180graus

Estimular o otimismo - 11/01/2017 às 14h34

Autoajuda: escritor piauiense lança livro 'Tenha sucesso em tudo'

O escritor piauiense José Moura Gomes está lançando o seu novo livro, “Tenha sucesso em tudo”, pela editora Caravelas, de São Paulo. A obra, que já está nas livrarias de todo o País inclusive em Teresina, é quarta do autor no segmento de autoajuda.

“Tenha sucesso em tudo” apresenta 100 dicas, ou regras, como estão denominadas no livro, para se ter sucesso na vida, seja no ambiente profissional ou pessoal. Em texto direto, didático e espiritualista, Moura Gomes aborda os mais variados temas sobre otimismo, desde a regra 25 (“Nunca desista do seu sonho”), passando pela 70 (“Faça bons amigos”) até a 86 (“Livre-se da ansiedade”), entre as demais.

Moura Gomes frisa que seu novo livro é uma preparação para a vida. “Grandes homens e mulheres seguiram os princípios sobre os quais se firma este livro e chegaram ao poder, recebendo os louros da vitória, que só quem está preparado consegue”, afirma o autor, em tom didático. Ele deixa bem claro que o sucesso não chega por acaso e exige dedicação e esforço.

sucesso.png

Antes de “Ter sucesso em tudo”, José Moura Gomes escreveu dois romances (“Haroldo e Maria Clara” e “Menina-vampiro”, três livros de autoajuda (“Querer é poder”, “Vou vencer” e “Como eliminar preocupações e ser feliz”), além de “Direito dos Juizados Especiais Criminais” e “Pensando na criança e no estatuto”.

Seu bom desempenho no mercado editorial de autoajuda o fez a ser convidar para dar palestras de motivação em várias cidades do Brasil. A mais recente delas foi em Dracena (SP), no final de novembro de 2016.

Promotor de Justiça aposentado, José Moura Gomes nasceu em Simões, interior do Piauí, e mudou-se para São Paulo aos 17 anos para estudar direito. Na capital paulista, fez carreira bem-sucedida como advogado empresarial. Amante da literatura, o advogado começou a escrever como hobby e não parou mais. No início dos anos 1990, foi aprovado no concurso público para o cargo de promotor de Justiça no Piauí, o que o trouxe de volta ao seu estado de origem. Atualmente, Moura Gomes divide seu tempo entre São Paulo e Teresina.

Fonte: AsCom

Reabertura do Espaço Cultural - 10/01/2017 às 14h10

Ampliação de eventos: Floriano se consolida como polo cultural do PI

A reforma e modernização dos espaços culturais mantidos pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult) tornaram possível a descentralização de alguns projetos culturais, como Boca da Noite e Seis e Meia. Entre as cidades contempladas está Floriano, a pouco mais de 200 quilômetros da capital. Com a reabertura do Espaço Cultural Maria Bonita, a cidade ampliou eventos e passou a receber grandes festivais de música, teatro e cinema.

A reabertura da casa possibilitou a realização do Festival de Teatro Lusófono – Festluso, que no ano passado saiu de Teresina e também desembarcou no interior do Estado, incluindo Floriano no roteiro. O espaço sedia ainda grandes eventos de caráter nacional, como o Festival Nacional de Teatro – Pontos de Cultura e Grupos Independentes, que chega à quinta edição. Em novembro, o Maria Bonita também abrigou parte da programação do 11º Encontro Nacional de Cinema e Vídeos dos Sertões, realizado com apoio da Secult.

O Espaço Cultural Maria Bonita também recebe uma série de cursos e oficinas, colaborando com a capacitação, bem como formação de novos artistas. Em novembro, por exemplo, foi realizada a oficina de teatro “Ações físicas e vocais para atores”. Por meio do Sistema Estadual de Incentivo à Cultura (Siec), são realizados eventos na cidade, além da melhoria de espaços.

Festival traz o melhor do teatro para Floriano( Foto: Divulgação)“A ideia é que, à medida que nós recuperamos os equipamentos culturais, essas cidades possam receber a circulação de editais. Em Floriano, nós já conseguimos um grande salto qualitativo nesse aspecto”, afirma o secretário de Estado da Cultura, Fábio Novo.

Espaço Maria Bonita floriano interna.jpg

O casarão centenário que abriga o Espaço Cultural Christino Castro, em Floriano, também ganhou reforma e em breve será devolvido à população. O espaço, inaugurado em 2002, pertence à família do empresário Christino Castro e reúne museu, biblioteca, anfiteatro e loja de artesanato. Pouco mais de R$ 300 mil foram investidos na reforma da casa com o apoio do Governo do Estado.

“Todas essas ações ampliaram o número de pessoas atendidas das diversas formas, seja no acesso a espetáculos, exibição de filmes e acervo museográfico, como em oficinas e palestras que democratizam o acesso à cultura no município, finaliza Fábio Novo.

Fonte: Com informações do Governo do Estado do Piauí

Exposição sonora - 08/01/2017 às 10h59

Museu da Escultura apresenta duas exposições gratuitas em janeiro

Uma exposição sonora e uma instalação na área externa ocupam o Museu Brasileiro da Escultura (MuBE), em São Paulo, até 29 de janeiro e têm entrada gratuita. “Paisagens invisíveis” traz 11 autores que ativam os espaços de exposição do museu com ondas sonoras. Elas ecoam no concreto e exploram sensações de volume e localização espacial.

O público é convidado a percorrer o museu, seguindo luzes e sons que indicam o trajeto, com o objetivo de aguçar sua percepção em relação ao entorno e contribuir para expandir a noção de escultura. O aparelho auditivo, responsável por um dos sentidos que geralmente não é o protagonista das exposições de arte, está no centro dessa experiência, que tem curadoria de Cauê Alves e Floriano Romano.

“A parte externa do prédio do MuBE, vista da Avenida Europa, é uma praça que está plenamente integrada com a paisagem de um bairro que é um jardim. Mas o espaço interno, no subsolo, é inacessível ao olhar de quem passa na rua. Paisagens Invisíveis chama a atenção para aspectos de imagens que vão além da visibilidade. A área expositiva interna está completamente vazia de objetos, mas ocupada por sons”, explicam os curadores.

museu da escultura interna.jpg

A exposição conta com três núcleos que formam a sua estrutura: Ruídos e Natureza, que traz sons produzidos a partir de elementos naturais e vibrações irregulares; Paisagens narrativas, com monólogos e diálogos captados na cidade; e Paisagens eletrônicas, com sons de amplitudes e frequências diversas, produzidos digitalmente, por computadores ou traquitanas artificiais.

Já “Você também quer sair dessa vida sem sentido?” é uma instalação exposta na parte externa do museu, com curadoria de Cauê Alves, com peças de Antônio Ewbank, Chico Togni e Edu Marin. Uma grande pedra, feita predominantemente de materiais orgânicos, madeira e papel, é uma área de descanso e repouso. Localizada no jardim, para o curador a pedra está relacionada à montanha, um lugar de meditação e abertura da mente e do corpo para outros estados e condições espirituais.

No topo da pedra está armazenada a água que alimenta os chuveiros sobre os deques. Em pleno verão paulistano, os visitantes podem refrescar seus corpos, relaxar e contemplar a paisagem. Uma grande arquibancada também compõe o conjunto das peças.

“O título do trabalho, em vez de buscar uma resposta universal, formula uma pergunta. Ele aborda o sentido da vida, questionamento que tanto a filosofia quanto a religião, ao longo de toda a existência humana, se colocam. Sem pretender criar algum dogma ou se aproximar da autoajuda, o trabalho constrói um espaço para uma reflexão que não é só da mente, mas também do corpo em relação ao espaço, à arquitetura e à paisagem urbana”, disse o curador.

Fonte: Com as informações da Agência Brasil

Inicia em 25 de Janeiro - 07/01/2017 às 12h31

Festival de Roterdã contempla em sua programação filmes brasileiros

O Festival Internacional de Cinema de Roterdã , que ocorre entre os dias 25 de janeiro e 5 de fevereiro, na Holanda, contará com 15 títulos brasileiros, sendo sete longas e oito curtas-metragens divididos em mostras competitivas e não-competitivas do evento.

Na mostra competitiva principal do evento, Hivos Tiger Competition, o Brasil será representado por “Arábia”, de Affonso Uchoa e João Dumans, que competirá com filmes de diferentes países, como Israel, Espanha e Índia. O longa foi visto pelo curador do festival na 19ª edição do Encontros com o Cinema Brasileiro, assim como “Corpo elétrico”, de Marcelo Caetano, que aparece na lista da mostra competitiva Bright Future, voltada para diretores em seu primeiro ou segundo filme.

Além dele, “Antônio um dois três”, de Leonardo Mouramateus; “Pela janela”, de Caroline Leone; “Elon não acredita na morte”, de Ricardo Alves Jr., e a coprodução com a Argentina, o Chile e a Palestina, “Los territorios”, dirigida pelo argentino Ivan Granovsky, também participam da mesma mostra. Já a mostra Signatures, que celebra o trabalho de diretores já consagrados, conta ainda com “Beduíno”, de Julio Bressane.

Entre os longas selecionados, quatro deles receberam recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) em sua produção: “Beduíno”; Corpo elétrico”; “Elon não acredita na morte”; e “Pela janela”.

Dentro da mostra Bright Future de curtas-metragens estão "Disseminar e reter”, de Rosa Barba; “Há terra!”, de Ana Vaz; “The flavor genome", de Anicka Yi; e “Um campo de aviação”, de Joana Pimenta. Outras mostras de curtas selecionaram ainda “Constelações”, de Maurílio Martins, “Long bueno”, de Abílio Dias; “As crianças fantasmas”, de João Vieira Torres; e “Kbela”, de Yasmin Thayná.

A programação completa está disponibilizada no site do festival.

Fonte: Portal Brasil

28 títulos - 07/01/2017 às 10h19

Ícone entre os mangás: ‘Lobo Solitário’ é relançado

Casa do cartucho
comserv
UNIMED ORTOPEDIA
MEU BLOG
ISLAMAR

O mangá Lobo Solitário, considerado por muitos críticos como a obra máxima dos quadrinhos japoneses, passou a ser republicado pela editora Panini Comics no Brasil. As novas edições, que chegam bimestralmente às bancas, são baseadas na série original, da década de 1970, com capas de Goseki Kojima e outros grandes ilustradores como Frank Miller.

Lobo Solitário foi publicado pela primeira vez no Japão em 1970, chegando ao fim em 1976. No Brasil, o mangá circulou entre as décadas de 1980 e 2000, mas sempre com interrupções.

O livro acompanha a trama de vingança orquestrada pelo protagonista Itto Ogami e seu filho de três anos, Daigoro, contra a poderosa e influente família Yagyu, que colaborou para a ruína do clã Ogami. Vale avisar que o mangá é recomendado para maiores de 18 anos, por conter diversas cenas com nudez, sexo (inclusive estupro) e violência.

A obra é tida como um retrato fidedigno da época de ouro dos samurais, o apogeu da Era do Xogunato, também conhecido como Período Edo (1603-1868). Lobo Solitário se tornou referência mundial às artes visuais como o cinema, por sua beleza plástica simples e crua, e narrativa paradoxalmente dinâmica e dramática.

A primeira edição foi republicada pela Panini Comics em dezembro de 2016 pelo valor de 18,90 reais. A coleção tem um total de 28 títulos, que serão lançados a cada dois meses pela editora.

Fonte: Com informações da VEJA.com

Carregando, por favor aguarde...
MEU BLOG
Terno e Cia
podium
podium
Últimas Notícias
18h02 PI: Empresa investirá R$ 3,2 bilhões com a instalação de indústria eólica 17h51 Libertadores-2017 acaba com limite de estrangeiros em times 17h46 Encontrada caixa-preta do avião que caiu com Teori, diz FAB 17h28 Ativistas distribuem maconha de graça em protesto contra Trump 17h28 Exposição de arte feita por pacientes do Centro de Atenção Psicossocial Sul inicia no sábado 17h24 Unidades do Ministério Público Federal têm novos procuradores da república 17h24 4ª Câmara Especializada Cível pauta 35 processos para julgamento em Oeiras 17h23 Anunciado calendário para chamar aprovados em concurso da 'Seduc' 17h21 Empresário relata drama ao tentar salvar moça em avião que estava Teori 17h20 Polícia Militar se prepara para ocupar a penitenciária de Alcaçuz, na Grande Natal 17h19 Saúde implanta consultório oftalmológico no Hospital de Oeiras 17h15 Donald Trump toma posse como o 45º presidente dos Estados Unidos 17h04 Crise nos jornais: 'O Globo' e Extra unificam redação e mais de 30 são demitidos 16h50 ‘House of Cards’ usa posse de Donald Trump para anunciar nova temporada 16h12 Segunda fase do XXI Exame de Ordem será neste domingo (22) 15h44 Reivindicando junto ao governo e reforçando os pedidos de obras e infraestrura para o município 15h41 Barack Obama recebe Trump na Casa Branca antes da posse 15h21 Mulher é presa com 88 pedras de crack na zona Leste de Teresina 15h17 Homem é preso suspeito de 'acariciar' criança de 13 anos no interior do Piauí 15h15 Deficiente físico é multado por estacionar em vaga de deficiente; entenda 15h14 MP protocola denúncia contra suspeitos de matar policial 15h03 MPF pede gravações e documentos de avião que caiu com Teori 14h58 Advogado 'piauiense' é cotado para vaga de Teori Zavascki no Supremo 14h58 Repórter da GloboNews cai em pegadinha do Vesgo, do Pânico 14h54 Representantes do Mdic (Ministério da Indústria) são recebidos em Parnaíba