180graus

Está rendendo em Goiânia - 10/10/2013 às 09h20

Caso Fran: Polícia ouve testemunhas e investiga vídeo sexual no WhatsApp






Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Motivação
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

THREVO - RESERVA DOS PINHEIROS
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

DREAM PARK ABC
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

NEURACI ROCHA - PALAZZO MONTICELLO
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

RESERVA HELICONIA
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Dantas Imobiliaria
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

WX - Village Leste
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Boa Vista - Brisa Sul - Academia
Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Jovem tem 19 anos e imagens picantes se espalharam

Inocoop Recanto das Palmeiras

A Polícia Civil começou a ouvir testemunhas sobre o caso da jovem de 19 anos que teve vídeos íntimos divulgados em um aplicativo de celular e virou meme [termo usado para frases, imagens e vídeos que se disseminam na internet de forma viral]. Ao G1, a delegada responsável pelas investigações, Ana Elisa Gomes Martins, disse que já colheu o depoimento de quatro pessoas e pretende ouvir a garota novamente para sanar "algumas dúvidas". O suspeito de divulgar os vídeos é um jovem de 22 anos com quem ela teria um relacionamento extraconjugal.

Ana Elisa, no entanto, preferiu não divulgar o nome das testemunhas. Disse apenas que são pessoas que conhecem o casal. "Como se trata de um caso de difamação, preferimos preservar a privacidade das pessoas", afirmou. A delegada não quis divulgar o conteúdo dos depoimentos "para não atrapalhar as investigações".

O jovem suspeito de ter divulgado as imagens deve ser intimado esta semana, segundo a delegada. No entanto, ela não divulgou a data do depoimento. Procurado pelo G1, o rapaz apontado como suspeito pela vítima negou ser o autor dos vídeos e da divulgação.

Na quarta-feira (9), o advogado do rapaz, Hugo Bastos, esteve na Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) para tomar conhecimento sobre o inquérito. Ao G1, ele disse que só vai se pronunciar após se interar das denúncias.

Os vídeos onde a jovem aparece fazendo sinal de 'OK' durante ato sexual começaram a circular em um aplicativo de celular no fim da semana passada e virou meme nas redes sociais. O símbolo, inicialmente, virou piada nas redes, com montagens de políticos e celebridades fazendo o sinal. Na sexta-feira (4), ela registrou uma ocorrência na Deam.

frandedos2.jpg

A garota teve a identidade, o local de trabalho e até imagens de familiares divulgados na internet. “Ela está muito abatida, em estado depressivo. No início da divulgação fizeram um print da página dela no Facebook em que ela aparece com a filha e está muito triste porque a criança também foi exposta”, diz a delegada.

De acordo com a delegada, o crime é caracterizado como difamação com base na Lei Maria da Penha porque existiu uma relação de afeto entre vítima e autor. Se for condenado, o suspeito pode pegar pena de 3 meses a 1 ano.

No entanto, após a repercussão do caso, internautas manifestaram apoio à garota difamada. Imagens de pessoas, sozinhas ou em grupos, fazendo o mesmo sinal de 'OK', com a palavra "força" ganharam as redes sociais.

Fran.jpg

A polêmica também levantou o debate sobre a necessidade de tornar mais rígidas as leis de crimes cibernéticos. Vice-presidente da Comissão de Direito Digital da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO), o advogado Rafael Maciel defende a criação de uma delegacia especializada na investigação de crimes cometidos em ambiente digital.

No ano passado, após fotos íntimas da atriz Carolina Dieckmann vazarem na internet, uma lei foi criada no país com o nome da artista. Mas o especialista explica que a lei não protege casos em que não há invasão de computadores. Para o advogado, a legislação não acompanhou as mudanças da sociedade.

“A maior parte das interações humanas são hoje realizadas em ambientes digitais e o ordenamento jurídico deve proteger os cidadãos de crimes e da propagação de conteúdos difamatórios e caluniosos. Esse tipo de conduta trazem transtornos sérios às vítimas”, argumenta Rafael Maciel.

Fonte: Com informações do G1 Goiás

Publicado Por: Alex Gomes

Curta a nossa página e receba as principais noticias em seu facebook!


LIKE HR
Caminho para o Sucesso
VANITY SANDRA SILVA
NEURACI ROCHA - PALAZZO MONTICELLO
WS Construtora - Alto das Palmeiras
DREAM PARK ABC
VAL PRAEIRO HELICONIA
Mirante da Mota Machado
VANITY SANDRA SILVA
THREVO PIATZ
Inocoop Recanto das Palmeiras
Últimas Notícias
00h33 PMT e Casas Bahia vão oferecer mais de 1.300 vagas em cursos gratuitos 00h30 Amarildo do River na Seleção dos melhores da 8ª Rodada da Série D 00h01 Aníbal Lemos vai comandar o Esporte Clube Timon 23h59 Chris Leben, ex-UFC, é condenado a 3 meses de prisão por invasão nos EUA 23h37 Órgãos públicos no Piauí têm esnobado pedidos de informação do 180graus 23h35 Preparando novo disco, Adele diz ter perdido 30 kg com dieta vegetariana 23h30 Leida Diniz recomenda que Luiz Lobão dê informações quando solicitado 23h12 Aécio diz que déficit no Orçamento de 2016 é 'atestado de incompetência' 22h34 Cunha pede tempo para apresentar defesa contra acusações na Lava Jato 22h23 Governo vai aumentar tributo sobre computadores, celulares e bebidas 22h14 Beneficiários do Bolsa Família de São Félix recebem alimentos do Programa de Aquisição de Alimentos 22h04 'É preciso uma ponte para garantir a estabilidade fiscal', diz Joaquim Levy 21h57 Governo prevê que dívida bruta atingirá 68,8% em 2017 21h39 Obama vai testar capacidade de sobrevivência em reality show 21h01 Dólar fica em alta de 1,40% com previsão de déficit primário 20h56 Plano para Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis é lançado 20h32 Revista de benefícios do turista será distribuída no aeroporto 19h52 Cerca de 3.844 famílias serão beneficiadas com a reforma da UBS 19h40 Procissão de São Raimundo Nonato encerra festejos em Canavieira 19h32 Orquestra Sinfônica se apresenta na inauguração da Av. Henry Wall de Carvalho 19h05 Missa e show de Caninana do Forró encerram Dia do Vaqueiro em Canavieira 19h02 Prefeitura entregará 71 UBSs novas ou reformadas até o fim do próximo ano 18h53 Olympique de Marseille faz proposta de R$ 60 milhões por Leandro Damião 18h45 Show da banda Meu Xodó de Pernambuco animou festejos de São Raimundo Nonato em Canivieira 18h39 PI: Suspeito de duplo homicídio chega a Teresina e será levado para presídio
Construtora Vanguarda
Contrutora Boa vista
Mirante da Mota Machado
SEU IMOVEL NA DANTAS
VANGUARDA BARCELONA
HR like
BRISA SUL - BOA VISTA

Mais Lidas

    VAL PRAEIRO HELICONIA
    VANITY SANDRA SILVA
    BRISA SUL PISCINA
    CONTE - ENCONTRO DOS RIOS
    Imobiliaria

    Enquete

    Que bancada trabalhou mais neste primeiro semestre?

    Total de Votos: 82

    Válida de 15/07/2015 a 22/07/2015

    Mirante da Mota Machado
    SEU IMOVEL NA DANTAS
    Boa Vista
    Inocoop - Recanto das Palmeiras
    VILLAGE LESTE - WX
    WS Construtora Recanto das Palmeiras
    CONTE ENGENHARIA - ENCONTRO DOS RIOS
    VAL PRAEIRO
    LIKE HR
    Boa Vista - Brisa Sul - piscina

    180graus no Instagramno Instagram

    Caminho para o Sucesso
    WX - Village Leste
    Mirante da Mota Machado
    CONTE ENGENHARIA - ENCONTRO DOS RIOS
    Inocoop Recanto das Palmeiras