Geral

Recebida com muito entusiasmo · 11/10/2017 - 15h29

Menina ocupa cargo de vice-prefeita de Teresina

Luiz Santos Júnior recepcionou Tamyres, apresentou a equipe e os espaços de trabalho, e , logo em seguida, passou, simbolicamente, o cargo


Compartilhar Tweet 1



Liderar, aprender, decidir e progredir. As palavras de força e encorajamento estavam estampadas na blusa utilizada pela vice-prefeita de Teresina, Tamyres Alves da Silva, na manhã desta quarta-feira (11), enquanto participava da solenidade simbólica de posse do cargo. A atividade, prestigiada pela equipe da Prefeitura, imprensa e membros da PLAN International, faz parte da campanha #MeninasOcupam, celebrando, no data de hoje, o Dia Internacional da Menina.

Com a euforia e a ansiedade típicas da juventude, aos 15 anos de idade, Tamyres vivenciou uma “experiência incrível”, segundo ela expressou. Logo cedo, ela foi recebida pelo vice-prefeito, Luiz Santos Júnior, e por sua equipe, na sede da Vice-Prefeitura, localizada no bairro Jóquei, zona Leste da cidade. O gestor fez questão de aderir à campanha, iniciando um cronograma preparado especialmente para celebrar a data (que envolverá também o gabinete do prefeito e outras 13 secretarias municipais) e a campanha de inclusão de meninas da zona rural da cidade, junto aos espaços de poder.

    Créditos: Ascom/SMPM

Luiz Santos Júnior recepcionou Tamyres, apresentou a equipe e os espaços de trabalho, e , logo em seguida, passou, simbolicamente, o cargo de vice-prefeita para a estudante Tamyres Alves. “É uma grande emoção, um sentimento de conquista. Eu sei que é simbólico, mas estar aqui representa muito para nós, meninas, mulheres, que durante muitos anos somos colocadas à margem desses espaços”, disse Tamyres, afirmando que, como vice-prefeita, iria buscar mais políticas de inclusão para as mulheres teresinenses.

“A gente recebe a Tamyres com muito entusiasmo e alegria. É importantíssima essa campanha e fazer com ela e as demais meninas, a sociedade como um todo, possam entender que nem todos os homens são necessariamente machistas ou segregadores, mas, também, estão na sintonia do empoderamento feminino”, disse Luiz Santos Júnior, vice-prefeito da cidade.

A campanha é realizada pela organização não governamental, PLAN International, em parceria com a Secretara Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM). A ideia central é tornar uma menina gestora por um dia, ocupando cargos de destaque, como o de governador do Estado, o de prefeito, secretário, entre outros. “Nós apoiamos firmemente essa campanha, no sentido de fortalecer as políticas de inserção da mulher nesses espaços, culturalmente, relacionados à figura masculina”, pontuou Macilane Gomes, secretária da Mulher.

As meninas gestoras por um dia fazem parte do projeto “Por ser menina‘’, também realizado pela PLAN, que visa promover o potencial das meninas ao redor do mundo, pela garantia de seus direitos e para por fim à discriminação baseada em gênero. “O objetivo da campanha é habilitar e empoderar as meninas de todas as idades, para que adquiram competências, habilidades e conhecimentos necessários para terem êxito na vida”, disse Geyse Costa, gerente de projetos da PLAN International, filial Teresina.

Moradora da zona Rural da cidade, Tamyres Costa estuda o primeiro ano do Ensino Médio e faz parte do projeto Escola de Liderança para Meninas, desenvolvido pela PLAN na zona rural, envolvendo dezenas de meninas, sendo que a maior parte delas se encontra em situação de vulnerabilidade social. Outras meninas também foram selecionadas (mediante interesse e engajamento com os projetos), que deverão ocupar outros cargos.

O próximo órgão a receber a campanha #MeninasOcupam será a Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Sudeste, na segunda-feira (16), às 8h30. A campanha segue até 31 de outubro, finalizando na Secretaria da Mulher.

O Dia Internacional da Menina
11 de outubro foi a data escolhida pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2012 para celebrar o Dia Internacional da Menina como marco dos progressos realizados na promoção dos direitos das meninas e mulheres adolescentes, reconhecendo, também, a necessidade de se ampliar as estratégias para eliminar as desigualdades de gênero em todo o mundo. Em Teresina, a data também foi instituída em decreto.


Fonte: Com informações da PMT

Comentários