Modalidade com mais medalhas · 15/07/2017 às 12h33

Seleção escolar de judô comprova sua renovação da modalidade em todo país

Seleção escolar de judô comprova sua renovação da modalidade em todo país


Compartilhar Tweet 1



O judô brasileiro é uma verdadeira fábrica de talentos. A modalidade que trouxe mais medalhas olímpicas para o Brasil (22) segue comprovando sua grande capacidade de geração de atletas, agora espalhados pelas cinco regiões do país. Prova dessa constante renovação está sendo dada na segunda edição do Treinamento de Campo de Judô Escolar, que começou na quarta-feira, dia 12, no Rio de Janeiro, com a participação de 55 judocas de 21 estados. O encontro é uma parceria entre o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e a Confederação Brasileira de Judô (CBJ). Os atletas estão concentrados na base da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA), no Campo dos Afonsos, até o domingo, dia 16.

Os atletas foram selecionados pelos técnicos das seleções de base do Brasil que acompanharam os Jogos Escolares da Juventude 2016. Durante o período de concentração no Rio, os judocas têm dois treinos diários no dojô. Além disso, eles passam por avaliações físicas e assistem à palestras com a comissão técnica das Categorias de Base da CBJ.

“Esse tipo de camping é fundamental para a CBJ trabalhar a porta de entrada para a equipe adulta, que é uma equipe sub-18. Aqui são trabalhados atletas com grande potencial de atingir um nível competitivo internacional”, disse Marcelo Teotônio, gestor das equipes de base da CBJ. “Diversos atletas que chegaram à equipe olímpica passaram pelos Jogos Escolares, como Sarah Menezes, Mayra Aguiar, Victor Penalber, entre outros. Então é um evento de extrema importância para nós identificarmos os talentos espalhados pelo Brasil. A partir dos Jogos Escolares, com esses atletas identificados, nós damos continuidade ao processo de desenvolvimento das novas gerações”, completou Teotônio.

Entre os 55 jovens judocas que participam do treinamento de campo, destaque para Bruna Bereza. A paranaense venceu sua categoria nos Jogos Escolares João Pessoa 2016, passou a ser acompanhada pela CBJ e já está convocada para o Mundial Juvenil de Santiago 2017, no Chile, com início marcado para 9 de agosto. “É uma experiência muito grande que estou passando aqui. Treinar com um atleta olímpico e com atletas do Brasil todo está desenvolvendo o meu judô. Normalmente eu treino com as mesmas pessoas, que já me conhecem. Aqui está sendo diferente e muito proveitoso. Sinto que eu estou me desenvolvendo”, disse a atleta, que já está ansiosa para a disputa do Mundial de Santiago. “Estou bem ansiosa. Eu sempre sonhei grande, mas nunca imaginei que poderia ter uma oportunidade como essa e agora está chegando. Não acreditei quando anunciaram o meu nome na lista de convocados. Fiquei muito emocionada”, disse Bruna, de 16 anos.

Esta edição do camping contou com a participação especial do judoca Victor Penalber, medalhista de bronze no Mundial de Astana 2015 e representante do Time Brasil nos Jogos Rio 2016. Victor participou do treino com os jovens nesta sexta-feira, 14, e compartilhou um pouco de conhecimento com a garotada. Penalber disputou os Jogos Escolares da Juventude em 2005, 2006 e 2007.

“Se eu fiz alguma diferença na vida deles hoje, qualquer uma, ou se passei no mínimo uma boa impressão, para mim já é missão cumprida. É o trabalho do dia-a-dia que vai fazer diferença para esses garotos chegarem ainda mais longe”, disse Penalber. “Acho esse contato importante para eles para perceberem que o sonho de se tornar um atleta olímpico é possível. Eu já fui estudante como eles e cheguei aos Jogos Olímpicos. Hoje estou aqui mostrando que eles também podem”, completou o judoca.

Organizados pelo COB, os Jogos Escolares da Juventude são o maior celeiro de atletas olímpicos do país, revelando, a cada ano, novos talentos para o esporte brasileiro. Da delegação composta por 465 atletas do Time Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016, um total de 52 já participaram dos Jogos Escolares da Juventude, entre eles Mayra Aguiar, Sarah Menezes, do judô, e Hugo Calderano, do tênis de mesa.

“Esse tipo de camping é uma oportunidade que proporcionamos para que talentos surgidos em vários estados do país, e que tenham se destacado nos Jogos, possam ser observados mais de perto pela equipe que cuida das seleções de base do judô nacional. É possível que alguns desses destaques surgidos nos Jogos Escolares no ano passado cheguem à seleção brasileira adulta em pouco tempo”, disse o gerente geral de Juventude do COB, Edgar Hubner. “Além dos atletas, nós também trouxemos seus treinadores principais. Aqui eles passam por um verdadeiro intensivo de atualização com os treinadores das seleções brasileiras de base. Quando voltam para seus estados, se tornam multiplicadores dessa metodologia de sucesso implementada pela Confederação Brasileira de Judô”, concluiu Edgar.

As próximas etapas dos Jogos Escolares serão realizadas em Curitiba, que receberá a etapa de 12 a 14 anos entre os dias 12 e 21 de setembro, e em Brasília, sede da etapa de 15 a 17 anos entre 16 e 25 de novembro.