180graus

Na tarde desta segunda (01) - 01/09/2014 às 14h43

Na TV, Zé Filho diz que é candidato sem rabo preso; veja os programas

Galaxy

No programa eleitoral desta segunda-feira (01/09) o governador Zé Filho (PMDB) usou do seu tempo para pedir ao eleitor que reflita sobre o poder de seu voto e sobre a importância de se tomar essa decisão. Princialmente quando se busca mudanças. Para ele, para que se tenha um Piauí diferente, com escola de tempo integral e novas ideias, é necessário votar no novo e que não tenha o rabo preso com ninguém. Em seu programa Zé Filho apresentou ainda, propostas para criação de novas empresas e que incentivem as micro empresas.

Já Wellington Dias (PT) mostrou em seu programa eleitoral a importância do governo investir nos cerrados piauiense. Ele diz que ajudou a trazer industrias para o Piauí e que foi o responsável pela vinda da 'Bunge' alimentos. Comenta ainda, que vai priorizar as industrias, pois elas são a geração de emprego no Estado. Se eleito W.Dias disse que vai valorizar a agricultura familiar e trabalhar em especial a cajucultura para o desenvolvimento para o Piauí.

O candidato Mão Santa (PSC) garantiu a construção de uma nova maternidade. Disse que vai reabrir o pronto socorro do Hospital Getúlio Vargas, além de construir um centro de recuperação de usuários de drogas. No programa do PPL,a vice Rejane Palácio diz que vai honrar o compromisso de cada voto buscando sempre o bem coletivo.

Lourdes Melo usou seu tempo para pedir a população que se junte ao PCO pelo fim do capitalismo e por uma revolução social. Daniel Solon (PSTU) denuncia que a UPA do Renascença está fechada, afirmando que se eleito a saúde terá mais atenção. Maklandel Aquino (PSOL), continua a mostrar a situação da UESPI, que segundo ele, vive em decadência. Ele enfatiza que vai investir muito mais em educação e incentivo a pesquisa.

CONFIRA O PROGRAMA ELEITORAL DE ZÉ FILHO

CONFIRA O PROGRAMA ELEITORAL DE W.DIAS, MÃO SANTA E NETO SAMBAÍBA

CONFIRA O PROGRAMA DE LOURDES MELO, DANIEL SOLON E MAKLANDEL

Publicado Por: Larice Sena

Ouviu a população - 01/09/2014 às 12h29

Em reunião com Elmano, teresinenses reclamam da insegurança na capital

Galaxy

Diariamente são registrados casos de assaltos e mortes em Teresina. O número crescente de crimes tem assustado a população teresinense, que teme ao sair de casa. O candidato ao Senado, Elmano Férrer (PTB), participou de reuniões na zona leste e sudeste de Teresina, onde ouviu os anseios da população, principalmente na contenção da violência.

“Não temos segurança. Todo dia aqui no Taquari tem vários assaltos. Eu e minha família vamos votar no Elmano (Férrer) porque confiamos que ele vá nos ajudar no Senado”, relatou o morador do bairro Taquari, Manoel Moisés.

Moradores do bairro reforçam o pedido de melhoria na segurança pública. “Moro aqui no Taquari há 10 anos. Precisamos que seja melhorada a segurança. Aqui, assalto tem demais. Acredito que com o Elmano (Férrer) melhore nossa situação”, afirmou Assunção Carvalho.

Em reunião na zona sudeste de Teresina, Elmano Férrer também ouviu pedidos por melhorias na área da segurança. “Precisamos que melhore a segurança de Teresina. Segurança é coisa básica, que todo cidadão merece ter. Estamos passando por uma onda de assaltos e violência. Necessitamos de segurança”, disse a dona de casa Núbia Campos.

Elmano Férrer afirma que é necessário não só combater a consequência da violência, mas também a causa. “A segurança pública é um problema muito sério atualmente. Estive viajando pela região de São Raimundo Nonato, e, por menor que seja a cidade, existe o problema com a segurança. Por isso, precisamos investir em diversos setores, não combatendo apenas a consequência, mas a causa dessa crescente violência. Eu fui um mestre de obras quando estive à frente da Prefeitura de Teresina. Fui um operário. O “Vein” tem experiência de Estado. Já tive à frente da Prefeitura. O que tenho a oferecer é minha experiência e o meu trabalho para buscar melhorias para nosso Estado, não apenas na segurança, mas na educação, saúde”, finalizou Férrer.

Fonte: Com informações da Assessoria

Publicado Por: Larice Sena

Divulgação será no dia 06 - 01/09/2014 às 12h20

Candidatos têm até esta terça (02) para enviar 2ª prestação de contas à Justiça

Para dar mais transparência ao processo eleitoral e em cumprimento à legislação vigente, os candidatos, partidos políticos e comitês financeiros têm até esta terça-feira (02/09), para entregar, à Justiça Eleitoral, a segunda parcial de prestação de contas de campanha das Eleições 2014. A divulgação dos dados da segunda parcial será no dia 6 de setembro.

As prestações de contas parciais de campanha devem conter a discriminação dos recursos em dinheiro ou estimáveis em dinheiro para financiamento da campanha eleitoral e dos gastos que realizaram, detalhando doadores e fornecedores. Nos casos em que os candidatos, partidos e comitês financeiros não encaminharem as prestações de contas parciais, a Justiça Eleitoral divulgará os saldos financeiros, a débito e a crédito, dos extratos bancários enviados pelas instituições financeiras.

As prestações de contas finais de todos os candidatos deverão ser enviadas até 30 dias depois da realização das eleições. A publicidade destas informações se dará à medida que as prestações de contas forem sendo recepcionadas pela Justiça Eleitoral. No caso da não prestação de contas nos prazos fixados, a Justiça Eleitoral notificará os candidatos, partidos políticos e comitês financeiros, no prazo de cinco dias, para prestá-las em até 72 horas, sob pena de tê-las julgadas como não prestadas. Situações de ausência de movimentação de recursos de campanha, financeiros ou estimáveis em dinheiro não isentam do dever de prestar contas.

A prestação de contas dos diretórios nacionais e estaduais, em conjunto com a dos seus comitês financeiros constituídos, deverá ser encaminhada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), respectivamente.

Os vices e os suplentes não prestam contas isoladamente e suas documentações devem ser entregues aos respectivos titulares. No caso de estes não respeitarem o prazo legal, a informação pode ser prestada separadamente, contada da notificação, no prazo de 72 horas. Caso contrário, os processos podem ser julgados como não prestados e, como consequência, os candidatos eleitos podem não ser diplomados.

Na situação de renúncia, quando o candidato for substituído ou tiver o registro indeferido pela Justiça Eleitoral, a prestação de contas deverá ser correspondente ao período em que participou do processo eleitoral, mesmo que não tenha realizado campanha. Já se o candidato falecer, a obrigação de prestar contas, referente ao período em que realizou campanha, será de seu administrador financeiro ou, na sua ausência, da respectiva direção partidária.

O período de apresentação da primeira parcial à Justiça, foi de 28 de julho a 2 de agosto. Os dados da primeira parcial foram divulgados no Portal do TSE na internet no dia 6 de agosto.

Fonte: Com informações do TSE

Publicado Por: Larice Sena

Informações equivocadas - 01/09/2014 às 10h39

João Mádison responde acusações de Iracema contra governador Zé Filho

Galaxy

O deputado João Mádison (PMDB), líder do Governo na Assembleia, disse que viu com estranheza as declarações da deputada federal Iracema Portela (PP) sobre a liberação de obras na cidade de Cocal de Telha.

Segundo João Mádison, o governador Zé Filho (PMDB) não foi informado sobre a liberação de emenda ou contrapartida . “Jamais prejudicaria qualquer município por questões políticas, o governador Zé Filho é um democrata e quer ver o Piauí crescer, jamais faria isso com qualquer prefeito", afirmou o líder do Governo.

10628570_574180432693620_366989381059281671_n.jpg

Para o deputado foram repassadas informações equivocadas e Iracema, ao invés de checar os dados preferiu repercutir a polêmica junto a imprensa. “Eu tenho todo respeito e estima pela deputada, ela é uma de nossas parlamentares mais atuantes e esclarecidas, mas desta vez houve um equívoco que eu acredito ser motivado pelos ânimos acirrados da campanha eleitoral”, afirma Mádison.

O parlamentar lembrou ainda que a deputada antes de ir à TV poderia ter ligado para o governador ou para a própria liderança do Governo. “Temos uma ótima relação de trabalho e respeito político, não entendo porque a deputada preferiu ir falar antes com a mídia, ainda mais sobre um fato que não aconteceu”, finaliza o deputado.

10616124_572925789485751_5295202023806429612_n.jpg

 

Publicado Por: Raísa Brito

Ainda criticou Marina - 01/09/2014 às 08h41

No Rio de Janeiro, Aécio Neves diz que Dilma já perdeu

Galaxy

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, afirmou neste domingo que Dilma Rousseff, a candidata do PT à reeleição, já perdeu a disputa pelo Palácio do Planalto. "O atual governo fracassou. Essa é a questão central. E não vencerá as eleições presidência. “Vejo na proposta do PSB um número muito grande de contradições em relação ao que se propõe hoje e o que se praticou no passado em todas as áreas”, disse Aécio, que respondia à provocação do vice de Marina, Beto Albuquerque (PSB), para quem os tucanos precisavam apresentar um plano de governo antes de criticar os adversários.

O tucano conclamou ainda a adversária do PSB a apresentar o que pensa para a política externa e programas de transferência de renda. Aécio voltou a dizer que o PSB defende “as mesmas posições” que o PSDB defendeu historicamente para a economia. “Agora Marina terá oportunidade de externar suas propostas. Boas intenções todas as candidaturas trazem, mas é importante termos algo mais do que isso para que o Brasil não viva uma nova frustração como a de hoje”, criticou.

Marina apareceu empatada na última pesquisa Datafolha com a presidente-candidata Dilma Rousseff, ambas com 34% das intenções de voto, enquanto Aécio registrou 15% das preferências.

Fonte: Com informações da Veja

Publicado Por: Larice Sena

Tópicos
Carregando, por favor aguarde...
Últimas Notícias
06h01 Ex-prefeito Santana do PI é condenado pelo Tribunal de Contas a pagar multa 06h00 Centro de Conciliação de Chapadinha será inaugurado nesta terça (2) 05h29 Marina se esquiva de perguntas sobre união civil gay 05h00 Grêmio entrega à polícia imagens que podem ajudar a identificar torcedores 04h37 Xabi Alonso é apresentado no Bayern após estreia e exalta Pep, ex-rival 04h22 Artilheiro do Ano: trio de líderes marca e aumenta a gordura na ponta da lista 03h37 Datamax aponta aprovação de 60% do governo Zé Filho; veja números 03h32 Datamax em todo Piauí: Dilma 59%, Marina Silva 23% e Aécio Neves 10% 03h31 Datamax/Deputado Estadual: 2,21% para Themístocles, 1,8% Hélio Isaias 03h30 Datamax/Deputado Federal: Rejane Dias 4%, Silas Freire e Átila Lira 2% 03h25 DATAMAX NO PI: W.Dias 46%, Zé Filho 31% e Mão Santa 6% 03h23 Datamax no PI para Senador: Wilsão surge com 43 e Elmano Ferrer 29% 02h40 Comércio deve abrir 138,7 mil empregos temporários no fim deste ano 02h34 Marina: país não pode desperdiçar espírito empreendedor dos jovens 02h02 STJ determina que mineradora é responsável por desastre ambiental de 2007 01h33 Advogado deixa caso de jovem que ofendeu Aranha, após 1° reunião 01h31 Vendedor de carne é brutalmente assassinado na zona rural de Parnaíba 01h12 Pai de atriz está muito triste porque filha vai estrelar '50 Tons de Cinza' 00h43 Lancamento do Livro, O namoro que queremos no dia 07 de Setembro 00h36 Alegrir na Potycabana em Teresina 00h29 Visita ao Hospital em Teresina 00h26 Glória Maria diz que não participaria do Dança dos Famosos: 'Não daria certo' 00h18 Caravana para Natal, Paixao pela Juventude 00h12 Ticiane Pinheiro confirma fim de namoro com César Tralli: 'Continuamos amigos' 23h55 Militares que atuam no TJMA participam de curso de defesa pessoal

Enquete

Com o início de setembro, começa também o período mais quente para os piauienses: o chamado B-R-O-Bró. Com temperaturas castigantes, o que há de pior pra você neste período do ano?

Total de Votos: 109

Válida de 01/09/2014 a 08/09/2014

Mais lidas

    180graus no Instagramno Instagram