180graus

Evento latino-americano - 05/12/2016 às 11h50

Os melhores cosplays da Comic Con Experience 2016 em São Paulo; confira

Para além de painéis com convidados e estandes de marcas, uma das grandes atrações da Comic Con Experience (CCXP) são os cosplays. Fãs determinados passam semanas planejando e produzindo as melhores fantasias baseadas em seus personagens favoritos. Os disfarces não são simples brincadeiras. Durante o evento há um concurso para definir a melhor fantasia — vencido neste ano por uma cópia da personagem Sara Kerrigan, da série de jogos Starcraft —, camarim para os cosplays se arrumarem, e a idolatria do público ordinário, que pede por fotos sem parar.

Confira alguns dos melhores cosplays:

boba da corte.jpg

cosplay 03.jpg

cosplay 04.jpg

cosplay 05.jpg

cosplay 06.jpg

cosplay 07.jpg

Palhaço.jpg

Fonte: Com informações da VEJA.com

Aos 86 anos - 04/12/2016 às 14h07

Morre no Rio de Janeiro o poeta e escritor Ferreira Gullar

Casa do cartucho
tiberio Helio
COELHO FORTE E DOURADO ADV
elite

O poeta, escritor, jornalista e teatrólogo Ferreira Gullar morreu neste domingo (4) no Hospital Copa d’Or, na zona sul do Rio, aos 86 anos. Ele era membro da Academia Brasileira de Letras (ABL) desde 2014.

Ferreira Gullar, cujo nome verdadeiro é José de Ribamar Ferreira, nasceu em São Luís do Maranhão em 10 de setembro de 1930, numa família de classe média pobre. Dividiu os anos da infância entre a escola e a vida de rua, jogando bola e pescando no Rio Bacanga. Considera que viveu numa espécie de paraíso tropical e, quando chegou à adolescência, ficou chocado em ter de tornar-se adulto, e tornou-se poeta.

No começo, acreditava que todos os poetas já haviam morrido e somente depois descobriu que havia muitos deles em sua própria cidade, a algumas quadras de sua casa. Com 18 anos, passou a frequentar os bares da Praça João Lisboa e o Grêmio Lítero-Recreativo, onde, aos domingos, havia leitura de poemas.

Descobriu a poesia moderna apenas aos 19 anos, ao ler os poemas de Carlos Drummond de Andrade e Manuel Bandeira. Ficou escandalizado com esse tipo de poesia e tratou de informar-se, lendo ensaios sobre a nova poesia.

Pouco depois, aderiu a ela e adotou uma atitude totalmente oposta à que tinha anteriormente, tornando-se um poeta experimental radical, que tinha como lema uma frase de Gauguin: “Quando eu aprender a pintar com a mão direita, passarei a pintar com a esquerda, e quando aprender a pintar com a esquerda, passarei a pintar com os pés”.

Ou seja, nada de fórmulas: o poema teria que ser inventado a cada momento. “Eu queria que a própria linguagem fosse inventada a cada poema”, diria ele mais tarde. Assim nasceu o livro que o lançaria no cenário literário do país em 1954: A Luta Corporal.

Os últimos poemas deste livro resultam de uma implosão da linguagem poética e provocariam o surgimento na literatura brasileira da “poesia concreta”, de que Gullar foi um dos participantes e, em seguida dissidente, passando a integrar um grupo de artistas plásticos e poetas do Rio de Janeiro: o grupo neoconcreto.

O movimento neoconcreto surgiu em 1959, com um manifesto escrito por Gullar, seguido da teoria do não-objeto. Esses dois textos fazem hoje parte da história da arte brasileira, pelo que trouxeram de original e revolucionário. São expressões da arte neoconcreta as obras de Lygia Clark e Hélio Oiticica, hoje nomes mundialmente conhecidos.

Experiências

Gullar levou suas experiências poéticas ao limite da expressão, criando o Livro-Poema e, depois, o Poema Espacial, e, finalmente, o Poema Enterrado. Este consiste em uma sala no subsolo a que se tem acesso por uma escada; após penetrar no poema, deparamo-nos com um cubo vermelho; ao levantarmos este cubo, encontramos outro, verde, e sob este ainda outro, branco, que tem escrito numa das faces a palavra “rejuvenesça”.

O poema enterrado foi a última obra neoconcreta de Gullar, que afastou-se do grupo e integrou-se na luta política revolucionária. Entrou para o Partido Comunista e passou a escrever poemas sobre política e participar da luta contra a ditadura militar que havia se implantado no país, em 1964. Foi processado e preso na Vila Militar. Mais tarde, teve de abandonar a vida legal, passar à clandestinidade e, depois, ao exílio. Deixou clandestinamente o país e foi para Moscou, depois para Santiago do Chile, Lima e Buenos Aires.

Voltou para o Brasil em 1977, quando foi preso e torturado. Libertado por pressão internacional, voltou a trabalhar na imprensa do Rio de Janeiro e, depois, como roteirista de televisão.

Teatro

Durante o exílio em Buenos Aires, Gullar escreveu Poema Sujo, um longo poema de quase cem páginas e que é considerado sua obra-prima. Esse poema causou enorme impacto ao ser editado no Brasil e foi um dos fatores que determinaram a volta do poeta a seu país. Poema Sujo foi traduzido e publicado em várias línguas e países.

De volta ao Brasil, Gullar publicou, em 1980, Na vertigem do dia e Toda Poesia, livro que reuniu toda sua produção poética até então. Voltou a escrever sobre arte na imprensa do Rio e São Paulo, publicando, nesse campo, dois livros Etapas da arte contemporânea (1985) e Argumentação contra a morte da arte (1993), onde discute a crise da arte contemporânea.

Outro campo de atuação de Ferreira Gullar é o teatro. Após o golpe militar, ele e um grupo de jovens dramaturgos e atores fundou o Teatro Opinião, que teve importante papel na resistência democrática ao regime autoritário. Nesse período, escreveu, com Oduvaldo Vianna Filho, as peças Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come e A saída? Onde fica a saída? De volta do exílio, escreveu a peça Um rubi no umbigo, montada pelo Teatro Casa Grande em 1978.

Gullar afirmava que a poesia era sua atividade fundamental. Em 1987, publicou Barulhos e, em 1999, Muitas Vozes, que recebeu os principais prêmios de literatura daquele ano. Em 2002, foi indicado para o Prêmio Nobel de Literatura.

600.jpg

Fonte: Agência Brasil

Inspirado no regionalismo - 03/12/2016 às 11h32

Artistas criam presépio para Central de Artesanato do Piauí. Fotos

Casa do cartucho
elite
COELHO FORTE E DOURADO ADV
tiberio Helio

Em celebração ao Natal, artesãos piauienses fizeram um belo presépio, que está em exposição no Centro de Artesanato Mestre Dezinho. Elaborado pelos artistas Mestre Dim e Valdir Albertino, o presépio conta com peças de madeira e elementos típicos do estado, como a cabaça e a carnaúba. Os artesãos adotaram o regionalismo para recriar a imagem do nascimento de Cristo.

Há quase 20 anos, o Centro de Artesanato não recebe um presépio. Este é o maior, sendo composto de 20 peças, dentre elas, o menino Jesus, Maria, José, Reis Magos e os animais. A iniciativa foi realizada em parceria com o Governo do Estado, por meio do Programa de Desenvolvimento do Artesanato Piauiense (Prodart), e com a prefeitura de Teresina.

- Fotos:Francisco Leal3e02be8646_media.jpg

Segundo o Mestre Dim, o trabalho poderá proporcionar o resgate de fatos marcantes, como o natal, no artesanato e incentivar outros artesãos. “É importante trabalhar momentos históricos a partir de um olhar diferente. É a primeira vez que a Central recebe um presépio desse porte. Nós inovamos no tema, na matéria-prima e no tamanho das peças, que são de madeira cedro e medem de 1m a 1,90m”, pontou o artesão.

052aa84931_media.jpg

A exposição também tem como objetivo divulgar o trabalho dos artesãos. “Quando a Prodart chegou na Central de Artesanato sentiu falta da representação do Natal e começaram a nos incentivar para expor os trabalhos nessa época do ano. Além de divulgar, nós comercializaremos as peças. Elas estarão à venda em janeiro”, destacou o artesão Valdir Albertino.

A pretensão da Prodart é expandir a ideia no ano de 2017. “O Centro de Artesanato está passando por uma grande reforma e será entregue no fim do próximo ano. Portanto, aproveitaremos para inaugurar a nova Central com uma mostra de presépios. Mais artesãos trabalharão nesse projeto e mais tipologias vão ser apresentadas. Serão presépios de madeira, argila, cerâmica, material reciclável, dentre outros”, esclareceu o diretor do Prodart, Jordão Costa.

Fonte: AsCom

Evento latino-americano - 02/12/2016 às 10h25

Os seis estandes mais legais da Comic-Con Experience 2016

Casa do cartucho
elite
COELHO FORTE E DOURADO ADV
tiberio Helio

Além dos painéis com famosos para divulgar os seus próximos lançamentos , algumas marcas que participam da Comic Con Experience investem em interatividade para atrair o público, que encara longas filas para conseguir tirar uma foto com um item da sua série preferida, ou participar de algum jogo envolvendo personagens famosos. Andando pelos corredores da CCXP, a reportagem de VEJA separou os estandes mais interessantes do evento.

Netflix
O serviço de streaming investiu pesado no evento. No domingo, haverá painéis com atores de 3%, Sense 8, Shadowhunters e a nova Desventuras em Série. Mas em todos os dias os visitantes podem participar de diversos games no estande da marca. É possível brincar de pinball temático de Narcos, um jogo de mímica em um palco imitando vários personagens, se desafiar na prova dos cubos da série brasileira 3% (e ver se passaria no Processo), e de um quiz no celular sobre várias produções, em que o visitante pode sair com prêmios como: um pôster de Stranger Things; camisetas; ou um porta pipoca e bebidas para maratonar em frente à TV. As filas para participar das brincadeiras estavam com uma média de meia hora de espera na tarde de quinta(01/12), mas o público tende a aumentar nos próximos dias do evento.

estandeNetflix.jpg

Assassin’s Creed
Para divulgar o filme baseado na famosa franquia de videogames, a FOX decidiu apostar na ação. No estande do longa protagonizado por Michael Fasbender, os visitantes poderão se jogar de uma altura de 6 metros para experimentar uma sensação de queda livre como no game (calma, um grande colchão de ar protege aqueles que enfrentarem a longa fila do brinquedo). Há ainda cursos de parkour para o público. Na sexta-feira(02/12), o dublê de Fassbender no filme, Damien Walters, fará duas apresentações do esporte (15:30 e 18:30).

Assasinscreedestande.jpg

HBO
O canal pago trouxe uma exposição de figurinos e adereços da sua série de maior sucesso, Game do Thrones. Aqueles que até hoje não conseguiram tirar uma foto no trono de ferro nas passagens anteriores do mobiliário de Westeros pelo Brasil terão uma nova oportunidade na feira. A HBO também oferece um jogo de realidade aumentada que coloca o público por 10 minutos dentro do mundo de Westworld. Mas fique esperto, as filas para as atrações estavam imensas durante a quinta-feira(01/12).

estandeGameofThrones.jpg

AXN
O canal vai dar a oportunidade de um fã de séries de crimes a entrar para o elenco de uma nova produção do gênero. Quatro participantes de uma nova minissérie da AXN já foram escolhidos pelos produtores e um último será selecionado na Comic Con. No estande, os visitantes poderão analisar as evidências de um crime, coletar indícios e interrogar suspeitos. Depois de uma média de oito minutos dentro da atração, o visitante precisa decidir se o suspeito é culpado ou não. Todas as participações serão gravadas e a pessoa que mais se destacar no interrogatório ganha uma vaga para integrar a equipe do programa Missão AXN.

Wacom
A empresa é especializada em mesas digitalizadoras para ilustradores e quadrinistas. O estande da marca na Comic Con oferece a oportunidade para amadores (e profissionais) testarem os equipamentos e participarem de batalhas de desenhos em que o público presente escolhe o vencedor, que sai com alguns brindes. Em horários determinados, artistas profissionais estarão no local para dar dicas e avaliar o trabalho dos visitantes, como os irmãos Fábio Moon e Gabriel Bá (no domingo à tarde), o artista plástico e animador 3D Marcelo Pasqua (na sexta de manhã e no sábado à tarde), e o ilustrador Rafael Pen (sábado de manhã). Vale lembrar que a feira ainda conta com o espaço Artists’ Alley para que quadrinistas independentes apresentem seus mais novos trabalhos.

estandeWacom.jpg

Harry Potter
A maior fila da feira é de longe a para entrar na loja de produtos oficiais de Harry Potter, em que os visitantes podem ficar de pé esperando por uma hora ou mais. Por que tanta ansiedade? O espaço traz produtos que não são encontrados facilmente no Brasil, mas sim em Londres ou nos parques de Orlando. Mas é bom preparar os bolsos, pois réplicas de varinhas do trio protagonista custam 420 reais cada. Quem quiser ter o castelo de Hogwarts no quarto precisa desembolsar 3.000 reais, e uma réplica da vassoura de Harry, sai por 3.300.

estandeHarryPotter.jpg

Fonte: Com informações da VEJA.com

'Um olhar azul sobre Parnaíba' - 01/12/2016 às 11h02

Litoral recebe 5ª edição do Desfile de Moda Inclusiva da Pessoa com Deficiência

COELHO FORTE E DOURADO ADV
Casa do cartucho
elite
tiberio Helio

Quando se fala em sociabilização, em inclusão social, pensa-se na grande oportunidade de trabalhar salutarmente a integração de milhares de pessoas que frequentam os shoppings. E isto é possível com a ajuda da arquitetura. Desde rampas de acesso ao banheiros adaptados, a estrutura desses empreendimentos devem atender a todos. O Parnaíba Shopping tem cumprido seu papel para incluir pessoas com deficiência, especialmente por meio de investimentos em sua estrutura como também das atividades e programações especiais. No dia 3 de dezembro às 18h, a Associação de Pais e Amigos dos Surdos realizará a 5ª edição do Desfile de Moda Inclusiva da Pessoa com Deficiência em comemoração ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência.

“O evento tem o intuito de conscientizar e sensibilizar a sociedade parnaibana mostrando a capacidade e o pleno potencial das pessoas com deficiência”, explicou Lindalva Nascimento, presidente da APAS. O Parnaíba Shopping sediou também as atividades do dia 02 de abril, Dia Mundial do Autismo, e no último dia 05 de novembro, inaugurou a exposição fotográfica “Um olhar azul sobre Parnaíba” reunindo fotos de pessoas autistas. A exposição fica no shopping até janeiro de 2017.

Shopping Parnaíba - Interna.jpg

O cinema também contribuiu com a segunda sessão de cinema para autistas. Mais de 120 pessoas entre autistas, pais e amigos assistiram o filme Trolls com iluminação, sonoplastia e um ambiente toda preparado para eles. A sessão ocorreu em novembro na sala do Multicinecinemas. “O shopping está sempre de portas abertas para as atividades propostas pelos grupos. Acreditamos na inclusão e apoiamos as atividades”, afirmou Valdir Gomes, superintendente do shopping.

Com estrutura atendendo as exigências da ABNT com relação a engenharia e arquitetura, o Parnaíba Shopping dispõe de banheiros adaptados para deficientes e piso tátil. Além da estrutura física, o shopping apoia atividades de inclusão social com pessoas com deficiência como apresentações artísticas da APAE de Parnaíba e recentemente o evento realizado pela Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Parnaíba.

Fonte: Com informações da AsCom

Carregando, por favor aguarde...
Terno e Cia
Marquinhos do Pará
Últimas Notícias
22h54 Grêmio empata com Atlético-MG e é campeão da Copa do Brasil 2016 21h52 Avelino Lopes ganha decoração pública natalina 21h25 Major picoense morre em acidente automobilístico 19h32 Nova Lei de Migrações é aprovada pela Câmara; veja as mudanças 19h13 Donald Trump é escolhido a personalidade do ano pela revista ‘Time’ 19h11 Motociclista quebra a perna após ser atingido por uma carreta na MA-201 18h57 Os pacientes com hemofilia poderão em breve ser tratados através de medicamentos em cápsulas 18h51 Ter carro ainda é símbolo de status, diz especialista em mobilidade 18h42 Iracema apresenta projeto do Atletismo piauiense à Caixa 18h35 Classificação de Dayse dá 9 pontos a MasterChef ‘machista’ 18h15 Chapecoense: Noiva diz que Alan Ruschel já soube da morte de colegas 18h03 Projeto do Governo para cobrir déficit da Previdência é aprovado na Alepi 18h01 Preso em THE sexto suspeito na morte de policial do Bope 17h33 Brasil vai exportar manga para Coreia do Sul; abertura de mercado é benéfica 17h31 Maioria do Supremo mantém Renan Calheiros na presidência do Senado 17h26 Jogador da Chapecoense deixa UTI após 9 dias do acidente e posta vídeo 17h20 Ministério da Educação repassa R$ 563 milhões para instituições federais 17h18 Deputado estadual Robert Rios critica Reforma de Governo Michel Temer 17h07 Presidente Nacional da OAB visita Teresina nesta quinta-feira (08) 17h02 Capitão Gervásio Oliveira conquista selo Unicef 2013-2016 17h02 Idoso é torturado até morrer após uma tentativa de assalto em município do PI 16h59 Prefeitura de Bela Vista do Piauí concluí matadouro público e está com calçamentos em andamento 16h58 OAB-PI visita Corregedoria do TJ-PI para discutir sobre custas 16h57 Prefeitura e Sesapi planejam realização de cirurgias eletivas no Hospital de Água Branca 16h57 Só existiriam 8 armas em condição de uso em gerência da Polícia do PI