180graus

Endividamento acumulado - 17/07/2016 às 09h47

Soja: compra de insumos ainda está parada no Piauí por falta de dinheiro

Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

UNIMED
Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

AESPI - Vestibular Design
Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

ISLAMAR
Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

elite
Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

SAMBAIBA MODULADOS
Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

Phocus Galerie - Eventos
Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

COELHO FORTE E DOURADO ADV
Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

Shop Festa - Inauguração
Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

tiberio Helio
Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

Casa do cartucho
Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

Foto: Lucas Beber/Arquivo Pessoal

JALES-PÓS GRADUAÇÃO

A compra de insumos para a safra de soja no Piauí está parada. Com restrição de crédito por causa do endividamento acumulado nas últimas duas safras, os produtores não têm dinheiro para comprar sementes, fertilizantes e defensivos para a safra que vai começar em três meses.

O presidente da Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja-PI), Moyses Barjud, relata que a quebra de safra foi tão forte neste ano que volume produzido é semelhante ao colhido em 2005. “A diferença é quem saímos de 198 mil hectares em 2005 para mais de 565 mil hectares em 2016. Colhemos apenas 645,8 mil toneladas, é uma quebra de 70% na produtividade. Desde 2012 o endividamento virou uma bola de neve”, relata Barjud.

O dirigente aponta que o endividamento é generalizado no estado, que vem amargando prejuízos nas lavouras ano após ano. O pedido da Aprosoja-PI é que o governo federal autorize alongamento dessas dívidas para que o produtor não tenha restrição de crédito e consiga se planejar para a safra 2016/2017. Caso contrário, a tendência é de mais redução de área plantada.

“Nós não queremos deixar de pagar, mas precisamos investir na próxima safra. Os relatos que nós temos é que o clima será bom. Nós vemos uma oportunidade de recompor esses prejuízos”, explica Barjud.

Fonte: Canal Rural

Fique por dentro - 27/05/2016 às 09h33

Dicas de marketing digital para todos os empreendedores

Casa do cartucho
Phocus Galerie - Eventos
UNIMED
AESPI - Vestibular Design
elite
Shop Festa - Inauguração
tiberio Helio
JALES-PÓS GRADUAÇÃO
COELHO FORTE E DOURADO ADV
ISLAMAR
SAMBAIBA MODULADOS

A internet transformou não apenas a maneira como nos comunicamos e interagimos socialmente, mas também gerou mudanças profundas na economia. Atualmente, grande parte dos consumidores utiliza a web como fonte primária de pesquisas de preços e também da reputação de lojas e serviços.

Por isso, comerciantes, lojistas e empreendedores de todos os portes e segmentos precisam se preparar para o ambiente online, criando estratégias e investindo em soluções de marketing digital para ganhar visibilidade e notoriedade varejo eletrônico. Veja algumas medidas básicas para alcançar os milhões de internautas brasileiros e se destacar da concorrência em seu ramo de atuação.

Melhore seu site

O site oficial de um negócio, seja ele descritivo ou uma própria loja virtual, é o ponto central para marcar sua presença na internet. Torne-o seu cartão de visitas oficial promovendo não apenas melhorias estéticas, mas uma navegação que proporcione uma excelente experiência para seu usuário.

Aplique estratégias de SEO

O SEO (Serch Engine Optimization) é um conjunto de estratégias e técnicas apuradas que auxiliam sua página a obter bons resultados de exibição nos principais buscadores da internet, como o Google. Os procedimentos são desenvolvidos por profissionais especializados que promovem o melhor posicionamento de um site ou de um produto determinado, dando mais visibilidade à sua marca e, consequentemente, aumento o número de visitas e de vendas pela internet.

Marque presença nas redes sociais

Um bom relacionamento com o seu público junto às redes sociais é imprescindível para construir um bom relacionamento entre sua marca e o público. Plataformas como Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn, entre outras, são ferramentas indispensáveis para divulgação de ações de marketing assertivas, além de serem os principais canais para perfilar, interagir e fidelizar o seu público.

Desenvolva conteúdo de qualidade para suas redes

Por ser um ambiente muito dinâmico e repleto de concorrentes, se sai melhor na internet a marca ou a empresa que desenvolve e distribuí conteúdos de qualidade para seu público. É muito importante oferecer fontes de informações relevantes e práticas para os internautas e consumidores em potencial, buscando sempre criar material que se destaque da pura propaganda. Além disso, há infinitas possibilidades de formatos de mídias que podem fazer a diferença, indo de textos informativos até vídeos e aplicativos que agreguem utilidade aos seus clientes.

Observe a concorrência

A internet também proporciona uma visualização muito apurada de seu nicho de mercado e de como sua concorrência está atuando sobre ele. Além de cuidar muito bem de suas páginas e redes, dedique algum tempo para avaliar e examinar as táticas de seus competidores e encontrar recursos para se manter em pé de igualdade na disputa pelo público.

Fonte: Ascom

Vai abrir um negócio? - 12/05/2016 às 16h12

Saiba quais são os melhores Financiamentos e Investimentos

ISLAMAR
AESPI - Vestibular Design
SAMBAIBA MODULADOS
Casa do cartucho
UNIMED
Shop Festa - Inauguração
JALES-PÓS GRADUAÇÃO
Phocus Galerie - Eventos
elite
COELHO FORTE E DOURADO ADV
tiberio Helio

Em tempos de crise política, retração econômica e taxa de desemprego elevada, muitas pessoas enxergam oportunidades e investem no próprio negócio. Fábio Yamamoto, sócio da Tiex – empresa de consultoria e gestão financeira – dá dicas de como buscar financiamentos em bancos, ou investimento de terceiros. “É fundamental planejar o futuro da empresa, para não entrar nas estatísticas e fechar as portas”, aconselha Fábio.

Veja a seguir dicas do especialista Fábio Yamamoto, para quem quer começar a empreender e não tem capital suficiente:

01 Planejamento acima de qualquer coisa!
Traçar um planejamento com as perspectivas e as metas que o mercado pode oferecer, estimando custos e lucros, e analisar as oportunidades que área de atuação da empresa tem a apresentar, contribuem com o bom desenvolvimento da empresa. “Estudar a área de atuação que a empresa vai trabalhar, conhecendo os pontos positivos e os riscos que a área oferece fazem parte de um bom planejamento”, diz Fábio.

Fábio - TIEX.jpg

02 Financiamento Bancários, Fiquem Atentos!
Atualmente existem várias linhas de crédito oferecidas pelos bancos a novos empreendedores, seja em bancos públicos ou privados. Ambos apresentam vantagens e desvantagens, porém o empreendedor deve analisar qual é o melhor para a empresa. O nível burocrático exigido pelos bancos privados e o nível de monitoramento são menores, assim como o prazo de pagamento. Porém, os juros são mais altos.

Buscar linha de crédito em bancos públicos é mais difícil, o nível burocrático e o nível de monitoramento são maiores, porém sempre será uma opção mais barata, pois os juros são menores e os prazos para pagamento maiores.

03 Corram para encontrar um Investido-Anjo!
Buscar investimento através de investidor-anjo é uma das alternativas mais rápidas e baratas de se conseguir crédito. É uma solução positiva, pois o investidor não vai apenas injetar dinheiro na empresa, mas contribuirá também com conhecimento do mercado.

O investidor-anjo vai ter participação minoritária nos lucros da empresa e não atuará em um cargo executivo na empresa, mas apoiará o empreendedor como conselheiro e/ou mentor. O empreendedor deve ter consciência de que haverá uma cobrança e participação nos lucros por parte do investidor-anjo. No momento em que o investidor coloca capital na empresa, já existe uma data pré-estabelecida para saída do mesmo, geralmente acordado em contrato. O período de atuação do investidor-anjo na empresa vai depender da negociação entre empreendedor/investidor.

Fonte: Ascom

Entenda como acontece - 11/05/2016 às 15h38

Audiência no Procon alerta para direito do consumidor de pedir CPF na nota fiscal

Uma audiência pública no Procon entre a Secretaria da Fazenda e entidades ligados ao setor do comércio discutiu a dificuldade que alguns estabelecimentos ainda impõe ao consumidor na hora que ele pede a nota ou cupom fiscal, bem como a inclusão do CPF no documento. O promotor Nivaldo Ribeiro comandou a reunião, que contou com a presença da OAB, Sindlojas, CDL, Associação Comercial Piauiense, Conselho Regional de Contabilidade (CRC) e Associação de Bares e Restaurantes.

Segundo o diretor de Unidade de Atendimento da Sefaz, Paulo Roberto Holanda, com a implantação do programa Nota Piauiense, o consumidor tem ficado mais exigente na hora de fazer compras, mas em muitas ocasiões não é atendido quando exige a nota fiscal.
“Pedimos a ajuda do Procon, já que ainda estamos tendo problema com alguns comércios. É bom que se diga que não são todos, muitos fazem é ajudar a Sefaz realizando campanhas de conscientização por iniciativa própria”, declarou.

O presidente do Sindlojas, Luiz Antonio Teixeira, argumentou que alguns pequenos comerciantes ainda não se adequaram a nova realidade por conta de problemas financeiros. “Alguns não têm condições de comprar nem um computador, ou seja, recursos para se equipar”, afirmou.

No entanto, de acordo com o promotor Nivaldo Ribeiro, não é apenas por conta do programa Nota Piauiense que o contribuinte deve oferecer a nota fiscal ao consumidor, mas por força de uma lei que existe desde 1990. “Esse programa Nota Piauiense é um estímulo para o consumidor, mas por lei as empresas são obrigadas a fornecer a nota fiscal. Infelizmente ainda tem empresário que pergunta ao consumidor se ele quer ou não a nota. Estamos aqui para colaborar, conscientizar e nos colocar á disposição para cumprir a lei”, ressaltou.

Para a OAB, a nota fiscal é uma garantia para o consumidor na hora de relatar qualquer problema com a mercadoria adquirida, além de comprovar que o bem lhe pertence. “Na verdade, o contribuinte deveria ter essa consciência e não a Sefaz criar mecanismos para isso”, declarou.

Na audiência ficou decidido que a Sefaz vai encaminhar denúncias ao Ministério Público, que vai autuar as empresas que descumprirem a lei que garante ao consumidor pedir o cpf na nota. O Procon também receberá denúncias. Já as entidades farão campanha junto aos seus representantes para emitirem o documento com o cpf, além de encaminhar sugestões à Sefaz para melhorar o programa.

Fonte: Com informações da Assessoria

Solenidade será dia 20 de maio - 10/05/2016 às 13h37

Governo do Piauí premiará as maiores empresas em arrecadação do ICMS

O Governo do Estado, com o apoio da Associação Piauiense de Atacadistas e Distribuidores (APAD), premiará as maiores empresas em arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do Piauí. A solenidade acontece no dia 20 de maio, às 20 h, no Auditório Helena Souza, no Atlantic City, com a presença do Governador Wellington Dias e do Secretário Estadual da Fazenda, Rafael Fonteles.

“Esse prêmio é um reconhecimento ao trabalho dos contribuintes piauienses, que ajudam as finanças do Estado. Devemos, portanto, valorizar essas empresas para que estejam, cada vez mais, motivadas a investir no Estado e gerar mais emprego e renda para os piauienses. Nesse sentido, também queremos estimular essas empresas, da capital e das diversas regiões do Estado, a aumentar a arrecadação de tributos para que possamos elevar o volume de investimentos que o Piauí fará nos próximos anos, uma vez que esse esforço se traduz em mais saúde, mais segurança e mais educação para nossa população”, destaca Rafael Fonteles.

Segundo o Superintendente da Receita Estadual, Antonio Luiz Soares Santos, durante a solenidade, as empresas serão premiadas da seguinte forma: 1) As primeiras colocadas em arrecadação de cada uma das dez (10) regiões fiscais do Estado; 2) As maiores empresas em arrecadação do ICMS, de acordo com a atividade econômica; 3) As cinco (5) primeiras colocadas na arrecadação geral do Estado.

Em relação à arrecadação de ICMS por região fiscal, foram selecionadas as empresas que mais se destacam em arrecadação nas 10 regiões fiscais do Estado: Parnaíba (1ª GERAT), Campo Maior (2ª GERAT), Teresina (3ª GERAT);, Oeiras (4ª GERAT), Floriano (5ª GERAT), Picos (6ª GERAT), São Raimundo Nonato (7ª GERAT), Corrente (8ª Gerat), Piripiri (9ª GERAT), Uruçuí (10ª GERAT).

Dentre as atividades econômicas que serão consideradas para premiar as maiores empresas em arrecadação do ICMS estão as seguintes:

1)Automóveis
2)Bebidas/Fumo e Derivados
3)Comunicação
4)Cosmético, perfumaria e higiene pessoal
5)Eletricidade e gás
6)Hipermercado, supermercado e lojas de departamentos/móveis e eletrodomésticos
7)Material de Construção
8)Medicamentos e outros Farmoquímicos
9)Peças e assessórios para veículos/bicicletas e outros veículos recreativos
10)Petróleo, combustível e lubrificantes
11)Produtos Alimentícios/Mercadorias em geral
12)Têxtil e confecções/Ótica
13) Transporte e Armazenagem

Fonte: AsCom/Sefaz

Carregando, por favor aguarde...
Terno e Cia
ISLAMAR
SAMBAIBA MODULADOS
Phocus Galerie
JALES-PÓS GRADUAÇÃO
UNIMED
Marquinhos do Pará
UNIMED
JALES-PÓS GRADUAÇÃO
SAMBAIBA MODULADOS
Últimas Notícias
11h26 Veja a programação de palestras de agosto no Centro Espírita Paulo de Tarso 11h21 Forro dos Plays anima a ultima noite dos Festejos de São José em Campo Largo do Piaui 11h13 Farra de Play e Romim Mata fazem grande show nos Festejos de São José em Campo Largo do Piaui 11h11 Em busca de volante, Real Madrid tem quatro nomes na mira, diz jornal 10h55 Com investimento bilionário nos Jogos, TV dos EUA tenta até mudar alfabeto 10h37 Zé Ricardo diz que Diego precisa de mais 15 dias para estar 100% 10h13 Atacantes não vão para Barcelona por medo de ficar no banco, afirma Iniesta 09h57 Palmeiras diz sim ao City por Jesus e deve ganhar R$ 72,5 milhões 09h34 Dá para ter 50 orgasmos por noite como Thalía? Fomos investigar 09h17 Baixo rendimento escolar pode ser indício de problemas neurológicos 08h52 Hoje tem Primeiro Arraial Levanta Poeira 08h51 'MasterChef': Bruna rebate haters após ataques de ódio na web 08h45 BrVox/Luís Correia: Juliana Moraes e Iracema, melhores parlamentares 08h33 Novo 'Vingadores: Guerra Infinita' não será mais dividido em duas partes 08h15 Sorteio da Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 27 milhões neste sábado 08h07 Veja novas fotos de Claudia Pires, a dona da Beth Cuscuz, capa da Sexy 08h06 América treinou no estádio Nazarenão para o jogo com o River 08h03 Simaria passa por cirurgia e Simone irá subir no palco sozinha em shows 07h56 Com reforços à disposição, técnico do River define equipe só em Natal 07h55 Prefeitura no PI segue com inscrições abertas para concurso;acesse o edital 07h52 Balanço Operação Férias: 320 veículos abordados e 17 autuações no litoral 07h48 Mulher presa em THE escondia R$ 1 mil nas partes íntimas 07h33 Agora réu, Lei da Ficha Limpa pode tirar Lula da sucessão presidencial 07h30 Seminário em Oeiras sobre Dependência Química, Suicídio e Depressão 07h28 Sejus abre sindicância para apurar morte de presos na Custódia e Irmão Guido