180graus

NÃO PENSE SÓ NA VENDA IMEDIATA - 18/07/2014 às 18h00

Durante uma negociação 5 expressões são proibidas; Sabe quais? Descubra!

Algumas expressões podem influenciar negativamente uma negociação. Brincadeiras ou piadas de mau gosto, por exemplo, são erros que podem ofender e acabar com qualquer acordo. Por isso, ao lidar com cliente ou fornecedor é preciso escolher bem as palavras. “É preciso saber com quem você está negociando e ter sensibilidade de interpretar o feedback que está recebendo”, afirma José Augusto Wanderley, consultor e autor do livro “Negociação Total”.

Para André Ortiz, palestrante e especialista em vendas, o empreendedor iniciante deve comparar qualquer negociação com um jogo de xadrez e se preparar antes. “Quem tiver mais informações consegue as melhores jogadas”, resume.

Américo José da Silva Filho, sócio-diretor da Cherto Atco, divisão de treinamento do Grupo Cherto, recomenda que o pequeno empresário preste atenção também nas mensagens que os gestos transmitem. “A postura pode indicar que a pessoa não está disposta a negociar”, diz. Veja algumas expressões que devem ser evitadas em uma negociação.

1. “Consigo um desconto para você”
O desconto não deve ser usado para convencer qualquer consumidor ou fornecedor a fechar o negócio com você. “Tem que funcionar com concessão e o outro tem que entender que realmente vale a pena”, afirma Filho.

Para Wanderley, é essencial que o empreendedor ou vendedor dedique um tempo para fazer algumas perguntas e descobrir o que o outro está buscando. Dessa maneira, é fácil perceber se o desconto é o único fator decisivo para fechar a negociação.

2. “Vamos fechar?”
Para encerrar uma negociação não significa que você tem que correr contra o tempo e demonstrar que você deseja encerrar a conversa. “No passado, o fechamento da venda era responsável por quase metade para o sucesso de uma venda. Hoje é só 10%”, explica Filho.

Além disso, Ortiz ressalta que isso pode passar a impressão de que somente as metas são prioridade. O ideal é mostrar quais são as vantagens e os benefícios ao fechar negócio com você.

3. “Eu sei o que é melhor”
Muitas vezes, essa expressão é utilizada para convencer o outro a aceitar os termos do acordo e enfatizar sua opinião. “Lembre-se sempre do outro lado e não utilize falsas afirmações. Caso contrário, você poderá se enfraquecer e perder a palavra”, aconselha Filho. O tom de autoridade não ajuda durante uma negociação seja com um cliente, fornecedor ou funcionário.

4. “Não tem como fazer isso”
Limites de prazo de pagamento, entrega e preços são algumas condições que são alinhadas durante uma conversa. Mas, ao expressar que não há maneira de contornar determinada situação, o vendedor ou empresário pode acabar perdendo mais do que ganhando.

“Bloqueia qualquer tipo de negociação, pois você barra tudo e demonstra falta de flexibilidade”, explica Filho. Nesses casos, Ortiz recomenda explicar a razão pela qual você não pode alterar a condição e continuar negociando.

5. “É só para você”
A principal desvantagem ao usar essa expressão é de que você não passa confiança e pode até mesmo atrapalhar futuros acordos. "Se ele está falando isso para você, pode ser que ele fale a mesma coisa para todos", explica Ortiz. Para Wanderley, o importante é ter sensibilidade para reparar qual a mensagem que o outro está passando.

Fonte: Com informações da Exame

Publicado Por: Nataniel Lima

Com Nilson Junior - 01/07/2014 às 14h29

Negócios Digitais e Vendas On-Line são temas de curso em Teresina

Com 105 milhões de internautas tupiniquins, 48% da população brasileira está na internet. As pessoas procuram serviços, apoio, informações e recomendações constantes, principalmente quando estão viajando. Negócios que se aproveitam desta conectividade estarão um passo a frente para conquistar novos clientes e novas vendas.

Pensando nisso, a PSIU Comunicação e Eventos e a JCA Consulting, traz um curso com duração de 5 horas/aula, onde os alunos irão aprender desde os conceitos básicos do posicionamento na internet: Como criar um site, a importância de um design profissional e o que é o famoso SEO – Técnica para posicionar melhor o site no Google e demais mecanismos de buscas, a principal fonte de pesquisas na internet. Além disso, dentro do curso, Nilson Junior irá ensinar e mostrar na prática como criar uma loja virtual completa com meios de pagamento online, um blog para manter os visitantes atualizados e aprenderemos as melhores técnicas para se posicionar efetivamente nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest e Google+ e os segredos por trás das mídias online: Google Adwords e Facebook Ads, que são as principais plataformas que permitem que qualquer negócio, com pouco investimento, alcance um público global ávido por adquirir seus produtos e serviços.

20140221-DSC_5164.jpg

Formado em Publicidade e Propaganda pela UFPE, Nilson Junior tem 7 anos de experiência em marketing, com foco no digital. Sua trajetória inclui empresas como Shopping Recife, Walt Disney World na Flórida, Coca-Cola, Globo Nordeste, Atma+Bianchi Comunicação e Resorts Salinas. Atualmente, é responsável pelas estratégias de marketing com foco em expansão para o mercado brasileiro da empresa alemã Jimdo, que tem mais de 10 milhões de usuários em todo o mundo.

unnamed.jpg

SERVIÇO:

Curso de Férias | Colocando o seu negócio na internet
Local: Auditório da Faculdade Maurício de Nassau (Av. Jóquei Clube, 710, Jóquei)
Data: 05/07/2014 (Sábado)
Horário: Das 08 às 12h
Inscrições: www.psiueventos.com/cursothe
Mais Informações: 86 9509.3019 / 8844.5360 / falecom@psiuproducoes.com.br

Fonte: Com informações da Assessoria

Publicado Por: Nataniel Lima

Faça do modo certo - 05/04/2014 às 17h08

Vai comprar pela web? Veja 5 passos para saber se um site é seguro e confiável

Com o crescimento do comércio eletrônico novas lojas virtuais tem surgido a todo momento, curiosamente, ao mesmo tempo em que estudos apontam que a maioria dos consumidores brasileiros não confiam em efetuar compras pela internet em lojas pouco conhecidas.

Acontece que, sendo uma loja conhecida ou não, existem alguns indicadores que podem garantir com segurança o quanto a mesma é segura e quão eficiente é a prestação dos seus serviços de entrega e pós venda.

O problema é a maioria das pessoas não conhecem estes indicadores, e não sabem avaliar uma loja virtual para saber se a mesma é segura e confiável.

Se você faz parte desta maioria de pessoas, saiba que está no lugar certo, pois listamos abaixo 5 passos simples que ensinam como você pode determinar se uma loja virtual é confiável ou não.

Vamos aos passos:
#1 – Checar a presença de informações obrigatórias por lei
Segundo a lei do e-commerce é necessário que todas as lojas virtuais apresentem as seguintes informações:

? Telefone;
? Endereço físico;
? CNPJ ou CPF;
? E-mail para contato ou link para página que possua formulário de contato;

Ao entrar em uma loja virtual verifique se a mesma exibe as informações citadas acima.

A ausência de alguma destas informações carateriza o descumprimento da lei, e não dá para confiar em uma empresa que não cumpre sequer o básico da legislação não é mesmo?

Se quiser ir mais além, você pode ligar para o telefone ou enviar um e-mail / contato para testar a qualidade do atendimento.

95.jpg

#2 – Checar se a loja protege os seus dados
Ter os dados roubados enquanto navega na internet pode ser um pesadelo sem tamanhos, principalmente se os dados roubados forem os números do cartão de crédito, RG, CPF, etc.

Uma maneira simples de verificar se a loja virtual protege os seus dados é confirmar a presença do cadeado verde na barra de endereços do seu navegador de internet.

Este cadeado deve estar presente ao menos nas páginas em que você precise inserir os dados pessoais ou de pagamento.

Veja exemplo:

84.jpg

Este cadeado significa que a loja está utilizando um protocolo seguro em que os dados transmitidos são todos criptográfados.

#3 – Cheque se a página inicial da loja contém links para páginas de políticas de trocas / devoluções
Ainda segundo a lei do e-commerce, é necessário que toda loja virtual inclua informações sobre a política de troca / devolução de um produto adquirido.

É comum que as lojas virtuais centralizem estas políticas em uma única página, mas pode haver casos em que estas informações sejam especificadas diretamente na página de exposição do produto.

Sendo assim, verifique o site em busca das políticas de trocas e devoluções e, caso não as encontre, não confie na loja, pois a mesma já está desrespeitando a legislação.

#4 – Procure por certificados de segurança
Antes de comprar em uma loja desconhecida verifique se existem selos de certificação de segurança no rodapé do site e clique sobre eles para obter maiores informações.

Nos casos em que o certificado não for clicável, considere-o como inválido.

Veja exemplo de selo de segurança:

99.png


#5 – Pesquise pela reputação da loja no Reclame Aqui
O Reclame Aqui é o maior site de defesa dos direitos do consumidor do Brasil.

Lá os consumidores que enfrentam problemas com empresas postam reclamações sobre as ocorrências e aguardam por um contato da empresa, que também monitora a ferramenta.

Se uma loja virtual não for confiável e apresentar problemas com fraudes, atrasos de entrega e até mesmo qualidade dos produtos, certamente haverão reclamações no Reclame Aqui sobre isto.
Recapitulando

É isto, agora você já conhece os passos que deve executar para determinar se uma loja virtual é segura e confiável.

1. Procure informações obrigatórias por lei;
2. Confirme se a loja proteje os seus dados;
3. Confira se existem políticas de troca / devolução;
4. Vá atrás de certificados de segurança (esse pode ser relevado se todos os outros estiverem ok);
5. Pesquise a reputação no Reclame Aqui;

Se após estas verificações você encontrar algo que desabone a loja virtual, desista da compra, provavelmente o produto que você deseja adquirir estará disponível em uma outra loja, mesmo que custando um pouco mais caro.

Fonte: Com informações do Blog Gadoo

Publicado Por: Nataniel Lima

Enactus Brasil - 10/09/2013 às 08h19

Estado do Piauí tem destaque nacional em empreendedorismo social

Campeonato Nacional Enactus Brasil,

Campeonato Nacional Enactus Brasil,

Uma vez por ano, empresários e comunicadores têm contato com projetos sociais que são desenvolvidos e implementados em todo o país durante meses. É o Campeonato Nacional Enactus Brasil, que este ano ocorreu nos dias 3 e 4 de julho. Na competição, vários trabalhos de empreendedorismo ganharam destaque.

O vice-campeão, Time Enactus Centro de Ensino Unificado de Teresina (CEUT), foi bem votado entre os mais de sessenta líderes empresariais presentes na competição por implementar dois projetos importantes para a comunidade do Piauí: o APL Palmeirais e a Agência de Empreendedorismo (AgE).

Desenvolvido em Palmeirais, cidade de 14 mil habitantes a 116 quilômetros de Teresina, o projeto APL Palmeirais visa o empoderamento e a inclusão de mulheres da comunidade no setor produtivo por meio da utilização sustentável de frutas nativas da região, como o caju e o pequi. Como resultado, houve a produção de bombons caseiros, o artesanato da tala de buriti e um impacto social, ambiental e econômico que fomentou a cultura e o turismo na cidade.

O projeto também realizou um curso de educação ambiental a fim de incentivar a diminuição, a separação e o armazenamento de resíduos em local adequado, abrangendo técnicas de reciclagem e sustentabilidade.

Como resultado, 19 mulheres foram empoderadas diretamente e houve um rendimento de cerca de R$ 6 mil na produção.

Já a Agência de Empreendedorismo (AgE) é um projeto que visa estimular iniciativas empreendedoras no estado do Piauí, fornecendo orientação organizacional, financeira e jurídica para empreendedores informais, individuais e microempresários.

A ação é viabilizada por meio de um programa de consultoria especializado, com o objetivo de empoderar pessoas através do fomento da cultura empreendedora, da formalização e do acesso ao crédito, fornecendo acesso à informação, educação financeira e consultoria para formalização e ampliação dos negócios.

O destaque social do projeto, presidido pela estudante Annyelle Barros, é a regularidade de micro negócios para o empreendedor individual. A ideia é garantir direitos trabalhistas e previdenciários para quem trabalha por conta própria.

A agência também desenvolve atividades de educação ambiental, em que os empreendedores aprimoram técnicas de desenvolvimento sustentável por meio de uma cartilha desenvolvida especificamente para o público da agência.

Os clientes que internalizaram as informações repassadas pelos consultores obtiveram melhoria no rendimento de seus empreendimentos. Isso foi observado em 100% das Consultorias. Eles se consideram mais realizados, pois estão trabalhando por conta própria e percebem que seus empreendimentos estão alavancando e garantindo, além da subsistência, a possibilidade de crescerem como empresários.

No total, foram 114 atendimentos, 64 consultorias, e 30 empreendimentos formalizados. Cerca de R$ 400 mil reais foram movimentados pelo projeto.

Fonte: Com informações da Agência IN

Publicado Por: Kelson Marinho

Empresário fechou acordo - 08/09/2013 às 08h01

Veja a carta de Abilio Diniz se despedindo do Pão de Açúcar. Confira na íntegra!

O empresário Abilio Diniz confirmou em um comunicado enviado no início da noite desta sexta-feira (06/09) o acordo fechado com o Grupo Casino para sua saída do Conselho de Administração do Grupo Pão de Açúcar. A informação foi antecipada pelo blog Primeiro Lugar, de EXAME.com.

Confira a carta completa enviada por Abilio Diniz:

"Queridos amigos,

Em 7 de setembro de 1948 meu pai, Valentim dos Santos Diniz, fundou o Pão de Açúcar. Desde então dediquei a minha vida à construção deste sonho. Hoje, exatos 65 anos depois, encerro um importante ciclo dessa história de sucesso para a empresa, para a nossa família e para mim.

É com emoção que renuncio à presidência do Conselho do Grupo Pão de Açúcar. Tenho comigo sentimentos de gratidão, felicidade, realização, respeito e orgulho por essa empresa, por essa gente e por esse país.

Na véspera do dia que simboliza a liberdade do Brasil, eu também abraço a minha liberdade para continuar perseguindo os meus sonhos. Como costumo dizer, quero hoje ser melhor do que ontem e, amanhã, melhor do que hoje.

No Pão de Açúcar sempre buscamos a eficiência, o crescimento e o êxito, com muito trabalho e dedicação, e assim construímos uma empresa única, admirada no Brasil e no mundo. Perseguimos sempre a felicidade e não é à toa que o Pão de Açúcar tem como slogan “Lugar de Gente Feliz”.

Levo comigo os desafios, as conquistas, as derrotas, as vitórias e, acima de tudo, os aprendizados. É claro que num momento como esse também sinto tristeza; tristeza pela saudade que terei da empresa, das pessoas, das lojas e dos símbolos que tanto amo.

Mas assim é a vida. É preciso ter sabedoria para aceitar as mudanças. É preciso se reinventar e ir em frente. Seguirei a minha vida empresarial fazendo aquilo que sempre fiz, com coragem, correção, alegria e determinação, descobrindo e aceitando novos desafios. Peço a Deus que continue me dando saúde e iluminando o meu caminho, assim como o de vocês.

Agradeço a todos que compartilharam comigo esse sonho, a começar pelos meus pais, Valentim e Floripes, meus irmãos, minha mulher, Geyze, meus filhos Ana Maria, João Paulo, Adriana, Pedro Paulo, Rafaela e Miguel, e aos que, ao longo desses 65 anos, trabalharam e colaboraram com o Pão de Açúcar – são milhares de pessoas que dedicaram suas vidas para fazer dessa empresa realmente um lugar de gente feliz. Agradeço também a todos os consumidores e parceiros que acreditaram em mim e no Pão de Açúcar, mesmo nos momentos mais desafiadores da nossa história.

Sinto-me realizado por liderar o Grupo Pão de Açúcar por todos esses anos. Sinto que contribuí com o meu trabalho e a minha liderança e deixar esse legado me faz muito feliz.

Os últimos dois anos não foram fáceis e, hoje, com alegria, encontramos uma solução suficientemente boa para todos.

Desejo ao Grupo Casino e aos acionistas do Pão de Açúcar sucesso na condução dessa empresa, que ela continue crescendo com a sua gente, a sua cultura e os seus valores, contribuindo para o desenvolvimento do nosso país e sendo sempre um lugar de gente feliz.

Muito obrigado.

Abilio Diniz"

Fonte: Com informações da EXAME Online

Publicado Por: Kelson Marinho

Carregando, por favor aguarde...
Últimas Notícias
16h52 Após duas semanas, diretores do SBT festejam saída de César Filho 16h44 Prefeitura de Miguel Alves apoia Campeonato de Futebol Amador na Zona Rural 16h40 Currais receberá em dezembro repasse de R$ 248.272,04 a mais de FPM 16h34 Eleições APPM: Patrícia Leal pede apoio a prefeitos do Norte para sua candidatura 16h31 Candidata a presidência da APPM Patrícia Leal pede apoio a prefeitos do norte 16h20 Longaense 2014 - Parte II 16h19 SEM TÁXIS depois de 23h, motorista descumpre Lei Seca 16h18 Curralinhos vai receber R$ 248.272,04 em Dezembro de FPM a mais 16h17 McDonald's cria app para evitar 'roubo' de batatinhas; veja como funciona 16h00 Prefeitura de Esperantina vai receber em dezembro FPM de R$ 248.272,04 a mais 15h57 Professora que escapou da morte fala sobre tragédia em rede social 15h56 Rally 40 Graus será realizado em Parnaíba 15h51 Atletas de Piripiri da APJJ são destaques em competição de THE 15h50 Instituições públicas e gratuitas têm até sexta-feira para aderirem ao Sisu 15h36 Longaense 2014 - Parte I 15h34 Claudia Leitte sobre sentir ciúme do marido: 'Possessividade' 15h33 Feira de Produtos Artesanais movimenta o Mercado de Fátima 15h20 Confira as Redações Vencedoras do Concurso alusivo ao mês da Consciência Negra 15h19 Polícia Civil paralisa atividades e a sociedade fica prejudicada 15h19 Prefeitura de Miguel Alves entrega cadeira de roda e facilita a vida de quem necessita desse auxílio 15h15 Eike Batista foi chantageado depois de saberem do seu fetiche por prostitutas 15h08 Teatro do Boi receberá Bate Papo Literário com Júnior Marks 15h00 Menor fica gravemente ferido ao colidir moto na traseira de carro em Cocal 14h53 Dois oficiais campomaiorenses são promovidos a major da Polícia Militar 14h53 Praças e avenidas de Campo Maior receberão decoração especial de Natal
CNH