Tia foi até a Bahia · 06/12/2019 - 16h40 | Última atualização em 06/12/2019 - 17h20

Cadeirinha achada perto de corpo na BA é de Bernardo, diz polícia


Compartilhar Tweet 1



Um corpo encontrado no município de Palmeiras (BA), às margens da BR-242, pode ser o do menino Bernardo, de 1 ano e 11 meses. O pai da criança, Paulo Roberto de Caldas Osório, 45 anos, confessou ter matado o filho e indicou para os investigadores o local onde teria jogado o cadáver. A reportagem é do Metrópoles

Metrópoles ouviu policiais na Bahia que confirmaram ter achado, nessa quinta-feira (05/12/2019) por volta das 15h, um corpo de criança com as mesmas características de Bernardo, trajando calça azul listrada e blusa branca de manga longa. O cadáver estava em estado avançado de decomposição. Uma cadeirinha foi encontrada um pouco mais à frente.

Fontes ligadas à investigação no DF confirmaram que a cadeirinha é a de Bernardo. O cordão de âmbar que o menino usava estava no corpo encontrado. A necrópsia está sendo feita no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itaberaba (BA).

A mãe de Bernardo, Tatiana da Silva, 30, afirmou à reportagem, nesta sexta-feira (06/12/2019), que não recebeu qualquer informação oficial da polícia sobre a confirmação de que o corpo encontrado é o de seu filho.

Na quinta (05/12), a pedido da PCDF, ela enviou uma foto do menino, na qual ele “mostra os dentes” e o resultado de um exame que a criança fez no tórax. Também foi recolhido material genético dela. “Estamos no aguardo”, disse.

O material será usado para identificação do corpo.

Segundo a investigação, é provável que o menino tenha morrido ainda na casa do pai, na 712 Sul. Paulo colocou sonífero no suco de Bernardo. Se isso realmente ocorreu, ele teria dormido com o filho morto, antes de deixar o cadáver em um matagal à beira da estrada.


Comentários