180graus

Veja os confrontos diretos - 25/07/2016 às 10h15

Jales/Campo Maior: Ribinha 33,9% e Joãozinho Félix 26,7%, para prefeito

Phocus Galerie - Eventos
UNIMED
AESPI - Vestibular Design
Casa do cartucho
ISLAMAR
JALES-PÓS GRADUAÇÃO
SAMBAIBA MODULADOS

O professor Ribinha (PT), pré-candidato lançado em Campo Maior pela base do prefeito Paulo Martins (PT) aparece liderando as intenções de voto na pesquisa do Instituto Jales realizada entre os dias 21 e 22 de julho, no município. No levantamento estimulado ele foi apontado como preferência de voto de 33,93% dos entrevistados.

Adiante, mesmo com o escândalo envolvendo a denúncia feita pelo Ministério Público Estadual, acusando-o de ser o mandante na morte de Alípio Ribeiro, irmão do jornalista Arnaldo Ribeiro da TV Antena 10, o ex-prefeito Joãozinho Félix (PPS) mantém a segunda colocação nas pesquisas, sendo intenção de voto de 26,79%, de acordo com o levantamento feito por Jales.

O terceiro no levantamento é o médico Dr. Marco Pereira (PTB), intenção de voto de 10,36% dos entrevistados. Dr. Ribamar Coelho (PHS), também pré-candidato no município, somou 3,93%.

home_manchete.png

Os indecisos no levantamento estimulado são 17,50%, e 7,50% respondeu Nenhum/Nulo/Branco.

Embates diretos
Na pesquisa, o Instituto Jales simulou os possíveis confrontos diretos entre os pré-candidatos a prefeito de Campo Maior. O primeiro embate simulado põe Professor Ribinha e Joãozinho Félix frente a frente. Nele, o petista venceria com 31,79%, ante 27,50% somados pelo ex-prefeito. Os indecisos são 23,93%, e que responderam Nenhum/Nulo/Branco são 16,79%.

A vantagem de Ribinha é maior na simulação de confronto direto com Dr. Ribamar Coelho. O professor obteve percentual de 35,36% contra 8,21%. Os indecisos, neste cenário, somam 25,36%, e os que responderam Nenhum/Nulo/Branco são 31,07%.

embates-5.png

Quando o embate é entre o Professor Ribinha e o médico Dr. Marco Pereira, o percentual do petista chega a 34,64% contra 16,43% do possível oponente. Indecisos são 22,50% e os, que neste cenário, votariam Nenhum/Nulo/Branco somam 26,43%.

Simulado o embate entre o ex-prefeito Joãozinho Félix e Dr Ribamar Coelho, eles aparecem, respectivamente, com 31,07% e 6,43%. Os indecisos neste cenário somam 29,29%. Os que responderam Nenhum/Nulo/Branco são 33,21%.

embates-4.png

Joãozinho Félix também aparece na frente quando a simulação é de embate direto contra Dr. Marco Pereira. O ex-prefeito atinge percentual de 28,57% contra 15,71%. Não Sabe/Não Opina são 27,14%, e os que disseram Nenhum/Nulo/Branco somam 28,57%.

No último cenário de embate, são postos frente a frente Dr. Marco Pereira e Dr. Ribamar Coelho. Com esta simulação, o número daqueles que disseram votar em Nenhum/Nulo/Branco chega a 46,43%. Os indecisos são 28,57%. Dr. Marco soma apenas 16,79% e Dr. Ribamar, 8,21%.

embates-3.png

46% não aprova o trabalho do prefeito Paulo Martins
A maioria da população de Campo Maior não anda morrendo de amores por seu prefeito. Na última consulta feita pelo Instituto Jales na cidade, Paulo Martins (PT) atingiu índice de rejeição de até 46,79% dos munícipes.

O fato preocupa mesmo o prefeito não concorrendo à reeleição no pleito que se aproxima. Com tamanha desaprovação fica difícil transferir votos para um sucessor, além de encorajar e dar munição para o discurso da oposição.

A consulta ainda aferiu que cerca de 30% do eleitorado campomaiorense aprova a administração de Paulo Martins, mas o número dos que não tem opinião a respeito do assunto também é significativo: 20,50%. Esse último, somado à rejeição mostra que mais de 68% dos que votam em Campo Maior não estão satisfeitos com as ações do atual prefeito.

home_aprova-2.png

Na avaliação da administração, 27,50% dos entrevistados pelo Instituto dizem considerar como péssimo o trabalho de Paulo Martins. É regular na opinião de 26,43%. É vista como boa por 12,14%, ruim para 11,43%, e somente 6,07% disse que é ótima.

Indecisos somaram 16,43%.

home_aprova-3.png

Para 35,7%, Joãozinho não mandou matar irmão de apresentador de TV
A última pesquisa do Instituto Jales em Campo Maior, realizada dias 21 e 22 de julho, apontou que 35,71% dos entrevistados pelo instituto não acreditam no envolvimento de Joãozinho Félix na morte de Alípio Ribeiro. O ex-prefeito, que em 2016 é pré-candidato à sucessão municipal, foi acusado pelo Ministério Público do Estado de ser o mandante na morte do irmão do jornalista Arnaldo Ribeiro, apresentador do programa Cidade Alerta da TV Antena 10.

Fato capaz de influenciar fortemente os rumos do pleito, o questionamento foi incluso na pesquisa justamente diante da repercussão na mídia estadual, e principalmente nas rádios e blogs de Campo Maior. Um prato cheio para a oposição.

Apesar da forte repercussão, que acontece de forma mais fervorosa nas redes sociais, o que se nota é que o campomaiorense continua cético quanto à questão. Somente 17,50% dos eleitores ouvidos pelo Instituto Jales disseram crer na participação do pré-candidato no crime ocorrido em 2009.

joazinho_crime-2.png

46,79% se mostrou indeciso quanto à questão.

Entretanto, na hipótese de comprovado o envolvimento de Joãozinho Félix no crime, 39,64% disseram que não votariam nele. Somente 14,64% declararam que manteriam o voto no pré-candidato, demonstrando que o fato não aferia sua decisão.

joazinho_crime-3.png

Ficha técnica
A pesquisa Jales em Campo Maior está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número PI-06533/2016.

Foi realizada nos dias 21 e 22 de julho ouvindo 280 eleitores maiores de 16 anos. A margem de erro é de 5,84% e o nível de confiança de 95%.

MPE denunciou o ex-prefeito - 25/07/2016 às 00h01

Para 35,7%, Joãozinho não mandou matar irmão de apresentador de TV

AESPI - Vestibular Design
ISLAMAR
Casa do cartucho
SAMBAIBA MODULADOS
UNIMED
Phocus Galerie - Eventos
JALES-PÓS GRADUAÇÃO

A última pesquisa do Instituto Jales em Campo Maior, realizada dias 21 e 22 de julho, apontou que 35,71% dos entrevistados pelo instituto não acreditam no envolvimento de Joãozinho Félix na morte de Alípio Ribeiro. O ex-prefeito, que em 2016 é pré-candidato à sucessão municipal, foi acusado pelo Ministério Público do Estado de ser o mandante na morte do irmão do jornalista Arnaldo Ribeiro, apresentador do programa Cidade Alerta da TV Antena 10.

Fato capaz de influenciar fortemente os rumos do pleito, o questionamento foi incluso na pesquisa justamente diante da repercussão na mídia estadual, e principalmente nas rádios e blogs de Campo Maior. Um prato cheio para a oposição.

Apesar da forte repercussão, que acontece de forma mais fervorosa nas redes sociais, o que se nota é que o campomaiorense continua cético quanto à questão. Somente 17,50% dos eleitores ouvidos pelo Instituto Jales disseram crer na participação do pré-candidato no crime ocorrido em 2009.

joazinho_crime-2.png

46,79% se mostrou indeciso quanto à questão.

Entretanto, na hipótese de comprovado o envolvimento de Joãozinho Félix no crime, 39,64% disseram que não votariam nele. Somente 14,64% declararam que manteriam o voto no pré-candidato, demonstrando que o fato não aferia sua decisão.

joazinho_crime-3.png

Jales/Campo Maior: 45% não aprova o trabalho do prefeito Paulo Martins
A maioria da população de Campo Maior não anda morrendo de amores por seu prefeito. Na última consulta feita pelo Instituto Jales na cidade, Paulo Martins (PT) atingiu índice de rejeição de até 46,79% dos munícipes.

O fato preocupa mesmo o prefeito não concorrendo à reeleição no pleito que se aproxima. Com tamanha desaprovação fica difícil transferir votos para um sucessor, além de encorajar e dar munição para o discurso da oposição.

A consulta ainda aferiu que cerca de 30% do eleitorado campomaiorense aprova a administração de Paulo Martins, mas o número dos que não tem opinião a respeito do assunto também é significativo: 20,50%. Esse último, somado à rejeição mostra que mais de 68% dos que votam em Campo Maior não estão satisfeitos com as ações do atual prefeito.

home_aprova-2.png

Na avaliação da administração, 27,50% dos entrevistados pelo Instituto dizem considerar como péssimo o trabalho de Paulo Martins. É regular na opinião de 26,43%. É vista como boa por 12,14%, ruim para 11,43%, e somente 6,07% disse que é ótima.

Indecisos somaram 16,43%.

home_aprova-3.png

Ficha técnica
A pesquisa Jales em Campo Maior está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número PI-06533/2016.

Foi realizada nos dias 21 e 22 de julho ouvindo 280 eleitores maiores de 16 anos. A margem de erro é de 5,84% e o nível de confiança de 95%.

Veja números da avaliação - 25/07/2016 às 00h01

Jales/Campo Maior: 46% não aprova o trabalho do prefeito Paulo Martins

Casa do cartucho
JALES-PÓS GRADUAÇÃO
Phocus Galerie - Eventos
SAMBAIBA MODULADOS
UNIMED
AESPI - Vestibular Design
ISLAMAR

A maioria da população de Campo Maior não anda morrendo de amores por seu prefeito. Na última consulta feita pelo Instituto Jales na cidade, Paulo Martins (PT) atingiu índice de rejeição de até 46,79% dos munícipes.

O fato preocupa mesmo o prefeito não concorrendo à reeleição no pleito que se aproxima. Com tamanha desaprovação fica difícil transferir votos para um sucessor, além de encorajar e dar munição para o discurso da oposição.

A consulta ainda aferiu que cerca de 30% do eleitorado campomaiorense aprova a administração de Paulo Martins, mas o número dos que não tem opinião a respeito do assunto também é significativo: 20,50%. Esse último, somado à rejeição mostra que mais de 68% dos que votam em Campo Maior não estão satisfeitos com as ações do atual prefeito.

home_aprova-2.png

Na avaliação da administração, 27,50% dos entrevistados pelo Instituto dizem considerar como péssimo o trabalho de Paulo Martins. É regular na opinião de 26,43%. É vista como boa por 12,14%, ruim para 11,43%, e somente 6,07% disse que é ótima.

Indecisos somaram 16,43%.

home_aprova-3.png

Para 35,7%, Joãozinho não mandou matar irmão de apresentador de TV
A última pesquisa do Instituto Jales em Campo Maior, realizada dias 21 e 22 de julho, apontou que 35,71% dos entrevistados pelo instituto não acreditam no envolvimento de Joãozinho Félix na morte de Alípio Ribeiro. O ex-prefeito, que em 2016 é pré-candidato à sucessão municipal, foi acusado pelo Ministério Público do Estado de ser o mandante na morte do irmão do jornalista Arnaldo Ribeiro, apresentador do programa Cidade Alerta da TV Antena 10.

Fato capaz de influenciar fortemente os rumos do pleito, o questionamento foi incluso na pesquisa justamente diante da repercussão na mídia estadual, e principalmente nas rádios e blogs de Campo Maior. Um prato cheio para a oposição.

Apesar da forte repercussão, que acontece de forma mais fervorosa nas redes sociais, o que se nota é que o campomaiorense continua cético quanto à questão. Somente 17,50% dos eleitores ouvidos pelo Instituto Jales disseram crer na participação do pré-candidato no crime ocorrido em 2009.

joazinho_crime-2.png

46,79% se mostrou indeciso quanto à questão.

Entretanto, na hipótese de comprovado o envolvimento de Joãozinho Félix no crime, 39,64% disseram que não votariam nele. Somente 14,64% declararam que manteriam o voto no pré-candidato, demonstrando que o fato não aferia sua decisão.

joazinho_crime-3.png

Ficha técnica
A pesquisa Jales em Campo Maior está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número PI-06533/2016.

Foi realizada nos dias 21 e 22 de julho ouvindo 280 eleitores maiores de 16 anos. A margem de erro é de 5,84% e o nível de confiança de 95%.

Veja os números para prefeito - 24/07/2016 às 15h01

BrVox/Bertolínia: 57,09% aprovam a gestão do prefeito Luciano Fonseca

Phocus Galerie - Eventos
JALES-PÓS GRADUAÇÃO
AESPI - Vestibular Design
UNIMED
ISLAMAR
Casa do cartucho
SAMBAIBA MODULADOS

A aprovação do prefeito Luciano Fonseca (PT) atingiu 57,09% na pesquisa BrVox realizada na cidade de Bertolínia, localizada no Sul do Estado. Dos entrevistados, 31,91% responderam que não aprovam o trabalho do chefe do executivo municipal.

Somente 10,99% se mostraram indecisos quanto à atuação do gestor.

Quando puderam avaliar o trabalho do petista, 31,56% dos eleitores ouvidos pelo BrVox apontaram como bom o trabalho desenvolvido na gestão municipal. Foi considerada regular na opinião de 20,57%, ótima para 15,25%, péssima para 14,54% dos entrevistados. É ruim na opinião de 12,06%.

6,03% respondeu Não Sabe/Não Opina.

bertolinia_prefeito_lucianofonseca.jpg

Bertolinia_BrVox_2016_4.png

De bem com o eleitorado
Para 49,29% dos eleitores entrevistados pelo BrVox,o prefeito Luciano Fonseca deve ser reeleito. Já 35,46% não concordam com esta posição e dizem que o petista não deve seguir no comando do executivo municipal.

15,25% respondeu Não Sabe/Não Opina.

Bertolinia_BrVox_2016_5.png

Equipe de Luciano Fonseca
Os entrevistados também avaliaram o trabalho dos secretários da equipe de Luciano Fonseca. Eliane Fonseca, secretária de Educação, é a melhor na opinião de 12,77%. Em segundo aparece o secretário de Saúde, Cavalcante, com 6,03%. Os secretários Maria José e Weverton, Social e Administração obtiveram, cada um, 2,13%.

Seguem Bibi (Esporte) com 1,06%, Silas Fonseca (Finanças), Joana Maria (Cultura), e Zezinho (Desenvolvimento Rural) com 0,71%, cada. Marlon Rodrigues obteve percentual de 0,35%.

Não Sabe/Não Opina somaram 55,67%, e os que responderam Nenhum/Nulo/Branco são 17,73%

Bertolinia_BrVox_2016_6.png

Na avaliação do trabalho da secretária de Educação Eliane Fonseca, 25,18% dos entrevistados respondeu que considera como boa sua administração. É vista como regular por 14,18%, ótimo para 10,64%, péssimo para 9,93%, e ruim na opinião de 2,84%. Indecisos somam 36,88%, e Nenhum/Nulo/Branco, 0,35%

Bertolinia_BrVox_2016_7.png

Intenção de voto para prefeito
O 180 divulgou os números da intenção de voto para prefeito no município de Bertolínia. Na cidade a pré-campanha está polarizada em dois grupos: um liderado pelo prefeito Luciano Fonseca (PT), que busca a reeleição, e outro que tem à frente o comerciante Rodrigo Martins (PP).

Na pesquisa estimulada Luciano Fonseca lidera com 44,33% das intenções de voto. Rodrigo Martins aparece quase doze pontos atrás, com 32,98%. Os indecisos somaram 21,63%. Já os que responderam Nenhum/Nulo/Branco são 1,06%.

Bertolinia_BrVox_2016_2.png

Maior líder político do município
Os eleitores avaliaram ainda, entre o nome do atual e do ex-prefeito de Bertolínia, quem eles consideram a maior liderança política do município. 42,91% apontou para Luciano Fonseca, e 31,56% diz que é Antônio José. 23,76% disse Não sabe/Não Opina, e 1,77% respondeu Nenhum/Nulo/Branco.

Bertolinia_BrVox_2016_3.png

Intenção de voto para vereador
O primeiro resultado neste domingo (24/07) trouxe os números da espontânea na intenção de voto para vereador do município. Neste levantamento o pesquisador anota o nome citado pelo eleitor, o primeiro que lhe vem à mente, e aparecem na frente os mais lembrados pelos entrevistados.

Lúcido José foi o nome mais citado no levantamento, apontado como preferência de voto de 9,93%. Professor Jonas foi lembrado por 6,38%. Em terceiro lugar aparece o nome de Luis Mota Filho, intenção de voto de 5,67%.

A lista segue com Dieginho (3,55%), Zezim (8,84%), Adelmarzinho (2,48%), Dalvina (1,77%). Biru e Arlete somaram 1,42%, cada uma. Em seguida surge o nome de Joel Fonseca (1,06%).

Empataram com 0,71%, cada, os nomes de Edilane, Aldete Fonseca, Ivaneide, Helio e Delmar Filho. Já os nomes de Clésio, Lanna, Elmarzinho, Jackson Muniz, Raimundo Sousa, Alzires, Adailton, Lucília, Marlete, Cavalcante, Lucinar, Aracelia, Luciano somaram 0,35%, cada.

infografico_interno.png

O percentual de eleitores indecisos chegou a 50,35%. Os que responderam Nenhum/Nulo/Branco são 4,61%.

Trabalho do presidente da Câmara
O BrVox mediu ainda a percepção dos eleitores de Bertolínia sobre o trabalho do presidente da Câmara Municipal, o Professor Jones.

16,67% disse que considera como péssimo o trabalho do parlamentar à frente da Casa Legislativa. Já 12,41% avalia como bom. É regular na opinião de 9,57%, ótimo para 7,8%, e ruim na opinião de 6,38%. Não Sabe/Não Opina são 46,1%, e os que responderam Nenhum/Nulo/Branco somam 1,06%.

Bertolinia_BrVox_2016_1.png

Ficha técnica
A pesquisa BrVox em Bertolínia está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número PI-01946/2016.

Ao todo 282 eleitores foram ouvidos entre os dias 14 e 15 de julho.

O nível de confiança da pesquisa é de 95%, e a margem de erro de 5%.

Em tempo
O 180graus entrou em contato com o pré-candidato Rodrigo Martins para solicitar uma foto a ser usada na divulgação da pesquisa. Ele de início ficou de enviar, mas depois recebemos ligação informando que ele não teria como enviar no momento. Caso seja enviado a posteriori, o portal fará o acréscimo.

Intenção de voto para prefeito - 24/07/2016 às 12h01

BrVox/Bertolínia: Luciano Fonseca tem 44% e Rodrigo 32%

O 180 divulga agora os números da intenção de voto para prefeito no município de Bertolínia. Na cidade a pré-campanha está polarizada em dois grupos: um liderado pelo prefeito Luciano Fonseca (PT), que busca a reeleição, e outro que tem à frente o comerciante Rodrigo Martins (PP).

Na pesquisa estimulada Luciano Fonseca lidera com 44,33% das intenções de voto. Rodrigo Martins aparece quase doze pontos atrás, com 32,98%. Os indecisos somaram 21,63%. Já os que responderam Nenhum/Nulo/Branco são 1,06%.

bertolinia_prefeito_lucianofonseca.jpg

Bertolinia_BrVox_2016_2.png

Maior líder político do município
Os eleitores avaliaram ainda, entre o nome do atual e do ex-prefeito de Bertolínia, quem eles consideram a maior liderança política do município. 42,91% apontou para Luciano Fonseca, e 31,56% diz que é Antônio José. 23,76% disse Não sabe/Não Opina, e 1,77% respondeu Nenhum/Nulo/Branco.

Bertolinia_BrVox_2016_3.png

Intenção de voto para vereador
O primeiro resultado neste domingo (24/07) trouxe os números da espontânea na intenção de voto para vereador do município. Neste levantamento o pesquisador anota o nome citado pelo eleitor, o primeiro que lhe vem à mente, e aparecem na frente os mais lembrados pelos entrevistados.

Lúcido José foi o nome mais citado no levantamento, apontado como preferência de voto de 9,93%. Professor Jonas foi lembrado por 6,38%. Em terceiro lugar aparece o nome de Luis Mota Filho, intenção de voto de 5,67%.

A lista segue com Dieginho (3,55%), Zezim (8,84%), Adelmarzinho (2,48%), Dalvina (1,77%). Biru e Arlete somaram 1,42%, cada uma. Em seguida surge o nome de Joel Fonseca (1,06%).

Empataram com 0,71%, cada, os nomes de Edilane, Aldete Fonseca, Ivaneide, Helio e Delmar Filho. Já os nomes de Clésio, Lanna, Elmarzinho, Jackson Muniz, Raimundo Sousa, Alzires, Adailton, Lucília, Marlete, Cavalcante, Lucinar, Aracelia, Luciano somaram 0,35%, cada.

infografico_interno.png

O percentual de eleitores indecisos chegou a 50,35%. Os que responderam Nenhum/Nulo/Branco são 4,61%.

Trabalho do presidente da Câmara
O BrVox mediu ainda a percepção dos eleitores de Bertolínia sobre o trabalho do presidente da Câmara Municipal, o Professor Jones.

16,67% disse que considera como péssimo o trabalho do parlamentar à frente da Casa Legislativa. Já 12,41% avalia como bom. É regular na opinião de 9,57%, ótimo para 7,8%, e ruim na opinião de 6,38%. Não Sabe/Não Opina são 46,1%, e os que responderam Nenhum/Nulo/Branco somam 1,06%.

Bertolinia_BrVox_2016_1.png

Ficha técnica
A pesquisa BrVox em Bertolínia está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número PI-01946/2016.

Ao todo 282 eleitores foram ouvidos entre os dias 14 e 15 de julho.

O nível de confiança da pesquisa é de 95%, e a margem de erro de 5%.

Em tempo
O 180graus entrou em contato com o pré-candidato Rodrigo Martins para solicitar uma foto a ser usada na divulgação da pesquisa. Ele de início ficou de enviar, mas depois recebemos ligação informando que ele não teria como enviar no momento. Caso seja enviado a posteriori, o portal fará o acréscimo.

Carregando, por favor aguarde...
UNIMED
ISLAMAR
Unimed- diga 33
SAMBAIBA MODULADOS
Dr. Igor Martins
Unimed- diga 33
SAMBAIBA MODULADOS
UNIMED
Últimas Notícias
21h54 Movimento Espírita de Picos realizará 28ª Feira do Livro Espírita na cidade 20h07 Irmão de Barack Obama diz que votará em Trump para presidente 19h54 Homem com faca invade clínica para deficientes e mata 15 no Japão 19h50 Prefeito e Secretário entregam manhã a segunda Academia de Saúde com animação 19h42 Imagens fortes! Homem morre após subir em poste para ver Dilma falar 19h41 Sogra de Bernie Ecclestone, da Fórmula 1, está sequestrada desde sexta 19h29 Em 5 anos, só SBT ganha público; Globo perde 20% das TVs ligadas 19h05 Eleitorado do PI é 10% composto de analfabetos; o total é de 2,3 milhões 18h55 FFP confirma a realização da Série B do Piauiense 2016 18h42 Suspeita de bomba isola agência do banco Santander localizada na UFPI 18h06 Porto de Luís Correia: ex-secretário não apresentou defesa à Justiça Federal 18h01 Playboy 'mexicana' traz Suzy Cortez em homenagem aos Jogos Rio 2016 18h01 THE: 2º BEC realiza leilão de viaturas e equipamentos na quinta (28);veja edital 17h56 Homem é detido pela PRF-PI com dois revólveres dentro do carro e sem porte 17h44 'Denúncia de homicídio não impede candidatura de Joãozinho Félix', diz juiz eleitoral 17h23 Acusado de matar pai de jornalista recorre a Brasília para obter soltura 17h20 Homem reage a assalto e acaba morto com tiro na cabeça 17h18 Surpreendente: bebê nasce após quatro meses da morte cerebral da sua mãe 17h12 Um dos maiores eventos do mundo, Olimpíadas é pouco comentada no Brasil 17h11 Ruralzão: Felipe e Lagoa largam na frente rumo à final 17h02 Jôve Oliveira recebe apelo de Socorro Mesquita para que não a traia nas eleições de Piripiri 16h59 Desvios no Porto de Luís Correia: ex-gestor não apresentou defesa 16h55 Instituto de Mulheres Negras do Piauí realizam o 'Julho das Pretas' em Campo Maior 16h39 Idoso de 80 anos realiza pedido que filho fez antes de morrer e salta de paraquedas 16h31 Ronaldinho Gaúcho joga dinheiro para cadeirante em show de Safadão