180graus

Está rendendo em Goiânia - 10/10/2013 às 09h20

Caso Fran: Polícia ouve testemunhas e investiga vídeo sexual no WhatsApp






Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

CND_VAGA

A Polícia Civil começou a ouvir testemunhas sobre o caso da jovem de 19 anos que teve vídeos íntimos divulgados em um aplicativo de celular e virou meme [termo usado para frases, imagens e vídeos que se disseminam na internet de forma viral]. Ao G1, a delegada responsável pelas investigações, Ana Elisa Gomes Martins, disse que já colheu o depoimento de quatro pessoas e pretende ouvir a garota novamente para sanar "algumas dúvidas". O suspeito de divulgar os vídeos é um jovem de 22 anos com quem ela teria um relacionamento extraconjugal.

Ana Elisa, no entanto, preferiu não divulgar o nome das testemunhas. Disse apenas que são pessoas que conhecem o casal. "Como se trata de um caso de difamação, preferimos preservar a privacidade das pessoas", afirmou. A delegada não quis divulgar o conteúdo dos depoimentos "para não atrapalhar as investigações".

O jovem suspeito de ter divulgado as imagens deve ser intimado esta semana, segundo a delegada. No entanto, ela não divulgou a data do depoimento. Procurado pelo G1, o rapaz apontado como suspeito pela vítima negou ser o autor dos vídeos e da divulgação.

Na quarta-feira (9), o advogado do rapaz, Hugo Bastos, esteve na Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) para tomar conhecimento sobre o inquérito. Ao G1, ele disse que só vai se pronunciar após se interar das denúncias.

Os vídeos onde a jovem aparece fazendo sinal de 'OK' durante ato sexual começaram a circular em um aplicativo de celular no fim da semana passada e virou meme nas redes sociais. O símbolo, inicialmente, virou piada nas redes, com montagens de políticos e celebridades fazendo o sinal. Na sexta-feira (4), ela registrou uma ocorrência na Deam.

frandedos2.jpg

A garota teve a identidade, o local de trabalho e até imagens de familiares divulgados na internet. “Ela está muito abatida, em estado depressivo. No início da divulgação fizeram um print da página dela no Facebook em que ela aparece com a filha e está muito triste porque a criança também foi exposta”, diz a delegada.

De acordo com a delegada, o crime é caracterizado como difamação com base na Lei Maria da Penha porque existiu uma relação de afeto entre vítima e autor. Se for condenado, o suspeito pode pegar pena de 3 meses a 1 ano.

No entanto, após a repercussão do caso, internautas manifestaram apoio à garota difamada. Imagens de pessoas, sozinhas ou em grupos, fazendo o mesmo sinal de 'OK', com a palavra "força" ganharam as redes sociais.

Fran.jpg

A polêmica também levantou o debate sobre a necessidade de tornar mais rígidas as leis de crimes cibernéticos. Vice-presidente da Comissão de Direito Digital da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO), o advogado Rafael Maciel defende a criação de uma delegacia especializada na investigação de crimes cometidos em ambiente digital.

No ano passado, após fotos íntimas da atriz Carolina Dieckmann vazarem na internet, uma lei foi criada no país com o nome da artista. Mas o especialista explica que a lei não protege casos em que não há invasão de computadores. Para o advogado, a legislação não acompanhou as mudanças da sociedade.

“A maior parte das interações humanas são hoje realizadas em ambientes digitais e o ordenamento jurídico deve proteger os cidadãos de crimes e da propagação de conteúdos difamatórios e caluniosos. Esse tipo de conduta trazem transtornos sérios às vítimas”, argumenta Rafael Maciel.

Fonte: Com informações do G1 Goiás

Publicado Por: Alex Gomes

Últimas Notícias
19h41 Alpinista Rodrigo Raineri ministrará palestra sobre motivação e superação em Teresina 19h34 Hospitais Universitários abrem 964 vagas em concurso para todo Brasil 19h28 81% das mulheres já deixaram de fazer algo por medo de assédio 19h26 Técnico Bernardinho revela um tumor maligno e pedido de demissão 19h18 Renovação Carismática realiza 'Louvemos a Jesus que vem', domingo (21) 18h48 Em Piripiri o prefeito Odival Andrade foi cassado por abuso de poder 18h47 Semáforos param de funcionar e prejudicam trânsito em Teresina 18h42 Ex-gerente da Petrobras reafirma que toda cúpula sabia dos desvios; confira 18h38 A Prefeitura de Oeiras está viabilizando a construção e a manutenção de estradas vicinais 18h38 Em Piripiri homem não identificado sofre acidente na estrada do caldeirão 18h34 Trio faz arrastão em praça e pizzaria no interior do PI 18h22 Construções e recuperações de estradas devem beneficiar 14 mil pessoas em Oeiras 18h17 Presidente do Flamengo diz que negocia com nomes para temporada de 2015 18h17 Escritório de advocaciado PI é eleito um dos melhores do país; saiba mais 18h17 Bandidos armados assaltam posto de combustíveis em Piripiri 18h10 MILHÕES anunciados por W.Dias não vão chegar ao Piauí 18h09 Prefeitura de Oeiras realizou uma ação solidária na comunidade Canto Fazenda Frade 18h03 Ranking nacional coloca escritório do Piauí entre os melhoes do pais 17h26 Vereadora Teresinha Medeiros é mais cotada para assumir comando do PPS 17h22 Comunidade de Oeiras Canto Fazenda Frade recebe ação solidária 17h17 Famoso advogado Kakay dará festa e a dupla Bruno & Marrone é atração 17h14 A prefeita Patrícia Leal homenageou com uma menção honrosa altoense que conquistou Olimpíada Brasil 17h08 Vereadora diz que zona rural tem povo sofrido e cobra mais ação da prefeitura 17h05 Confraternização de natal e encerramento de 2015 com amigo oculto. Participação da Igreja da Paz 17h05 Prefeito de Avelino Lopes toma café com funcionários
GUIA DOS PARLAMENTARES II
CNH

Mais Lidas

    Enquete

    O piauiense Luis Henrique foi o terceiro colocado no 1º MasterChef Brasil. Você concorda com a vitória de Elisa?

    Total de Votos: 173

    Válida de 17/12/2014 a 24/12/2014

    180graus no Instagramno Instagram