Dragão continua em sexto · 08/03/2021 - 16h04 | Última atualização em 08/03/2021 - 19h45

Copa do Nordeste: nos acréscimos, Confiança busca empate com CSA


Compartilhar Tweet 1



A partida que finalizou a segunda rodada da Copa do Nordeste foi decidida somente nos acréscimos. Neste domingo (7), o Confiança ficou duas vezes atrás do placar contra o CSA, mas buscou o empate por 2 a 2 aos 50 minutos do segundo tempo no estádio Barretão, em Aracajú. O Dragão continua em sexto lugar no Grupo A, com um ponto. Com dois pontos, o Azulão caiu para o quinto lugar do Grupo B.

Não foi por falta de tentativa que o Confiança não saiu na frente. O Dragão finalizou três vezes mais que o CSA no primeiro tempo e obrigou, em pelo menos três oportunidades, o goleiro Thiago Rodrigues a trabalhar. A principal delas aos 42 minutos, em chute do atacante Bruninho que o camisa 1 conseguiu desviar para a trave. Na primeira chance real, porém, a equipe de Maceió tirou o zero do placar. Aos 46, o goleiro Rafael Santos afastou mal a bola levantada na área e o atacante Marco Túlio marcou por cobertura.

A pressão sergipana seguiu na etapa final. Desta vez, resultando em gol. Aos 21 minutos, Bruninho recebeu do atacante Robinho, dominou e arrematou com a bola ainda no ar, fazendo um golaço. 

Onze minutos depois, o CSA voltou a frente. Após cobrança de escanteio do volante Silas e desvio no lateral Altemar, o zagueiro Rodolfo Filemon pegou a sobra e mandou para as redes. Quando a vitória alagoana parecia assegurada, o Confiança chegou ao empate com o atacante Willians Santana, nos acréscimos, na sequência de uma bola levantada.

Outras duas partidas movimentaram a Copa do Nordeste neste domingo. No estádio Albertão, em Teresina, o 4 de Julho derrotou o Salgueiro por 1 a 0 com um golaço do atacante Ted Love aos 44 minutos do segundo tempo.

A equipe de Piripiri (PI) assumiu o quarto lugar do Grupo A, na zona de classificação às quartas de final, com quatro pontos, enquanto o Carcará continua na lanterna do Grupo B, sem pontos ganhos.

Quem também continua zerado na competição é o Santa Cruz, que foi derrotado no Arruda, em Recife, pelo ABC por 1 a 0. O atacante Wallyson, de pênalti, fez o gol da vitória potiguar aos 36 minutos da etapa final.

Os alvinegros subiram para o segundo lugar do Grupo B, com quatro pontos. O Tricolor pernambucano está na lanterna do Grupo A.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O Atlético-MG deixou o América-MG para trás e assumiu a liderança do Campeonato Mineiro após três rodadas. Neste domingo (07/03), o Galo venceu o Uberlândia por 4 a 0 no Mineirão e chegou aos mesmos nove pontos do Coelho, ficando a frente no saldo de gols (oito a três). O Verdão permanece com um ponto e caiu para a lanterna do Estadual.

A partida marcou a estreia de Hulk no Atlético. O atacante, de volta ao futebol brasileiro após 16 anos, atuou durante os 90 minutos e não balançou as redes, mas teve participação direta no quarto gol atleticano, marcado pelo também atacante Diego Tardelli.

Mesmo sem a maior parte dos titulares, que receberam folga após o término do Campeonato Brasileiro de 2020 e ainda não estrearam no Mineiro, o Galo teve o controle total das ações contra um um adversário que jogou a maior parte do tempo fechado na defesa. Aos 22 minutos, o volante Matías Zaracho abriu o placar em uma cobrança de falta que ainda desviou no lateral Everton, do Uberlândia.

Na etapa final, o Atlético ampliou aos seis minutos, com Calebe. O meia recém-contratado do São Paulo aproveitou cruzamento de Tardelli, para quem tocou a bola na origem do lance, e cabeceou para as redes. Aos 26, o meia Júlio recebeu de Calebe e bateu de primeira, da entrada da área, para marcar o terceiro dos alvinegros.

Por fim, aos 35, Hulk entrou em ação. O camisa 7 recebeu a bola pela direita e encontrou Tardelli invadindo a área. O atacante só teve o trabalho de desviar para as redes na saída do goleiro, sacramentando a vitória atleticana no Mineirão.

Outras duas partidas completaram a terceira rodada do Mineiro neste domingo. No estádio Joaquim Portugal, em São João del Rei (MG), o Athletic Club derrotou o Boa Esporte por 1 a 0, com gol do meia William Júnior, debaixo de muita chuva. O time do atacante Loco Abreu está em terceiro lugar no Estadual, com seis pontos. O rival de Varginha (MG) é o 11º e vice-lanterna, com um ponto.

Em Belo Horizonte, no estádio Independência, Coimbra e Tombense não saíram do zero e seguem sem vencer na competição. Ambos somam dois pontos e têm o mesmo saldo de gols (-1), mas a equipe de Tombos (MG) fica à frente por ter marcado dois gols a mais.

No sábado (6), o Cruzeiro obteve a primeira vitória no Estadual ao derrotar a URT na Arena do Jacaré, em Uberlândia (MG). O zagueiro Manoel e o meia Marcinho, com um golaço da entrada da área, garantiram os três pontos à Raposa, que pulou para quinto do Mineiro, com quatro pontos, superando a Patrocinense (sexta colocada, também com quatro pontos) pelo saldo de gols (um contra -1). O clube de Patos de Minas (MG), com três pontos, caiu para sétimo.

 


Fonte: Agência Brasil
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O Atlético-MG fez duas publicações sobre o Dia Internacional da Mulher, que é celebrado nesta segunda-feira(8), e revoltou alguns torcedores e torcedoras do clube no Twitter.

O motivo da revolta é exaltar as mulheres pouco tempo após acertar a contratação do técnico Cuca. Ele esteve envolvido em um caso policial ocorrido em 1987, em Berna, Suíça. Na ocasião, o agora treinador era jogador do Grêmio e acabou detido com os também atletas Eduardo Hamester, Henrique Etges e Fernando Castoldi, sob a acusação de terem estuprado Sandra Pfäffli, na época com 13 anos.

Os quatro jogadores ficaram presos durante quase 30 dias. Eles voltaram para o Brasil após prestarem depoimento por mais de uma vez e ser encerrada a fase de instrução do processo. A condenação aconteceu dois anos mais tarde, mas nenhum deles chegou a ser preso.

O Atlético-MG fez um primeiro post no Twitter logo após a meia-noite de hoje: "Delas pra elas! "Somos as Vingadoras. Chegamos sem maldade. Lutamos por respeito e também por igualdade". 8 de março - Dia Internacional da Mulher". A postagem foi acompanhada de um vídeo.

Já na manhã veio outro post. "Reconhecemos suas conquistas como resultado da luta permanente por direitos, respeito e igualdade. Pra cima, Vingadoras!8 de março - Dia Internacional da Mulher", publicou o clube.

Comentar
Mais um título de 2020 · 07/03/2021 - 20h29

Palmeiras vence o Grêmio e conquista o tetra da Copa do Brasil


Compartilhar Tweet 1



Uma grande felicidade, mas acompanhada de uma sensação de alívio. O palmeirense, porém, sabe ser melhor o alívio que acompanha a glória do que um último suspiro que apenas tem como finalidade encerrar o sofrimento.

Após 77 jogos de uma temporada extremamente desgastante, o Palmeiras venceu o Grêmio neste domingo (7) por 2 a 0, no Allianz Parque, e comemorou mais um título de 2020 com a conquista da Copa do Brasil.

O triunfo na capital paulista se somou à vantagem de 1 a 0 construída em Porto Alegre, há uma semana, resultado que deixou bem encaminhada a taça da competição nacional. É o quarto título do torneio para o clube, vencido pela última vez em 2015 -também foi campeão em 1998 e 2012.

Ao comemorarem em suas casas por conta da pandemia, os torcedores alviverdes só lamentam não poderem ter acompanhado de perto uma temporada tão vitoriosa, que além da Copa do Brasil, teve também o Campeonato Paulista (conquistado sobre o rival Corinthians) e o troféu mais aguardado e especial de todos, a Copa Libertadores, diante do Santos, no Maracanã.

A partir desta segunda-feira, ainda na ressaca de todos os sucessos do Palmeiras no último ano, o técnico Abel Ferreira poderá, enfim, pensar em 2021. O português, seus jogadores e a torcida palmeirense têm motivos para, um pouco mais descansados, pensarem na temporada seguinte como a continuação de um presente muito vitorioso.

Neste domingo, com a escalação de Thaciano no lugar de Jean Pyerre, Renato buscou dar mais dinamismo ao Grêmio, que precisava descontar a vantagem construída pelo Palmeiras em Porto Alegre.

Logo aos 2 minutos, os gaúchos tiveram ótima oportunidade de abrir o placar, com Pepê, mas o atacante não conseguiu desviar o cruzamento rasteiro que veio da direita. Alisson, de fora da área, e Diego Souza, de cabeça, criaram chances para os visitantes, mas que não levaram muito perigo ao gol de Weverton.

Passado o ímpeto inicial dos gremistas, o Palmeiras conseguiu controlar a partida ao tomar posse da bola.

A circulação de passes alviverdes abriu espaços na defesa do Grêmio, especialmente entre os volantes e zagueiros tricolores. Em contra-ataque, Rony teve boa oportunidade de abrir o placar, mas demorou para chutar e permitiu a chegada de Paulo Miranda, que travou a batida do atacante palmeirense.

O time de Abel Ferreira chegou a abrir o placar, com Raphael Veiga, mas o bandeira viu posição de impedimento de Rony, que estava à frente quando recebeu lançamento de Felipe Melo. Gol bem anulado e marcação confirmada pelo VAR.

No início da etapa final, o Grêmio buscou novamente pressionar o Palmeiras. Em um desses ataques, contudo, voltou a oferecer espaços, e os alviverdes não perdoaram.

Aos 7 minutos, Raphael Veiga iniciou contra-ataque ainda no campo de defesa e partiu em direção ao gol. O meia-atacante serviu Wesley, que dominou e, de perna esquerda, finalizou na saída de Paulo Victor para marcar. O goleiro gremista chegou a tocar na bola, mas não impediu o gol.

Renato Gaúcho, aliás, optou por escalar Paulo Victor na meta gremista para as finais da Copa do Brasil. Na partida de ida, no gol de Gustavo Gómez, o camisa 1 também encostou na bola antes de ver o cabeceio do paraguaio morrer no fundo da rede.

Autor do gol que colocou o Palmeiras com uma mão e meia na taça, Wesley havia perdido a final da Libertadores em razão de uma lesão no menisco do joelho esquerdo. Ficou três meses parado e voltou a entrar em campo na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, no empate em 1 a 1 com o Atlético-GO.

Neste domingo, o camisa 47 pôde coroar a recuperação com o gol que encaminhou mais uma conquista palmeirense.

Título confirmado com a entrada de Gabriel Menino, um dos protagonistas do 2020 vitorioso para o clube, que trouxe intensidade do banco para manter a equipe inteira até o final do jogo. Em novo contra-ataque, Rony lançou Willian, outro que veio a campo na etapa final, que tocou para Menino bater de esquerda e fechar a vitória, aos 39 minutos.

Era o frescor, a juventude e o fôlego que um Palmeiras forte, mas cansado, precisava para encerrar a temporada em grande estilo. Encerra campeão, mais uma vez.

Comentar
Possível insatisfação · 07/03/2021 - 11h49

'Se está infeliz, deve sair', diz ex-Liverpool sobre Salah


Compartilhar Tweet 1



Em entrevista para o 'The Mirror', Robbie Fowler, ídolo do Liverpool, comentou sobre a possível insatisfação de Mohamed Salah no clube inglês. Para o ex-jogador, não é certo manter alguém que não queira continuar na equipe. Para justificar seu argumento, ele recordou a saída do jogador Philippe Coutinho do clube.

"Ele não quer alguém que não queira estar no clube. Essa foi a atitude dele quando aconteceu o lance do Coutinho, que pediu para ir embora. Então, se o Salah não está feliz, por qualquer motivo, tem que transferi-lo e usar esse dinheiro para fazer mudanças no time", disse ele, que completou: "Sou torcedor do Salah, quem não é? Mas o Liverpool não sentiu muita falta do Coutinho, não é?"
Ainda sobre o assunto, Robbie reforçou o apreço pelo atacante egípcio e disse que se ele quer desbravar novos desafios, deve ir.

"Adoro o Salah. Mas acho que as contratações dependem da vontade do jogador de futebol, então a bola está do seu lado. Se ele quiser ir embora, deve ir . Se um jogador quiser ir, você tem que aceita. Sou um firme defensor de que se há alguém infeliz e que quer ir embora, deve ir", finalizou.

Desde que chegou ao Liverpool, em 2017, Salah se tornou uma das principais referências do setor ofensivo. Em 189 jogos, ele marcou 118 gols e conquistou uma Liga dos Campeões, um Campeonato Inglês e um Mundial de Clubes.

Comentar
Vice-líder do grupo B · 07/03/2021 - 10h20

Basquete: São Paulo perde por 78 a 76 na Champions das Américas


Compartilhar Tweet 1



O São Paulo sofreu a segunda derrota consecutiva na segunda janela da Champions League das Américas, o equivalente à Libertadores no basquete masculino. Neste sábado (06/03), no ginásio Casa del Deporte, em Concepción (Chile), o Tricolor foi derrotado pelo Universidad de Concepción (Chile) por 78 a 76.

Com o resultado, o clube paulista contabiliza duas vitórias (ambas na primeira janela da Champions, realizada em fevereiro, na Argentina) e duas derrotas, com seis pontos, na segunda posição do Grupo B. A chave é liderada pelo Quimsa (Argentina), atual campeão, que soma sete pontos e já está classificado às quartas de final. O Concepción aparece em terceiro e último lugar, com cinco pontos.

Os dois primeiros da chave avançam ao mata-mata, que será disputado em sede que ainda será definida, entre os dias 8 e 13 de abril, em jogo único. Para se classificar, o São Paulo depende só de si na terceira e última janela do Grupo B, que será realizada no ginásio do Morumbi. O Tricolor reencontra o Concepción no próximo dia 27, às 19h10 (horário de Brasília). No dia 29, no mesmo horário, o adversário é o Quimsa. Se vencerem os chilenos, os paulistas garantem vaga nas quartas.

O armador Georginho e o ala-armador Shamell, principais destaques da equipe brasileira na temporada, não puderam viajar ao Chile por terem se recuperado recentemente do novo coronavírus (covid-19), seguindo o protocolo sanitário da competição. O São Paulo sentiu a ausência da dupla na derrota para o Quimsa, na última sexta-feira (05/03). Não foi diferente neste sábado, apesar do Tricolor ter sido superior ao Concepción na maior parte do tempo.

O time brasileiro foi para o intervalo com sete pontos de vantagem, mas foi engolido pelos chilenos no terceiro período. O pivô sul-africano Daniel Pieter Prinsloo, cestinha do duelo com 24 pontos, comandou a virada dos anfitriões. A diferença se inverteu, com o Concepción ficando sete pontos a frente no começo do último período. Liderado pelo pivô Lucas Mariano, destaque tricolor com 22 pontos, os paulistas reagiram e até retomaram a dianteira no marcador, mas por pouco tempo.

 


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Rodrigo Muniz marca 2 gols · 07/03/2021 - 09h44

Flamengo passa fácil pelo Macaé e lidera Campeonato Carioca


Compartilhar Tweet 1



Sem dificuldades, o Flamengo derrotou o Macaé por 2 a 0, neste sábado (06), no Maracanã, pela segunda rodada do Campeonato Carioca. Com o resultado, o Rubro-Negro chegou aos seis pontos marcados e lidera a tabela de classificação. Já o Macaé segue sem pontuar.

O Flamengo dominou as primeiras ações, sufocando o Macaé, e não demorou muito para ter a primeira grande chance de abrir o placar. Logo aos cinco minutos, Pepê levou a melhor sobre a defesa adversária e acabou sendo derrubado por Milton Raphael dentro da área. Pênalti que o próprio Pepê cobrou, mas a bola explodiu na trave direita do goleiro.

O Rubro-Negro continuou melhor no jogo, perdendo oportunidades, mas cometendo alguns erros que deram chances ao Macaé. As melhores jogadas da equipe passaram pelos pés de Wallacer, mas o camisa 10 não conseguia deixar os atacantes em bom posicionamento para finalizar.

Quando o jogo estava se encaminhando para o empate no primeiro tempo, o Flamengo abriu o placar. Matheuzinho avançou pela direita e cruzou com precisão para Rodrigo Muniz que, no meio de três defensores, cabeceou com força para fazer o gol.

O segundo tempo foi mais pegado, mas com o Flamengo melhor que o Macaé, que se limitou a marcar. O volume de jogo do rubro-negro resultou em gol. Aos 20 minutos, Ramon avançou pela esquerda e cruzou na medida para Rodrigo Muniz cabecear e fazer o segundo dele no jogo.

O Flamengo quase chegou ao terceiro aos 28 minutos. Ramon tocou para Hugo Moura, que bateu de primeira e acertou a trave direita de Milton Raphael. O Macaé não teve força para reagir e o Rubro-Negro apenas controlou o resultado para sair do Maracanã com mais uma vitória.

Na próxima rodada, o Flamengo enfrenta o Fluminense, domingo (14), no Maracanã, às 18h (horário de Brasília). Já o Macaé visita o Boavista na próxima segunda-feira (15), às 16h, em Bacaxá, em Saquarema (RJ).


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Time derrotou Sampaio Corrêa · 07/03/2021 - 09h02

Fortaleza é único time 100% na Copa do Nordeste após duas rodadas


Compartilhar Tweet 1



O Fortaleza é o único time com 100% de aproveitamento após duas rodadas da Copa do Nordeste. Neste sábado (06/03), o Leão do Pici derrotou o Sampaio Corrêa por 2 a 0 no estádio Castelão, em São Luís, e chegou a seis pontos, na ponta do Grupo B. Com apenas um ponto, a Bolívia Querida está em sexto lugar no Grupo A e pode encerrar o fim de semana na lanterna, caso Santa Cruz e Confiança ganhem seus compromissos neste domingo (07/03).

A vitória do Tricolor cearense foi construída na etapa final. No primeiro minuto, após uma cobrança de escanteio, o zagueiro Wanderson balançou as redes. Aos 40 minutos, o atacante Robson aproveitou cruzamento da direita e definiu o placar no Castelão. Nos acréscimos, o técnico do Fortaleza, Enderson Moreira, ainda foi expulso por reclamação.

Também neste sábado, o Ceará assumiu a liderança do Grupo A ao derrotar o Vitória por 3 a 1 na Arena Castelão, em Fortaleza. Os gols saíram no segundo tempo. Victor Jacaré abriu o placar para o Vozão aos 18 minutos e o também atacante Vico igualou para o Rubro-Negro aos 32. No fim, aos 43 e 48 minutos, o meia Saulo Mineiro garantiu o triunfo do Alvinegro, que soma quatro pontos. O Leão baiano, com três pontos, é o vice-líder do Grupo B.

O Bahia soma os mesmos quatro pontos do Ceará, mas fica atrás pelo saldo de gols (dois a um). Neste sábado (6), o Tricolor empatou por 1 a 1 com o Botafogo-PB no estádio de Pituaçu, em Salvador. O Belo saiu na frente aos 15 minutos do primeiro tempo com o zagueiro William Machado. Aos 45 da etapa final, o volante Patrick de Lucca salvou os donos da casa da derrota. A equipe paraibana conquistou o segundo ponto na Copa do Nordeste e aparece em quarto no Grupo A, mas pode cair posições na sequência da rodada.

Outro time do Grupo A com quatro pontos é o Treze, que ocupa o terceiro lugar por ter saldo inferior ao Ceará (dois a um) e menos gols marcados (dois) que o Bahia (quatro). O Galo da Borborema chegou à primeira vitória na competição ao bater o Altos no estádio Amigão, em Campina Grande (PB), por 1 a 0, gol do atacante Jairinho. O Jacaré caiu para terceiro no Grupo B, com três pontos, e pode encerrar a rodada fora do G4, que é a zona de classificação à próxima fase.

O CRB assumiu a quarta posição do Grupo A ao somar os primeiros três pontos no torneio regional. Os alagoanos receberam o Sport no estádio Rei Pelé, em Maceió, e venceu por 2 a 0. O meia Wesley e o atacante Lucão do Break balançaram as redes para o time da casa. O Rubro-Negro pernambucano, com um ponto, continua sem vencer na Copa do Nordeste. O Leão, que atuou neste sábado com uma equipe repleta de jogadores da base, é o sétimo do Grupo B.

 


Fonte: Agência Brasil
Comentar

Compartilhar Tweet 1



As equipes masculinas de Botafogo e Osasco se enfrentam neste sábado (6), às 18h (horário de Brasília), em duelo que encerra o primeiro turno da Conferência Gerson Victalino, uma das chaves do Campeonato Brasileiro de Basquete Masculino. O confronto será no ginásio Oscar Zelaya - sede General Severiano, do Alvinegro, na zona Sul do Rio de Janeiro - que também receberá os jogos do returno do grupo, a partir da próxima segunda-feira (8). O time paulista lidera a chave com quatro vitórias em quatro partidas. Já o Glorioso está em quarto lugar, com três triunfos e uma derrota. Se vencer, iguala-se aos osasquenses na classificação. O embate entre cariocas e paulistas será transmitido ao vivo na TV Brasil.

Campeão da última edição da Liga Sul-Americana, o Botafogo tem o experiente Paulinho Boracini como protagonista. O armador, de 36 anos, tem a maior média de pontos da competição (26,3 por jogo) e foi eleito para a seleção de fevereiro do Brasileiro, montada pela Confederação Brasileira de Basquete (CBB), organizadora da competição. O comandante da formação ideal do último mês, por sua vez, foi o técnico do Osasco, João Ricardo. Outro destaque do time paulista é o armador argentino Santiago Ludeña, líder na média de assistências (7,5 por partida).

Outros quatro times completam a Conferência Gerson Victalino: os goianos Vila Nova/AEGB e Anápolis Vultures e os catarinenses BlackStar/Unisociesc e Blumenau/Flamengo. Na outra chave - Conferência Hélio Rubens - estão os paranaenses ADRM/Maringá, APVE/Londrina e Ponta Grossa; os catarinenses Brusque e Joinville, além do gaúcho União Corinthians.

Os dois primeiros de cada chave avançam direto às quartas de final do Brasileiro. Os demais disputam um playoff para definir mais quatro classificados.

O jogo entre Botafogo e Osasco estava marcado para o último dia 12 de fevereiro, no Ginásio Rio Vermelho, em Goiânia, sede do primeiro turno da Conferência Gerson Victalino, mas teve que ser adiado devido às fortes chuvas que caíram na capital goiana.

Na Conferência Hélio Rubens, a liderança é do Ponta Grossa com três vitórias, seguido por União Corinthians e Joinville, ambos com dois triunfos. Maringá e Brusque ganharam uma vez cada e o Londrina ainda está zerado. A chave foi interrompida após três rodadas devido a um decreto municipal da prefeitura de Ponta Grossa (PR), município que recebia o primeiro turno, que restringiu a prática de esportes coletivos na cidade. A CBB informou que as duas rodadas pendentes serão disputadas em Brusque (SC), onde já ocorreria o segundo turno do grupo.

Para evitar a disseminação do novo coronavírus (covid-19) a CBB tem realizado o torneio com sedes fixas para turno e returno, limitando o fluxo de pessoas. Os jogos ocorrem sem presença de público na arquibancada. Para estarem aptos a jogar, os atletas e as comissões técnicas têm de realizar o teste PCR e apresentar resultado negativo para a covid-19. Nos ginásios, há medição de temperatura na portaria e oferecimento de álcool em gel.

Comentar
Liderados por Marcus Tatá · 06/03/2021 - 09h28

Handebol: Brasil embarca neste sábado em busca da vaga olímpica


Compartilhar Tweet 1



A seleção brasileira masculina de handebol viaja neste sábado (06/03) para Montenegro, na Europa. O objetivo do grupo de 20 atletas liderados pelo técnico Marcus Tatá é conseguir uma das duas vagas aos Jogos Olímpicos de Tóquio no Qualificatório previsto para ocorrer entre os dias 12 e 14 deste mês. A equipe nacional está no quadrangular ao lado de Noruega, Chile e Coreia do Sul. "É um torneio muito difícil. O time da Coreia do Sul está treinando junto há muito tempo. O Chile acabou superando o Brasil no Pan-Americano de Lima. Só que, mesmo assim, acredito que o time da Noruega é o mais forte desses adversários. Então é um grupo muito complicado. Ainda mais quando se coloca uma vaga olímpica em cima da mesa. Está tudo muito aberto", disse o técnico Marcus Tatá à Agência Brasil.

Além do grupo do Brasil, outras oito seleções estarão na briga por mais quatro vagas em Tóquio. Duas seleções entre Tunísia, Portugal, França e Croácia. O terceiro grupo, também com duas vagas em disputa, tem Alemanha, Suécia, Eslovênia e Argélia. Além desses postos que ainda estão em disputa, Japão, Dinamarca, Argentina, Egito, Bahrein e Espanha já estão confirmados.


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Na Lagoa Rodrigo de Freitas · 06/03/2021 - 09h24 | Última atualização em 06/03/2021 - 09h38

Remo: Lucas Verthein vence seletiva e está na Olimpíada de Tóquio


Compartilhar Tweet 1



Na tarde desta sexta-feira (5), o remador Lucas Verthein, atleta do Botafogo, venceu o qualificatório olímpico na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro, e se garantiu o evento de Tóquio. Ele é o 181º atleta brasileiro a se classificar para a Olimpíada.

O carioca foi o mais veloz em todas as três provas do Pré-Olímpico no single skiff masculino. Na final, Verthein superou o chileno Felipe Cardenas Morales em uma chegada emocionante com uma diferença de pouco mais de um segundo. "Eu não tenho palavras para descrever como estou feliz. Eu treinei muito mesmo! Foi algo que meu treinador Paulo Vinicius me ensinou a não desistir. O ano passado foi difícil para mim e para todo mundo e foi complicado treinar. Eu não sabia se estaria aqui ou não. Mas mantive a fé. Quando consegui a vaga para esse pré-olímpico, fiquei muito feliz! O remo é um esporte maravilhoso, o Brasil precisa conhecer mais esse esporte”, festejou o atleta à equipe do Comitê Olímpico do Brasil (COB). O tempo dele na final desta sexta-feira (5) foi 7 min 24 seg.

Os outros brasileiros que foram para a água nesta sexta-feira conseguiram bons resultados, mas não fizeram o suficiente para estarem em Tóquio. No double skiff masculino, a dupla Emanuel Borges e Evaldo Becker acabou os 2.000 metros da prova na terceira colocação com a marca de 6 min 40 segundos. No double skiff feminino, Vanessa Cozzi e Isabelle Falck fizeram o segundo melhor tempo (7 min 34 segundos), ficando atrás somente das argentinas Milka Krajlev e Evelyn Silvestro.

Os atletas têm mais uma possibilidade de obterem a vaga na Olimpíada. Será no Qualificatório Mundial entre os dias 16 e 18 de maio na Suíça.

 


Fonte: Agência Brasil
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Neste sábado, às 18h, o Flamengo recebe o Macaé no Maracanã em partida válida pela 2ª rodada do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro. Depois da vitória por 1 a 0 sobre o Nova Iguaçu na estreia com uma equipe repleta de jovens, Maurício Souza, técnico do sub-20 do Flamengo e comandante do time nesses primeiros jogos da temporada, relacionou o atacante Michael. O ex-jogador do Goiás deve ser o mais experiente do time nesse jogo. Mas o meia Pepê e o volante Hugo Moura também estão concentrados e devem jogar logo mais. O volante Daniel Cabral que sofreu uma forte batida na região lombar na estreia do time está recuperado. Mas a tendência é que ele começa a partida no banco de reservas. Um provável Flamengo para o confronto desta tarde tem Gabriel Batista, Matheuzinho, Noga, Natan e Ramon; Hugo Moura, João Gomes e Pepê; Thiaguinho (Lázaro), Rodrigo Muniz e Michael.

Bruno Viana, zagueiro recém-contratado junto ao Sporting, de Portugal, ainda não pode jogar. O defensor teve uma lesão na mão. O grupo campeão brasileiro de 2020 ganhou 15 dias de folga depois de confirmar o título após a derrota para o São Paulo por 2 a 1 no dia 25 de fevereiro e só deve estar à disposição para o clássico contra o Fluminense no dia 14 de março no Maracanã.


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Perdeu de virada · 05/03/2021 - 11h58

Fluminense estreia com derrota no Campeonato Carioca


Compartilhar Tweet 1



O Fluminense estreou com derrota na edição 2021 do Campeonato Estadual. Com os titulares de férias, o Tricolor mandou a campo uma equipe alternativa para enfrentar o Resende no estádio do Maracanã na noite desta quinta-feira (4). O resultado foi uma derrota de 2 a 1 de virada.

Com o revés, o time das Laranjeiras ocupa a nona posição sem pontuar. Já o Resende assumiu a ponta da classificação com 3 pontos conquistados.

Gol anulado

O Fluminense começou a partida melhor, e conseguiu a primeira chance de marcar logo aos 3 minutos, em cobrança de falta de Miguel. Aos 8 minutos, o mesmo Miguel é derrubado por Jefferson após ficar cara a cara com o goleiro adversário, mas o árbitro manda o jogo seguir.

Aos 16 minutos, o Fluminense tem um gol anulado, quando Miguel, em cobrança de falta, levanta a bola na área, onde Caio Vinícius faz de cabeça. Porém, a arbitragem anula o gol afirmando haver impedimento.

A etapa final começa na mesma dinâmica, com domínio tricolor. E, logo no primeiro minuto, o volante André acerta chute no travessão.

Mas o Fluminense só consegue abrir o marcador aos 33 minutos, quando Raí cruza para Alexandre Jesus, que havia acabado de entrar, marcar de cabeça.

Porém, cinco minutos depois o Resende consegue empatar, quando Kaique aproveita sobra de bola para vencer o goleiro Pedro Rangel.

Com o empate, o Gigante do Vale se anima de vez e consegue o gol da virada já nos acréscimos da partida com Jefferson Ruan.


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Duelo na Neo Química Arena · 04/03/2021 - 09h08

Desfalcados e molhados, Corinthians e Palmeiras não saem do empate


Compartilhar Tweet 1



O primeiro Derby Paulistano pela temporada 2021 acabou empatado. Na noite desta quarta-feira (3), debaixo de muita chuva, Corinthians e Palmeiras ficaram no 2 a 2 na Neo Química Arena, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. Foi o primeiro clássico da edição deste ano do Estadual.

A partida marcou a estreia do Verdão na competição. No último fim de semana, quando o Paulistão teve início, o atual campeão da Libertadores disputou o primeiro jogo da final da Copa do Brasil de 2020, contra o Grêmio, em Porto Alegre. O Timão chegou ao segundo empate em dois jogos pelo torneio.

As duas equipes atuaram desfalcadas. O Corinthians sofre com um surto do novo coronavírus (covid-19) que infectou nove jogadores, entre eles alguns titulares, como o goleiro Cássio, os laterais Fagner e Fábio Santos e os volantes Gabriel e Ramiro. O Palmeiras, por sua vez, preocupa-se com a partida de volta diante dos gremistas, no domingo (7), às 18h (horário de Brasília), no Allianz Parque, e foi a campo com um time recheado de reservas.

Com dois pontos, o Timão lidera o Grupo A do Paulistão, mas pode ser ultrapassado por Santo André e Botafogo-SP, que ainda atuam pela segunda rodada. O Alvinegro volta a jogar no domingo, às 11h, contra a Ponte Preta, novamente em casa. O Palmeiras, com um ponto em um jogo, é o último do Grupo C. O duelo adiado contra o São Caetano, pela primeira rodada, está marcado para o próximo dia 11, às 19h, no Allianz Parque. Pela terceira rodada, o Verdão encara o São Bento no dia 17, às 19h, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP).

O primeiro tempo foi de domínio palmeirense, ao menos enquanto o gramado ainda não era castigado pela chuva. Logo aos quatro minutos, o volante Danilo aproveitou erro do meia Victor Cantillo e tocou para o meia Lucas Lima chutar na saída do goleiro Matheus Donelli. O Corinthians ainda tentou pressionar, mas, sem eficiência, cedeu espaços que o Verdão aproveitou. Aos 25 minutos, William cruzou pela esquerda e o também atacante Gabriel Silva apareceu na área para finalizar e ampliar, marcando seu primeiro no time profissional.

À medida que a chuva apertou, o Timão equilibrou o jogo. Aos 35 minutos, o zagueiro Jemerson levantou na área, o atacante Jô desviou de cabeça e a bola sobrou com Mateus Vital. O meia dominou e mandou para o gol. Na segunda etapa, logo aos dois minutos, o Corinthians chegou ao empate. O atacante Rodrigo Varanda, formado na base alvinegra, aproveitou cruzamento de Mateus Vital e concluiu na área, sendo mais um na noite a balançar as redes pela primeira vez como profissional. O Palmeiras ainda teve um gol anulado, de William, por impedimento.

Em outro jogo desta quarta-feira, o Red Bull Bragantino derrotou o São Caetano por 2 a 0 no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP). A partida começou atrasada devido a um apagão causado por uma forte chuva que caiu na cidade do ABC paulista. O meia Vitinho marcou duas vezes para o Massa Bruta, que lidera o Grupo C, o do Palmeiras, com quatro pontos. O Azulão, que estreou na competição, divide o terceiro lugar do Grupo D com o Guarani, ambos zerados e com um jogo realizado.

 


Fonte: Agência Brasil
Comentar
3ª posição do Grupo B · 04/03/2021 - 08h09

Copa do Nordeste: com gol de Bruno Melo, Fortaleza vence CRB


Compartilhar Tweet 1



Fortaleza e CRB encerraram a primeira rodada da edição 2021 da Copa do Nordeste nesta quarta-feira (3) na arena Castelão. E graças a um gol do lateral Bruno Melo, o Tricolor do Pici conseguiu a vitória.

Com este resultado, o Fortaleza fica na terceira posição do Grupo B da classificação com 3 pontos, enquanto o CRB é o sétimo do Grupo A, ainda sem pontuar.

Atuando em casa, o Tricolor logo assumiu o controle das ações, dominando a posse de bola e forçando o CRB a assumir uma postura recuada. O Galo só conseguia criar alguma coisa em jogadas de contra-ataque.

Mas o maior ímpeto ofensivo do Leão foi premiado aos 44 minutos da etapa inicial, quando Bruno Melo marcou de cabeça após cobrança de escanteio de Juninho.

Com a desvantagem no marcador, o CRB saiu mais para o jogo no segundo tempo, mas o Tricolor foi inteligente para segurar a vantagem no marcador até o final.


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Superou o rival por 1 a 0 · 04/03/2021 - 08h06

Avaí vence clássico antes de suspensão do Campeonato Catarinense


Compartilhar Tweet 1



O último jogo do Campeonato Catarinense antes da paralisação por causa do aumento dos casos do novo coronavírus (covid-19) no estado foi logo o clássico de Florianópolis, entre Avaí e Figueirense. Nesta quarta-feira (03), o Leão superou o rival por 1 a 0 na Ressacada e assumiu a liderança da competição, com duas vitórias em duas partidas. O Alvinegro, que aparece em quarto, sofreu a primeira derrota após três jogos.

O Avaí teve o controle das ações na maior parte do jogo. No primeiro tempo, a equipe da casa pecou na pontaria. Na melhor chance, o atacante Renato foi lançado na direita, invadiu a área e chutou na trave. O cenário não se alterou na etapa final, com a diferença de que o Leão, enfim, balançou as redes. Aos 13 minutos, o lateral Edilson cruzou pela direita e o atacante Getúlio, de cabeça, garantiu a vitória avaiana.

Na quarta rodada, o Avaí enfrentará o Brusque no estádio Augusto Bauer, em Brusque (SC), enquanto o Figueirense terá pela frente o Criciúma, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Os dois jogos estavam marcados para domingo (7), mas terão de ser reagendados, por conta da suspensão do torneio.

A terceira rodada do Catarinense teve outras três partidas nesta quarta-feira. O Juventus venceu o Hercílio Luz por 2 a 0 no estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC). Em casa, no estádio Domingos Lima, o Concórdia bateu o Brusque por 2 a 1. Já o Marcílio Dias recebeu o Próspera em Itajaí (SC), no estádio Gigantão das Avenidas, e ganhou por 2 a 0.

Os jogos entre Criciúma e Chapecoense, no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), e Metropolitano e Joinville, no Augusto Bauer, completam a terceira rodada. Os novos horários e datas dos confrontos ainda serão anunciados pela Federação Catarinense de Futebol (FCF).


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Primeiro jogo após cair · 04/03/2021 - 08h03

Meninos do Vasco tropeçam na Portuguesa-RJ pela estreia do Carioca


Compartilhar Tweet 1



Com um time recheado de garotos, sendo que o mais velho (o lateral Cayo Tenório) tinha apenas 22 anos, o Vasco tropeçou na estreia do Campeonato Carioca. Nesta quarta-feira (03/03), o Gigante da Colina, no primeiro jogo após o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro, recebeu a Portuguesa-RJ em São Januário e foi derrotado por 1 a 0.

Para o início do Estadual, o Cruzmaltino conta com 11 jogadores da base que integravam o time profissional no Brasileirão de 2020. Os demais estão de recesso. A eles, juntaram-se 20 atletas do sub-20, que é comandado por Diogo Siston. Ele, inclusive, é quem dirigiu o Vasco contra a Portuguesa. O novo técnico da equipe principal, Marcelo Cabo, acompanhou o jogo na arquibancada de São Januário.

Em um primeiro tempo de poucas emoções, a Lusa saiu na frente aos 31 minutos. Após cobrança de escanteio do meia Chay, o zagueiro Dilsinho abriu o placar, de cabeça. Na segunda etapa, as entradas do meia Matías Galarza e dos atacantes Figueiredo e Laranjeira melhoraram o Vasco, que passou a ter oportunidades, mas sem o capricho necessário para convertê-las em gol.

Ainda com uma equipe predominantemente jovem, o Vasco tem novo compromisso pelo Carioca no sábado (6), às 21h05 (horário de Brasília), contra o Volta Redonda, fora de casa, no estádio Raulino de Oliveira. No domingo (7), às 16h, a Portuguesa encara o Fluminense no Maracanã. Os duelos são válidos pela segunda rodada do Estadual.

Também nesta quarta-feira, pela rodada de abertura da competição, o Bangu derrotou o Macaé por 1 a 0 no estádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo (RJ). Em Volta Redonda (RJ), o time da casa ficou no 2 a 2 com o Madureira.


Fonte: Agência Brasil
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O Tricolor estreia no Campeonato Carioca contra o Resende, nesta quinta-feira (4), às 21h (horário de Brasília), no Maracanã. O duelo fecha a primeira rodada da competição, iniciada na última terça (03/03). Boa parte do time tricolor será de jogadores da equipe sub-23, sob o comando do auxiliar técnico Ailton.

O veterano Paulo Henrique Ganso e o jovem Miguel também devem entrar em campo ara mostrar que podem ser aproveitados na temporada.  Inicialmente programado para as 18h, o jogo teve o horário alterado para as 21h pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), em comunicado publicado na tarde de ontem (3).

O último título estadual do time das Laranjeiras foi obtido em 2012. Apesar do jejum de nove anos, os tricolores estão mais preocupados com a Copa Libertadores da América, competição que voltam a disputar depois de oito anos. O elenco principal já se apresentou ao treinador Roger Machado e todos aguardam o desfecho da Copa do Brasil no próximo domingo (7).

Se o Grêmio conquistar o título, o Fluminense já tem jogo semana que vem contra o Ayacucho, do Peru, pela etapa preliminar da Libertadores. Mas, a estreia do Tricolor no torneio continental pode ser só daqui a um mês, se o Verdão faturar o título no domingo (7). Os paulistas levaram o título da Libertadores 2020 - que já garante presença na edição deste ano - e a conquista a Copa do Brasil também dá direito à vaga direta na fase de grupos do torneio.  Portanto,  o Fluminense estrearia em abril na primeira fase da Libertadores, assim como os outros quatro primeiros colocados da série A do Campeonato Brasileiro. 

Fora das quatro linhas, a diretoria tricolor já acertou três reforços: o volante Wellington, o lateral Samuel Xavier e o zagueiro Rafael Ribeiro. O Fluminense ainda procura, pelo menos, dois reforços, em especial um atacante para poupar o já tarimbado artilheiro Fred.

O zagueiro David Duarte, do Goiás, também está na mira do Tricolor carioca para reforçar o grupo do técnico Roger Machado.


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Troca de refletores · 03/03/2021 - 17h58

Semel realiza melhorias no Estádio Lindolfo Monteiro


Compartilhar Tweet 1



A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Teresina (Semel) solicitou a troca e restabelecimento dos quatro refletores que estavam queimados no Estádio Lindolfo Monteiro.

A ação faz parte de uma série de melhorias que a secretaria tem implantando para qualificar o esporte em Teresina.

Além do estádio, várias estruturas do esporte na capital estão recebendo atenção especial da semel.

 

Comentar
Equipe piauiense lamentou · 03/03/2021 - 17h20 | Última atualização em 03/03/2021 - 17h24

Ex-técnico do Altos morre de Covid-19 em hospital de Manaus


Compartilhar Tweet 1



Morreu na manhã desta quarta-feira (3), o técnico Ruy Scarpino, aos 59 anos, de complicações da covid-19, em Manaus, onde estava internado desde domingo (28/02). Ele foi treinador do Altos em 2017 e atualmente comandava o Amazonas FC.

Em nota divulgada nas redes sociais, o Altos lamentou a morte de Scarpino e prestou condolências aos familiares e amigos.

Natural do Espírito Santo, Ruy ganhou a Série C do Brasileirão de 2003, o Campeonato Estadual e a Copa Paulista de 2002 pelo Ituano. O time de Itú deixou uma mensagem de solidariedade aos amigos e familiares nas redes sociais.

Scarpino foi tricampeão maranhense, primeiro com o Moto Club (em 2004 e 2016) e mais tarde com o Imperatriz (2019). Ele passou pelo Ceará, como técnico, em 2009, além de treinar em três oportunidades o Santo André. Todos os clubes publicaram notas de pesar nas redes sociais. O Santa Cruz, clube que Scarpino defendeu como goleiro na década de 1980, também lamentou a morte do ex-atleta.

 


Fonte: Com informações da Agência Brasil
Comentar
Rubro-Negro vai a três pontos · 03/03/2021 - 09h39

Com golaço no fim, Flamengo vence Nova Iguaçu em estreia no Carioca


Compartilhar Tweet 1



Com jovens da base em campo, o Flamengo estreou no Campeonato Carioca com vitória por 1 a 0 sobre o Nova Iguaçu, na noite desta terça-feira (2), no Maracanã. Max, com um golaço no último minuto, garantiu o triunfo.

Com o resultado, o Rubro-Negro vai a três pontos, enquanto a equipe da Baixada Fluminense permanece sem pontuar. Na próxima rodada, o Fla, mesmo visitante, encara o Macaé no Maracanã, enquanto o Nova Iguaçu recebe o Madureira.

Após a conquista do título do Brasileiro, que terminou na última quinta-feira, o elenco principal do Rubro-Negro ganhou uns dias de descanso e retorna às atividades apenas no dia 15 de março. Até lá, a equipe da Gávea vai utilizar o sub-20 e alguns nomes do elenco principal, como o zagueiro Bruno Viana, reforço para a temporada, o atacante Michael e o volante Hugo Moura, que voltou de empréstimo do Coritiba.

Apesar de usar a base, o Flamengo iniciou o Carioca com alguns rostos que a torcida já conhece. Natan e Noga formaram a dupla de zaga titular. No setor ofensivo, Lázaro e Muniz também iniciaram o duelo.

Mesmo que com jogadores da base, o técnico Maurício Souza, que é do sub-20 e está à beira do gramado neste começo de Estadual, buscou um esquema que fazia lembrar o utilizado por Rogério Ceni, principalmente na saída de bola. A equipe, por outro lado, não conseguia fazer uma transição mais sólida e faltava capricho nas finalizações.

O primeiro tempo terminou sem gols após um duelo sem grandes emoções. O Fla pecava ofensivamente. O Nova Iguaçu, por sua vez, buscava os avanços com toque de bola, mas sofria com a marcação adversária. A chance mais clara foi em um lance em que Muniz aproveitou falha da defesa, invadiu a área sozinho e tentou achar Lázaro, mas a jogada não avançou com sucesso.

Os times voltaram "buscando mais jogo". O Fla se manteve com maior presença no campo de ataque, mas o Nova Iguaçu preocupava um pouco mais nas tentativas de saídas em velocidade.

Os indícios, porém, não se confirmaram. O jogo permaneceu sem empolgar e os goleiros pouco trabalharam. O Fla quase abriu o placar em um cruzamento de Thiaguinho que Gilberto desviou e, por pouco, não fez contra.

Quando o jogo entrava na reta final, o Abuda chutou da intermediária uma bola "venenosa" e Gabriel Batista achou que a bola fosse para fora, fazendo o que é conhecido como "golpe de vista" na jogada. Porém, ela explodiu no travessão e, inclusive, assustou o goleiro. A zaga rubro-negra, atenta, conseguiu pegar o rebote.

Já nos acréscimos, Canela recebeu nas costas da defesa do Flamengo, na cara de Gabriel Batista. O goleiro, porém, conseguiu sair no pé do atacante para dividir e evitar o gol que poderia dar a vitória ao Nova Iguaçu.

No último minuto, após um boa troca de passes, Max recebeu na parte esquerda do ataque e acertou um belo chute. Ele pegou de primeira e mandou no ângulo esquerdo do goleiro Luis Henrique.

FLAMENGO
Gabriel Batista; Matheuzinho, Gabriel Noga, Natan e Ramon; João Gomes, Daniel Cabral (Max) e Yuri de Oliveira (Mateus Lima); Lázaro, Rodrigo Muniz e Thiaguinho (Gabriel Barros). T.: Maurício Souza

NOVA IGUAÇU
Luis Henrique; Digão, Mezenga, Gilberto e Rafinha; Abuda, Vinícius Matheus (Vandinho), Anderson Künzel (Dieguinho) e Yan (Luã); Raphael Carioca (Ezequiel) e Canela (Leonardo). T.: Carlos Vitor

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Juíza: Rejane Caetano da Silva
Cartões amarelos: João Gomes, Yuri de Oliveira (Flamengo); Yan, Mezenga (Nova Iguaçu)
Gols: Max, aos 48min do segundo tempo

Comentar
Nos pênaltis por 6 a 5 · 02/03/2021 - 11h14

Penarol conquista Amazonense, último estadual de 2020 a terminar


Compartilhar Tweet 1



Nesta segunda-feira, 1º de março de 2021, chegou ao fim o último campeonato estadual da temporada 2020, conturbada devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Na Arena da Amazônia, em Manaus, o Penarol, de Itacoatiara (AM), foi campeão amazonense ao derrotar o Manaus nos pênaltis por 6 a 5, após um empate por 1 a 1 no tempo normal. O Leão da Velha Serpa voltou a conquistar o torneio após nove temporadas, enquanto o Gavião do Norte perdeu a chance de chegar ao tetracampeonato.

O volante Ramon abriu o marcador para o Penarol logo aos dois minutos de jogo. O empate do Manaus veio aos 39 minutos, com o atacante Philip. O Gavião pressionou atrás do gol da virada, mas não conseguiu furar a retranca do Leão. Nos pênaltis, com o placar empatado em 5 a 5, o goleiro Pedro Henrique defendeu o sétimo chute dos manauaras, de Jackie Chan, e o também atacante João Lucas marcou o gol do terceiro título estadual do clube de Itacoatiara, cidade a 250 quilômetros da capital amazonense.

Ainda nesta segunda-feira, em Manaus, mas no estádio da Colina, o Fast Clube derrotou o São Raimundo por 1 a 0, gol do atacante Índio, na disputa do terceiro lugar. A vitória garantiu o Rolo Compressor como um dos clubes amazonenses na Série D do Campeonato Brasileiro de 2021. O outro será o Penarol, que também representará o estado na Copa do Brasil, ao lado do Manaus (que está na Série C nacional).

Imbróglio

Originalmente, o Barezão (como é conhecido o Estadual do Amazonas) de 2020 teve início em janeiro do ano passado. Em meio à pandemia, o torneio foi suspenso em março, durante o segundo turno, e posteriormente encerrado, causando um imbróglio para definição das vagas nas competições nacionais. A Federação Amazonense de Futebol (FAF), inicialmente, indicou as equipes de melhor campanha até aquele momento para representarem o estado na Série D (Amazonas e Penarol) e na Copa do Brasil (Manaus e Amazonas) de 2021.

Fast e Nacional não aceitaram os critérios e acionaram o Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD-AM). O caso foi parar no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que determinou a anulação daquele Estadual. Em dezembro, a federação convocou uma reunião para organizar um novo Barezão 2020, sem rebaixamento. A única ausência em relação aos times do torneio nulo foi o Princesa do Solimões, que alegou preocupação com o estágio da pandemia da covid-19 no estado e desistiu da disputa.


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Vitória magra po 1 a 0 · 02/03/2021 - 09h55

Garotos do Internacional superam Juventude na estreia do Estadual


Compartilhar Tweet 1



Mesmo com uma equipe formada por garotos, o Internacional iniciou muito bem o Campeonato Gaúcho, ao derrotar o Juventude por 1 a 0 na noite desta segunda-feira (1) em partira realizada no estádio do Beira Rio, em Porto Alegre.

Com o triunfo, o Colorado divide a segunda posição da classificação com Aimoré e Esportivo, todos com 3 pontos. Já o Juventude compartilha a nona posição com Brasil de Pelotas e São José.

Com uma equipe muito jovem, com atletas na faixa dos 20 anos, o Internacional apostou na velocidade e na imposição física desde o início do confronto, o que lhe permitiu chegar ao gol da vitória cedo. Aos 13 minutos Guilherme Pato venceu a defesa na velocidade e bateu rasteiro para superar o goleiro Marcelo Carné.

Aos 19 minutos Matheuzinho chegou a marcar pelo Juventude, mas o gol foi anulado após o juiz assinalar impedimento na jogada.

Depois, o jogo foi marcado pelo equilíbrio, e nenhuma das duas equipes conseguiu mudar novamente o placar. Assim, o Internacional conseguiu a vitória de 1 a 0 sobre o Juventude.

O Colorado volta a jogar pela competição na próxima quinta-feira (4), contra o Pelotas. No mesmo dia o Juventude mede forças com o São Luiz.


Fonte: Agência Brasil
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O Ceará, atual campeão da Copa do Nordeste, iniciou a nova edição da competição com um empate em 1 a 1 com o ABC, na noite desta segunda-feira (1º/03) no estádio Frasqueirão, em Natal (RN).

Após este resultado, o Vozão fica na segunda posição do Grupo A da classificação, com apenas 1 ponto. Já o Alvinegro Potiguar permaneceu na 5ª posição do Grupo B.

O jogo

Poucos dias após a disputa da última rodada da Série A, o Ceará não contava com vários jogadores titulares (entre eles o meia-atacante Vina), que estão de férias, e mandou a campo uma formação alternativa.

Talvez por isso, o ABC não teve dificuldades de abrir o marcador cedo. E, aos 12 minutos, Wallyson aproveitou rebote dado pelo goleiro Richard em chute de Denner para fazer 1 a 0.

Porém, ainda na etapa inicial, aos 33 minutos, o Vozão conseguiu empatar graças a gol de Saulo Mineiro, após confusão na área do ABC.

A partida continuou aberta até o apito final, mas o placar permaneceu inalterado.

Próximos compromissos

O próximo jogo do Ceará na Copa do Nordeste é sábado (6), quando recebe o Vitória no estádio do Castelão. Um dia depois, o ABC visita o Santa Cruz no estádio do Arruda.


Fonte: Agência Brasil
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Nos três principais campeonatos internacionais de monopostos (Fórmula E, Fórmula 1 e Fórmula Indy), apenas a primeira tem, atualmente, pilotos brasileiros garantidos em todas as etapas dos respectivos grids. Lucas Di Grassi e Sérgio Sette Câmara representam o país na categoria dos carros elétricos, cuja temporada 2021 começou nos dias 26 e 27 de fevereiro, com duas corridas em Al-Diriyah (Arábia Saudita).

Di Grassi é o mais experiente (e não apenas porque é 14 anos mais velho que Sette Câmara). O paulista de 36 anos, da equipe Audi, disputa a Fórmula E desde a temporada inaugural, em 2014, e venceu a primeira corrida da história da categoria. É o piloto com mais provas (71) no campeonato e o segundo que mais etapas ganhou (10, três a menos que o suíço Sébastien Buemi). Foi, ainda, campeão na edição 2016/2017, vice duas vezes (2015/2016 e 2017/2018) e terceiro em mais duas ocasiões (2014/2015 e 2018/2019).

Seis etapas estão marcadas até junho e outras seis aguardam a confirmação da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). O cenário de indefinição se deve à pandemia do novo coronavírus (covid-19), que, na temporada passada, após as quatro primeiras provas, teve as últimas seis corridas realizadas em uma maratona de oito dias no aeroporto de Tempelhof, em Berlim (Alemanha).

“[2020] foi um ano muito atípico e não é de praxe a Fórmula E fazer tantas provas em um único local. Foi bem estressante e diferente, pois dava para melhorar o carro dia após dia. Mas foi algo que não condiz com a realidade. Estávamos há praticamente um ano sem uma corrida normal. A última tinha sido em Marrakesh [Marrocos, em 29 de fevereiro do ano passado]”, comentou Di Grassi à Agência Brasil.

A edição deste ano também fugirá à normalidade. A quarta etapa (24 de abril) está marcada para Valência (Espanha). Será a primeira vez que a Fórmula E, tradicionalmente disputada em pistas de rua, de menor velocidade, terá uma corrida em um circuito tradicional (Ricardo Tormo), que recebeu a pré-temporada da categoria em 2017. Segundo a FIA, o percurso terá “uma configuração desenhada especialmente” para a categoria.

Para Di Grassi, a prova espanhola, que substituirá a etapa de Paris (França), cancelada devido à pandemia, deverá ser uma das mais imprevisíveis de 2021: “Veículos como um Fórmula E, um Fórmula 1 ou um Fórmula Indy são desenhados com características específicas para determinada pista. O da Fórmula E foi desenhado para pistas de rua. Nosso pneu é supermole, serve para piso seco ou molhado, foi desenvolvido para energias baixas, velocidades reduzidas, como a Fórmula 1 usa em Mônaco. Nosso pneu é assim o ano inteiro, então, em uma pista de alta velocidade, ele [pneu supermole] derrete como chiclete”, explicou o piloto.

“O trem de força [de um veículo de Fórmula E] foi desenhado para, no máximo, 250 quilômetros por hora. Em pistas maiores, o carro pode chegar a 300 quilômetros por hora. Há uma série de dificuldades técnicas porque o calendário inicial não levava em conta pistas tradicionais. Então, faz diferença, não é algo que foi planejado no desenvolvimento inicial do carro. Mas não há muito o que fazer. A Fórmula E tem feito o melhor para contornar essa pandemia”, completou o brasileiro.

Após duas etapas, Di Grassi aparece na 14ª posição do campeonato, com seis pontos, após um nono e um oitavo lugar, respectivamente. Sette Câmara, da equipe Dragon Penske, está em nono, com 12 pontos, somados com a quarta colocação na segunda corrida em Al-Diriyah (na primeira, ficou em 20º). O neerlandês Nyck de Vries (Mercedes), com 32 pontos (uma vitória) lidera, seguido pelo britânico Sam Bird (Jaguar), com 25 pontos (e também um triunfo).

Mais Brasil

Se atualmente está em baixa nas principais categorias do automobilismo internacional, sem representantes fixos na Fórmula 1 desde 2017 e com Tony Kanaan e Hélio Castroneves confirmados em apenas cinco das 17 etapas da Fórmula Indy em 2021, o Brasil segue 100% presente na Fórmula E. O país teve ao menos dois representantes em cada uma das sete temporadas (contando com a atual). Na edição de 2018/2019, quatro brasileiros chegaram a fazer parte do grid. O primeiro campeão da categoria foi Nelsinho Piquet (2013/2014).

“O automobilismo é muito complexo. Requer talentos individuais e temos bons nomes mundo afora. Temos [Gianluca] Petecof, [Felipe] Drugovich [ambos na Fórmula 2], [Pietro] Fittipaldi [piloto reserva da equipe Haas na Fórmula 1 e que disputou duas provas no fim da última temporada] surgindo. Temos os já estabelecidos, como o Pipo [Derani, que disputará o Mundial de Endurance em 2021], o próprio Tony, o Helinho, que acabou de vencer [as 24 horas de] Daytona [tradicional evento de carros esportivos]”, enumerou Di Grassi.

“Mas a falta de brasileiros nas categorias tops mostra que o automobilismo não é algo que simplesmente acontece no Brasil. É resultado de infraestrutura, investimento e planejamento, desde o kartismo, do longo prazo. É igual à educação, de forma geral. Você não pode pegar um [único] mandato de um presidente e organizar [toda] a educação no Brasil. Não funciona assim. O brasileiro pensa no curto, no curtíssimo prazo. Precisa ter categoria de base, autódromos, eventos nacionais, kartismo forte”, concluiu o paulista.


Fonte: Agência Brasil
Comentar