180graus

Está rendendo em Goiânia - 10/10/2013 às 09h20

Caso Fran: Polícia ouve testemunhas e investiga vídeo sexual no WhatsApp






Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

COELHO FORTE E DOURADO ADV
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

ISLAMAR
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Phocus Galerie - Eventos
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

tiberio Helio
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

AESPI - Vestibular Design
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Shop Festa - Inauguração
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

elite
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Casa do cartucho

A Polícia Civil começou a ouvir testemunhas sobre o caso da jovem de 19 anos que teve vídeos íntimos divulgados em um aplicativo de celular e virou meme [termo usado para frases, imagens e vídeos que se disseminam na internet de forma viral]. Ao G1, a delegada responsável pelas investigações, Ana Elisa Gomes Martins, disse que já colheu o depoimento de quatro pessoas e pretende ouvir a garota novamente para sanar "algumas dúvidas". O suspeito de divulgar os vídeos é um jovem de 22 anos com quem ela teria um relacionamento extraconjugal.

Ana Elisa, no entanto, preferiu não divulgar o nome das testemunhas. Disse apenas que são pessoas que conhecem o casal. "Como se trata de um caso de difamação, preferimos preservar a privacidade das pessoas", afirmou. A delegada não quis divulgar o conteúdo dos depoimentos "para não atrapalhar as investigações".

O jovem suspeito de ter divulgado as imagens deve ser intimado esta semana, segundo a delegada. No entanto, ela não divulgou a data do depoimento. Procurado pelo G1, o rapaz apontado como suspeito pela vítima negou ser o autor dos vídeos e da divulgação.

Na quarta-feira (9), o advogado do rapaz, Hugo Bastos, esteve na Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) para tomar conhecimento sobre o inquérito. Ao G1, ele disse que só vai se pronunciar após se interar das denúncias.

Os vídeos onde a jovem aparece fazendo sinal de 'OK' durante ato sexual começaram a circular em um aplicativo de celular no fim da semana passada e virou meme nas redes sociais. O símbolo, inicialmente, virou piada nas redes, com montagens de políticos e celebridades fazendo o sinal. Na sexta-feira (4), ela registrou uma ocorrência na Deam.

frandedos2.jpg

A garota teve a identidade, o local de trabalho e até imagens de familiares divulgados na internet. “Ela está muito abatida, em estado depressivo. No início da divulgação fizeram um print da página dela no Facebook em que ela aparece com a filha e está muito triste porque a criança também foi exposta”, diz a delegada.

De acordo com a delegada, o crime é caracterizado como difamação com base na Lei Maria da Penha porque existiu uma relação de afeto entre vítima e autor. Se for condenado, o suspeito pode pegar pena de 3 meses a 1 ano.

No entanto, após a repercussão do caso, internautas manifestaram apoio à garota difamada. Imagens de pessoas, sozinhas ou em grupos, fazendo o mesmo sinal de 'OK', com a palavra "força" ganharam as redes sociais.

Fran.jpg

A polêmica também levantou o debate sobre a necessidade de tornar mais rígidas as leis de crimes cibernéticos. Vice-presidente da Comissão de Direito Digital da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO), o advogado Rafael Maciel defende a criação de uma delegacia especializada na investigação de crimes cometidos em ambiente digital.

No ano passado, após fotos íntimas da atriz Carolina Dieckmann vazarem na internet, uma lei foi criada no país com o nome da artista. Mas o especialista explica que a lei não protege casos em que não há invasão de computadores. Para o advogado, a legislação não acompanhou as mudanças da sociedade.

“A maior parte das interações humanas são hoje realizadas em ambientes digitais e o ordenamento jurídico deve proteger os cidadãos de crimes e da propagação de conteúdos difamatórios e caluniosos. Esse tipo de conduta trazem transtornos sérios às vítimas”, argumenta Rafael Maciel.

Fonte: Com informações do G1 Goiás

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


SAMBAIBA MODULADOS
ISLAMAR
Phocus Galerie
JALES-PÓS GRADUAÇÃO
Terno e Cia
JALES-PÓS GRADUAÇÃO
Marquinhos do Pará
SAMBAIBA MODULADOS
Últimas Notícias
10h11 Bauza diz que Messi, Agüero, Di María e Pratto podem jogar juntos 10h09 Douglas já aceita deixar Barça, mas quer titularidade garantida em contrato 10h02 Notificado, Lula se desliga do Conselho do Corinthians por faltas 09h55 Incêndio preocupa moradores de comunidade rural de Picos 09h52 Caminhoneiro jogando Pokémon Go atropela e mata pedestre 09h45 Morre aos 65 anos artista plástico Tácito Ibiapina 09h44 Dr Helder visita candidato a prefeito Dr Alexandre, em São João do Piauí 09h28 Prorrogado prazo de validade do concurso para professores no Piauí 09h26 Senado aprova desvinculação de receitas da União em 30% até 2023 09h23 Após discussão, jovem é morto com três facadas na cidade de Parnaíba 09h19 Segundo a ciência, o fim de semana deveria ter três dias 09h19 Justiça anula as multas 'irregulares' aplicadas pelo DNIT em cidade do PI 09h18 PRF, MPT e IBAMA resgatam operários em situação de escravidão em São Francisco de Assis do PI 09h03 Mortes por arma de fogo no PI crescem 246% em 10 anos 09h02 Indignada em vídeo, Cléo Pires se defende sobre sua campanha polêmica 08h59 Deputado do Piauí, com mandato no DF, é afastado após operação da PF 08h58 Oi libera acesso gratuito a wi-fi para clientes de outras operadoras 08h56 Ex-prefeita de Marcos Parente foi condenada há 3 anos de cadeia pela Justiça Federal 08h48 Globo anuncia fim de quadros do 'Jornal Hoje', e apresentadora chora 08h46 Aumenta para 247 o total de mortos por terremoto na Itália 08h44 Aposta do Rio de Janeiro ganha sozinha R$ 58 milhões na Mega-Sena 08h40 Menor de 16 anos é apreendido dentro de escola com 10 trouxas de maconha 08h39 Médico é baleado na cabeça durante arrastão em clínica no interior do PI 08h39 Bruna e Neymar se reaproximam e atriz se diz surpresa com repercussão 08h22 Primeira parcela do 13º salário começa a ser paga hoje a beneficiários do INSS

Terno e Cia
SAMBAIBA MODULADOS
ISLAMAR
Phocus Galerie
Laurice - Projetos

Mais Lidas

    SUNSET
    DR GERMANO ADV

    Enquete

    O Senado Federal abriu consulta pública sobre projeto de lei que propõe diminuir o número de deputados e senadores. Você concorda com a proposta?

    Total de Votos: 88

    Válida de 23/08/2016 a 30/08/2016

    Shop Festa - Inauguração
    SAMBAIBA MODULADOS
    Silva, Guedes & Barroso
    Casa do cartucho
    ISLAMAR
    Dr. Diogo Caldas(Escritório de advocacia)
    Alves e Alves (Dr. Daniel)

    180graus no Instagramno Instagram

    Panificadora Canindé