Improbidade administrativa · 01/10/2020 - 10h50 | Última atualização em 01/10/2020 - 11h17

Justiça determina afastamento imediato do prefeito e secretária de saúde de Marcos Parente


Compartilhar Tweet 1



O Ministério Público do Piauí, solicitou o afastamento imediato da secretária de Saúde, Amanda Torres e do prefeito municipal de Marcos Parente, Pedro Nunes, por improbidade administrativa. As informações são do Na Cotramão Piauí.

No processo é atribuída a prática de atos de improbidade por acumulação indevida de cargos públicos..

O juiz da Comarca de Marcos Parente acatou o pedido do MP, determinando o afastamento do prefeito e da secretária imediatamente, além da suspensão dos direitos políticos por três anos e pagamento de multa civil no montante de 20 vezes o valor da atual remuneração percebida pelos agentes.

Os réus devem comprovar o afastamento no prazo de 5 dias sob pena de multa diária de R$ 10mil até o total de R$ 100 mil.

Confira a decisão:

 

Comentários