Compartilhar Tweet 1



O meia Thiago Galhardo, do Ceará, reclamou do comportamento de torcedores do Santos na partida realizada na noite desta quarta-feira (17), na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro.
"Ato [de] racismo" foi a expressão usada pelo atleta para descrever os xingamentos que ele relatou ter ouvido no estádio em Santos.

"Acho que eles vêm ver o espetáculo, um espetáculo bonito, parabéns pela vitória do Santos... Mas o cara querer menosprezar o Fabinho, menosprezar a mim, fazer ato [de] racismo para ele, chamar de negão, vagabundo...", disse o jogador de 30 anos, ainda na saída do campo, em entrevista ao Esporte Interativo.

Durante a partida, vencida por 2 a 1 pelos donos da casa, Galhardo chegou a discutir com torcedores, que ficam bem perto do gramado na Vila Belmiro. De acordo com ele, houve também insultos xenofóbicos aos atletas da equipe nordestina.

"O futebol perde sua essência. O brasileiro tem que se controlar mais. Não pode ter isso aí: o cara beber, xingar a gente... Acho que ele tinha que estudar mais, conhecer um pouco mais o Brasil, a geografia. Falar que o Ceará joga no Norte... Ou não entendo muito ou acho que estudei de sacanagem", afirmou o mineiro de São João del-Rei.

Não houve registro sobre o assunto na súmula da partida, publicada ainda na noite de quarta. O Ceará informou que levará a questão a seu departamento jurídico. A diretoria do Santos não se manifestou até a publicação deste texto.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O boxeador Patrick Day morreu após ser nocauteado em um combate com Charles Conwell, na madrugada desta quinta (17/10), em Chicago, Estados Unidos. As informações são do Metrópoles.

O americano de 27 anos chegou a ficar em coma induzido após cirurgia, mas não resistiu às lesões cerebrais durante o 10º round do combate.

    Reprodução

Day teve de ser retirado de maca após o ocorrido. “Eu nunca quis que isso acontecesse com você, tudo o que eu queria era vencer. Se eu pudesse voltar atrás, voltaria. Ninguém merece que isso aconteça”, disse Charles Conwell, adversário da luta.


“Ele era filho, irmão e um grande amigo para muitos. A gentileza de Pat, positividade e generosidade de espírito deixaram marcas em todas as pessoas que ele conheceu”, escreveu o promotor do combate, Lou DiBella, em nota oficial.

Comentar
Anúncio feito pela Conmebol · 17/10/2019 - 14h44

Final da Libertadores de 2020 será no Maracanã


Compartilhar Tweet 1



A final da próxima Copa Libertadores da América, em 2020, será disputada no Maracanã. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (17/10) pelo conselho da Confederação Sul Americana de Futebol (Conmebol) no Paraguai.

Na escolha do Rio de Janeiro para a final do ano que vem pesaram fatores como a infraestrutura, a capacidade da rede hoteleira e a experiência com segurança para grandes eventos.

O governador Wilson Witzel destacou, em uma apresentação prévia, os eventos esportivos recentes que ocorreram na cidade e a grande capacidade do estado em receber turistas. Além do Maracanã, estavam na disputa cinco estádios brasileiros (Arena Corinthians e Morumbi, em São Paulo; Mineirão, em Belo Horizonte; Arena do Grêmio e Beira-Rio, em Porto Alegre); um na Argentina (Mario Kempes, em Córdoba); e um no Peru (Estádio Nacional de Lima).

“O Rio já foi sede de eventos como Copa do Mundo, Jogos Olímpicos e Copa América. A cidade está pronta para receber os torcedores para a Libertadores, com infraestrutura hoteleira completa, com 40 mil vagas. Temos uma equipe especial para atender todas as demandas de segurança, com sistema de câmeras de reconhecimento facial ligado ao banco de dados da Polícia Civil, além de infraestrutura completa de mobilidade”, disse Witzel, que estava acompanhado do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo.

O Maracanã já foi sede da final da Copa Libertadores da América em três edições desde a criação do o torneio, em 1960. Os jogos entre Flamengo e Cobreloa, do Chile, em 1981, Vasco da Gama e Barcelona de Guaiaquil, do Equador, em 1998, e Fluminense e LDU, também do Equador, em 2008, foram disputados no estádio. Flamengo e Vasco sagraram-se campeões no Maracanã.

As informações foram divulgadas pelo governo do estado do Rio.


Fonte: Agência Brasil
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A família Coffey, que possui quatro irmãs sufistas Ruby-Lee, Bonnie-Lou, Ellie-Jean e Holly-Daze, é conhecida na Austrália por ser totalmente ligada ao mundo do esporte. Elas são conhecidas como as Kardashians do surfe. As informações são do O Dia.

Ellie e Holly disputam o WQS, divisão de acesso à elite do surfe feminino profissional, já as outras duas ainda buscam se posicionar melhor na modalidade.

As irmãs não se preocupam em serem chamadas de Kardashians do surfe. "Obviamente conseguimos entender porque somos comparadas. Tem toda essa história por conta da união com a família. Mas claramente nós somos talentosas e não absurdamente ricas", revelou Ellie-Jean Coffey ao jornal australiano Herald Sun.

Depois que a mãe delas sofreu um acidente, o pai Jason decidiu que precisavam de uma mudança. Os Coffeys saíram de Sidney e, durante dez anos, viveram em uma caravana nômade pela Austrália. Enquanto isso, as crianças estudavam por conta própria. Há cerca de nove anos, se instalaram em Gold Coast, parte leste do país.

Apesar da fama e dos holofotes na internet, as australianas focam no surfe. "Queremos é nos concentrar no QS para nos tornarmos profissionais do circuito mundial", disse Ellie-Jean.

Mas as fotos sensuais que publicam nas redes sociais vêm causando polêmica. Alguns críticos dizem que elas não deveriam postar tantas fotos de biquínis e se preocupar apenas no esporte em alto nível. 

"Nós realmente não nos importamos com a opinião dessas pessoas, apenas fazemos e estamos bem com isso", disse Holly-Daze ao Daily Mail. "Se você não gosta, não olhe. Tantas garotas e homens fazem isso também", finalizou uma das Kardashians do surfe.

Veja:

    Reprodução / Instagram
    Reprodução / Instagram
    Reprodução / Instagram
    Reprodução / Instagram
Reprodução / Instagram
Reprodução / Instagram 
    Reprodução / Instagram
    Reprodução / Instagram
    Reprodução / Instagram
    Reprodução / Instagram

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



    Tiago Pavini/Ferroviaria SA/Direitos Reservados

A Ferroviária garantiu na noite dessa terça-feira (15/10) a classificação antecipada para as quartas de final da Taça Libertadores Feminina: venceu por 4 a 1 o Estudiantes de Caracas, da Venezuela, em partida válida pela segunda rodada,do Grupo B. O jogo foi no estádio Rodrigo Paz Delgado, em Quito, no Equador, sede da competição. O placar elástico foi o segundo aplicado pelas Guerreiras Grenás: logo no jogo de abertura a equipe massacrou o Mundo Futuro, da Bolívia, por de 10 a 1.

Na noite dessa terça-feira (15/10), coube à atacante Nathane abrir o placar para o time paulista, aos sete minutos do segundo tempo. A partir dos 36, as Guerreiras Grenás ampliaram com um belo chute da camisa 10 Aline Milene, de fora da área, e com Nathane – segundo gol dela no jogo.  O Estudiantes ainda descontou com Lizcano. Mas a noite era mesmo das brasileiras: já nos acréscimos Barrinha cobrou escanteio e a bola sobrou para Luana fechar o placar de 4 a 1 a favor da Ferroviária.

Também pelo grupo B, o Cuenca, do Equador, passeou em campo contra o Mundo Futuro da Bolívia: vitória por 5 a 1, resultado que também garantiu a classificação do time da casa para as quartas de final. Na próxima sexta-feira (18/10), Ferroviária e Cuenca se enfrentam às 19h (horário de Brasília) para definir a liderança do Grupo B.


Fonte: Agência Brasil
Comentar

Pela sexta vez, Lionel Messi recebeu a Chuteira de Ouro, prêmio anual concedido ao artilheiro das principais ligas da Europa. Durante o evento, que aconteceu nesta quarta (16), o argentino aproveitou para falar sobre a temporada do Barcelona.

Uma das declarações de Messi sobre a "prioridade" de competições chamou a atenção dos jornalistas presentes no evento, realizado na própria cidade catalã.

"Obviamente, a Liga dos Campeões é algo especial e todos os anos queremos vencê-la, mas sabemos que a La Liga [Campeonato Espanhol] é a coisa mais importante e que faz você entrar bem na Liga dos Campeões e na Copa", disse o camisa dez ao jornal espanhol Mundo Deportivo.

O desafio de "ganhar tudo", que domina a filosofia do Barcelona há anos, também foi lembrado pelo argentino como justificativa para dar este peso ao torneio nacional. "Nunca esquecemos a La Liga e a Copa porque estamos no Barça e sempre buscamos tudo".

FILHOS ROUBAM A CENA
Messi com certeza está acostumado a faturar premiações e a exibir seus troféus em eventos formais. Mas, desta vez, foi surpreendido.

Isso, porque foram os filhos Thiago e Mateo os responsáveis pela entrega da Chuteira de Ouro ao argentino, que não deixou de homenagear os pequenos.
"Quero agradecer a quem está aqui, minha família, meus colegas, o conselho. Sempre digo que sem meus companheiros eu nunca seria capaz de conseguir um prêmio. Isso faz parte de todos e é um reconhecimento de todo o conjunto", afirmou.

Comentar
Flamengo apura o caso · 15/10/2019 - 16h35

Vídeo: jogador piauiense Renê volta a ser vítima de racismo


Compartilhar Tweet 1



Jogador Renê
Jogador Renê    Reprodução Flamengo

O jogador piauiense Renê, do Flamengo, foi alvo de xingamentos por parte dos torcedores do Athletico paranaense no último domingo (13/10) e o clube carioca levanta informações para tomar as medidas necessárias. As informações são do Extra.

Durante uma cobrança lateral, Renê foi xingado de 'macaco' e 'favelado', cena que foi exibida ao vivo, mas as ofensas foram constantes durante toda a partida e também direcionada a outros jogadores. Assista:

Essa não é a primeira vez que o piauiense é ofendido. Em junho, quando o perdeu por 2x0 para o Emelec, Renê foi chamado de 'paraíba desgraçado' nas redes sociais.

Em 2015, quando jogava pelo Sport, também foi xingado por torcedores do time adversário.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O brasileiro Gabriel Medina, 25, poderá conquistar o tricampeonato mundial de surfe já na próxima etapa do circuito, em Portugal. A janela de competições em Peniche abre nesta quarta-feira (16) e vai até o dia 28 de outubro.
A primeira chamada da competição está prevista para as 4h (de Brasília). O canal ESPN e o site da Liga Mundial de Surfe (WSL) transmitem as baterias.
Para garantir o título antecipado da temporada, Medina trabalha com dois cenários. Em ambos precisará alcançar ao menos a final, o que conseguiu em duas oportunidades nas oito etapas portuguesas que disputou até aqui na carreira.
Caso seja campeão, os compatriotas Filipe Toledo, 24, e Italo Ferreira, 25, não poderão chegar às quartas de final e à decisão, respectivamente.
Com o vice-campeonato, ele precisará que Filipe Toledo caia até a terceira fase e Italo Ferreira não chegue até as quartas. Além disso, o sul-africano Jordy Smith e o americano Kolohe Andino não poderão alcançar as semifinais.
Campeão em 2014 e 2018, Medina lidera a Liga Mundial com 48.015 pontos e tem uma vantagem considerável para o segundo colocado, Filipinho, que soma 45.730. Smith (43.515) e Italo (42.400) vêm na sequência.
A última etapa, em Pipeline, no Havaí, tem início marcado para o dia 8 de dezembro.
O desempenho do bicampeão na reta final do circuito nos últimos cinco anos foi determinante para conquistar seus títulos. Contando as etapas de Portugal e Havaí nesse período, Medina só não ficou entre os oito primeiros três vezes.
O brasileiro venceu a prova portuguesa na temporada 2017. No ano passado, caiu nas semifinais em Peniche (derrotado por Italo, que venceu a etapa) e garantiu o bicampeonato mundial ao ficar em primeiro em Pipeline.
Caso confirme o tricampeonato, Medina será o sexto surfista a somar três conquistas na história do circuito mundial de surfe profissional.
O primeiro foi o australiano Mark Richards, tetracampeão consecutivo de 1979 a 1982. O segundo foi o americano Tom Curren, com os títulos de 1985, 1986 e 1990.

Considerado o maior surfista de todos os tempos, o americano Kelly Slater, ainda na ativa com 47 anos, tem oito títulos mundiais e foi o único a se sagrar campeão em cinco temporadas seguidas (de 1994 a 1998).

O havaiano Andy Irons (1978-2010) foi tricampeão com as conquistas em 2002, 2003 e 2004. Último a conseguir o feito, o australiano Mick Fanning venceu os Mundiais de 2007, 2009 e 2013.

Entre as mulheres, a havaiana Carissa Moore tem boas chances de assegurar o seu tetracampeonato já em Portugal.

Além da disputa pelo título, estarão em jogo na reta final da temporada as vagas a que o Brasil terá direito na Olimpíada de Tóquio. No masculino, a tendência é que Medina assegure uma delas, e a outra fique entre Filipinho e Italo.

Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima deverão ser as representantes femininas do país na estreia olímpica do esporte.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Morreu na na noite desta segunda-feira (14) o volante Agenor, 38, atleta que teve passagens Por Atlético-GO, Ponte Preta, Santo André e outros clubes. O jogador se envolveu em um acidente após perder o controle do carro que dirigia em Planaltina (DF) e bater em uma moto. O condutor da moto, Wemerson de Oliveira Dias, 27, também morreu.

Nas redes sociais, o Atlético-GO lamentou a morte do volante, que fez parte do elenco do clube bicampeão goiano em 2010 e 2011 e que alcançou o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro, em 2009.

"O Atlético Clube Goianiense lamenta profundamente o falecimento do volante Agenor (38 anos). O clube se solidariza com os amigos e familiares do atleta e declara luto oficial pelo jogador que honrou a camisa do clube por três temporadas. O momento é de consternação", disse o Atlético-GO em nota.
O Formosa Esporte, clube do Distrito Federal pelo qual o volante também atuou, também manifestou luto nas redes sociais.

"A família Formosa Esporte está em luto. Faleceu a (sic) alguns instantes em um trágico acidente automobilístico o nosso eterno capitão Agenor.

Manifestamos nossas sinceras condolências e rogamos a Deus que conforte a todos os familiares", escreveu o clube nas redes sociais.

Comentar
Por quatro semanas · 14/10/2019 - 13h58 | Última atualização em 14/10/2019 - 15h34

Neymar ficará fora dos gramados por quatro semanas após lesão com a seleção


Compartilhar Tweet 1



O PSG confirmou que Neymar ficará afastado dos gramados por quatro semanas. O atacante sofreu uma lesão de grau dois na coxa esquerda durante a partida da seleção brasileira contra a Nigéria, no domingo (13), em Cingapura. Ele passou por uma ressonância magnética em Paris, na França, e já começou o tratamento de recuperação.

"Neymar fez uma ressonância magnética esta tarde confirmando uma lesão de grau 2 dos ísquios bíceps femorais nos isquiotibiais esquerdos. Um ponto médico sobre a evolução será refeito em oito dias. Mas o tempo para retornar à conclusão é avaliado em quatro semanas, dependendo da evolução", escreveu o PSG em um comunicado oficial.

Neymar ficou pouco mais de dez minutos em campo contra a Nigéria. Depois de dar uma arrancada, ele sentiu a coxa esquerda e foi substituído por Philippe Coutinho.

Caso se confirme o período de quatro semanas fora dos gramados, Neymar deverá perder duas rodadas da fase de grupos da Liga dos Campeões, ambas contra o Club Brugge. O duelo seguinte, diante do Real Madrid, será apenas no dia 26 de novembro.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O lateral-direito Rafinha, do Flamengo, realizou exames que constataram uma fratura na face. Após a vitória por 2 a 0 sobre o Athletico, foi constatada a necessidade de uma cirurgia, que será realizada nesta segunda (14).
O atleta deixou a partida contra o Athletico ainda no intervalo e foi levado ao hospital após sofrer um trauma no crânio durante o primeiro tempo.
"O atleta Rafinha sofreu fratura e vai passar por procedimento cirúrgico para realizar a fixação da fratura. Previsão de alta é amanhã [terça-feira, 15] de manhã", disse Marcio Tannure, chefe do departamento médico do clube.
O jogador não estará à disposição para o jogo de quarta-feira 916) contra o Fortaleza, quarta-feira, às 20h. Sem o titular, o técnico Jorge Jesus tem à disposição Rodinei e João Lucas.

Comentar
Competiu em Londres · 14/10/2019 - 11h36 | Última atualização em 14/10/2019 - 11h42

Piauiense traz ouro e prata de competição internacional de Jiu-Jitsu


Compartilhar Tweet 1



O piauiense Bryam Lima, lutador de jiu-jitsu patrocinado pela Unimed Teresina, competiu em Londres neste último final de semana, 12 e 13 de outubro.

O atleta conquistou duas medalhas no London Fall Internacional Open 2019, realizado pela Federação Internacional de Jiu-jitsu (IBJJF).

A medalha de prata veio no sábado, lutando na categoria Pluma (64kg) com kimono e, no domingo, na mesma categoria, porém, sem kimono (61,5kg), Lima conquistou ouro.

No ranking internacional, entre 1682 atletas que lutam em seu peso e faixa com kinomo, Lima está em 306ª posição; na classificação sem kinomo, é o nº 150 de 703 atletas. O ranking é atualizado constantemente, a partir da pontuação adquirida nas competições. Por conta da mudança de faixa, que zera a pontuação, Bryam ainda não aparece no ranking nacional.

    Foto: Leandro Marcili

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



    Fernando Frazão/Agência Brasil

A seleção brasileira masculina de vôlei conquistou nesta segunda-feira (14) o título da Copa do Mundo, torneio quadrienal realizado no Japão.

Nessa edição, 12 seleções que estão entre as principais forças dos seus continentes participaram da competição, algumas com desfalques.

O time brasileiro, comandado pelo técnico Renan Dal Zotto, confirmou a conquista por antecipação após vencer os anfitriões japoneses por 3 sets a 1 nesta segunda. Foi a décima vitória em dez jogos na Copa. A campanha será encerrada na madrugada desta terça (15), contra a Itália.

O título deste ano é o terceiro do Brasil no torneio -também ganhou em 2003 e 2007- e o mais relevante até agora sob o comando de Renan, que assumiu a seleção após a conquista na Olimpíada do Rio-2016.

A Copa do Mundo, menos relevante que o Campeonato Mundial, já ocupou papel mais importante no calendário do vôlei e era qualificatória para os Jogos Olímpicos do ano seguinte, algo que não ocorrerá para a edição de 2020.

Os brasileiros já estão classificados para Tóquio após venceram um torneio pré-olímpico disputado na Bulgária em agosto, quando precisaram virar um jogo que perdiam por 2 sets a 0 contra os anfitriões.

Em outro torneio internacional deste ano, a Liga das Nações, a seleção acabou na quarta colocação.

Agora, o calendário do vôlei se volta para a temporada de clubes. No Brasil, o início da Superliga masculina está marcado para o dia 9 de novembro. O torneio feminino começa três dias depois.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Rodrigo Santana não é mais técnico do Atlético-MG. A medida tomada pela diretoria aconteceu por causa do péssimo rendimento do time, que foi eliminado na semifinal da Copa Sul-Americana recentemente e está em queda livre no Brasileirão. O estopim para a saída do treinador foi a goleada sofrida por 4 a 1 para o Grêmio, na noite deste domingo (13).

    Foto: Bruno Cantini / Atletico

Cada vez mais distante de uma classificação para a próxima edição da Libertadores, o clube optou pela saída do treinador. Ele é o quarto demitido desde o início da gestão de Sérgio Sette Câmara, em janeiro de 2018. De lá para cá, a diretoria também optou pela saída de Oswaldo de Oliveira, Thiago Larghi e Levir Culpi.

Rodrigo Santana herdou o lugar de Levir Culpi e participou das eliminações no Campeonato Mineiro, Libertadores, Copa do Brasil e Sul-Americana. O comandante estava no Atlético desde 2018, quando trabalhou como coordenador das categorias de base do clube. A demissão acontece dois meses antes do fim de seu contrato, válido até dezembro de 2019.

Comentar
Conquistaram quatro ouros · 14/10/2019 - 07h07

“Geração Piauí” domina Brazil International Series de Badminton


Compartilhar Tweet 1



    Rafael Bello/COB

Os piauienses Jaqueline Lima, Sâmia Lima e os irmãos Fabrício e Francielton Farias conquistaram quatro dos cinco ouros possíveis no Brazil International Series de Badminton, competição que terminou nesse domingo (13/10) no Clube Fonte São Paulo, em Campinas, e reuniu atletas de Brasil, Chile, Guatemala, Islândia, Itália e México.

Faz alguns anos que o Piauí domina os Jogos Escolares da Juventude no badminton. E agora, essa geração que brilhou nas categorias de base, chegou à seleção brasileira e está firme na busca por uma vaga nos próximos Jogos Olímpicos, em Tóquio.

A final das duplas mistas, a primeira do último dia de competição, mostrou a força da chamada “geração Piauí”. Todos os quatro atletas em quadro eram de Teresina, capital do Estado. Fabrício Farias e Jaqueline Lima se deram melhor sobre Francielton Farias e Sâmia Lima por 2 a 0, com um duplo 21-18. Motivo de satisfação para o treinador da seleção brasileira, o português Marco Vasconcelos, que acompanha os atletas desde pequenos.

“Quando cheguei ao Brasil há seis anos, eles eram crianças que sonhavam chegar à seleção. Hoje é uma geração que pode fazer mais dois ciclos olímpicos, até Los Angeles 2028. É uma geração boa. O trabalho é muito bem feito no Piauí. E quando falo do Piauí, também falo de uma geração que existe no Rio de Janeiro, do projeto social Miratus, de onde saiu o Ygor Coelho. São dois projetos que formaram grandes atletas que têm muito a dar ao badminton brasileiro. Estes atletas vêm de projetos sociais, passaram por grandes dificuldades. Ou seja, o esporte pode dar algo em troca. Eles buscam os seus sonhos e, mais do que isso, enxergam um futuro. Então, todos esses projetos são bem-vindos e espero que nunca acabem”, disse o treinador.

No individual feminino, Fabiana Silva, cabeça-de-chave número 1, acabou caindo na semifinal para a mexicana Haramara Gaitán e ficou com o bronze. Com isso, o caminho ficou aberto para Jaqueline Lima que derrotou Tamires Santos, Jeisiane Alves e a guatemalteca Nikte Alejandra Sotomayor para chegar à decisão. Contra a mexicana, Jaqueline atropelou no primeiro set por 21 a 8, mas no segundo, teve muita dificuldade. Depois de estar vencendo por 19 a 14, acabou permitindo o empate da adversária em 22 pontos. Desconcentrada, levou virada para 23 a 22, mas voltou ao jogo e acabou fechando o set em 26 a 24.

“Foi um pouco tenso. Cansei um pouco no final, porque venho jogando a semana toda e foi quase uma hora de partida. Isso pesou um pouco, mas eu respirei, o técnico me ajudou, consegui ficar mais tranquila e acabei conseguindo o objetivo”, disse Jaqueline.

“Meu foco era nas duplas, que o treinador vem treinando comigo, o Fabrício e a Sâmia. Mas a chave estava boa, consegui ir pra final e aproveitei a chance. A maior dificuldade foi o tempo de recuperação que foi muito pequeno entre um jogo e outro. Mas os pontos que podia conquistar para o ranking olímpico me motivaram e fico muito feliz por ter ganhado”, completou a jovem que foi bronze nos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018 nas equipes mistas.

No último jogo da competição, Jaqueline faturou o terceiro ouro dela na competição, desta vez ao lado de Sâmia Lima, nas duplas femininas. Elas venceram as compatriotas Mariana Freitas e Bianca Lima por 2 a 0, parciais de 21-1 e 21-10, na decisão. Já nas duplas masculinas, mais um ouro para a “geração Piauí”. Os irmãos Fabrício e Francielton Farias derrotaram Waleson Evangelista dos Santos e Matheus Voigt por 21-12, 21-11, e ficaram com o título. Fabrício que saiu com dois ouros comemorou

“Esse campeonato foi muito importante para gente somar pontos para o ranking mundial. Fui muito ajudado pelo meu irmão e pela Jaque Lima. Nos unimos muito. Acho que o principal para as conquistas foram as metas que coloquei para mim, estava muito focado”, comentou.

Todos os campeões do Brazil International Series 2019 estiveram nos Jogos Pan-americanos Lima 2019, em que a modalidade fez a melhor campanha da história, com cinco medalhas, sendo um ouro e quatro bronzes. Uma mostra da evolução da modalidade no cenário internacional, com parte do crescimento puxado pela “geração Piauí”.

“Depois dos Jogos Pan-americanos, os atletas ficaram muito motivados. Fizeram bons pontos em Lima e de lá para cá, já fizemos três competições. Inclusive agora, na semana passada, conseguimos três medalhas de ouro na Guatemala e uma de prata. Então, acho que a equipe está bem e o Pan-americano serviu de alavanca para perseguirmos o nosso sonho que é a classificação olímpica. E não só nas simples, mas também nas duplas. Sabemos que é difícil, mas hoje o nível que estamos apresentando já está bem próximo do mais alto nível mundial”, analisou Marco Vasconcelos.
 


Fonte: COB
Comentar
Lindolfo Monteiro · 13/10/2019 - 12h58 | Última atualização em 13/10/2019 - 13h26

Piauiense Sub 13| Escolinha do Flamengo empata com o River


Compartilhar Tweet 1



A Escola Flamengo enfrentou, neste domingo (13/10), o River no Estádio do Lindolfo Monteiro.

O jogo que faz parte do Piauiense Sub 13 teve início às 09h e terminou em empate.

    Foto: FFP

 

    Foto: FFP

 


Fonte: FFP
Comentar
Na arena de Pernambuco · 13/10/2019 - 12h40 | Última atualização em 13/10/2019 - 12h51

Seleção Olímpica: Pedrinho espera jogo veloz contra o Japão


Compartilhar Tweet 1



Pedrinho é um dos principais jogadores da Seleção Brasileira Olímpica que enfrentará o Japão às 16h desta segunda-feira (14/10), na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE). Habilidade, aplicação tática e entrosamento com os companheiros fazem dele titular da equipe desde o início do trabalho do treinador André Jardine, no Torneio Maurice Revello (antigo Torneio de Toulon), conquistado de maneira invicta na França.

    Foto: Reprodução CBF

 

E foi durante essa competição, mais precisamente na Final, que o Brasil enfrentou, justamente, os japoneses, adversários deste segundo jogo preparatório em solo pernambucano – no primeiro, vitória por 4 a 1 sobre a Venezuela. Pedrinho estava em campo e lembra das dificuldades encontradas pelo time: 1 a 1 no tempo normal e 5 a 4 nos pênaltis.

 

– O Japão veio marcando em cima, tentando dificultar a nossa saída de bola, e atacou com velocidade. Conseguimos o título em Toulon, mas sabemos que, mais uma vez, não teremos facilidade contra eles. Estamos bem preparados para fazer nossa qualidade prevalecer e vencer dentro do nosso país. O Jardine passa as coisas com o máximo de clareza possível, na linguagem dos jogadores, o que facilita o entendimento do que precisamos fazer – disse o camisa 10 da Seleção Olímpica.

 

Equipe titular em andamento

 

Durante as atividades deste sábado (12/10), últimas no Estádio dos Aflitos, André Jardine mexeu na projeção da equipe titular para o duelo com os asiáticos. O goleiro Cleiton treinou no lugar de Ivan. Lyanco, que estava suspenso contra a Venezuela, voltou a formar a zaga com Ibañez em substituição a Luiz Felipe. Considerando esse trabalho, a escalação pode ser Cleiton; Emerson, Lyanco, Ibañez e Caio Henrique; Douglas Luiz, Wendel e Pedrinho; Paulinho, Antony e Matheus Cunha.


Fonte: CBF
Comentar
Jogando no Pacaembu · 13/10/2019 - 12h10 | Última atualização em 13/10/2019 - 12h33

Palmeiras bate Botafogo e volta a vencer no Brasileirão 2019


Compartilhar Tweet 1



Palmeiras e Botafogo fizeram o último jogo deste sábado (12/10) pela Série A do Campeonato Brasileiro. Jogando no Estádio do Pacaembu, o Verdão fez valer o mando de campo e derrotou os cariocas por 1 a 0, com gol de Thiago Santos. A vitória fez o time comandado por Mano Menezes voltar a conquistar os três pontos depois de três rodadas.

    Foto: Reprodução CBF

 

Com o resultado, o Palmeiras assumiu, momentaneamente, a vice-liderança da Série A do Brasileirão 2019 com 50 pontos. Já o Botafogo, com 30, ocupa a 12ª colocação.

 

O jogo

 

Jogando em casa, o Palmeiras pressionou o Botafogo desde os primeiros minutos de partida. O resultado saiu logo, aos 14 minutos. O volante Thiago Santos apareceu como elemento surpresa no ataque, tabelou com Gustavo Scarpa e guardou no fundo das redes: 1 a 0 Verdão.

Mesmo com vantagem, os donos da casa continuaram em cima, buscando ampliar a vantagem. No entanto, os comandados de Mano Menezes pararam em Diego Cavalieri e foram para os vestiários com a diferença mínima no marcador.

Depois do intervalo, o Botafogo até teve uma boa chance aos seis minutos. Yuri pegou a sobra dentro da área e bateu, mas viu a bola subir e passar por cima do gol de Fernando Prass.

Depois do susto, o Palmeiras voltou a comandar as ações no Pacaembu. Dudu e Bruno Henrique levaram perigo, mas Diego Cavalieri apareceu mais uma vez para garantir que os mandantes não aumentassem o placar.

 


Fonte: CBF
Comentar
1 x 1 · 13/10/2019 - 11h54 | Última atualização em 13/10/2019 - 12h08

Seleção empata com a Nigéria em jogo preparatório em Singapura


Compartilhar Tweet 1



A Seleção Brasileira voltou a campo neste domingo (13/10), no Estádio Nacional de Singapura, para enfrentar a Nigéria em jogo preparatório. Após sair perdendo no primeiro tempo, a Canarinho cresceu na etapa final, empatou com gol do Casemiro e chegou a colocar uma bola na trave do goleiro nigeriano. Com isso, o placar se manteve em 1 a 1 até o apito final.

    Foto: Reprodução CBF
    Foto: Reprodução CBF

 

O jogo

 

O primeiro tempo da partida começou com bastante movimentação, e a Seleção Brasileira logo teve uma boa oportunidade para marcar. Firmino recebeu a bola dentro da área após boa jogada coletiva, fez o giro e bateu para o gol, mas viu a finalização se perder pela linha de fundo. Na sequência, a Nigéria deu a resposta com Osimhen, que bateu de canhota, mas Ederson fez ótima defesa.

A Canarinho ainda criou mais duas chances de gol, de cabeça com Gabriel Jesus e dos pés de Roberto Firmino, mas foram os africanos quem marcaram, aos 34. Aribo recebeu dentro da área, limpou a marcação e colocou a Nigéria em vantagem.

No último grande lance da primeira metade de jogo, Philippe Coutinho cobrou falta com muita categoria da meia-lua. No entanto, a bola passou raspando à trave direita do goleiro nigeriano.

Depois da conversa no vestiário, o Brasil voltou com tudo para a etapa final. Em cruzamento pela direita, Marquinhos foi mais alto do que todo mundo e testou a bola no travessão. No rebote, Casemiro apareceu na pequena área para estufar as redes e deixar tudo igual em Singapura aos dois minutos: 1 a 1.

A partir do gol, a Seleção passou a pressionar a Nigéria. Aos 11, Gabriel Jesus foi no terceiro andar e mandou no cantinho, mas Uzoho fez um milagre. Quatro minutos mais tarde, após escanteio, Casemiro, também de cabeça, fez a bola explodir no travessão.

Aos 27, Gabriel Jesus fez ótima jogada pela esquerda, se livrou da marcação e serviu Richarlison dentro da grande área. O camisa 7 bateu com força, mas a zaga desviou a bola e colocou para escanteio.

Coutinho ainda teve mais uma grande oportunidade de marcar, quando Renan Lodi fez ótima jogada pela esquerda. O lateral cruzou para o camisa 11, que, da marca do pênalti finalizou no canto. A bola ia entrando, mas a defesa nigeriana cortou quase em cima da linha, evitando o gol da vitória brasileira.

BRASIL: Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Casemiro, Arthur (Fabinho) e Neymar (Coutinho); Everton (Richarlison), Gabriel Jesus (Lucas Paquetá) e Roberto Firmino (Gabriel Barbosa) – Técnico: Tite

 


Fonte: CBF
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Diretoria de Competições da CBF comunicou, nesta sexta-feira (11/10), duas alterações da tabela original da Série A do Campeonato Brasileiro 2019. O confronto entre Flamengo e CSA foi transferido para o domingo (27). O horário e local foram mantidos. Por conta deste ajuste, o duelo entre Fluminense e Chapecoense também mudou de dia e será no sábado (26). O horário e  local também permanecem os mesmos. 

Confira mais detalhes abaixo.

Flamengo/RJ x CSA/AL
De: 26/10, sábado
Para: 27/10, domingo
Horário: 19h00 (mantido)
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro/RJ (mantido)

Fluminense/RJ x Chapecoense/SC
De: 27/10, domingo
Para: 26/10, sábado
Horário: 19h30 (mantido)
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro/RJ (mantido)

Clique aqui e confira a modificação na tabela.

 


Fonte: CBF
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Neymar provocou polêmica na última semana ao defender seus privilégios na seleção brasileira. Antes do empate por 1 a 1 com o Senegal em amistoso, o camisa 10 disse ser um dos que carregam a equipe nas costas. Resultado: recebeu várias críticas por isso, e resolveu respondê-las neste sábado (12).

    Reprodução Instagram

"Desde a primeira vez que eu pisei aqui (na seleção), eu sempre tive muita responsabilidade e sempre fui um dos principais nomes, um dos que carregavam sempre - acho que - praticamente tudo nas costas. Eu não me escondo disso. Se você for parar para pensar, analisar corretamente e ser honesto, nestes dez anos, eu sempre exerci meu papel muito bem na seleção", disse Neymar.

"Quando um atleta de alto nível atinge um nível alto, considerado um dos melhores do mundo, por que não tratá-lo de forma diferente? Não pode existir inveja do resto do time. Eu tive meu papel de entender. No Barcelona, eu trabalhei com o Messi, e ele tem o tratamento diferente. Por que ele é bonito? Não. Porque ele decide. Ele conquistou aquilo. Ele está assim depois do que alcançou. Não estou falando só de mim, estou falando de todos os atletas que têm tratamento diferente", acrescentou.

A análise de Neymar foi alvo de várias críticas da imprensa especializada. "Na seleção brasileira, o Neymar ainda não foi esse jogador de entregar tanta coisa assim", disse André Rizek, do SporTV. "O talento é inegável, o melhor que o Brasil produziu (na geração). Até agora, ele não transformou isso em algo tão útil para a seleção brasileira. Ele virou um leão de amistosos", classificou Rodrigo Bueno, do FOX Sports. "Você não tem personalidade, está fazendo um mal para o futebol brasileiro. Você carrega a seleção nas costas em benefício seu", disparou Neto, da Band, após o jogo contra o Senegal.

Nas redes sociais, a assessoria de Neymar publicou hoje uma resposta do astro a "parte da imprensa" - segundo ele, "a turma dos que não querem entender". O atacante do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira deixou claro que as declarações foram dadas para explicar a responsabilidade colocada sobre ele quando acontece algo ruim com a seleção brasileira nos últimos anos.

"O que eu quis dizer e o que parte da imprensa - a turma dos que não querem entender - não admite é que tudo o que acontece de 'ruim' na seleção brasileira nos últimos anos cai nas minhas costas. Mas já me acostumei com isso e sei que, enquanto estiver servindo a seleção brasileira, sou o alvo predileto", disse.
"Não tenho a menor pretensão de 'carregar a seleção nas costas'. Sei da minha importância, sei das minhas responsabilidades, mas nunca me vi nesse papel. Mas fica tranquilo, a maioria entendeu! O recado foi para alguns mal informados da 'imprensa' mesmo. E eu entendo que sempre, tudo o que eu falar, vão levar pro lado errado", acrescentou.

Comentar
Brasil x Rússia · 12/10/2019 - 12h35

Brasileira conquista medalha inédita no Mundial de Boxe


Compartilhar Tweet 1



A pugilista brasileira Bia Ferreira derrotou a russa Natalia Shadrina nessa quinta-feira (10/10) e garantiu uma medalha inédita para o Brasil, pois se classificou para as semifinais do Mundial de Boxe, que acontece na cidade de Ulan-Ude, na Rússia. Desta forma ela garante ao menos um bronze. As informações são da Agência Brasil.

    Foto: Reprodução

 

O triunfo da brasileira foi muito difícil, tanto que os juízes deram a vitória para ela com o placar de 3 a 2.

A semifinal de Bia acontece neste sábado (12/10), e a adversária será a norte-americana Rashida Ellis. As duas já protagonizaram 3 lutas, com duas vitórias da brasileira.

 

 


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Futebol Feminino · 12/10/2019 - 12h23 | Última atualização em 12/10/2019 - 12h33

FFP divulga tabela da primeira fase do Feminino Sub-17


Compartilhar Tweet 1



A Federação de Futebol do Piauí divulgou nessa quarta-feira (09/10) a tabela da primeira fase do Campeonato Piauiense de Futebol Feminino Sub-17. A competição terá início no domingo (13/10) e terá a participação de 15 equipes.

    Foto: Reprodução

 

O jogo que abre o Feminino Sub-17 será entre Abelhas Rainha e Soccer Girls. A partida será realizada às 9h, no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, logo após a cerimônia de abertura da competição, marcada para às 8h.

Os jogos dos Feminino Sub-17 seguem sendo disputados no dia 17 de outubro, com o duelo entre Tiradentes e Biroesportes. No dia seguinte, o Boca Juniors enfrentará o Skill Red. No dia 19 de outubro serão realizados os dois últimos jogos da primeira rodada, com o Teresina recebendo a Seleção de União e o Fluminense encarando o São Paulo.

Os jogos da segunda rodada serão disputados nos dias 20 e 26 de outubro. Os da terceira rodada nos dias 23 de outubro, 26 de outubro e 3 de novembro.

De acordo com o departamento de competições, as datas dos duelos do mata-mata serão divulgados após o término dos jogos da primeira fase.

Clique aqui e confira a tabela.


Fonte: FFP
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A final acontece neste sábado (12/10). O que for arrecadado será destinado a uma instituição de caridade.

Foram definidos nesta quinta-feira (10/10) os confrontos das semifinais do Campeonato Piauiense Sub-11. O Reis dos Reis teve como adversário a Escolinha do Promorar. Já o Fluminense vai encarar a AABB. Os jogos aconteceram nesta sexta-feira (11/10), às 16h e 17h, no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina.

    Foto: Reprodução

 

Para assistir o torcedor deverá levar um quilo de alimento não perecível, que será trocado por um ingresso. A ação faz parte do FFP social e também valerá para a final do Sub-11, marcada para este sábado (12/10). Os alimentos arrecadados serão destinados a uma instituição de caridade.

Dessa vez, a entidade escolhida pela FFP em parceria com a Rede Clube foi a Fundação Espírita Servos de Maria, localizada na Cerâmica Cil. Atualmente a entidade auxilia por meio da assistência sócio familiar cerca de 500 crianças e adolescentes carentes em situação de vulnerabilidade social.

A instituição desenvolve atividades por meio da evangelização com os seguintes projetos: Criadores de Esperança; Sopa de Esperança, Apadrinhando a Esperança; Refeição de Amor, dentre outros.

SEMIFINAIS- Estádio Lindolfo Monteiro
ENTRADA: 1 kg de alimento não perecível
11/10, às 16h: Rei dos Reis X Promorar
11/10, às 17h: Fluminense X AABB 


FINAL: 12 DE OUTUBRO - Estádio Lindolfo Monteiro
ENTRADA: 1 kg de alimento não perecível
16h: disputa de terceiro lugar
17h: grande final

 


Fonte: FFP
Comentar

Compartilhar Tweet 1



    Ivan Storti/Santos FC

Jogando em casa, o Santos derrotou o Palmeiras nessa quarta (09/10) por 2 a 0 e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro na 24ª rodada da competição. Com este resultado a equipe da Vila Belmiro fica à 5 pontos do líder Flamengo, que enfrenta o Atlético Mineiro na quinta.

Novo vice-líder

Com um futebol insinuante e intenso desde o primeiro minuto de partida, o Santos não deu chances ao Palmeiras em partida realizada na Vila Belmiro.

O domínio santista começou a se traduzir em gols aos 12 minutos do primeiro tempo, quando o meia uruguaio Carlos Sánchez cobrou falta na área para o zagueiro Gustavo Henrique marcar de cabeça.

E o segundo não demorou a sair, aos 17 Diego Pituca chuta da entrada da área e o goleiro Jailson defende parcialmente. Marinho aproveita o rebote e amplia para 2 a 0.

Com este resultado o Santos chega aos mesmos 47 do Palmeiras, mas assume a segunda posição da classificação por ter um número de vitórias maior do que o do seu adversário.

Participação do VAR

Já no jogo que envolveu duas tradicionais equipes que lutam para fugir do fantasma do rebaixamento, Cruzeiro e Fluminense empataram sem gols no estádio do Mineirão.

Em um jogo de baixo nível técnico, no qual o Fluminense se fechou atrás diante de um Cruzeiro que buscava a vitória na base da vontade, o que chamou mais a atenção foi a atuação do VAR (árbitro de vídeo).

Nesta partida o VAR sugeriu a anulação de um gol do atacante Fred e a não expulsão do volante Yuri, sinalizações que foram aceitas pelo árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima.

Vitória gaúcha

Em jogo que começou mais cedo, às 21h (horário de Brasília), o Grêmio derrotou o Bahia por 2 a 1. O time gaúcho saiu na frente com gol do zagueiro Geromel de cabeça aos 34 minutos do primeiro tempo.

Ainda no primeiro tempo o atacante Diego Tardelli sofre pênalti. O volante Maicon cobra com categoria aos 41 minutos para fazer 2 a 0.

E ainda na etapa inicial, aos 43, o volante Fabinho chega em velocidade na área para marcar de cabeça após cruzamento de Tiago Alves.

Empate sem gols

No segundo jogo da rodada que começou às 21h, Bahia e Fortaleza não passaram de um empate sem gols na Fonte Nova.

A 24ª rodada termina nesta quinta com os seguintes jogos: Corinthians x Athletico-PR, Avaí x Vasco e Flamengo x Atlético Mineiro.


Fonte: Agência Brasil
Comentar