Alunos fazem denúncias · 11/12/2019 - 17h52 | Última atualização em 11/12/2019 - 18h38

Professores são demitidos da Estácio/Ceut e estudantes fazem protesto


Compartilhar Tweet 1



Estudantes da faculdade Estácio/Ceut, na Zona Leste de Teresina, denunciam que vários professores renomados da escola foram demitidos da instituição. Eles temem que a falta destes professores prejudique a qualidade do ensino.

"Vários professores foram demitidos, de vários cursos, os alunos estão organizando um movimento na frente da faculdade para não ter essas demissões", informou um estudante ao 180. O ato vai acontecer na manhã desta quinta-feira (11/12) às 8h30.

"Publicaram uma lista no mural com o nome dos professores demitidos, entre eles professores do tempo da Ceut, a faculdade explica que é o alto salário, sendo que semestralmente tem reajuste na mensalidade e queda na qualidade do ensino. Nós alunos estamos revoltados", comentou outro aluno ao 180.

Estácio/Ceut se manifesta através de nota
A Estácio informa que os desligamentos realizados fazem parte de um processo natural para qualquer instituição de ensino que periodicamente avalia a sua base de docentes, adequando-a às necessidades do mercado, demandas de cursos e às particularidades das praças em que atua. A norma coletiva da categoria prevê que eventuais movimentações de professores só ocorram em janela muito restrita, o que faz com que o volume de desligamentos fique concentrado em curto espaço de tempo. 

Além de atuar em total conformidade com as normas do órgão regulador e com a legislação em vigor, a Estácio reafirma seu compromisso em manter a qualidade de ensino que conquistou com muito trabalho ao longo dos últimos anos.


Comentários