Compartilhar Tweet 1



Triunfo verde e amarelo no penúltimo jogo preparatório para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020! Na tarde desta sexta-feira (11/06), a Seleção Feminina foi soberana no Estádio Cartagonova, na Espanha, dominou a Rússia do início ao fim e venceu por 3 a 0, com gols de Bruna Benites (2x) e Andressa Alves. Focadas nas Olimpíadas, as meninas do Brasil voltam a campo na segunda-feira (14), às 16h, contra o Canadá, em duelo que encerra o período de preparação das comandadas de Pia Sundhage.  

O jogo

O Brasil teve amplo domínio na etapa inicial em Cartagena. Forte na marcação e com maior posse de bola, a Seleção Feminina desceu para o intervalo vencendo por 1 a 0 e sem sofrer perigo das adversárias. Explorando o lado direito da defesa russa com as investidas da lateral Tamires, Debinha, aos nove, e Bia Zaneratto, aos 11, quase abriram o placar no Estádio Cartagonova.

Muito à vontade em campo e trocando passes com facilidade, a Seleção conseguiu, aos poucos, abrir espaços na defesa da Rússia. Na marca dos 27, a goleira Grichenko evitou o que seria o primeiro gol do Brasil ao praticar três defesas consecutivas. A última, uma bomba de Rafaelle dentro da área. 

Só que o gol verde e amarelo foi, de fato, questão de tempo. Aos 41 minutos, Andressinha cobrou escanteio pela esquerda, Ludmila desviou na primeira trave e Bruna Benites completou de cabeça para o fundo das redes. 

A Canarinho seguiu com a mesma postura na etapa final. Logo aos sete, após bate rebate na área da Rússia, a bola sobrou para Debinha chutar de primeira e tirar tinta da trave. Dez minutos depois, Marta fez linda jogada individual, deixou duas marcadoras para trás e chutou também rente à trave.

E a bola aérea brasileira mostrou-se novamente letal. Andressa Alves cobrou escanteio aos 18 minutos, Bruna Benites cabeceou no canto esquerdo para fazer o segundo dela e da Canarinho na partida.

Mesmo administrando o jogo de forma mais branda, as brasileiras queriam mais. Aos 35, Andressa Alves fez linda jogada individual pela esquerda, invadiu a área e cruzou rasteiro. A zaga cortou, mas Andressa Alves ficou com o rebote e mandou para o gol, fechando a conta na Espanha.

Brasil: Bárbara; Letícia Santos (Poliana), Bruna Benites, Rafaelle e Tamires (Jucinara); Formiga (Júlia), Andressinha, Debinha e Marta (Andressa Alves); Ludmila (Giovanna) e Bia Zaneratto (Adriana)


Fonte: CBF
Comentar
Preparação para olimpíadas · 11/06/2021 - 15h19

Seleção Feminina enfrenta a Rússia com transmissão ao vivo


Compartilhar Tweet 1



Seleção brasileira feminina de futebol entra em campo nesta sexta-feira (11/06) no Estádio Cartagonova  em Cartegena (Espanha) as 16h00 de Brasília.

A partida contra a Rússia será a penúltima oportunidade que a técnica Pia Sundhage  terá para observar atletas antes da lista final para as olimpíadas de Tóquio.

A Seleção vai a campo com: Bárbara; Letícia Santos, Bruna Benites, Rafaelle e Tamires; Andressinha, Formiga, Marta e Debinha; Bia Zaneratto e Ludmila.

O jogo será transmitido pela Rede Globo, site da CBF e pelo Desimpedidos.


Fonte: CBF
Comentar
Mengão em vantagem · 11/06/2021 - 08h22 | Última atualização em 11/06/2021 - 19h07

Flamengo estreia na Copa Intelbras do Brasil com vitória diante do Coritiba


Compartilhar Tweet 1



Nesta quinta-feira (10/06), Coritiba e Flamengo disputaram o primeiro jogo válido pela terceira fase da Copa Intelbras do Brasil. No Couto Pereira, o Rubro-Negro carioca estreou na competição vencendo os donos da casa por 1 a 0, com gol de Rodrigo Muniz.

Com o resultado, os cariocas vão para o jogo da volta – marcado para a próxima quarta-feira (16/06), no Maracanã – com a vantagem do empate para ficar com a vaga nas oitavas de final. Para avançar, o Coxa precisa ganhar por dois gols de diferença ou igualar o saldo de gols para levar a decisão para os pênaltis.

O jogo

Jogando fora de casa, o Flamengo não se intimidou diante do Coritiba e dominou completamente as ações no primeiro tempo da partida no Couto Pereira. Sem dar espaços ao Coxa, a equipe rubro-negra quase inaugurou o placar aos quatro minutos, quando Diego mandou uma bomba de longe e obrigou o goleiro Wilson a fazer grande defesa. Depois, as principais jogadas pelo lado direito, com Matheuzinho acionando Rodrigo Muniz. Em uma das chegadas, aos 11, o centroavante recebeu cruzamento do lateral e quase inaugurou o placar de cabeça, mas Wilson fez a defesa. Os visitantes seguiram pressionando e balançaram as redes quando o relógio marcava 15. Vitinho cobrou escanteio da esquerda, e Rodrigo Muniz ganhou no alto para desviar de cabeça para o fundo do gol: 1 a 0.

Atrás no placar, o Coritiba voltou para o segundo tempo mais ofensivo. Logo nos primeiros minutos, Wagninho, Val e Dalberto finalizaram a gol. O Flamengo, que desacelerou um pouco, levou perigo em chutes de Diego, Vitinho e Everton Ribeiro, que mandaram para fora. Em vantagem, o Rubro-Negro seguiu administrando o resultado positivo até o apito final e garantiu o triunfo no primeiro confronto da terceira fase da competição.

 


Fonte: CBF
Comentar
Terceira Fase da competição · 10/06/2021 - 15h47

Flamengo encerra preparação para a estreia na Copa do Brasil


Compartilhar Tweet 1



Nesta quarta-feira (09/06), o Flamengo realizou o último treino no Ninho do Urubu visando a estreia na Copa do Brasil 2021, que acontece logo mais as 19h00  contra o Coritiba, no Estádio Couto Pereira. Este será o confronto de ida da Terceira Fase da competição.

Durante a manhã, o técnico Mauricio Souza comandou uma atividade tática com o elenco rubro-negro. Vale lembrar que Rogério Ceni testou positivo para Covid-19 e cumpre período de quarentena.

A novidade na lista dos relacionados ficou por conta da presença do lateral-direito Rodinei, que retornou de empréstimo ao Mais Querido e fará sua reestreia com o Manto. A delegação rubro-negra embarcou para Curitiba-PR no final da tarde..

Em função do desgaste nos jogos da Seleção Olímpica e da longa viagem, a comissão técnica decidiu não relacionar Gerson e Pedro, que seguem para o Rio de Janeiro, assim como Rodrigo Caio.

Esta será a 60ª partida entre Flamengo e Coritiba, sendo a sétima vez que os clubes se enfrentarão pela Copa do Brasil. Nos seis confrontos anteriores foram duas vitórias para cada lado e dois empates. Nos gols marcados, nova igualdade: 8 a 8.

Confira os relacionados para o jogo:

    Flamengo.com.br

 


Fonte: Flamengo.com.br
Comentar
Copa do Mundo da Rússia · 10/06/2021 - 11h34 | Última atualização em 10/06/2021 - 11h54

Beach soccer: seleção inicia preparação para eliminatórias da copa do mundo


Compartilhar Tweet 1



A seleção brasileira de beach soccer iniciou sua preparação  para as Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo da Rússia na terça-feira (08/06). Com um dia de trabalhos em dois períodos, os 11 jogadores que se apresentaram inicialmente suaram a camisa.

O dia começou com todos os atletas e staff da seleção fazendo teste rápido de Covid, sem nenhum resultado positivo. Logo em seguida, o técnico Gilberto Costa conversou com o grupo e reforçou a responsabilidade que é para cada um deles vestir a camisa mais vencedora da história do esporte (5 vezes).

Em seguida, o preparador físico Fábio Costa assumiu o comando e botou todo mundo para suar com trabalhos de força, equilíbrio e potência.

O período da tarde foi de reencontro com a bola. Sob o olhar de Gilberto Costa, o auxiliar técnico Juninho fez um treino de finalizações, onde os jogadores mostraram que os pés estão afiados.

Nesta quarta-feira (09/06) a seleção voltou aos treinos, na parte da manhã, às 8h00.

As eliminatórias sul-americanas serão disputadas de 26 de junho a 4 de julho, no parque olímpico da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.


Fonte: CBSB
Comentar
Estreia olímpica em Tóquio · 10/06/2021 - 10h56 | Última atualização em 10/06/2021 - 11h14

Basquete: Departamento de 3x3 projeta Campeonato Brasileiro no segundo semestre de 2021


Compartilhar Tweet 1



A boa campanha da Seleção Brasileira masculina de basquete 3x3 não foi à toa. Nos últimos anos, o Departamento de 3x3 da Confederação Brasileira vem trabalhando intensamente para popularizar o esporte no Brasil. A modalidade, que estreia em Tóquio 2020 no programa olímpico, também faz parte dos Jogos Escolares no Rio de Janeiro, teve clínicas durante os Jogos Escolares da Juventude, junto ao Time Brasil, está nos Campeonatos Brasileiros Interclubes de Base, junto ao CBC, fechou recente parceria com a NBA School e já conta com um Campeonato Brasileiro.

Para 2021, a CBB trabalha com a realização do calendário a partir do segundo semestre para o torneio nas categorias sub-18, sub-23 e adulto, masculino e feminino. Observando a pandemia e a sequência de vacinação no Brasil com a posterior liberação das cidades para eventos, a ideia é trabalhar as competições a partir de agosto/setembro, primeiro com a realização das etapas estaduais com classificação para os regionais (São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Brasília, Recife e Manaus) e posterior classificação regional para a etapa final. Os times que subirem ao pódio, de todas as categorias e naipe, seus atletas terão o direito de pleitearem à Bolsa Atleta.

- Tenho certeza que nossa participação no Pré-Olímpico 3x3, com grandes jogos e vitórias, motivou ainda mais federações estaduais e clubes que construíram seus departamentos de 3x3. E também muitos que surgirão após a Olimpíada de Tóquio. O Campeonato Brasileiro terá etapas em várias regiões do país e promete muito - garante Francisco Oliveira, Gerente de Desenvolvimento do 3x3 na CBB.

Coordenadora de eventos 3x3 da CBB, Andréa Domingos falou sobre a expectativa para a sequência do ano.

- Essa semana tivemos uma reunião a fim de ajustarmos o calendário. Ao avaliar o cenário da maioria dos Estados com relação a pandemia percebemos o óbvio: ainda não há uma boa perspectiva quanto a podermos executar as etapas dos regionais a partir dos meses de junho/julho como era nossa intenção. Desta forma, vamos monitorar para tentar a realização do calendário dos regionais em agosto/setembro. Aproveito também para lembrar a todos que continuamos à disposição para auxiliá-los em qualquer necessidade que surja com relação ao desenvolvimento do 3x3, sobretudo prestar auxílio as federações que já tem planejado, ou já estão executando, seus campeonatos Estaduais de 3x3 pelo e-mail: basquete3x3@basquetebrasil.org.br - explica Andréa.


Fonte: CBB
Comentar
CRB vence Palmeiras no Allianz · 10/06/2021 - 07h43

CRB-AL ELIMINA O PALMEIRAS NOS PÊNALTIS E AVANÇA NA COPA DO BRASIL


Compartilhar Tweet 1



Com emoção até o fim! Nesta quarta-feira (09/06), o CRB-AL se classificou às oitavas de final da Copa Intelbras do Brasil ao eliminar o Palmeiras, em pleno Allianz Parque. Após perder o jogo de ida da terceira fase por 1 a 0, o Galo devolveu o placar no tempo normal e levou a decisão para os pênaltis. Nas cobranças, brilhou a estrela do goleiro Diogo Silva, que defendeu três batidas e ainda converteu uma para garantir o triunfo por 4 a 3.

O jogo

A partida começou movimentada no Allianz Parque. Após a vitória por 1 a 0 no jogo de ida, o Palmeiras teve boa chance de ampliar a vantagem logo aos quatro minutos de bola rolando. Rony cruzou da direita para Wesley, que desviou de letra e parou em boa defesa de Diogo Silva. O CRB, no lance seguinte, balançou as redes e manteve viva a chance de avançar na competição. Diego Torres avançou pelo meio e deu assistência na medida para Ewandro finalizar na saída de Weverton: 1 a 0.

Com o placar agregado empatado, o Verdão partiu para cima em busca de um gol. Gustavo Scarpa teve chance em cobrança de falta e em chute de fora da área, sem sucesso. Rony finalizou com muito perigo, mas viu Gum salvar o lance em cima da linha. E, já nos acréscimos, Raphael Veiga arriscou de longe e obrigou Diogo Silva a fazer boa defesa para manter a vantagem do Galo.

Na volta do intervalo, o Palmeiras seguiu pressionando, enquanto o CRB apertou a marcação e segurou as investidas dos donos da casa. Logo no primeiro minuto, Luiz Adriano quase empatou, mas foi parado em boa defesa de Diogo Silva. Em outra oportunidade, aos 33, Breno Lopes completou cruzamento de Wesley da esquerda e viu o goleiro do Galo defender de novo. Sem mais bolas na rede, a decisão foi para os pênaltis.


Fonte: Cbf
Comentar
O Brasil estreia no dia 13 · 10/06/2021 - 07h17 | Última atualização em 10/06/2021 - 13h21

Definidos os 24 convocados da Seleção para disputa da Copa América 2021


Compartilhar Tweet 1



A Seleção Brasileira está convocada para a Copa América 2021. Nesta quarta-feira (09/06), o técnico Tite oficializou a lista dos 24 jogadores que defenderão o título da Seleção nas próximas semanas.

A convocação manteve o grupo selecionado por Tite para a disputa das últimas duas partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022, contra Equador e Paraguai. A única diferença se dá pela ausência do zagueiro Rodrigo Caio, que foi chamado para substituir Thiago Silva nos dois jogos.

Os jogadores se apresentam de volta à Seleção Brasileira para a Copa América na próxima sexta-feira (11/06), em São Paulo. O Brasil estreia no dia 13 contra a Venezuela, na Arena Mané Garrincha, em Brasília.

Confira a lista:         

GOLEIROS

Alisson - Liverpool (ING)

Ederson - Manchester City (ING)

Weverton - Palmeiras

LATERAIS

Alex Sandro - Juventus (ITA)

Danilo - Juventus (ITA)

Emerson - Barcelona (ESP)

Renan Lodi - Atlético de Madrid (ESP)

ZAGUEIROS

Éder Militão - Real Madrid (ESP)

Felipe - Atlético de Madrid (ESP)

Marquinhos - Paris Saint-Germain (FRA)

Thiago Silva - Chelsea (ING)

MEIO-CAMPISTAS

Casemiro - Real Madrid (ESP)

Douglas Luiz - Aston Villa (ING)

Everton Ribeiro - Flamengo

Fabinho - Liverpool (ING)

Fred - Manchester United (ING)

Lucas Paquetá - Lyon (FRA)

ATACANTES

Everton - Benfica (POR)

Gabriel Barbosa - Flamengo

Gabriel Jesus - Manchester City (ING)

Neymar Jr. - Paris Saint-Germain (FRA)

Richarlison - Everton (ING)

Roberto Firmino - Liverpool (ING)

Vini Jr - Real Madrid (ESP)

 

 

 


Fonte: Cbf
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Não é de hoje que Ederson se destaca por jogar com os pés e com as mãos. Das duas formas, o goleiro foi importante na vitória da Seleção Brasileira sobre o Paraguai por 2 a 0, nesta terça-feira (08/06), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022.

    Lucas Figueiredo/CBF

Seguro durante a partida, Ederson teve seu momento de destaque logo aos seis minutos do primeiro tempo. O Brasil havia inaugurado o placar com Neymar e, em uma resposta imediata do Paraguai, o goleiro precisou mostrar que estava com o reflexo em dia. Após jogada pela direita, a zaga brasileira afastou e Alderete emendou um chutaço da entrada da área, que iria morrer no ângulo, não fosse o tempo de reação de Ederson, que voou para fazer a defesa.

"O Danilo tirou a bola para o meio, o jogador bateu com força. Eu me preparei porque, pela forma que vi a corrida dele, vi que ia bater. Ele foi feliz em acertar um belo chute, eu também pude ser feliz com a defesa. São coisas que acontecem na partida, poderia ter sido gol, como não", relembrou Ederson à CBF TV.

Durante o confronto, o goleiro também foi acionado para ajudar o Brasil a sair jogando. Conhecido por participar da construção ofensiva do Manchester City, Ederson mostrou todo seu arsenal a favor do ataque brasileiro, seja com ligações diretas aos homens de ataque ou com passes entre as linhas da pressão alta do Paraguai.

"É uma característica que tenho, hoje pude usá-la bem. Depende do momento dos jogos. Normalmente eu procuro segurar mais a bola, esperar o adversário tomar a decisão para depois tomar a minha. É continuar trabalhando, o time foi bem nas opções de passe hoje", comentou.

Por fim, o goleiro destacou as dificuldades apresentadas na partida de hoje. Diante de um adversário que não perdia para a Seleção dentro de casa há 35 anos, o Brasil soube fazer seu jogo e superar as adversidades no Defensores del Chaco.

"Jogamos contra uma equipe muito difícil, em um gramado pesado, uma noite muito abafada, alguns jogadores sentiram bastante. Isso é normal, por estar vindo de fim de temporada. Mas quero dar os parabéns a equipe pelo belo desempenho, pelos três pontos e por continuar com a invencibilidade no torneio", completou.

Com a vitória por 2 a 0 sobre o Paraguai, o Brasil é líder das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022, com 18 pontos conquistados em seis jogos.


Fonte: CBF
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Roberto Firmino sabia que a Seleção Brasileira não teria vida fácil contra o Paraguai. Titular na vitória por 2 a 0, o  atacante, que completou 50 partidas pelo Brasil nesta terça-feira (08/06), destacou o triunfo, que quebrou um tabu de mais de 35 anos sem vencer os paraguaios fora de casa.

    Lucas Figueiredo/CBF

"Era um jogo difícil hoje contra o Paraguai. Sabíamos que seria um jogo difícil, fazia tempo que a Seleção não ganhava aqui. Sair com os três pontos daqui, com a garra que a gente teve durante o jogo é muito importante. A equipe toda está de parabéns, vamos por mais", comentou à CBF TV.

Firmino entrou durante o jogo contra o Equador, na última sexta-feira, e começou jogando diante do Paraguai. Com essas duas participações, o atacante do Liverpool chegou a 50 jogos vestindo a camisa da Seleção Brasileira. Um feito que enche o alagoano de orgulho e o motiva a seguir trabalhando por seus objetivos com a Amarelinha.

"É incrível, muito honrado, glória a Deus por isso. Muito honrado por ter feito 50 jogos com a camisa da Seleção, defendendo a minha pátria, é muito gratificante mesmo. Espero que venham mais jogos e que eu possa fazer história com essa camisa", comemorou.

Com a vitória por 2 a 0 sobre o Paraguai, o Brasil é líder das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022, com 18 pontos conquistados em seis jogos.


Fonte: CBF
Comentar
Neymar e Paquetá marcam · 09/06/2021 - 06h33

Brasil quebra tabu de 35 anos e vence Paraguai pelas Eliminatórias


Compartilhar Tweet 1



A seleção brasileira voltou a derrotar o Paraguai fora de casa após 35 anos. Nesta terça-feira (8), os comandados de Tite superaram os anfitriões por 2 a 0 no estádio Defensores del Chaco, na capital paraguaia Assunção, pela oitava rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar, em 2022.

    © Lucas Figueiredo/CBF/Direitos Reservados

O Brasil foi a 18 pontos em seis partidas, na ponta das eliminatórias, seis pontos a frente da vice-líder Argentina. Os quatro primeiros colocados vão direto à Copa do Mundo, enquanto o quinto disputará uma repescagem mundial. Os jogos válidos pela quinta e sexta rodadas do classificatório haviam sido adiados (e ainda não remarcados) devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Tite promoveu mudanças na equipe que superou o Equador por 2 a 0 no Beira-Rio, em Porto Alegre, na última sexta-feira (4). No gol, Ederson assumiu o lugar de Alisson. O meia Lucas Paquetá saiu para o atacante Roberto Firmino sair jogando. Também na frente, Gabriel Jesus foi utilizado na vaga que, no jogo anterior, foi de Gabriel Barbosa.

Os brasileiros precisaram de três minutos para saírem na frente. Lançado pelo lateral Danilo, Gabriel Jesus subiu na direita e cruzou. A bola sobrou para o também atacante Neymar, quase na pequena área, concluir para o gol. Os paraguaios tentaram reagir, mas a melhor oportunidade foi um chute de fora da área do zagueiro Omar Alderete, aos sete minutos, que explodiu no travessão. O escrete canarinho teve oportunidades para ampliar. Nos acréscimos da etapa inicial, o atacante Richarlison balançou as redes, mas em posição de impedimento - o lance foi anulado.

No segundo tempo, o Brasil encontrou mais dificuldades para entrar na área paraguaia. Mesmo assim, criou oportunidades. Aos nove minutos, após escanteio batido por Neymar na direita, o zagueiro Marquinhos cabeceou rente à trave direita. Aos 18, Gabriel Jesus tomou a bola na intermediária e abriu para Neymar na área, pela esquerda. O camisa 10 arrematou cruzado, também muito próximo à trave dos anfitriões.

Aos poucos, o Paraguai foi tomando o controle das ações ofensivas, dificultando a saída de bola brasileira, mas sem criar chances realmente claras. Na melhor delas, aos 41 minutos, o lateral Alberto Espínola teve a chance do empate em uma bola que sobrou na área pela direita, mas parou em Ederson. No contra-ataque, o Brasil liquidou a partida. Nos acréscimos, Neymar avançou pelo meio e rolou na direita para Lucas Paquetá, da entrada da área, chutar cruzado, de primeira, no canto do goleiro Antony Silva, fechando o placar.

O próximo compromisso do Brasil será a Copa América. A estreia é domingo (13), às 18h (horário de Brasília), diante da Venezuela, no Mané Garrincha, em Brasília. A seleção de Tite está no Grupo B da competição, ao lado de Colômbia, Equador e Peru.


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Copa do Brasil · 08/06/2021 - 21h19 | Última atualização em 08/06/2021 - 21h21

Vídeo: São Paulo flerta com o vexame, mas faz 9 a 1 no 4 de Julho de Piripiri


Compartilhar Tweet 1



Após sair atrás com 30 segundos de jogo e flertar com uma eliminação histórica, o São Paulo conseguiu reagir ao susto e goleou o 4 de Julho-PI por 9 a 1, nesta terça-feira (8), no Morumbi, pela terceira fase da Copa do Brasil.

O triunfo piauiense por 3 a 2 na semana passada ligou o sinal de alerta na equipe tricolor, que havia escalado reservas em Teresina com a ideia de conseguir um resultado confortável para o jogo de volta, no qual Hernán Crespo provavelmente optaria, de novo, por utilizar um time alternativo.

Mas a possibilidade de cair na Copa do Brasil para um clube da Série D do Campeonato Brasileiro, aliado ao mau início no Nacional, forçou o técnico são-paulino a colocar força máxima no Morumbi.

Além de afastar a possibilidade de um vexame em casa e de garantir a classificação, o torcedor pôde celebrar os três gols de Pablo, que completou 100 jogos pelo São Paulo, e a boa estreia como titular do argentino Emiliano Rigoni.

Ala pela direita nesta terça, Rigoni, que havia atuado por alguns minutos na derrota do fim de semana para o Atlético-GO, pelo Brasileiro, anotou um gol e deu uma assistência na goleada da equipe.

Encantados com o palco do confronto, jogadores do 4 de Julho tiraram fotos do estádio antes de a bola rolar. O centroavante Dudu Beberibe, inclusive, é torcedor do São Paulo. O que não o impediu, porém, de balançar as redes do time do coração.

Ainda nos primeiros movimentos da partida, Reinaldo errou um passe bobo na altura do meio de campo e deu início ao contra-ataque dos piauienses. Na tentativa de cortar um avanço rival, Léo desviou e a bola caiu no pé de Beberibe, que invadiu a área e superou Tiago Volpi para abrir o placar. Na comemoração, se emocionou.

Com a vantagem, a equipe de Fernando Tonet baixou as linhas e buscou se fechar atrás. O lateral Edy, em chute de fora da área, quase ampliou para os visitantes.

Não demorou, contudo, para que o São Paulo tomasse conta do jogo e o 4 de Julho mostrasse suas deficiências. Aos 30, Luciano, Pablo e Gabriel Sara já haviam marcado, concretizando uma virada suficiente para que o time garantisse um lugar na próxima fase.

Os gols de Luciano e Sara saíram em jogadas pelo alto, justamente a arma que possibilitou aos piauienses o triunfo na semana passada, quando marcaram três vezes na bola aérea para bater os paulistas.

Pablo, em sua 100ª apresentação com a camisa do clube do Morumbi, ainda marcou mais dois na etapa final -são nove na temporada para o centroavante são-paulino. Rigoni, autor da assistência para Gabriel Sara, também deixou o seu, assim como Bruno Alves, Chico Bala (contra) e Luciano, que completaram o 9 a 1.

Além da classificação às oitavas de final da Copa do Brasil, o São Paulo encerrou uma sequência de três jogos sem vencer. O próximo desafio é conquistar o primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro. Em duas rodadas, a equipe tem apenas um ponto.

No próximo domingo (13), os comandados de Crespo visitam o Atlético-MG, em Belo Horizonte, pela terceira rodada do Nacional.

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Bruno Alves, Miranda e Léo; Rigoni (Igor Gomes), Rodrigo Nestor (Shaylon), Gabriel Sara (Rojas), Luciano e Reinaldo (Wellington); Eder (Igor Vinícius) e Pablo. T.: Hernán Crespo

4 DE JULHO
Jailson; Edy (André), Gilmar Bahia, Marcelo e Chico Bala; Vitor Recife (Cinelton), Rômulo (Caio César), Esquerdinha (Lucas Pederzoli) e Hiltinho; Dudu Beberibe (Etinho) e Ítalo Pica-Pau. T.: Fernando Tonet

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)
Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Brigida Cirilo Ferreira (AL)
Cartões amarelos: Bruno Alves, Miranda e Rodrigo Nestor (SAO)
Gols: Dudu Beberibe (JUL), aos 30s, Luciano (SAO), aos 16', Pablo (SAO), aos 22', e Gabriel Sara (SAO), aos 30'/1ºT; Pablo (SAO), aos 10' e aos 38', Rigoni (SAO), aos 16', Bruno Alves (SAO), aos 20', Chico Bala (contra, SAO), aos 28', e Luciano (SAO), aos 44'/2ºT

Comentar
adversária mais dura · 08/06/2021 - 14h37 | Última atualização em 08/06/2021 - 21h25

Larissa Pimenta para nas oitavas de final do Mundial de Judô


Compartilhar Tweet 1



O judô brasileiro teve apenas uma representante no tatame da Laszlo Papp Arena, em Budapeste, nesta segunda-feira, 07, segundo dia de disputas do Campeonato Mundial. Larissa Pimenta, em seu segundo Mundial adulto, estreou com boa vitória por waza-ari sobre Naomi Van Kreme, da Holanda, e avançou às oitavas da competição. O Canal Olímpico do Brasil transmite tudo ao vivo e gratuito. 

    SITE CBJ

Em sua segunda luta, Larissa encarou uma adversária mais dura, a israelense Gefen Primo, número 15 do mundo, que conseguiu um ippon para finalizar a participação da brasileira no Mundial.  

Larissa Pimenta é a atual número 11 do mundo e disputou medalhas em todas as três competições que fez em 2021: ouro no Pan e 5º nos Grand Slam de Tashkent e Tbilisi. Neste Mundial, ela buscava, além de uma medalha inédita em sua jovem carreira, os pontos necessários para ser cabeça-de-chave nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em julho.  

O ranking olímpico será atualizado pela Federação Internacional de Judô ao final de todas as disputas do Mundial.  

Ketelyn Nascimento e Eduardo Barbosa lutam nesta terça, 08 

No terceiro dia, o Brasil terá Ketelyn Nascimento e Eduardo Barbosa lutando pela classificação olímpica. Ambos estão fora da zona de ranqueamento para Tóquio atualmente e precisam de um bom resultado no Mundial para manterem vivo o sonho olímpico.  

Ketelyn estreia contra Hadeel Elalmi, da Jordânia e, se passar, pegará a anfitriã Hedwig Karakas. Já Katsuhiro estreará contra Fethi Nourine, da Argélia.  

As preliminares começam às 5h da manhã e as disputas por medalhas serão a partir do meio-dia, no horário de Brasília.


Fonte: CBJ
Comentar
Comitê Olímpico Internacional · 08/06/2021 - 14h05 | Última atualização em 08/06/2021 - 17h04

Com 29 atletas, COI divulga Equipe Olímpica de Refugiados nos Jogos de Tóquio


Compartilhar Tweet 1



O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou nesta terça-feira, 8, a lista de 29 atletas que vão integrar a Equipe Olímpica de Refugiados nos Jogos de Tóquio. Entre os selecionados está um judoca que vive no Brasil e conta com o apoio do COB: o congolês Popole Misenga, que disputou o Rio 2016.

    Alex Ferro/Rio 2016

“Ficamos muito felizes que o Popole tenha conseguido treinar e se desenvolver como ser humano em nosso país, com o COB oferecendo instrumentos para ele seguir sua vida e realizar seus sonhos esportivos. Ele é um exemplo para outros atletas e vamos torcer para que conquiste um grande resultado em Tóquio”, disse o diretor geral do COB, Rogério Sampaio.

Em seus primeiros anos no Brasil, Popole teve como mentor o sensei Geraldo Bernardes, treinador dos medalhistas olímpicos Rafaela Silva e Flávio Canto. Ao todo, a Equipe Olímpica de Refugiados terá atletas com apoio de 13 Comitês Olímpicos Nacionais, em 12 modalidades esportivas.

A definição dos atletas foi baseada em uma série de critérios, como desempenho esportivo e maior representatividade possível em questão de número de modalidade, gênero e países de origem. Os atletas terão 20 treinadores e outros 15 oficiais à disposição para dar todo o suporte necessário na preparação olímpica. A Equipe Olímpica de Refugiados se reunirá pela primeira vez em 12 de julho, em Doha (Qatar). No dia 14, eles embarcam para o Japão.


Fonte: COB
Comentar
Vence a série C · 08/06/2021 - 13h39 | Última atualização em 08/06/2021 - 15h10

Botafogo-PB bate o Paysandu e vence a primeira na série C


Compartilhar Tweet 1



Primeiro triunfo do Botafogo-PB na Série C do Brasileiro. Após empatar na estreia, o Belo bateu o Paysandu por 2 a 0, nesta segunda-feira (7), na Curuzu, em duelo válido pela segunda rodada da Série C. Os gols do jogo foram marcados por Whelton e Marcos Aurélio. O resultado coloca o Botafogo-PB na liderança do Grupo A, com quatro pontos. Já o Papão aprece em oitavo, com um ponto

    Fernando Torres/AGIF

+Veja a tabela da Série C 2021

O jogo

Após um primeiro tempo agitado em Belém, com boas chances para os dois lados, foi o Botafogo-PB quem aproveitou melhor a sua. Nos minutos finais da etapa inicial, aos 45, o Paysandu deu bobeira na saída de bola. Luã ficou com a posse e tocou para Whelton, que bateu cruzado da entrada da área e não deu chances ao goleiro Victor Souza.

Já na etapa final, logo aos cinco minutos, Clayton ganhou da defesa do Papão e soltou a bomba. Victor Souza defendeu e salvou o Papão de levar o segundo. Mais tarde, aos 16, foi o Paysandu quem quase fez o seu, quando Ruy cobrou falta venenosa e tirou tinta da trave.

Depois, aos 37, Nicolas pegou sobra na boa, mas furou e desperdiçou a chance do empate. Até que, aos 49 minutos, Maurinho puxou contra-ataque e tocou para Marcos Aurélio, que driblou o goleiro Victor Souza e, com o gol vazio, tocou para decretar o 2 a 0 na Curuzu.


Fonte: CBF
Comentar
O Brasil enfrenta Paraguai · 08/06/2021 - 13h16 | Última atualização em 08/06/2021 - 17h10

Paraguai x Brasil: Seleção Brasileira retorna ao Defensores del Chaco após cinco anos


Compartilhar Tweet 1



O próximo jogo da Seleção Brasileira será em um dos mais tradicionais palcos do futebol sul-americano. Nesta terça-feira (8), o Brasil enfrenta o Paraguai no Defensores del Chaco, em Assunção, a primeira partida da Canarinho no estádio desde que o técnico Tite assumiu o comando da Seleção.

    Rafael Ribeiro / CBF

A última vez que o Brasil jogou no Defensores del Chaco foi em março de 2016, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo Rússia 2018. O Paraguai chegou a abrir 2 a 0 no placar, mas a Seleção buscou o empate com os gols de Ricardo Oliveira e Daniel Alves. O treinador era Dunga.

Esse 2 a 2 faz parte de uma sequência de quatro partidas sem derrotar o Paraguai no Defensores del Chaco. Foram duas derrotas e dois empates nas últimas quatro visitas do Brasil à Albirroja pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. A última vitória brasileira diante do Paraguai no estádio foi em 1985. Na ocasião, o Brasil venceu por 2 a 0, com gols de Casagrande e Zico.

A marca de 36 anos pode até impressionar, mas foram apenas quatro partidas neste período, o que se explica pelo formato antigo das Eliminatórias Sul-Americanas, que era disputada em grupos. Nos torneios classificatórios para os Mundiais de 1990 e 1994, Brasil e Paraguai ficaram em chaves diferentes. Já nos ciclos para as Copas do Mundo de 1998 e de 2014, o Brasil sequer disputou as Eliminatórias.

Ao todo, a Seleção Brasileira fez 17 jogos no Defensores del Chaco, com oito vitórias, cinco empates e quatro derrotas, além de 28 gols marcados e 16 sofridos. A última vitória do Brasil no estádio foi justamente na única vez em que a Seleção enfrentou um adversário diferente no estádio.

Em 1999, Brasil e Uruguai mediram forças pela final da Copa América. Com uma exibição de gala de Rivaldo e Ronaldo, a Seleção Brasileira não tomou conhecimento da Celeste Olímpica e aplicou um categórico 3 a 0, para conquistar o bicampeonato sul-americano.

Retrospecto do Brasil no Defensores del Chaco

Jogos: 17
Vitórias: 8
Empates: 5
Derrotas: 4
Gols marcados: 28
Gols sofridos: 16
Maior vitória: Paraguai 0 x 4 Brasil (Taça Oswaldo Cruz, 1948)
Maior derrota: Paraguai 2 x 0 Brasil (Eliminatórias da Copa, 2008)
Último jogo: Paraguai 2 x 2 Brasil (Eliminatórias da Copa, 2016)


Fonte: CBF
Comentar
Provocação em outdoors · 08/06/2021 - 11h59 | Última atualização em 08/06/2021 - 12h02

EuroLampions: Sem resposta dos europeus, Brahma e Zé Delivery dão desconto a torcedores nordestinos


Compartilhar Tweet 1



O prazo dado pelo diretor de futebol do desafio EuroLampions, Joel Santana, chegou ao fim e os times europeus não responderam. Já que não vai ter jogo, Brahma resolveu destinar a cerveja da partida para os torcedores que levaram a sério e esquentaram o desafio ao longo dos últimos 30 dias. A ação é válida para os nove estados do Nordeste, somente nesta terça-feira (08/06), via cupom de R$ 10 em produtos Brahma, pelo aplicativo de entregas Zé Delivery.

Até hoje nenhum clube da Europa respondeu ao convite para o amistoso contra a seleção formada por jogadores de destaque da Copa do Nordeste 2021. E não foi por falta de provocação. Em suas redes sociais, o lateral direito, ex-Seleção Brasileira e atualmente no São Paulo, Daniel Alves, mandou recado pra saber se os caras iam amarelar. Os ex-jogadores Edilson Capetinha (@edilsonjogador), Vampeta (@vampetaoficial) e Aluisio José da Silva (@aloisiochulapa) também postaram o convite para o amistoso.

O assunto ultrapassou as fronteiras do Brasil e foi parar na Europa. Outdoors estampados em Londres provocaram os times de lá. “Vocês estão prontos para encarar a Lampions?”, dizia a placa instalada na Cromination London Crowell Road, que fica perto do estádio Stamford Bridge, um dos principais de Londres. Na terça (1º), um dos grandes clubes europeus recebeu vários comentários de torcedores brasileiros reforçando o desafio em seu perfil oficial. Além disso, os clubes receberam a convocação, por meio de uma Carta Aberta.

“Eles nunca comeram cuscuz com carne do sol, não tem como dá pra eles. Não conhecem rapadura, como é que vão conseguir ganhar da gente? É impossível!”, provocou Dani Alves, considerado o embaixador do desafio. “A verdade é que eles não chegam no chulé da Lampions League”, afirmou Joel Santana, que avisou desde o início que achava que os gringos iam pipocar.

A escalação completa para o amistoso foi feita na última semana com Dado Cavalcanti (técnico); Richard (goleiro); Nino Paraíba e Bruno Pacheco (laterais); Messias e Conti (zagueiros); Charles e Patrick (volantes); Rodriguinho e Vina (meias); e Gilberto e Mendonza (atacantes). 

“Brahma é apaixonada por futebol. A marca patrocinou a Copa do Nordeste e nos impressionamos com o orgulho dos nordestinos pelos seus clubes. Por isso, mobilizamos o torcedor neste desafio. Ao final, apesar de não terem aceitado, conseguimos mostrar a grandiosidade da nossa paixão pelo futebol nordestino”, disse Felipe Balota, gerente regional de marketing da Ambev.

O cupom de R$ 10 em produtos Brahma, pelo aplicativo de entregas Zé Delivery, é válido apenas no dia 08/06/2021 até às 23:59, nos estados AL, BA, CE, MA, PA, PB, PE, PI, RN e SE dentro do aplicativo ou site do Zé Delivery, limitado a 3 usos por CPF. Para Fortaleza-CE, o cupom é válido nas compras acima de R$ 30,00.

 


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O jornalista e youtuber esportivo Cartolouco fará a cobertura do 4 de Julho, time de Piripiri, no jogo de volta contra o São Pulo.

"Cartolouco fará a cobertura do jogo de volta da Copa do Brasil em seu canal. Bastidores, treinamento e tudo mais. Seja bem-vindo", anunciou o time piauiense, que venceu o São Paulo por 3 X2 em jogo no Albertão.

Nesta terça-feira (08/06) os times se encontram no Morumbi, às 19h. 

 

Comentar
Movimentou os bastidores · 07/06/2021 - 11h26

Bora Milutinovic prestigia jogo da Seleção Olímpica na Sérvia


Compartilhar Tweet 1



Antes de a Seleção Olímpica entrar em campo para o jogo contra Cabo Verde neste sábado (05/06), uma visita especial movimentou os bastidores do Estádio Partizan, em Belgrado, na Sérvia. Lenda do futebol sérvio, o ex-jogador e treinador de futebol Bora Milutinovic foi prestigiar a equipe brasileira e também reencontrar um amigo dos tempos em que ainda treinava seleções: o coordenador de seleções de base da CBF e do projeto olímpico, o tetracampeão Branco. 

Bora foi treinador de cinco selecionados diferentes em Copas do Mundo: México (1986), Costa Rica (1990), Estados Unidos (1994), Nigéria (1998) e China (2002). Simpático e sempre sorridente, Bora recebeu com muita alegria o kit da Seleção Brasileira presenteado por Branco. O sérvio fez logo questão de colocar o boné e começou a relembrar as oportunidades nas quais enfrentou o Brasil.

Em Mundiais, Bora nunca venceu o país do futebol. Perdeu com a China em 2002 e com os Estados Unidos em 1994, quando a Seleção Brasileira conquistou o tetracampeonato, com Branco entre os convocados. Milutinovic relembrou o gol de Bebeto na vitória sobre os americanos e exaltou Parreira e Zagalo. 

"Bora é uma referência para o futebol mundial. Dirigiu cinco seleções e foi muito gentil em vir aqui nos prestigiar antes do jogo contra Cabo Verde", comentou Branco. 

O ex-treinador fez questão de conversar em português e desejou muita sorte para a Seleção Olímpica nos Jogos de Tóquio. Encerrou o encontro recordando a única vitória sobre o Brasil enquanto treinador. Foi sob o comando do México, na Copa Ouro, de 1996, quando bateu a equipe então treinada por Zagallo por 2 a 0. Um feito inesquecível para Bora. 


Fonte: CBF
Comentar
Preparação para o duelo · 07/06/2021 - 11h05

Seleção Brasileira novamente completa para trabalhar em campo


Compartilhar Tweet 1



Após vencer o Equador por 2 a 0 na última sexta-feira (04/06), em partida válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, os jogadores da Seleção Brasileira que foram titulares neste jogo fizeram um trabalho regenerativo no dia seguinte, enquanto o restante do grupo foi para campo. Já neste domingo (06/06), Tite teve o grupo novamente completo no gramado para iniciar a preparação para o duelo entre Brasil e Paraguai.

No CT do Internacional, em Porto Alegre, o técnico da Seleção Brasileira comandou um trabalho tático, o chamado invisível. A equipe se dividiu em duas formações para realizar atividades semelhantes de movimentações e balanço ofensivo e defensivo. Também foram trabalhadas jogadas de bola parada.

Quem também esteve no campo foi o zagueiro Thiago Silva, que segue em processo de recuperação de uma lesão sofrida na decisão da Liga dos Campeões da Europa, quando se sagrou campeão pelo Chelsea, da Inglaterra. O defensor fez um trabalho de propriocepção sem bola e também deu alguma voltas no entorno do gramado do CT.

De olho no confronto com o Paraguai, marcado para as 21h30 (horário de Brasília) de terça-feira (08/06), a Seleção Brasileira realiza novo treinamento na manhã desta segunda-feira (07/06), ainda em Porto Alegre. A atividade está marcada para as 10h30. Às 17h30, a delegação embarca para Assunção, capital paraguaia.

    Lucas Figueiredo/CBF

 


Fonte: CBF
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Quatro jogos movimentaram a segunda rodada da Série B neste sábado (05/06). Destaque para o Botafogo, que venceu o Coritiba por 2 a 0, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Remo-PA e Brusque-SC também venceram seus adversários.

Confira todos os jogos da Série B:

Botafogo 2 x 0 Coritiba

No estádio Nílton Santos, Botafogo e Coritiba encerraram a noite de jogos pela segunda rodada da Série B. O Alvinegro começou o jogo pressionando o Coxa e, aos sete minutos, Navarro chutou forte para defesa em dois tempos do goleiro Wilson. Dois minutos depois, Chay cobrou falta e o goleiro espalmou. O Alviverde respondeu aos 33 em cobrança de falta de Igor, que passou por cima do travessão. 

No segundo tempo, o Fogo chegou com Chay, aos dois minutos, em chute de fora da área. O Coxa também arriscou de longe, aos quatro minutos, com Val. E o time da Estrela Solitária abriu o placar aos 15. O meia cobrou pênalti, Wilson defendeu e, no rebote, o camisa 70 mandou para o fundo do gol do visitante. De tanto insistir, Chay marcou. Aos 28, o atacante bateu cruzado e deu números finais à partida: Botafogo 2 x 0 Coritiba. Essa foi a primeira vitória do Fogão na competição.

Londrina-PR 0 x 1 Brusque-SC

No estádio do Café, Londrina e Brusque fizeram um jogo movimentado. No primeiro tempo, os visitantes balançaram as redes aos  23 minutos. O atacante Edu invadiu a área e chutou forte para balançar as redes do goleiro César. Dois minutos depois, Bruno Alves quase ampliou. Ele deslocou o goleiro, mas um defensor dos mandantes evitou o gol. O Tubarão quase empatou aos 31, em chute de Talison. 

O segundo tempo começou com o Londrina buscando o empate. Logo aos três minutos, Lucas Costa cabeceou e mandou para fora. Aos seis, os donos da casa voltaram a levar perigo em cobrança de falta de Ricardo Luz. O Tubarão investiu em jogadas de bola parada, mas o Quadricolor garantiu o triunfo para seguir 100% na Série B.

Em Alagoas, no estádio Rei Pelé, CSA e Sampaio fizeram um jogo equilibrado e o empate prevaleceu. Logo aos três minutos, o atacante Iury chutou forte para boa defesa do goleiro visitante. Aos 37, Silvinho arriscou de fora da área. O Sampaio respondeu aos 44 em chute forte de Jajá. No segundo tempo, o Azulino entrou empolgado e arriscou com Silvinho aos seis minutos. Aos nove, Norberto acertou a trave da Bolívia Querida. Já aos 29 e aos 31, Nadson levou perigo ao gol do Sampaio Corrêa, que contou com boas defesas do goleiro Mota nas investidas.

Remo-PA 1 x 0 Brasil de Pelotas-RS

No Baenão, em Belém (PA), o Brasil começou o jogo pressionando. Aos quatro minutos, Bruno Matias chutou por cima do gol do Leão do Norte. O Remo respondeu aos 21, em cabeçada de Dioguinho. Cinco minutos depois, saiu o gol do Leão. Renan Gorne mergulhou de peixinho para abrir o placar no Baenão. No segundo tempo, o Xavante arriscou aos dois minutos em cobrança de falta de Ícaro. O Leão Azul impediu o crescimento do time gaúcho no jogo e conquistou sua primeira vitória na Série B.

    Thiago Ribeiro/AGIF

 


Fonte: CBF
Comentar
Alcançou sua terceira vitória · 06/06/2021 - 12h58

Cruzeiro supera o América -MG por 6 A 0 em clássico pelo brasileiro sub-17


Compartilhar Tweet 1



O clássico mineiro no Brasileirão Sub-17 foi dominado pelo Cruzeiro. Na manhã deste domingo (06/06), no estádio Sesc Alterosas, em Belo Horizonte, a Raposa venceu o América-MG por 6 a 0, pela quinta rodada do campeonato.

Com o resultado, o Cabuloso está na terceira colocação do Grupo A, com dez pontos. O Coelho permanece na oitava colocação, com quatro pontos.

O jogo

No clássico mineiro, o Cruzeiro começou pressionando o América. Aos dois minutos, João Japa chutou forte da entrada da área e o goleiro Eduardo mandou para escanteio. Três minutos depois, Nakamura cobrou bonita falta e o goleiro defendeu outra vez. A Raposa não parava de pressionar. Aos nove, Japa chutou forte para mais uma defesa. 

Ocupando o campo de ataque, o time cruzeirense abriu o placar aos 13 minutos. Nakamura cobrou falta com categoria, a bola desviou na barreira e enganou o goleiro. Onze minutos depois, o Cabuloso ampliou. Jhosefer fez jogada individual pela direita e chutou forte para fazer o segundo.

O segundo tempo começou com o Coelho tentando diminuir a desvantagem, mas o time esbarrou na boa defesa cruzeirense. Aos seis minutos, a Raposa respondeu em chute forte de Vitor Roque pelo lado esquerdo. No lance seguinte, Roque marcou. O camisa 9 aproveitou cobrança de escanteio e mandou de cabeça para o fundo das redes. O América sentiu o gol sofrido e na saída de bola o recuo para o goleiro não deu certo. 

O Coelho acabou fazendo um gol contra aos oito minutos. A goleada ficou ainda maior aos 11 minutos. Em outro escanteio, o Cruzeiro marcou com Jhosef, que escorou de cabeça. Com a goleada estabelecida, o Mecão chegou aos 22, em cobrança de falta de Adson. Aos 40, Paulinho chutou forte da entrada da área e quase marcou para o América. No último minuto do jogo, aos 48, o Cruzeiro marcou o sexto gol com Ícaro em jogada de velocidade pela direita. O resultado conquistado no Sesc Alterosas deixa o Cruzeiro momentaneamente na terceira posição do Grupo A, com dez pontos. O Coelho segue na oitava colocação, com quatro pontos.

    Reprodução/Twitter @Cruzeiro/Rodolfo Rodrigues

 


Fonte: CBF
Comentar

Compartilhar Tweet 1



SANTOS, SP
(UOL-FOLHAPRESS)

O Corinthians enfrenta o América-MG, após perder na estreia para o Atlético-GO por 1 a 0, mesmo adversário que o venceu pela ida da Copa do Brasil no meio de semana, 2 a 0. O jogo acontece neste domingo, às 16h, no estádio Independência, em Belo Horizonte, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

A temporada 2021 não vem sendo fácil para o torcedor do Corinthians. Eliminado pelo maior rival na semifinal do Campeonato Paulista e sem sequer passar pela fase de grupos da Copa Sul-Americana, o time paulista vê problemas até em uma das suas maiores forças nos últimos anos: a Neo Química Arena.

Desde que a inauguração do estádio em 2014, nunca o alvinegro havia perdido tantos pontos atuando dentro de casa. Na temporada 2021, o Corinthians atuou como mandante 15 vezes: venceu seis, empatou quatro e foi derrotado em outros quatro. Os 22 pontos conquistados representam aproveitamento de 48%.

Embora o clube entenda esse movimento como sinal de respeito pelo quarteto, a situação frustra membros dos estafes dos jogadores ouvidos pela reportagem.

As situações de Willian e Rony são as mais claras. Bigode e Palmeiras já têm conversas praticamente encerradas positivamente. No caso de Rony, por mais que ainda haja um impasse quanto a uma cláusula de aumento anual, a extensão contratual deve vir a acontecer. Já Melo e Jailson têm circunstâncias diferentes.

O veterano goleiro, que completa 40 anos no mês que vem, deve mesmo deixar o Palmeiras. Já quanto a Felipe Melo, há uma divergência de expectativas.

Felipe, de 37 anos, não esconde o fato de que gostaria de seguir no Palmeiras por mais dois anos, com contrato até o fim de 2023, e talvez encerrar sua carreira no clube. Mas no departamento de futebol existe a avaliação de alguns profissionais de que o mais adequado seria renovar inicialmente por uma temporada e reavaliar a situação em um ano.

O veterano tem grande ascendência sobre o grupo e a confiança de Abel Ferreira.

Não por acaso, ele é o primeiro capitão do time, à frente de Gustavo Gómez, na hierarquia. Desse modo, a decisão sobre o que será de seu futuro tem peso importante no elenco, o que também explica a cautela da diretoria com a questão.

AMÉRICA-MG
Matheus Cavichioli;Diego Ferreira, Ricardo Silva, Eduardo Bauermann e Anderson Jesus;
Zé Ricardo, Juninho e Alê;Felipe Azevedo, Rodolfo José e Ademir. T.: Lisca

CORINTHIANS
Cássio, Fagner, João Victor, Gil e Lucas Piton; Gabriel, Camacho (Ramiro) e Luan; Mateus Vital, Gustavo Mosquito e Jô (Léo Natel). T.: Sylvinho

Estádio: Independência - Belo Horizonte (MG)
Horário: 16h deste sábado
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Comentar
Período de treinamentos · 05/06/2021 - 13h35 | Última atualização em 05/06/2021 - 13h40

Seleção Brasileira Sub-17 convocada para preparação em junho


Compartilhar Tweet 1



O técnico da Seleção Brasileira Sub-17, Paulo Victor Gomes, convocou, nesta sexta-feira (04/06), 25 atletas para o primeiro período de preparação do ano. O grupo se apresenta no dia 17 de junho e segue com a programação de treinamentos até o dia 27 de junho. O local onde será realizada a etapa será definido nos próximos dias. 

A lista de Paulo Victor reúne jogadores de times como Corinthians, Athletico Paranaense, Internacional, Flamengo, Chapecoense, Atlético Mineiro, São Paulo, Vasco da Gama, Fluminense, Ceará, Botafogo e Palmeiras. A Seleção Sub-17 dará continuidade na preparação para o Torneio Sul-Americano da categoria, previsto para o segundo semestre de 2021.

Confira a lista dos convocados:

Goleiros:

Mycael - C. Athletico Paranaense
Francisco Dyogo  -C.R. Flamengo
Kauê - S.C. Corinthians P.

Laterais: 

Vinicius Tobias - S.C. Internacional
Leonardo Ataíde - C. Athletico Paranaense
Leonardo Mana - S.C. Corinthians P. 
Guilherme Sucigan (Biro) - S.C. Corinthians P. 
Zé Welinton - C.R. Flamengo 

Zagueiros:

Tiago Coser  - A. Chapecoense F. 
Rômulo Helbert - C. Atlético Mineiro 
Ythallo Ricklem - São Paulo F.C. 
Gabriel Santos  - S.E. Palmeiras

Meio-campistas:

Andrey Nascimento - C.R. Vasco da Gama
Lucas Eduardo - C.R. Vasco da Gama 
Luiz Guilherme Freitas - S.E. Palmeiras 
Matheus França - C.R. Flamengo 
Rodrigo Huendra - São Paulo F.C. 
Arthur Wenderrosky - Fluminense F.C.

Atacantes:

Matheus Gonçalves - C.R. Flamengo 
Sávio - C. Atlético Mineiro
Giovani - S.E. Palmeiras 
Caio Matheus - São Paulo F.C. 
João Victor - Ceará S.C. 
Matheus Nascimento - Botafogo F.R. 
Emersonn - C. Athletico Paranaense 


Fonte: CBF
Comentar
Deu mais um passo rumo · 05/06/2021 - 12h55 | Última atualização em 05/06/2021 - 21h31

Brasil vence o Equador pelas eliminatórias e mantém 100% de aproveitamento


Compartilhar Tweet 1



O Brasil deu mais um passo rumo à Copa do Mundo 2022. Depois de quase sete meses longe dos gramados, a Seleção Brasileira voltou a campo, nesta sexta-feira (04/06), e, no Beira-Rio venceu o Equador por 2 a 0, em jogo válido pela sétima rodada das Eliminatórias.

Com o triunfo, a equipe de Tite mantém os 100% de aproveitamento na competição chegando aos 15 pontos em cinco partidas disputadas. O próximo compromisso da Canarinho será diante do Paraguai, na terça-feira (08/06), no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção.

O jogo
 

O Brasil dominou as ações do primeiro tempo, com quase 70% de posse de bola, mas encontrou dificuldades para furar o bloqueio equatoriano. Se mantendo no campo ofensivo, a Canarinho assustou principalmente pelo lado direito em cruzamentos de Danilo. Outra opção brasileira foi a bola parada. Em uma das boas oportunidades da Seleção, Neymar, aos 20 minutos, cobrou falta na área e Richarlison por centímetros não conseguiu empurrar para o fundo da meta adversária. 

Dois minutos depois, Gabi também aparecendo pela direita, tentou o chute cruzado, mas parou no goleiro Domínguez. Na sequência, o camisa 21 do Brasil teve nova chance e chegou a balançar as redes, após cruzamento de Danilo, mas teve o gol anulado por impedimento, aos 41. E, já aos 43, Neymar criou uma última oportunidade antes do intervalo em arremate de fora da área e novamente o arqueiro equatoriano fez a defesa. 

No segundo tempo, a Seleção Brasileira manteve o controle do jogo e acelerou no ataque. Com uma postura mais agressiva, veio o gol. Aos 19 minutos, Paquetá pressionou na marcação, Neymar recuperou a bola perto da área equatoriana e tocou para Richarlison na esquerda, que dominou e bateu forte para abrir o placar no Beira-Rio. Sem diminuir o ritmo, o Brasil foi para cima tentando o segundo. 

Marquinhos, aos 24, assustou de cabeça, após cobrança de falta. No minuto seguinte, Gabriel Jesus chegou com perigo, mas também parou em Domínguez. Enquanto Gabi, aos 26, recebeu já dentro da área e bateu colocado rente à meta adversária. E, aos 29, o atacante apareceu de novo, depois de jogada bem trabalhada pela Canarinho, mas testou para fora. Já na marca dos 37, Richarlison cruzou rasteiro para Firmino, mas antes do jogador brasileira chegar para finalizar, Arreaga afastou o perigo para o Equador. Nos minutos finais, Neymar de pênalti fechou a conta para a Seleção, aos 49. 

Brasil: Alisson; Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Fred (Gabriel Jesus) e Lucas Paquetá; Richarlison (Fabinho), Gabriel Barbosa (Firmino) e Neymar.

    Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

 


Fonte: CBF
Comentar