio histórico, os autores elegeram um encontro lendário: o show que reuniu nada menos que João Gilberto (1931-2019), Tom Jobim (1927-1994), Vinicius de Moraes (1913-1980) e Os Cariocas em 1962, no lendário Au bon gourmet, em Copacabana. A partir desse momento icônico, Carneiro e Guedes conduzem os leitores por uma jornada fascinante, repleta de histórias marcantes, como o estreante "Roberto Carlos a 200km por hora", que marcou a estreia do cantor no Canecão em 1970, e o icônico "Falso Brilhante", o espetáculo memorável de Elis Regina apresentado em 1975, que deu origem ao álbum homônimo lançado no ano seguinte.

    Em uma entrevista ao NEW MAG, Carneiro compartilhou insights sobre o processo de seleção, destacando a diversidade proporcionada pela convergência de seus gostos musicais com os de Tito Guedes. A obra não apenas revela detalhes preciosos sobre shows memoráveis, mas também oferece um olhar único sobre momentos históricos da música brasileira. Um desses momentos é o show "Barra 69", que marcou a despedida de Caetano Veloso e Gilberto Gil antes de partirem para o exílio no mesmo ano. Os desafios enfrentados pelos artistas para realizar esse evento, incluindo a intervenção do coronel Luiz Artur, então responsável pelos artistas, são revelados de maneira vívida.

    A seleção final dos 50 espetáculos apresentados neste livro não foi tarefa fácil para os jornalistas, que se viram diante de uma vasta gama de opções. Carneiro reflete sobre o processo, destacando que evitar a repetição de shows do mesmo artista foi uma prioridade, a menos que fossem apresentações conjuntas, como no caso dos Doces Bárbaros. O resultado é uma obra que reflete a riqueza e a diversidade da música brasileira, proporcionando aos leitores uma jornada inesquecível através de algumas das performances mais emblemáticas já realizadas no país.

    Foto: Reprodução

  • Adele é acusada de plagiar música de artista brasileiro

    Começou a tramitar neste mês, no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), uma ação que acusa a cantora inglesa Adele de plagiar uma música do cantor e compositor brasileiro Toninho Geraes. As informações são do SBT News.

    Foto: Reprodução/SBT News

    De acordo com o advogado do artista, a britânica copiou a canção "Mulheres", em seu hit mundial, "Million Years Ago", lançado em 2020. A ação reivindica uma indenização de R$ 200 mil por perdas e danos morais, além de pedir a coautoria a Geraes da música lançada por Adele, para que ele possa receber os royalties e copyrights futuros da música, além do reconhecimento de plágio pela artista.

    O processo também proíbe a britânica de interpretar a canção em seus shows e também gravadoras responsáveis pela distribuição da música de Adele façam sua utilização comercial. Em caso de descumprimento, a pena é de R$ 50 mil de multa por dia.

    A canção ficou conhecida pela voz de Martinho da Vila, em gravação na década de 90 e, desde então, foi regravada por artistas como Simone, Martn'ália, Chitãozinho & Xororó e Zeca Pagodinho.

    Vídeos divulgados na internet mostram as semelhanças entre as duas canções

  • Líder da banda Lordão, Kocó morre aos 72 anos

    Clóvis Figueiredo Leite, líder da renomada banda Lordão e conhecido artisticamente como Kocó, faleceu aos 72 anos na tarde desta segunda-feira (19/02) em Salvador. Com informações do BNews.

    Foto: Reprodução

    O músico estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital na cidade há alguns dias, enfrentando complicações de saúde. Seu estado de saúde piorou consideravelmente nas últimas 24 horas e tornou-se irreversível.

    Os familiares foram informados sobre a situação, porém, até o momento, não foram divulgadas informações sobre o local do velório e sepultamento.

    Por mais de cinco décadas, Kocó liderou a banda Lordão, tornando-se uma figura icônica da música baiana.

    Em 2022, a Câmara Municipal de Ilhéus aprovou uma moção de congratulação pelos 50 anos de carreira do artista. No ano passado, em setembro, Kocó do Lordão foi homenageado com a honraria 2 de Julho na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

  • Anitta mostra reações a turbulências durante voos em seu jatinho; veja

    Anitta revelou sua humanidade ao se assustar com turbulências durante um voo de avião. Durante o final de semana, a artista compartilhou diversos momentos de susto em seu perfil no TikTok, registrados enquanto viajava em seu jatinho entre apresentações. Com informações do BNews.

    Foto: Reprodução

    Nos vídeos, a cantora é vista gritando em meio às turbulências e até mesmo diante da queda de um raio durante o voo. De forma descontraída, ela brincou na legenda da publicação: 'Não tenho medo de voar'.

    @anitta

    Im not scared of flying 😅😅

    ♬ original sound - Anitta

  • Caetano Veloso anuncia última turnê internacional em suas redes sociais

    O cantor brasileiro, Caetano Veloso, surpreendeu seus fãs ao revelar, através de seu perfil oficial no Instagram, que realizará sua última turnê internacional. Intitulada "Meu Coco Tour", a jornada musical promete emocionar plateias em diversas cidades dos Estados Unidos.

    Foto: Reprodução/Instagram

    A partir do dia 24 de março, a despedida de Caetano Veloso terá início em Houston, Texas, seguindo por uma rota que inclui paradas em Seattle, Oakland, Los Angeles, Nova York, Newark, North Bethesda, Princeton e Boston. Através de um vídeo nostálgico, o artista compartilhou momentos memoráveis de uma apresentação beneficente no MOCA, museu de arte contemporânea de Los Angeles, retratada pelo New York Times.

    Os ingressos para os espetáculos já estão à venda, com os detalhes disponíveis no site oficial de Caetano Veloso. Os preços variam conforme o local da apresentação, prometendo atender aos diferentes públicos interessados. 

    Confira, abaixo, as primeiras datas da turnê internacional do artista:

    24/03 – Houston, The Hobby Center;
    27/03 – Seattle, The Moore Theatre;
    29/03 – Oakland, Paramount Theatre;
    31/03 – Los Angeles, LA Phil – Disney Hall;
    03 e 04/04 – Brooklyn/NYC, BAM;
    06/04 – Newark/NJ, New Jersey Performing Arts Center (NJPAC);
    09/04 – North Bethesda/MD, The Music Center at Strathmore;
    11/04 – Princeton/NJ, Matthews Theater;
    13/04 – Boston/MA, Orpheum Theatre.

  • Shakira anuncia novo álbum "Las Mujeres Ya No Lloran"

    Nesta quinta-feira(15/02), a  cantora Shakira surpreendeu seus fãs ao revelar detalhes de seu próximo álbum intitulado "Las Mujeres Ya No Lloran" (As Mulheres Não Choram Mais), que estará disponível a partir de 22 de março. Em um emocionante comunicado, a artista compartilhou quatro fotos da nova obra e expressou gratidão pelo apoio de seus fãs, descrevendo o processo de produção como "alquímico".

    Shakira enfatizou que este projeto não foi feito apenas por ela, mas sim em colaboração com seus fãs e sua "matilha de lobas" que a acompanham em sua jornada. Ao revelar um pouco sobre o conteúdo do álbum, a cantora afirmou que cada música representa uma parte de sua jornada pessoal de reconstrução, transformando lágrimas em diamantes e vulnerabilidade em resiliência.

    Este será o primeiro álbum de Shakira desde seu divórcio com o jogador Gerard Piqué, ocorrido em abril de 2022. A cantora já havia dado indícios de temas pessoais em suas letras, como na música "Shakira || Bzrp Music Sessions 53", onde alfinetou seu ex-companheiro.

    Além do lançamento tradicional, os fãs poderão desfrutar de uma experiência especial no Spotify, com funções de pré-save, notificações de lançamento, contagem regressiva, capa do álbum, tracklist, clipes exclusivos e produtos relacionados. Shakira, que foi eleita a segunda artista feminina latina mais ouvida na plataforma no ano passado, continua a surpreender e encantar seus seguidores com sua música e autenticidade.

    Foto: Billboard

  • Lady Gaga alimenta especulações sobre novo álbum, mas descarta lançamento de álbum de rock

    A cantora norte-americana Lady Gaga, de 37 anos, causou alvoroço entre seus fãs ao compartilhar fotos com instrumentos musicais associados ao rock and roll em suas redes sociais. Apesar da atmosfera roqueira, a artista afirmou que não pretende lançar um álbum dentro desse gênero.

    Foto: Reprodução/Instagram

    Nos comentários das publicações, os fãs não pouparam brincadeiras e ironias, com alguns sugerindo outros estilos musicais, como forró e tecnobrega. Enquanto isso, especulações sobre seu próximo trabalho musical continuam a borbulhar entre os admiradores.

    Ao longo de sua carreira, Lady Gaga tem surpreendido seus seguidores com uma variedade de sonoridades e performances, desde o pop até o jazz, como demonstrado em seus álbuns solo e colaborações com Tony Bennet.

    Apesar das pistas deixadas nas redes sociais, não há confirmação oficial sobre o lançamento de um novo álbum da artista. Enquanto isso, Gaga está ocupada com suas atividades no cinema, atualmente envolvida nas gravações e divulgações do aguardado filme "Coringa 2", onde interpretará a personagem Arlequina, contracenando com Joaquin Phoenix no papel do icônico vilão Batman.

  • Claudia Leitte recebe críticas por modificar letra de música para não saudar Iemanjá

    A cantora Claudia Leitte está no centro de uma polêmica nas redes sociais após um vídeo antigo ressurgir, mostrando a artista modificando a letra da música "Caranguejo". No trecho em questão, originalmente dedicado a Iemanjá, orixá das religiões de matriz africana, Leitte substituiu por uma referência religiosa cristã, citando "só louvo meu rei Yeshua".

    O vídeo, extraído do DVD "AxeMusic: Ao Vivo em Recife", lançado em 2014, gerou indignação entre internautas nos últimos dias. Muitos acusaram a cantora de racismo religioso e apropriação cultural, destacando a importância dos elementos da cultura afro-brasileira na música de axé.

    As críticas apontam para uma falta de respeito à origem e às influências do gênero musical, que têm raízes profundas nas tradições do Candomblé, Umbanda e outras expressões da cultura afro-brasileira. Internautas expressaram sua frustração, destacando a necessidade de respeitar e valorizar a herança cultural por trás das músicas de axé. Veja o vídeo aqui

    Foto: Reprodução/Instagram

  • Zilu assume que gosta de ouvir músicas de Zezé: ‘É um talento, eu amo’

    Quem disse que ex não pode ser fã? Zilu Godói, 65 anos, surpreendeu ao dizer que adora as músicas do ex, Zezé Di Camargo. Em entrevista ara o canal Gui Artístico Tube, do Youtube, ela declarou: “Tem que aplaudir, o cara é um talento, eu amo. E, assim, faz parte da minha história, como não vou ouvir?” Isso mesmo, a empresária e apresentadora mantém o ritmo sertanejo em alta estima, mesmo após o fim do casamento. As informações são do OFuxico.

    Foto: Reprodução/Instagram

    Sertanejo no Coração

    Não é só papo, não. Zilu curte mesmo o som sertanejo. “A questão é que eu não me importo quando uma música do Zezé Di Camargo e Luciano começa a tocar”, contou ela. E vai além, ouvindo sertanejo “o dia todo”.

    Festa com Música do Ex? Sem Problemas!

    Ainda falando sobre o hábito e ouvir os sucessos do ex-marido, ela não tem frescura de negar: “Sabe que acontece? Eu vou pra festa dos meus amigos, lá eles ficam assim, meio desconfiados. Não tem isso gente, pode tocar, cara. Eu também sou fã. Existe um artista que eu respeito, que eu gosto e que eu ouço no meu carro, eu tenho a coleção. (…) Tem que aplaudir o cara. É um talento, eu amo. E faz parte da minha história, né? Como eu não vou ouvir? E eu falo, põe aí, põe aí, e eles colocam”, afirma sem nenhum resquício de ressentimento.

    Zilu Godói mostra que é possível sim separar as coisas, apreciando a arte e o talento, independentemente dos laços do passado. E também independente das brigas atuais envolvendo a nova mulher de Zezé e toda a família.

    Zilu falou ainda sobre ser mãe de três filhas, da rotina de criar as meninas, produzir e empresariar Wanessa Camargo e sobre sua decisão de deixar o Brasil para viver na Florida.

Carregar mais
Trabalhe Conosco