180graus

Números do BrVox - 18/03/2017 às 16h14

Quem deve ser o candidato da Família Eugênio? Helderlene 21%, Devan 14%, Dernon 4% e Denilson 3%

Em Campo Maior, o BrVox questionou os eleitores em levantamento realizado nos dias 15 e 16 de março, quem achavam que, da Família Eugênio, deveria ser candidato a deputado estadual nas eleições de 2018.

A dentista Helderlene Eugênio foi preferência de 21,5% dos entrevistados. Em segundo aparece o nome do empresário Devan Eugênio, que para 14,95% deve ser o candidato a deputado estadual da família.

Já o empresário Dernon Eugênio deve ser o candidato, na opinião de 4,98%. Para 3,12%, o melhor é que o candidato da família seja o médico Denilson Eugênio.

Aqueles que responderam Não Sabe/Não Opina somaram 28,35%. Os restante 27,1% disse que nenhum dos irmãos deve ser candidato em 2018.

irmaos.png
________________________

FAMÍLIA MAIS INFLUENTE

Na pesquisa realizada em Campo Maior, o instituto BrVox também questionou qual das três principais famílias é a mais influente.

Para 38,63% dos entrevistados, a família mais influente do município é a Família Félix, que no cenário atual é representada principalmente pelo deputado estadual Antônio Félix e o irmão, Joãozinho Félix, ex-prefeito de Campo Maior.

Já na opinião de 29,91%, a Família Martins é a mais influente. Os irmãos Paulo, agora presidente da Fundespi, e Aluísio, deputado estadual, são os dois nomes de maior representatividade, no momento, entre os Martins.

A Família Eugênio, dos irmãos empresários Devan Eugênio e Helderlene Eugênio, é a mais influente para 15,26% dos entrevistados.

9,03% dos entrevistados responderam Não Sabe/Não Opina. Já 7,17% acreditam que nenhuma das três famílias é a mais influente de Campo Maior.

familias.png

______________________

DEPUTADO ESTADUAL

Após os números com intenção de voto para deputado federal entre os nomes que já aparecem como pré-candidatos na cidade de Campo Maior, o blog Pesquisa Eleitoral trouxe ainda os números do Instituto BrVox para deputado estadual.

No levantamento, o deputado Antônio Félix (PSD), que deve disputar a reeleição, aparece com 32,4% das intenções de voto. Já a atual vice-prefeita Dra Liège (REDE) somou 16,51% da preferência dos entrevistados.

Seguem os nomes de Aluísio Martins (PT), hoje deputado, que na pesquisa obteve 11,53%, o empresário Devan Eugênio, com 7,79%, o médico Dr Marcos Pereira, somando 5,92%, e ainda o advogado Dr Ribamar Coelho e o vereador Edvaldo Lima, cada um com 5,61%.

Dos eleitores ouvidos, os que responderam Não Sabe/Não Opina somaram 5,92%. Os restantes 8,72% disseram Nenhum/Nulo/Branco.

pesquisaestadual.png

No cenário apenas com os nomes de Antônio Félix e Aluísio Martins, o primeiro aparece com 49,53% das intenções de voto, contra 28,04%. Os que responderam Não Sabe/Não Opina somaram 9,66%. E os restante 12,77% disseram Nenhum/Nulo/Branco.

campo-maiorestadual.png

A pesquisa foi realizada pelo Instituto BrVox, entre os dias 15 e 16 de Março, ouvindo 321 eleitores. A margem de erro é de 5,48%.
______________________

DEPUTADO FEDERAL

Em um primeiro cenário, o nome do ex-prefeito Joãozinho Félix (PHS) aparece com 36,76%, à frente do também ex-prefeito Paulo Martins (PT), que tem 31,15%.

Já o empresário Dr Helder Eugênio, que não é filiado a partido político, aparece com 7,48%, à frente de nomes como de Raimundo Pereira, presidente do diretório do PT em Campo Maior, que foi preferência de 3,12% dos entrevistados.

O empresário Marcos Damata (PEN) obteve 2,18% e Edilson Araújo, 0,93%. Os que responderam Não Sabe/Não Opina foram 5,3%. Outros 13,08% disseram Nenhum/Nulo/Branco.

pesquisa_campomaior.png

Num segundo cenário, com os nomes apenas de Parlo Martins e Dr Helder, o ex-prefeito soma 47,98% das preferência dos entrevistados, enquanto o empresário da Família Eugênio aparece com 23,36%. Os que responderam Não Sabe/Não Opina foram 9,66%. Dos entrevistados, 19% disseram Nenhum/Nulo/Branco.

pesquisa2.png

Números do BrVox - 18/03/2017 às 15h56

Família mais influente de C. Maior: Félix 38%, Martins 29% e Eugênio 15%

Na pesquisa realizada em Campo Maior, o instituto BrVox também questionou qual das três principais famílias é a mais influente.

Para 38,63% dos entrevistados, a família mais influente do município é a Família Félix, que no cenário atual é representada principalmente pelo deputado estadual Antônio Félix e o irmão, Joãozinho Félix, ex-prefeito de Campo Maior.

Já na opinião de 29,91%, a Família Martins é a mais influente. Os irmãos Paulo, agora presidente da Fundespi, e Aluísio, deputado estadual, são os dois nomes de maior representatividade, no momento, entre os Martins.

A Família Eugênio, dos irmãos empresários Devan Eugênio e Helderlene Eugênio, é a mais influente para 15,26% dos entrevistados.

9,03% dos entrevistados responderam Não Sabe/Não Opina. Já 7,17% acreditam que nenhuma das três famílias é a mais influente de Campo Maior.

familias.png

______________________

DEPUTADO ESTADUAL

Após os números com intenção de voto para deputado federal entre os nomes que já aparecem como pré-candidatos na cidade de Campo Maior, o blog Pesquisa Eleitoral trouxe ainda os números do Instituto BrVox para deputado estadual.

No levantamento, o deputado Antônio Félix (PSD), que deve disputar a reeleição, aparece com 32,4% das intenções de voto. Já a atual vice-prefeita Dra Liège (REDE) somou 16,51% da preferência dos entrevistados.

Seguem os nomes de Aluísio Martins (PT), hoje deputado, que na pesquisa obteve 11,53%, o empresário Devan Eugênio, com 7,79%, o médico Dr Marcos Pereira, somando 5,92%, e ainda o advogado Dr Ribamar Coelho e o vereador Edvaldo Lima, cada um com 5,61%.

Dos eleitores ouvidos, os que responderam Não Sabe/Não Opina somaram 5,92%. Os restantes 8,72% disseram Nenhum/Nulo/Branco.

pesquisaestadual.png

No cenário apenas com os nomes de Antônio Félix e Aluísio Martins, o primeiro aparece com 49,53% das intenções de voto, contra 28,04%. Os que responderam Não Sabe/Não Opina somaram 9,66%. E os restante 12,77% disseram Nenhum/Nulo/Branco.

campo-maiorestadual.png

A pesquisa foi realizada pelo Instituto BrVox, entre os dias 15 e 16 de Março, ouvindo 321 eleitores. A margem de erro é de 5,48%.
______________________

DEPUTADO FEDERAL

Em um primeiro cenário, o nome do ex-prefeito Joãozinho Félix (PHS) aparece com 36,76%, à frente do também ex-prefeito Paulo Martins (PT), que tem 31,15%.

Já o empresário Dr Helder Eugênio, que não é filiado a partido político, aparece com 7,48%, à frente de nomes como de Raimundo Pereira, presidente do diretório do PT em Campo Maior, que foi preferência de 3,12% dos entrevistados.

O empresário Marcos Damata (PEN) obteve 2,18% e Edilson Araújo, 0,93%. Os que responderam Não Sabe/Não Opina foram 5,3%. Outros 13,08% disseram Nenhum/Nulo/Branco.

pesquisa_campomaior.png

Num segundo cenário, com os nomes apenas de Parlo Martins e Dr Helder, o ex-prefeito soma 47,98% das preferência dos entrevistados, enquanto o empresário da Família Eugênio aparece com 23,36%. Os que responderam Não Sabe/Não Opina foram 9,66%. Dos entrevistados, 19% disseram Nenhum/Nulo/Branco.

pesquisa2.png

Números do BrVox - 18/03/2017 às 15h18

Estadual C. Maior: Antônio Félix 32%, Liège 16%, Aluísio 11% e Devan Eugênio 7%

Após os números com intenção de voto para deputado federal entre os nomes que já aparecem como pré-candidatos na cidade de Campo Maior, o blog Pesquisa Eleitoral traz agora os números do Instituto BrVox para deputado estadual.

No levantamento, o deputado Antônio Félix (PSD), que deve disputar a reeleição, aparece com 32,4% das intenções de voto. Já a atual vice-prefeita Dra Liège (REDE) somou 16,51% da preferência dos entrevistados.

Seguem os nomes de Aluísio Martins (PT), hoje deputado, que na pesquisa obteve 11,53%, o empresário Devan Eugênio, com 7,79%, o médico Dr Marcos Pereira, somando 5,92%, e ainda o advogado Dr Ribamar Coelho e o vereador Edvaldo Lima, cada um com 5,61%.

Dos eleitores ouvidos, os que responderam Não Sabe/Não Opina somaram 5,92%. Os restantes 8,72% disseram Nenhum/Nulo/Branco.

pesquisaestadual.png

No cenário apenas com os nomes de Antônio Félix e Aluísio Martins, o primeiro aparece com 49,53% das intenções de voto, contra 28,04%. Os que responderam Não Sabe/Não Opina somaram 9,66%. E os restante 12,77% disseram Nenhum/Nulo/Branco.

campo-maiorestadual.png

A pesquisa foi realizada pelo Instituto BrVox, entre os dias 15 e 16 de Março, ouvindo 321 eleitores. A margem de erro é de 5,48%.
______________________

DEPUTADO FEDERAL

Em um primeiro cenário, o nome do ex-prefeito Joãozinho Félix (PHS) aparece com 36,76%, à frente do também ex-prefeito Paulo Martins (PT), que tem 31,15%.

Já o empresário Dr Helder Eugênio, que não é filiado a partido político, aparece com 7,48%, à frente de nomes como de Raimundo Pereira, presidente do diretório do PT em Campo Maior, que foi preferência de 3,12% dos entrevistados.

O empresário Marcos Damata (PEN) obteve 2,18% e Edilson Araújo, 0,93%. Os que responderam Não Sabe/Não Opina foram 5,3%. Outros 13,08% disseram Nenhum/Nulo/Branco.

pesquisa_campomaior.png

Num segundo cenário, com os nomes apenas de Parlo Martins e Dr Helder, o ex-prefeito soma 47,98% das preferência dos entrevistados, enquanto o empresário da Família Eugênio aparece com 23,36%. Os que responderam Não Sabe/Não Opina foram 9,66%. Dos entrevistados, 19% disseram Nenhum/Nulo/Branco.

pesquisa2.png

Intenção de voto - 17/03/2017 às 17h25

Federal C. Maior: Joãozinho 36%, Paulo 31%, Dr Helder 7% e Raimundo 3%

O blog Pesquisa Eleitoral publica nesta sexta-feira (17/03) números com intenção de voto para deputado federal na cidade de Campo Maior. A pesquisa foi realizada pelo Instituto BrVox, entre os dias 15 e 16 de Março, ouvindo 321 eleitores.

Em um primeiro cenário, o nome do ex-prefeito Joãozinho Félix (PHS) aparece com 36,76%, à frente do também ex-prefeito Paulo Martins (PT), que tem 31,15%.

Já o empresário Dr Helder Eugênio, que não é filiado a partido político, aparece com 7,48%, à frente de nomes como de Raimundo Pereira, presidente do diretório do PT em Campo Maior, que foi preferência de 3,12% dos entrevistados.

O empresário Marcos Damata (PEN) obteve 2,18% e Edilson Araújo, 0,93%. Os que responderam Não Sabe/Não Opina foram 5,3%. Outros 13,08% disseram Nenhum/Nulo/Branco.

pesquisa_campomaior.png

Num segundo cenário, com os nomes apenas de Parlo Martins e Dr Helder, o ex-prefeito soma 47,98% das preferência dos entrevistados, enquanto o empresário da Família Eugênio aparece com 23,36%. Os que responderam Não Sabe/Não Opina foram 9,66%. Dos entrevistados, 19% disseram Nenhum/Nulo/Branco.

pesquisa2.png

A margem de erro é de 5,48%.

Gil Carlos 36% e Patrícia 25% - 28/11/2016 às 11h42

Eleição da APPM: 37% dos gestores ainda estão indecisos sobre o voto

Antonio das Neves - Peritos Associados
comserv

Por Apoliana Oliveira

A diferença entre Gil Carlos, prefeito de São João do Piauí, e a prefeita Patrícia Leal, de Altos, na disputa pela presidência da Associação Piauiense de Municípios (APPM) é de apenas onze pontos percentuais. Dos prefeitos eleitos e reeleitos, 37,95% ainda está indeciso sobre o voto que darão no dia 6 de janeiro, quando será eleita a nova composição da diretoria da entidade.

O Instituto BrVox ouviu os gestores do quadriênio 2017/2020, das 224 cidades piauienses, por telefone. A consulta foi realizada entre os dias 22 e 24 de novembro.

A maioria apontou voto em Gil Carlos, somando percentual de 36,60%. Patricia Leal somou 25,45% das intenções de voto.

O cenário mostra que, apesar sentir que a vitória está “garantida”, Gil pode receber uma surpresa das urnas. É maior o percentual dos indecisos a pouco mais de um mês da eleição. Em plena campanha, Patrícia pode ainda conseguir uma virada, ainda mais se seu adversário continuar com o discurso de “já ganhou”.

patriciaegilcarlos.png

Os dois candidatos são do Partido dos Trabalhadores. A situação acabou provocando um racha no partido, e cobrança ao governador Wellington Dias. Nos bastidores ele afirma que não irá escolher um candidato, mas tem tido seu nome usado como se estivesse, de forma oculta, apoiando Gil.

Patrícia chegou a ser pressionada a desistir da disputa, mas afirmou para seu adversário que está preparada, seja para ganhar ou perder. Ela vem ainda sofrendo críticas da atual gestão por posicionamentos à imprensa, denotando os problemas da associação. A prefeita já garantiu que não desistirá do pleito.

prefeita.png

Agora, com a notícia de que W.Dias estaria trabalhando para eleger Gil, Patrícia ameaçou até mesmo deixar o PT, movimento que pode iniciar uma debandada de prefeitos já insatisfeitos com a sigla. Se sair, ela já tem rumo certo: o PP de Ciro Nogueira.

Logo mais o governador participará de evento na APPM, e terá a chance de oficializar o discurso de que, não sairá em defesa de nenhum dos dois. Ou, se for o caso, anunciar quem tem seu apoio.

gilcarlos_prefeito.png

___________________

Leia ainda 

 - Às vésperas da eleição, APPM tenta afastar os blogueiros de coberturas 

 - Sem posição de W.Dias, Patrícia Leal pode sair do PT e iniciar debandada

 - 'Eleição se ganha é com humildade', diz Patrícia após Gil 'cantar vitória'
__________________________________________ 

A assembleia para eleição precisa ter quórum de maioria simples, e deve durar oito horas, tendo início às 9h.

Outra situação que vem incomodando partidários de Patrícia refere-se ao apoio de Arinaldo Leal, atual presidente da APPM, à candidatura de Gil. Prefeitos estão denunciando que o prefeito de Vila Nova do Piauí estaria usando a estrutura da associação para ajudar a eleger seu sucessor.

arinaldo.png

Exemplo disto foi o que ocorreu em meio ao evento promovido pela Confederação Nacional de Municípios. O presidente da associação disponibilizou membros do cerimonial para ajudar Gil Carlos em um jantar de apoio com diversos prefeitos. A situação logo gerou desconforto entre os partidários de Patrícia.

Enquanto Gil segue confortável, ostentando ter votos “suficientes”, Patrícia segue em campanha pelo interior. E se eleita for, não seria surpresa.

Carregando, por favor aguarde...
Preratório PM-PI
Terrazzo Poti
Antônio das Neves - Peritos Associados
Últimas Notícias
23h27 River e Vitória/BA para explodir o Lindolfo Monteiro com uma vitória do Galo 21h45 Jet Veículos apresenta aos clientes de THE o WR-V, novo SUV da Honda 19h00 Câmara aprova título de cidadania para o reitor da Uespi 18h46 Câmara Municipal aprova regulamentação da profissão de bombeiro civil 18h38 Secretário de Justiça visitará presídio de Picos 18h20 Eletrobrás Piauí fará desligamento programado em São João da Serra 18h03 W.Dias vai a seminário contra a Lava Jato no Diretório do PT em São Paulo 17h55 Eletrobrás informa desligamento temporário de energia elétrica em Juazeiro do Piauí 17h36 Prefeitura de Floriano faz pregão estimado em R$ 9,3 milhões para locar veículos 17h27 Torre de internet cai após ventania e atinge quatro casas 17h24 Ciee lança curso on-line gratuito para quem deseja falar em público; confira 17h20 Sigefredo Pacheco ficará uma hora sem energia elétrica; Confira 17h16 Arlindo Cruz reage a estímulos, mas estado de saúde ainda é grave 17h10 MEC anuncia adoção da modalidade de doutorado profissional 17h06 91,2% dos alunos de Medicina tiveram desempenho 'adequado' em avaliação 16h59 Eletrobrás Distribuição Piauí fará desligamento programado em Jatobá do Piauí 16h40 Fundo do Minha Casa, Minha Vida passa a atender a todos os municípios 16h36 Pão de Açúcar e Extra farão seleção para contratar jovem aprendiz no PI 16h32 Secretaria de Segurança tem o maior investimento da história em armas 16h30 Município de Francisco Macedo terá barragens e adutora 16h21 Ex-secretário de Campo Maior representa empresa Tellus 16h15 Saiba quais as melhores posições na cama para gozar juntos 16h15 Prefeito Wellington Carlos divulga programação do 53º aniversário de Santo Antônio de Lisboa 16h11 Prefeito e comitiva vistoriam prédio onde será instalada a Companhia de Polícia 16h03 Conheça os 6 erros mais cometido na primeira vez da mulher