'Chá da Prevenção' · 18/11/2021 - 11h24

Ações de prevenção reduzem casos graves de lesão por pressão no HUT


Compartilhar Tweet 1



Na data que se celebra o Dia Mundial de Prevenção de Lesões por Pressão (18 de novembro), o Núcleo de Estomaterapia (NEST) do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) realiza uma ação com vídeos educativos para as equipes assistenciais denominada: Chá da Prevenção, cujo enfoque é identificar os pacientes com mais risco de desenvolver lesão por pressão (LPP), para reduzir os índices entre os pacientes internados na maior emergência pública do Estado.

“As lesões por pressão são feridas na pele, popularmente conhecidas como escaras e são um problema de saúde pública no país, pacientes acamados por muito tempo no leito, sempre têm o risco, mas podem ser evitadas com medidas simples”, explica Cliciane Furtado, estomaterapeuta, coordenadora do NEST.

    Ascom

Profissionais de várias áreas da saúde do HUT entre eles, enfermeiros, fisioterapeutas e nutricionistas intensificam a disseminação do trabalho de prevenção às lesões. As equipes de estomaterapia e do Núcleo de Segurança do Paciente fazem rodas de orientações e capacitação em todas as unidades do hospital, fortalecendo o cuidado humanizado do paciente, da chegada até a alta hospitalar.

Cliciane enfatiza que essas ações educativas já rendem experiências exitosas, em conjunto com a direção do Hospital. “São investimentos como: aquisição de macas elétricas, colchões pneumáticos nas UTIs, uso de laser e dietas que aceleram o processo de cicatrização estão sendo implantadas para reduzir em no máximo 10% a ocorrência de novos casos em pacientes considerados de alto risco para LPP”, relata.

O aposentado Francisco Rodrigues Neto, 70 anos comemora o fato de ter sido bem cuidado no hospital.

“Cheguei ao HUT para ficar internado por Covid. Passei quase 60 dias internado e as enfermeiras cuidaram tão bem de mim que minha ferida cicatrizou e minha pele continua direitinha”, ressaltou o aposentasdo.

O HUT tem instituído o Protocolo de Prevenção de Lesão por Pressão, baseado nas Metas Internacionais de Segurança do Paciente e nas recomendações do Ministério da Saúde.


Fonte: Prefeitura de Teresina

Comentários