180graus

Música 'Bang' - 15/12/2014 às 15h12

Nicole Scherzinger ex-Pussycat Dolls libera seu clipe novo. Assista!

CND_VAGA

Nesta segunda-feira(15/12), Nicole Scherzinger, ex-Pussycat Dolls, liberou em seu canal no VEVO seu novo videoclipe “Bang”.

A música mantém o disco “Big Fat Lie” ativo mesmo com a cantora se dedicando ao teatro no musical “Cats”. O single será lançado oficialmente nas rádios britânicas no final de janeiro.

Fonte: com informações do Popline

Publicado Por: Ricardo Caetano

Confira o clipe inédito - 11/12/2014 às 09h59

Parede e objetos destruídos em 'Up', parceria de Olly Murs e Demi Lovato

CND_VAGA

A quinta-feira (11/12), já começou bem com clipe novo do Olly Murs. O britânico escolheu "Up", parceria com a Demi Lovato, para continuar a promover o álbum Never Been Better, que pode ser ouvido na íntegra aqui e já possuía vídeo de "Wrapped Up".

No vídeo, dirigido por Ben e Gabe Turner, que também produziu o "Steal My Girl" do One Direction, os cantores formam um casal implícito, divididos por uma parede e quebrando tudo que encontram pela frente.

Confira o clipe inédito:

Autor: Maycon Carlos

Fonte: com informações do Que Delícia Gente

Publicado Por: Juliana Araujo

Foi rejeitada por produtores - 09/12/2014 às 09h20

Pharrell diz que 'Happy' foi reprovada nove vezes antes de ser aceita

CND_VAGA

Pharrell revelou, em entrevista ao New York Times, que o sucesso “Happy” foi reprovado nove vezes antes de ser aceito pelos produtores de Meu Malvado Favorito 2. A faixa é um dos maiores hits deste ano e a canção mais ouvida no Spotify em 2014.

“Eu sou muito grato a todas as pessoas por trás do sucesso da faixa e pelo quanto fui constantemente incentivado por elas a ir a além – minha faixa foi rejeitada nove vezes”, contou. “Agradeço que as pessoas saibam meu nome agora.” “Happy” passou nada menos do que dez semanas no topo do Hot 100, além de ter sido indicada ao Oscar de Melhor Canção Original.

Pharrell foi confirmado como uma das atrações principais do Lollapalooza Brasil, que será realizado em São Paulo em 2015.

Fonte: com informações da Billboard

Publicado Por: Juliana Araujo

Veja lista completa - 05/12/2014 às 14h09

Katy Perry e Youtube: 'Dark Horse' é o vídeo mais visto no Brasil em 2014

CND_VAGA

A Vevo publicou, nesta quarta-feira (04/12), a lista de clipes mais visualizados em 2014 no Brasil. Mostrando que sabe fazer um hit monstruoso, Katy Perry e seu "Dark Horse" foram os grandes campeões, com mais de 15 milhões de visualizações.

A colombiana Shakira aparece na lista duas vezes, com as músicas "La La La (Brazil 2014)", e a parceria com Rihanna, "Can't Remember to Forget You", que ocupam o terceiro e quarto lugar na lista, respectivamente. "Confident", do Justin Bieber, está na décima posição.

Já quando o assunto é a lista dos videoclipes mais assistidos ao redor do mundo, não tem pra ninguém: o clipe "Fancy", da Iggy Azalea feat. Charli XCX,está no topo da lista, com quase 400 milhões de acessos, sendo 140 milhões apenas nos Estados Unidos.

A iniciante Meghan Trainor obteve o segundo lugar com "All About That Bass", hit que já conquistou até o nosso Bieber, lembra?! "Dark Horse", da Katy, ocupa o terceiro lugar da lista. Já Nicki Minaj aparece na 5ª posição com sua "Anaconda", canção que gerou muita repercussão, a começar pela imagem da capa do single, mas que ao mesmo tempo fez muita gente por aí se jogar no twerk.

Fonte: com informações do Purebreak

Publicado Por: Juliana Araujo

Entenda sobre novo album - 04/12/2014 às 08h54

Silpknot, os mascarados melódicos, lançam um dos melhores CDs do ano

CND_VAGA

Não, não se trata do Kiss, mas da amada – e odiada – banda de Iowa. Nunca fui fã do Slipknot. Sempre achei que as máscaras e o teatro dos shows serviam para mascarar – trocadilho infame – uma certa deficiência musical e melódica. Muita barulheira e muita gritaria para pouca música.

Entretanto, a forma como resolveram divulgar o novo trabalho,'' 5: The Gray Chapter'', colocando na internet o álbum inteiro antes do lançamento oficial, fizeram-me olhar mais de perto o quinto álbum da banda.

Uma inteligente jogada de marketing, sem dúvida. Nada de enfiar um disco goela abaixo, como fez o decadente U2 na sua péssima estratégia via iTunes. Ouvi de forma despretensiosa uma música, depois outra, depois mais outra. E, confesso, fui fisgado pelo som dos caras. Sou obrigado a dizer que'' The Gray Chapter'' é um dos melhores trabalhos lançados neste ano de 2014.

O nome do álbum é uma homenagem ao baixista Paul Gray, um dos pilares da banda, que foi encontrado morto em 2010. Começa com a climática “XIX''. Nada de iniciar com um grande hit, só uma introdução com destaque para o vocal forte de Corey Taylor. Simples e eficiente.

slipknot.jpg

A porradaria vem a seguir com “Sarcastrophe'', que começa onde “XIX'' parou e depois descamba para os urros de Taylor e a bateria rápida e de Jay Weinberg, que substituiu Joey Jordison, um dos fundadores da banda. É uma das músicas que mais se aproximam dos álbuns mais antigos do Slipknot. Música honesta, que certamente agrada os antigos fãs.

O nível sobe com a faixa três, “AOV'', uma das melhores do álbum. Começa rápida e tem um belo trabalho de guitarras e de mudança de andamento. Aqui aparece o Corey que grita e canta também, o que é um dos diferenciais deste álbum em relação aos anteriores.

Dizer que o Slipknot virou uma extensão do Stone Sour é mimimi. As guitarras de Jim Root e Mick Thomson estão aqui, poderosas, com um belo trabalho de dois bumbos de Jay. E o conjunto é excelente, com uma quebra no meio da música como se fosse para o incauto ouvinte dar uma respirada. E tome mais porrada até o fim.

E o que falar de “The Devil in I?'' Bom, a melhor do álbum na minha opinião. A introdução das guitarras é primorosa. Novamente Corey não só grita, mas canta – graças a Deus ou ao diabo. O refrão é uma explosão e grudento – sim, grudento. Dá vontade de sair gritando “step inside, see the devin in I”. De novo os dois bumbos de Jay no refrão roubam a cena. Pesada e certeira.

E vem “Killpop'', música que dificilmente você encontraria em qualquer álbum anterior do Slipknot – e que é excelente, aliás. Começa com uma batida eletrônica e, pela primeira vez, o baixo de Alessandro Venturella, que substituiu o falecido Paul Gray, aparece com força. Outro ponto alto do disco, com mais um belo refrão. Parece que eles resolveram mesmo caprichar na melodia.

slipknot-1.jpg

O álbum dá uma esfriada em seguida. “Skeptic'' não mantém a mesma ousadia de Killpop. Segue na mesma linha de Sarcastrophe e não conta com grandes desempenhos individuais ou coletivos. Mas tem força, é inegável. Lech é a próxima, conta com um vocal desesperado e guitarras idem. Também nada muito memorável.

“Goodbye'' entra para dar um descanso aos ouvidos, é a música-balada do álbum – se é que dá para se falar em balada num trabalho do Slipknot. Lá pela metade entram as guitarras distorcidas para dar peso à música, mas não funciona. Melhor se seguisse a linha “balada” – com aspas mesmo – até a conclusão. Ah, o final tem um solinho de guitarra rápido, o que não costuma ser regra nas canções.

E, é claro, depois de uma balada… mais porrada. “Nomadic'' retoma a velocidade e tem bastante peso. O refrão é interessante, mas longe dos outros pontos altos do álbum. “The One That Kill''s the Least também mistura bons momentos e um belo trabalho do baterista.“Custer'', por sua vez, lembra os antigos trabalhos do Slipknot: se você gosta, certamente vai curtir essa. Se não, não vai fazer falta. Assim como “Be Prepared for Hell'', que não dá para dizer que é uma música – é só falada, com um sampler ao fundo.

“The Negative One'', que foi o primeiro single do álbum, não tem a mesma força e inteligência musical de'' Devil in I?''. Mas também não compromete, longe disso.

“If Rain is What You Want'' fecha o álbum em grande estilo, novamente surpreendendo. O trabalho de percussão dá um clima todo especial à música, que começa lenta e depois ganha peso com a entrada da distorção.

Diferentemente de “Goodbye'', aqui as guitarras estão muito bem encaixadas. Sabe aquelas músicas que dão a sensação de que vão deslanchar? Pois é, essa deslancha, apesar de continuar lenta até o final – acredite, não é um paradoxo. Novamente Corey mistura bem os urros com o vocal melódico. A parte musical está impecável, uma canção que vale cada segundo.

Não é um disco para você ouvir com sua avó na sala. Em uma palavra, é um álbum poderoso, que soube misturar a violência usual das guitarras na distorção máxima e dos urros – às vezes irritantes – do Corey Taylor com belas melodias e momentos realmente memoráveis.

O álbum é recomendado a quem não é fã e que sempre torceu o nariz pra banda. Vale uma ouvida certamente. Desde que você esteja preparado para o inferno preparado pelos mascarados de Iowa.

Fonte: com informações de Fabrício Carareto

Publicado Por: Juliana Araujo

Carregando, por favor aguarde...
Últimas Notícias
09h04 Procurador Geral deve pedir inquérito contra parlamentares só em fevereiro 09h03 Tetracampeã mundial de skate se divide entre música e moda 09h02 Movimento cresce e aeroportos devem receber quase 10 mi de passageiros neste fim de ano 09h02 Ex-diretor cito em delação 28 políticos beneficiários de esquema na Petrobrás 08h58 Luís Ricardo fala pela 1ª vez sobre acidente no 'Programa do Ratinho' 08h56 Príncipe Harry divulga fotos fofas de sua viagem pela África 08h50 Vídeo íntimo do ex-BBB Rodrigo cai na web: 'Já fiz muitos vídeos como esse' 08h43 Data da 1ª menstruação aponta chances de mulher desenvolver doenças 08h33 Google prepara versão do Android que já vem instalada dentro de carros 08h31 Termina nesta sexta-feira prazo para pagamento da 2ª parcela do 13º 08h31 Anitta divulga fotos com pouca roupa no instagram durantea a madrugada 08h19 'Faltam papel e tinta em postos para atendimento do Detran', diz usuário 08h15 Eleito Ouvidor da Câmara municipal, Dudu quer criar cargo igual no HUT 08h13 Bom Dia Brasil repercute vazamento do tema do Enem que aconteceu no Piauí 08h10 Governo Dilma será alvo de processos e poderá ter que pagar pela corrupção 07h55 Estudantes realizam protesto 'SOS Lagoa do Portinho' para salvar local 07h54 PRF retira pista da rotatória da BR 402 com intuito de minimizar os acidentes 07h30 Cresce presença de lavadora, computador entre as famílias sujeitas à fome 07h17 Mais uma etapa do projeto água para todos chegam a Sebastião Leal 07h05 Apontada como affair de Neymar, Alinne revela o que foi fazer na casa do jogador 07h00 Fim de semana em Teresina com forró, sertanejo, baladas e até Gogo Dancer 07h00 Conferencista Alexander Moreira estará em Teresina para ministrar palestras 06h35 PSDB pede a TSE cassação de Dilma e posse de Aécio como presidente 06h30 EMPRESÁRIO morre após levar um tiro durante assalto 06h05 Nova Corregedora: 'quebras de decoro por vereador serão punidas com rigor'
GUIA DOS PARLAMENTARES II
CNH