Geral

Crescimento é constante · 16/09/2019 - 11h32

93,5% dos turistas que visitam Teresina afirmam querer retornar

Essa é uma constatação apontada pela Superintendência da Infraero Piauí, em reunião recente do Conselho Municipal de Turismo (Comtur)


Compartilhar Tweet 1



Teresina tem um grande potencial turístico. Prova disso é que muitos dos visitantes que chegam à cidade, motivados por negócios, acabam retornando por algum outro motivo. Essa é uma constatação apontada pela Superintendência da Infraero Piauí, em reunião recente do Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

“O que a gente observa, pelo público que tem utilizado nosso aeroporto, é que esse turista vem para a cidade para fazer negócios e muitas vezes eles voltam uma segunda, uma terceira vez em função dos atrativos, e isso é muito representativo. É algo bem diferente, porque você vê que Teresina, com relação ao resto do Nordeste que tem uma publicidade centralizada em praia e sol, é uma cidade um pouco diferente disso”, disse o superintendente da Infraero no Piauí, Fernando Nicácio.

A constatação de Nicácio é confirmada por dados apresentados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec). A coordenação Especial de Turismo do órgão revelou que dos 32.356 turistas atendidos pelas quatro Centrais de Atendimento ao Turista (Aeroporto, Rodoviária, Ponte Estaiada e Encontro dos Rios), nos setes primeiros meses de 2019, 93,5% afirmaram que retornariam a Teresina para realizar outras atividades.

    Ascom/Semdec

De acordo com o Superintende da Infraero no Piauí, essa realidade é fruto de trabalho consistente, centralizado em dar bons resultados à Teresina. “O Piauí tem mostrado esse forte crescimento e esse ano tem sido exponencial. Nossa expectativa é de manter esse crescimento acima da média nacional e certamente isso é fruto de trabalho consistente, de um grupo unido capitaneado pela Semdec”, falou.

O coordenador Especial de Turismo da Semdec, Eneas Barros, explica que a cidade de Teresina acaba por atrair esse turista, que de alguma forma opta por voltar à capital. “Teresina é uma cidade essencialmente de negócios, essa é a principal motivação de viagem. Quando o turista chega aqui e resolve os seus compromissos, ele se encanta com coisas alternativas. Por exemplo: uma pessoa que venha fazer negócios acaba tomando conhecimento que existe o Corso. Ele vê a empolgação e já se imagina voltando para participar desse evento. Além disso, Teresina tem uma cultura muito boa para congressos, e o turista também retorna para esse tipo de evento”, explicou.

Teresina apresentada ao Brasil

O Comtur aprovou também a participação de Teresina em dois congressos que irão ocorrer até o fim do ano. São eles o 47ª ABAV Expo Internacional de Turismo, que ocorrerá em São Paulo no mês de setembro, e o FESTURIS Gramado – Feira Internacional de Turismo que em 2019 terá sua 31ª edição, em novembro.

Pela primeira vez, empresários e representantes de classe estão sendo enviados à ABAV com mais de 40 profissionais piauienses. Os eventos contarão com a parceria de três órgãos: Semdec, Sebrae e Setur.

O secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, disse que o próximo passo para divulgar Teresina será apresentá-la de maneira mais atrativa nestes dois congressos. “Quando o Comtur delibera que Teresina tem que ser representada nesses grandes eventos de turismos, na verdade o Conselho confia na potencialidade da capital e quer que ela apareça. É cada vez mais importante que haja representação com stand, distribuição de material promocional e o que mais for possível para mostrar a cara da cidade e como ela pode ser atrativa para negócios, lazer e outros”, finalizou.


Fonte: Com informações da PMT

Comentários