Em sessão solene · 12/07/2017 - 16h59

Secretário da Seid é homenageado pela Apae de Piripiri


Compartilhar Tweet 1



Na manhã desta quarta-feira (12/07), o secretário para Inclusão da Pessoa com Deficiência, Mauro Eduardo, foi homenageado pela Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Piripiri por seus serviços em prol das pessoas com deficiência e, em especial, aos da Apae.

A honraria aconteceu durante uma sessão solene, na Assembleia Legislativa do Estado do Piauí, que comemorava os 25 anos de fundação da Apae de Piripiri.

Para Mauro Eduardo o trabalho na defesa e garantia dos direitos da pessoa com deficiência é muito gratificante. “Agradeço pelo reconhecimento da luta na causa da pessoa com deficiência, muito obrigado! E reafirmo o compromisso que tenho enquanto pessoa com deficiência e gestor público de sempre buscar melhorias para a vida das pessoas com deficiência. Nosso governo tem a marca da inclusão!”, frisa o gestor.

Ele ainda fala que o Governo do Estado busca sempre descentralizar os serviços destinados às pessoas com deficiência com a finalidade de promover um acesso e a garantia de direitos dessas pessoas.

A presidente da Apae de Piripiri, Maristela Lima, explica que a homenagem é uma forma de agradecer pelo trabalho e a dedicação dos que colaboram com a APAE de Piripiri. “Fico muito feliz em poder agradecer essas pessoas que nos ajudam a proporcionar mais inclusão e igualdade!”, destaca a presidente.


Fonte: Com informações da Ascom

Compartilhar Tweet 1



O primeiro Luau Acessível do litoral piauiense, aconteceu nos dias 7 e 8 de julho, nas instalações do Projeto Piauí Praia Acessível, localizado na orla de Atalaia, no município de Luís Correia.

O evento promoveu lazer e diversão para as pessoas com deficiência de vários municípios do Piauí e ocorreu com muita tranquilidade e alegria. A ação é uma realização do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid) e da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

O luau fez parte da programação da temporada de férias no litoral e tem como objetivo proporcionar as pessoas com deficiência mais lazer e descontração. No sábado (08/07), pela manhã, o Piauí Praia Acessível recebeu as pessoas com deficiência para proporcionar o banho de mar assistido possibilitando que essas pessoas tenham momentos de lazer, em igualdade de oportunidades com as demais pessoas, além de toda segurança e autonomia.

O secretário da Seid, Mauro Eduardo, fala que o objetivo do luau é proporcionar um lazer acessível par todas as pessoas com deficiência. “Nosso lema é Todos pela Inclusão! E incluímos todos nesse luau. Conseguimos elevar a autoestima das pessoas com deficiência! Temos uma estrutura no Piauí Praia Acessível totalmente adaptada e adequada para receber as pessoas com deficiência”, finaliza o gestor.

Valdirene Maria, pessoa com deficiência, o luau foi muito importante para promover a inclusão. "Esse evento é um exemplo de inclusão. Foi um momento de confraternização e, também, nos unimos para comemorar muitas conquistas que já alcançamos. Foi muito bom!"

Conceição Gomes também aproveitou esses dias com muita alegria e entusiasmo. "Gostei muito! Quero que mais vezes momentos assim aconteçam", finaliza.


Fonte: Com informações da Ascom
Instituições beneficiadas · 05/07/2017 - 16h08

Seid recebe kits de informática da SeadPrev


Compartilhar Tweet 1



O secretário de Administração e Previdência (SeadPrev) Franzé Silva, fez a entrega nesta terça-feira (04/07) de kits de informática para o secretário de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), Mauro Eduardo. A princípio, vão ser beneficiadas dez instituições de Teresina que trabalham em prol da pessoa com deficiência. Os equipamentos vão ser distribuídos oficialmente pelo governador Wellington Dias no próximo dia (11/07), no Palácio de Karnak.

Cada kit contém data show com tela, impressora, notebook e câmera digital. Foram investidos mais de R$ 72 mil, recursos do Tesouro Estadual.

Segundo o secretário de Administração e Previdência, Franzé Silva, a ação é fruto do Termo de Cooperação Técnica assinado entre gestores da SeadPrev, Secretaria de Educação (Seduc) e Seid, no início deste ano com o objetivo de fortalecer o funcionamento de entidades que atendem pessoas com deficiência no Estado. “Vale ressaltar que todo trâmite referente ao ato da assinatura do documento foi devidamente legalizado conforme determina a Lei”, frisou.

Para o secretário da Seid, Mauro Eduardo, os equipamentos vão facilitar o trabalho das entidades que antes ficavam impossibilitadas até de registrar as atividades desenvolvidas por falta de câmera digital. “Agora, a realidade é outra. Essas primeiras instituições beneficiadas vão poder fazer pesquisas, elaborar projetos para captação de recursos, além de divulgar com mais eficiência o que realizam em benefício de um segmento importante da sociedade”, enalteceu.

De acordo com Franzé Silva, novos kits de informática devem der entregues para entidades do interior até o final de 2017.

Modalidades de reabilitação · 04/07/2017 - 11h25

Governo do Estado vai assinar ordem de serviço para construção do CER


Compartilhar Tweet 1



O Governo do Piauí, através da Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid) e da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), vai assinar ordem de serviço para a construção do Centro Especializado em Reabilitação (CER IV), em Parnaíba. A solenidade acontece nesta segunda (3), às 8h30, na Rua Mira Rios, entre as Ruas “D”, Rua Fausto Barros e a Estrada para o lugar Rosápolis, bairro São Vicente de Paula.

O CER IV composto por quatro modalidades de reabilitação, visual, física, intelectual e auditiva, é um serviço especializado e possui poucas unidades habilitadas no Brasil, quando comparamos ao grande número de usuários que necessitam desses serviços.

O secretário da Seid, Mauro Eduardo, fala que é de extrema importância a implantação de centros em outras regiões no Piauí. "Temos o intuito de descentralizar esse tipo de atendimento no estado e assim diminuir o fluxo de pacientes que precisam se deslocar, até Teresina, por exemplo, para receberem atendimento. Com esse Centro, o Governo do Estado, mais uma vez reafirma o compromisso de melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência", destaca o gestor.

Mauro fala ainda que o CER de Parnaíba será a primeira unidade no território de desenvolvimento da Planície Litorânea, a oferecer os serviços nas modalidades de deficiência física,visual, intelectual e auditiva.

Atendimento

O Centro Especializado em Reabilitação oferecerá um grande leque de serviço nas modalidades de reabilitação Visual, Auditiva, Física e Intelectual. Realizando diagnóstico, avaliação, orientação, estimulação precoce e atendimento especializado em reabilitação, concessão, adaptação e manutenção de tecnologia assistiva, constituindo-se em referência para a Rede de atenção a saúde no território.

Reabilitação Visual
Oferta de serviço oftalmológico para usuários, pessoas da comunidade com limitações visuais e/ou patologias oculares, pessoas com deficiência visual que precisem de laudo médico para concursos, mercado de trabalho e Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Reabilitação Auditiva
Os serviços que oferecem reabilitação de pessoas com deficiência auditiva, são aqueles que podem fazer a concessão de Aparelhos de Amplificação Sonora Individual (AASI). Devem garantir o melhor aproveitamento da audição residual da pessoa com deficiência auditiva, incluindo: diagnostico – consultas e exames audiológicos, seleção adaptação e concessão de AASI e terapia fonoaudiológica.

Reabilitação Física
A área de reabilitação para pessoas com deficiência motora deve envolver as seguintes especialidades: Psicologia; Fonoaudiologia, nas disfunções de linguagem e de distúrbios da motricidade oral; Terapia Ocupacional; Fisioterapia Motora; Fisioterapia Respiratória; Fisioterapia Aquática; Serviço Social; Avaliação e Encaminhamento para solicitação de próteses, órteses e dispositivos auxiliares não relacionadas a atos cirúrgicos, através da dispensação de equipamentos via órgãos específicos.

A Coordenadora de Saúde da Seid, Raquel Azevedo, explica que a média do número de usuários atendidos deve considerar o estabelecido para cada modalidade de reabilitação. "Na Reabilitação Auditiva o mínimo de 150 usuários/mês; na Reabilitação Física: mínimo de 200 usuários/mês; Reabilitação Intelectual: mínimo de 200 usuários/mês; Reabilitação Visual: mínimo de 150 usuários/mês. Somando uma média de 700 atendimentos por mês", fala a coordenadora.


Fonte: Ascom
Seid nos municípios · 23/06/2017 - 10h41

Seid capacita Conede do município de Buriti dos Lopes


Compartilhar Tweet 1



A Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid) e o Conselho Estadual de Defesa dos Direito da Pessoa com Deficiência (Conede-PI) capacitaram, na manhã da última quarta-feira (21/06), os conselheiros Municipais de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência no município de Buriti dos Lopes.


Fonte: Com informações da Ascom

Compartilhar Tweet 1



Criada no ano de 2003 e transformada em secretaria em 2008, a Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa Com deficiência (Seid) faz o Piauí tornar-se referência nacional e ser modelo de gestão para outras unidades da Federação.

Sento o primeiro estado brasileiro a ter uma secretaria voltada somente para essa causa, o Piauí ganhou o Prémio Nacional dos Direitos Humanos em 2008, na categoria Garantia dos Direitos da Pessoa com Deficiência, dado pela Presidência da República.

O centro Integrado de Reabilitação (Ceir), instituição voltada para atender as pessoas com deficiência auditivas, fiscais, visuais e mentais, foi usado como modelo pela Presidência da república para a criação da Rede Nacional de Reabilitação, que coordena os centros especiais de Reabilitação.

Confira os dados da Seid no Piauí

Passes Livres
As pessoas com deficiências cuja renda familiar mensal per capita seja de até um salário mínimo têm direito ao Passe Livre Cultura e ao Passe Livre Intermunicipal, ao todo mais de cinco mil pessoas foram beneficiadas com os programas.

Primeiro – Passe Livre Cultural – garante a gratuidade da entrada e acesso aos cinemas, teatros, casas de espetáculos, estádios, ginásios esportivos e locais similares. O segundo – Passe Livre Intermunicipal – garante transporte grátis em ônibus entre os municípios dentro do estado.

Projeto Passo à Frente
Criado em 2015, o projeto Passo à Frente já beneficiou mais de 3.500 pessoas através de uma carreta do Ministério da Saúde, o programa vai até os municípios piauienses, para atender as pessoas com deficiências ou mobilidade reduzida. Eles recebem andadores, bengalas, muletas, cadeiras de rodas (adaptadas para o banho), sapato pé diabético, botas órteses e próteses.

Conselhos Municipais
Em 2016, a Seid realizou a implantação de cinco novos Conselhos Municipais dos Direitos da Pessoa com Deficiência (COMUDES) e capacidade dos conselheiros dos municípios de José de Freitas, União, Curimatá, Simplício Mendes e Bom Jesus. Também foram implementados outros noves COMUDES já existentes em Canto do Burití, São João do Piauí, Corrente, Esperantina, Valença, Ipiranga, Picos, Água Branca e Uruçuí.

Atendimentos
Por meio do programa Piauí Acessível, que objetiva proporcionar e garantir às pessoas com deficiência, momentos de lazer na praia, com segurança, dignidade e autonomia, bem como o banho de mar assistido de monitores. Inaugurado no ano de 2016, o Piauí Acessível já beneficiou mais de mil pessoas e tem feito parcerias com a Secretaria de Estado do Turismo e a Faculdade Maurício de Nassau.

Outras 91 pessoas também são atendidas com a equoterapia, tratamento desenvolvido por meio de parceria entre a Seid e a Polícia Militar do Piauí, no Centro de Equoterapia de Teresina. Sâo 48 praticantes no período da manhã e 53 no período da tarde. No ano de 2016, foram realizados mais de dois mil atendimentos.


Fonte: Com informações do Jornal o Dia

Compartilhar Tweet 1



Na manhã desta segunda-feira (12), o secretário para Inclusão da Pessoa com Deficiência, Mauro Eduardo, apresentou as as instalações do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) para a equipe da Mútua – Caixa de Assistência dos profissionais do CREA.

Durante a visita foi articulada uma parceria entre o Governo do Estado, a Mútua e o Instituto HandsFree para a implantação de equipamento de tecnologia assistiva conhecido como Plataforma Integrada HandsFree. Esse equipamento permite o controle do computador, automação residencial e educação à distância usando apenas o movimento da cabeça e ajuda pessoas com deficiência a terem uma melhor qualidade de vida.

Mauro Eduardo fala que a implantação desse tipo de equipamento vai ajudar as pessoas com deficiência nas diversas atividades do dia a dia. "Nossa ideia é que o Estado possa adquirir esse equipamento para as pessoas que precisam", explica o gestor. Inicialmente, a equipe de gestão do Ceir fará o levantamento de quantas pessoas precisam desse tipo de equipamento.

Marcelo Gonçalves, diretor da Mútua, explica que o equipamento incorpora várias tecnologias existentes e facilita a vida das pessoas o máximo possível. "A pessoa que possui esse equipamento pode fazer um curso a distancia, pela internet, e digitar os trabalhos a partir do comando de voz ou mexendo a cabeça", destaca.

HandsFree é um equipamento voltado para pessoas com deficiências. Moderno, de alta qualidade e de baixo custo,o equipamento é extremamente útil para quem deseja ter uma vida mais autônoma, tendo a liberdade de controlar seu próprio ambiente sem a necessidade da ajuda de outras pessoas. Com o equipamento é possível ter total controle do computador, acionar luz, controlar equipamentos eletrônicos como TV, Som, DVD, estudar a distância.


Fonte: Com informações da Ascom
Uma das primeiras do país · 19/06/2017 - 11h13

Seid desenvolve políticas para inclusão da pessoa com deficiência


Compartilhar Tweet 1



No Piauí, a política de inclusão da pessoa com deficiência está em pleno avanço. Desde a criação da Secretaria de Estado para Inclusão das Pessoa com Deficiência (Seid), estão acontecendo ações e projetos com o intuito de garantir e defender os direitos das pessoas com deficiência e assim melhorar a qualidade de vida dessas pessoas.

De acordo com o secretário da Seid, Mauro Eduardo, a meta é continuar promovendo a inclusão das pessoas com deficiência na sociedade. “Trabalhamos com a descentralização dos nossos serviços para que as necessidades das pessoas com deficiência dos 224 municípios do Estado sejam atendidas. A prova disso são as ações nas áreas da educação, saúde, lazer, trabalho”, destaca o gestor.

A Seid desenvolve projetos pioneiros na área da saúde como o Serviço de Referência Odontológica à Pessoa com Deficiência Intelectual e Autismo. Esse serviço acontece em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) e funciona no Hospital da Polícia Militar, em Teresina. Tem o objetivo de ampliar o acesso qualificado às pessoas com deficiência intelectual e autismo no Sistema Único de Saúde, focado no conceito de rede de atenção e cuidados à saúde, vislumbrando o tratamento odontológico em nível terciário.
Há um ano, desde a sua implantação, o Passo à Frente já beneficiou mais de 3 mil pessoas, em mais de 40 municípios. O programa busca facilitar o acesso das pessoas com deficiência aos equipamentos de órteses e próteses, cadeiras de rodas ou qualquer outro meio auxiliar de locomoção. Recentemente, o Piauí conseguiu junto ao Ministério da Saúde, mais uma carreta ortopédica. Segundo Mauro Eduardo, a carreta deve chegar até o final do mês de julho. “Com outra carreta mais pessoas com deficiência serão beneficiadas. Assim, o Governo do Estado, mais uma vez, reafirma o compromisso de melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência”.
Centros Especializados em Reabilitação

O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), viabilizam a implantação de Centros Especializados em Reabilitação no interior do Piauí. O objetivo dos Centros é atender pacientes que precisam de tratamento especializado em reabilitação, diagnóstico, avaliação e orientação, dentro de uma estrutura adequada à sua condição física e mental. Contarão com equipes multidisciplinares com atuação de fonoaudiólogo, fisioterapeutas, médicos-ortopedistas, enfermeiros, psicólogos.

No município de São João do Piauí será implantado o Centro Especializado em Reabilitação – CER II, que vai atender dois tipos de deficiência (física e visual). O Centro terá área total de 8.100 m² e será construído no Bairro Vila Foca. O projeto está no início da licitação, que será realizada pela Sesapi. De acordo com o secretário da Seid, Mauro Eduardo, a previsão é que até o final deste ano a obra seja iniciada.

O Centro Especializado em Reabilitação de Parnaíba terá sua obra iniciada nos próximos meses. Ele atenderá quatro especialidades de deficiência: auditiva, física, intelectual e visual. E terá capacidade para receber mais de 700 pacientes ao mês.

Equoterapia
A equoterapia é um método terapêutico que utiliza o cavalo sob uma abordagem interdisciplinar aplicado nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência. O serviço é desenvolvido pelo Esquadrão Independente de Polícia Montada (EIPMON-PMPI), em parceria com a Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (SEID). Parnaíba também conta com um Centro de Equoterapia.

No Piauí, a inclusão das pessoas com deficiência, através da educação, vem crescendo nos últimos anos. Segundo Mauro Eduardo todos os Centros Especializados de Educação estão passando por reforma. “As reformas são necessárias para melhorar a estrutura dos Centros. Além disso, capacitações e treinamentos são oferecidos aos profissionais”.

Lazer
Outro projeto de grande impacto social realizado pela Seid, em parceria com a Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e a Faculdade Maurício de Nassau, foi a implantação do “Piauí Praia Acessível”. Esta ação tem como objetivos proporcionar e garantir às pessoas com deficiência momentos de lazer na praia, com segurança, dignidade e autonomia, bem como o banho de mar assistido, através do acompanhamento por monitores. O projeto conta com cadeiras anfíbias para locomoção na areia e banho de mar, equipamentos de acessibilidade, rampa de acesso ao mar com 70 metros, banheiros adaptados e espaço para guardar objetos dos usuários e está localizado na praia de Atalaia, município de Luís Correia.

Como uma nova etapa do Praia Acessível, a Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), em parceria com a Secretaria de Estado do Turismo (Setur), vai realizar o “Luau Acessível”. O projeto visa desenvolver um luau a beira mar, na praia de Atalaia, onde fica o “Piauí Praia Acessível”. O evento será realizado no dia 8 de julho e oferecerá boa música, acessibilidade, segurança e conforto.

Através do Passe Livre Intermunicipal, e do Passe Livre Cultura, a SEID desenvolve uma ação continuada de garantia dos direitos das pessoas com deficiência em todo o Piauí, além de possibilitar uma melhor qualidade de vida e acesso a lazer, cultura, esporte e outros entretenimentos. Em 2017, já foram expedidas 1542 novas carteiras do Passe Livre Intermunicipal e 448 novas carteiras do Passe Livre Cultura, números que revelam o grande sucesso e abrangência desta ação no Estado.

SEID é uma das primeiras secretarias do país a tratar de política para pessoas com deficiência
A SEID é o órgão responsável pela proposição, articulação, monitoramento e execução de políticas públicas estaduais voltadas para inclusão das pessoas com deficiências, tendo como finalidade a promoção da sua cidadania e a defesa de seus direitos. Em 2003 foi criada como Coordenadoria para Inclusão da Pessoa com Deficiência (CEID). Em 16 de outubro de 2008 foi transformada, pela Lei Estadual nº 117, em Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (SEID) sendo uma das primeiras secretarias no país criada para tratar da política para pessoas com deficiência.

O ano de 2017 é a consolidação da Seid com a conclusão da obra da sua sede própria. Com o prédio totalmente acessível, a pessoa com deficiência terá a sua disposição os serviços oferecidos pela Secretaria, além de contar com o funcionamento do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência (Conede – PI).


Fonte: Com informações da Ascom
11ª edição do evento · 13/06/2017 - 17h22

4 mil pessoas caminham pela acessibilidade


Compartilhar Tweet 1



Criada há 11 anos com o intuito de chamar a atenção da sociedade e dos gestores públicos sobre a importância da acessibilidade a XI Caminhada pela Acessibilidade aconteceu, na tarde deste sábado (10), e reuniu 4 mil pessoas na Avenida Raul Lopes.

O evento realizado pela Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), pela Associação dos Deficientes Físicos de Teresina (Adeft), pelo Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conede-PI) e demais entidades das pessoas com deficiência do Piauí faz parte das comemorações pelo Dia Estadual da Pessoa com Deficiência no Estado do Piauí, comemorado no dia 9 de junho.

O secretário de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência, Mauro Eduardo, fala das conquistas da pessoa com deficiência' nos últimos anos. "Estamos na nossa 11 edição da caminhada. E se nós olharmos para trás muito já conquistamos, mas se olharmos para frente muita coisa ainda vamos conquistar. Há anos atrás não tinhamos um Centro Integrado de Realização (Ceir), Centro Integrado de Educação Especial (Cies), uma rede de conselhos municipais, um Conselho Estadual, uma Secretaria de Estado. Esse vamos consolidar toda a política de inclusão com a inauguração da 'casa própria da pessoa com deficiência', a sede da nossa secretaria. Esse ano nossa caminhada tem como tema: Limitados sim, incapacitados não!! Nossa limitação não nos torna incapazes de desenvolver qualquer atividade que seja compatível com nossa deficiência. Queremos ser respeitados e nossos direitos também", destaca o gestor.

A presidente da Associação dos Deficientes Físicos de Teresina (Adeft), Amparo Sousa, explica que a intenção da caminhada é conscientizar a sociedade sobre a importância de respeitar os direitos das pessoas com deficiência. "Ao longo desses 11 anos podemos elencar algumas conquistas. Nós já avançamos muuito. Inclusive estamos a frente de vários estados brasileiros. Mas não podemos deixar de reconhecer que ainda temos muito pra ser feito para que tenhamos realmente uma sociedade inclusiva", disse a presidente.

A Vice-Governadora, Margarete Coelho, participou da caminhada é disse que "essa luta pela conquista de direitos vem trazendo muitos frutos. E uma luta que não tem sido em vão. Hoje no Piauí existe uma política de inclusão da pessoa com deficiência consolidada. É lindo o trabalho da Seid de levar para quem precisa equipamentos de acessibilidade".

A caminhada seguiu até o Parque Nova Potycabana, onde aconteceu apresentações artísticas e musicais.


Fonte: Com informações da SEID
Acompanhe a programação · 06/06/2017 - 11h03

Seid faz convite para a XI Caminhada pela Acessibilidade


Compartilhar Tweet 1



A Associação dos Deficientes Físicos de Teresina (ADEFT), em parceria coma Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (SEID), o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONEDE-PI) e demais entidades das pessoas com deficiência do Piauí, convidam para a XI Caminhada pela Acessibilidade, conforme programação a seguir.

Data: 10 de junho de 2017
Horário: 15 horas
Local: Complexo Turístico Ponte Estaiada


Fonte: Com informações da Ascom
Acessibilidade para todos · 22/05/2017 - 16h39

Seid realiza Fórum para Pessoas com Deficiência em Floriano


Compartilhar Tweet 1



A Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), em parceria com outros órgãos do estado e a prefeitura de Floriano, realiza nos dias 26 e 27 maio, no Comércio Esporte Clube, o Fórum Regional de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência – Todos Pela Inclusão.

As ações do Governo do Estado serão concentradas nesses dois dias na cidade de Floriano. Serão realizadas palestras, oficinas e outras atividades no sentido de levar informações e serviços à sociedade voltados à temática do evento. “Esse é um momento de muito debate e de informações sobre as políticas públicas para as pessoas com deficiência do nosso estado e do nosso país”, enfatiza a Coordenadora do Fórum, Helena Lima.

O Fórum busca debater melhorias na qualidade de vida das pessoas com deficiência. Para participar é necessário se inscrever no local do evento, no dia 26 de maio, apresentando RG e CPF.

O secretário da Seid, Mauro Eduardo, fala que um dos objetivos do fórum é descentralizar as políticas públicas para as pessoas com deficiência do Piauí. “As pessoas com deficiência, seus familiares e profissionais que trabalham a politica de inclusão e moram na região de Floriano, distante da capital, terão a oportunidade de tirar dúvidas sobre direitos, garantias e serviços oferecidos pelo estado, como o Passe Livre Cultura e o Intermunicipal”, destaca Mauro.


Fonte: Ascom

Compartilhar Tweet 1



O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vai oferecer, pela primeira vez, a tradução da prova para os candidatos que possuem deficiência auditiva. A tradução será da seguinte forma: cada pergunta é apresentada sob o formato de vídeo, em que é lida por um intérprete de Libras. Existe a opção também de visualizar a questão na versão escrita, na língua portuguesa. No modelo disponibilizado pelo Inep, é preciso marcar a alternativa pelo site. As pessoas com deficiência auditiva, nos dias das provas, assistirão aos vídeos e receberão as provas escritas.

De acordo com o secretário para Inclusão da Pessoa com Deficiência, Mauro Eduardo, a iniciativa é muito importante para a promoção da inclusão das pessoas surdas no Brasil. “O Enem é uma prova nacional e que, através dela, as pessoas podem ter acesso ao ensino superior. Hoje somos um país bilíngue e essa ação de traduzir uma prova tão importante para essa parcela da população é louvável”, comenta o gestor.

As inscrições para o Enem 2017 encerrarão nesta sexta-feira (19/05), às 23h59. Para os candidatos surdos existem três tipos de recursos que podem ser utilizados: vídeo-prova traduzida em Libras; auxílio de tradutor-intérprete de Libras; recurso de leitura labial. É importante lembrar que os candidatos surdos que queiram usar algum dos recursos devem anexar laudo médico que comprove a deficiência. Eles também têm direito a uma hora a mais para realizar o exame, desde que solicite esse benefício na inscrição.

Para mais informações acesse enemlibrasexperimental@inep.gov.br.


Compartilhar Tweet 1



Os conselheiros do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conede-PI) foram empossados, na manhã desta quarta-feira (17/05), no auditório da Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid). Foram empossados 48 conselheiros, entre titulares e suplentes, que terão a missão de acompanhar o planejamento, a avaliação da execução e fiscalização das Políticas Públicas e setoriais de educação, saúde, assistência social, transporte, cultura, desporto, lazer e política urbana, no que dizem respeito à pessoa com deficiência.

O Secretário da Seid, Mauro Eduardo, fala que os conselheiros são muito importantes para a defesa dos direitos das pessoas com deficiência. “É uma função muito relevante para o Estado do Piauí. É é uma função não remunerada, mas sabemos do compromisso de cada um dos conselheiros em trabalhar na defesa dos direitos das pessoas com deficiência”, conclui. Processo de escolha da nova diretoria para o biênio 2017-2019 ainda está em definição.

Conede-PI

O Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conede-PI) é um órgão superior de deliberação colegiada de caráter permanente, normativo, fiscalizador e controlador das ações governamentais e não governamentais no âmbito do Estado do Piauí, vinculado à estrutura da Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência – SEID. É fortalecido por sua composição paritária, de representantes das entidades de pessoas com deficiência, sociedade civil organizada e representantes da esfera governamental.

O Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, tem como objetivo principal acompanhar o planejamento, avaliar a execução e fiscalizar as Políticas Públicas e setoriais de educação, saúde, assistência social, transporte, cultura, desporto, lazer e política urbana, no que dizem respeito à pessoa com deficiência.

Além disso, visa a promoção e a divulgação dos estudos técnicos na administração pública estadual, fazendo campanhas de prevenção, sensibilização e conscientização em parceria com órgãos da sociedade civil, poder público, e também prestar apoio, orientação, estímulo, acompanhamento e fiscalização quando da criação de Conselhos Municipais.

Receber e encaminhar aos órgãos competentes, petições, denúncias e reclamações formuladas por qualquer pessoa ou entidade, quando ocorrer ameaça ou violação dos direitos da pessoa com deficiência, exigindo a adoção de medidas efetivas de proteção e reparação.


Fonte: Ascom

Compartilhar Tweet 1



O secretário para Inclusão da Pessoa com Deficiência, Mauro Eduardo, recebeu para uma reunião, na manhã da última quinta-feira (11/05), o prefeito de São Gonçalo do Piauí, Júnior Ribeiro. O encontro teve como objetivo falar sobre a aquisição de um veículo adaptado destinado as pessoas com deficiência do município.

De acordo com o secretário, o veículo está em processo de licitação e será adquirido através da emenda parlamentar da deputada federal Iracema Portela. "Esse veículo adaptado vai melhorar o dia a dia das pessoas com deficiência de São Gonçalo do Piauí, no transporte para realização de um tratamento de saúde, por exemplo", fala Mauro Eduardo.

Júnior Ribeiro disse que o veículo é mais uma conquista para beneficiar a população de São Gonçalo do Piauí. "Temos o objetivo de levar mais qualidade de vida para nossa população e esse veículo ajudará muito".

Segundo dados do Censo 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), São Gonçalo do Piauí possui 30% da sua população com algum tipo de deficiência.


Compartilhar Tweet 1



Na tarde desta terça-feira (09/05) o secretário da Seid, Mauro Eduardo, reuniu-se com o prefeito do município de Burití dos Lopes, Júnior Percy e a secretária de saúde da cidade, Francilourdes Percy. O objetivo da reunião era a busca de melhorias para a região.

Durante o encontro, foi tratado a reabertura da clínica de fisioterapia da cidade de Burití dos Lopes, através de uma parceria entre a Seid e o Governo do Estado.

A meta é fazer com que a unidade funcione no início do segundo semestre deste ano. “Já fizemos a limpeza da parte física da clínica”, afirmou o prefeito.

Os equipamentos de fisioterapia da clínica serão adquiridos pelo estado, por meio da Seid.


Fonte: Ascom

Compartilhar Tweet 1



O Piauí terá praia acessível para as pessoas com deficiência. O “Projeto Piauí Praia Acessível” tem como objetivo oferecer condições, através de equipamentos e tecnologia, para que pessoas com deficiência possam usufruir da praia e do banho de mar com segurança, dignidade e autonomia.
Estive, em reunião, com a prefeita de Luís Correia, Adriane Prado, e com o secretário de Turismo de Luís Correia, Raul Rodrigues, para discutirmos o “Projeto Piauí Praia Acessível”.


Fonte: Facebook Mauro Eduardo