180graus

Está rendendo em Goiânia - 10/10/2013 às 09h20

Caso Fran: Polícia ouve testemunhas e investiga vídeo sexual no WhatsApp






Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Casa do cartucho
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

180 & Gracom - Maratona
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

180 - Vende-se Hilux
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Gráfica180 - Venda Plotter
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

elite
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

180 - Vende-se Caminhão
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

zika adv6
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

cev maio
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Phocus Galerie - Eventos
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Profº Márcio Lima - Dia da Mudança
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Vaga pesquisadores

A Polícia Civil começou a ouvir testemunhas sobre o caso da jovem de 19 anos que teve vídeos íntimos divulgados em um aplicativo de celular e virou meme [termo usado para frases, imagens e vídeos que se disseminam na internet de forma viral]. Ao G1, a delegada responsável pelas investigações, Ana Elisa Gomes Martins, disse que já colheu o depoimento de quatro pessoas e pretende ouvir a garota novamente para sanar "algumas dúvidas". O suspeito de divulgar os vídeos é um jovem de 22 anos com quem ela teria um relacionamento extraconjugal.

Ana Elisa, no entanto, preferiu não divulgar o nome das testemunhas. Disse apenas que são pessoas que conhecem o casal. "Como se trata de um caso de difamação, preferimos preservar a privacidade das pessoas", afirmou. A delegada não quis divulgar o conteúdo dos depoimentos "para não atrapalhar as investigações".

O jovem suspeito de ter divulgado as imagens deve ser intimado esta semana, segundo a delegada. No entanto, ela não divulgou a data do depoimento. Procurado pelo G1, o rapaz apontado como suspeito pela vítima negou ser o autor dos vídeos e da divulgação.

Na quarta-feira (9), o advogado do rapaz, Hugo Bastos, esteve na Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) para tomar conhecimento sobre o inquérito. Ao G1, ele disse que só vai se pronunciar após se interar das denúncias.

Os vídeos onde a jovem aparece fazendo sinal de 'OK' durante ato sexual começaram a circular em um aplicativo de celular no fim da semana passada e virou meme nas redes sociais. O símbolo, inicialmente, virou piada nas redes, com montagens de políticos e celebridades fazendo o sinal. Na sexta-feira (4), ela registrou uma ocorrência na Deam.

frandedos2.jpg

A garota teve a identidade, o local de trabalho e até imagens de familiares divulgados na internet. “Ela está muito abatida, em estado depressivo. No início da divulgação fizeram um print da página dela no Facebook em que ela aparece com a filha e está muito triste porque a criança também foi exposta”, diz a delegada.

De acordo com a delegada, o crime é caracterizado como difamação com base na Lei Maria da Penha porque existiu uma relação de afeto entre vítima e autor. Se for condenado, o suspeito pode pegar pena de 3 meses a 1 ano.

No entanto, após a repercussão do caso, internautas manifestaram apoio à garota difamada. Imagens de pessoas, sozinhas ou em grupos, fazendo o mesmo sinal de 'OK', com a palavra "força" ganharam as redes sociais.

Fran.jpg

A polêmica também levantou o debate sobre a necessidade de tornar mais rígidas as leis de crimes cibernéticos. Vice-presidente da Comissão de Direito Digital da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO), o advogado Rafael Maciel defende a criação de uma delegacia especializada na investigação de crimes cometidos em ambiente digital.

No ano passado, após fotos íntimas da atriz Carolina Dieckmann vazarem na internet, uma lei foi criada no país com o nome da artista. Mas o especialista explica que a lei não protege casos em que não há invasão de computadores. Para o advogado, a legislação não acompanhou as mudanças da sociedade.

“A maior parte das interações humanas são hoje realizadas em ambientes digitais e o ordenamento jurídico deve proteger os cidadãos de crimes e da propagação de conteúdos difamatórios e caluniosos. Esse tipo de conduta trazem transtornos sérios às vítimas”, argumenta Rafael Maciel.

Fonte: Com informações do G1 Goiás

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


180 & Gracom - Maratona
Phocus Galerie
UNIMED DIA DAS MÃES
Terno e Cia
Alves e Alves (Dr. Daniel)
Carvalho e Oliveira (Wildson de Almeida)
vaga pesquisadores
Marquinhos do Pará
Panificadora Canindé
Casa do Cartucho
Últimas Notícias
16h01 Prefeitura municipal de Luís Correira realiza concurso para todos os níveis 15h21 Projetos da Secretaria Municipal de Saúde de Cristino Castro fica entre os 10 melhores do Piauí 15h01 Homem é espancado com golpes de madeira e morre no PI 14h58 Conheça Sonivani, a 'chicosa' que virou fenômeno na internet com o seu 'jeitinho' 14h35 Projeto Olhar Bem é aberto em Campo Maior com presença do secretário Dr. Francisco 14h02 Dr. Pinto lança D. Socorro como pré-candidata 13h56 Campo Maior recebe projeto Olhar Bem a partir desta quinta-feira 13h54 Deputado cobra a Eletrobras estrutura da rede elétrica em Ilha Grande, no PI 13h44 MPF aponta municípios do PI com nota igual a '0' no ranking da transparência 13h43 Candidaturas de mulheres são 'um faz de contas' para partidos, diz ministra 13h23 Em Agricolândia fiéis montam tapetes de Corpus Christi 13h11 Exemplar da 1ª antologia de Shakespeare é vendido por US$ 2,7 mi 13h09 Peppa Pig vai ao cinema em seis episódios e curta temporada 13h07 Muricy Ramalho vai deixar o Flamengo após problemas de saúde 13h04 STF dá prazo de cinco dias para Temer se explicar sobre reforma administrativa 13h01 Com barraco de Gretchen, 'Power Couple' registra sua maior audiência 12h58 Veja detalhes do patrocínio de cerca de R$ 24 milhões acertado pelo São Paulo 12h52 Diretório do Partido Progressista anuncia nomes de pré-candidatos 12h45 Cortes, ataque e esquema: Dunga tem cinco pontos para definir na seleção 12h33 Prefeita Vânia Ribeiro intensifica combate à dengue no Município de Cajueiro da Praia 12h13 Veículo sai da pista após colidir em traseira de caminhão e três se ferem 11h50 Piauiense é executado em Alagoas e polícia suspeita de uma emboscada 11h48 Ricciardo surpreende e arrasa as Mercedes em treino; brasileiros vão mal 11h37 Santa Cruz vence e mantém liderança; Palmeiras derrota Flu e SP só empata 11h32 China cria ônibus que 'passa por cima' de engarrafamentos

Dr. Raimundo Junior
Terno e Cia
Phocus Galerie
Conplan
Dr. Wildson de Almeida
Alves e Alves (Dr. Daniel)

Mais Lidas


    Enquete

    Cai o primeiro ministro do novo governo em apenas 12 dias. Na sua opinião, Michel Temer consegue terminar seu mandato?

    Total de Votos: 111

    Válida de 24/05/2016 a 31/05/2016

    Phocus Galerie - Eventos
    vaga pesquisadores
    Casa do cartucho
    180 & Gracom - Maratona
    ZikaZero
    Dr. Raimundo Junior
    Dr. Diogo Caldas(Escritório de advocacia)
    Alves e Alves (Dr. Daniel)
    Profº Márcio Lima - Dia da Mudança
    Terno e Cia

    180graus no Instagramno Instagram

    Panificadora Canindé
    sunset