180graus

O resultado final ficou lindo - 29/11/2012 às 14h41

Dieckmann ficou triste com a cena de estupro excluída de Salve Jorge

Tanto trabalho, no entanto, foi em vão, já que a violência sexual não foi exibida

Maria Brasileira - Limpeza e cuidados
Terrazzo Poti
Você no controle do Processo





Carolina Dieckmann, a Jéssica de “Salve Jorge”

Carolina Dieckmann, a Jéssica de “Salve Jorge”

Tente lembrar da sua vilã de novela preferida? Agora diga o nome da mocinha chorosa e dramática que ganhou a sua torcida? Difícil, né? A máxima entre o público e até mesmo entre a classe artística é a mesma: vilãs são exaltadas e mocinhas, execradas. Carolina Dieckmann sabe bem o que é isso. Camila, de "Laços de família" e Diana, de "Passione", foram só algumas protagonistas do bem que foram rejeitadas pelo público. A última, aliás, chegou a morrer no parto para conter a fúria dos telespectadores. E qual não é a surpresa ao ver o mesmo telespectador implorar que Jéssica, a chorona da vez em "Salve Jorge", não morra como o previsto?

— Eu me sinto com a alma lavada! Sou a favor do bem, a minha religião é o bem, é o amor ao próximo. Sempre me pergunto: "O que está acontecendo que não está todo mundo torcendo pela mocinha?". Tem alguma coisa errada! — diz Carolina.

Defensora das boazinhas (a atriz só fez uma vilã clássica, a louraça Leona em "Cobras & lagartos", em 2006), a loura vive uma experiência inédita em seus quase 20 anos de carreira interpretando personagens do tipo: o de ver o público torcendo para ela.

— Fiquei chocada com essa comoção! Não há uma pessoa que me encontre na rua que não diga que Jéssica não tem que morrer. E também ouço as pessoas comentando que é o núcleo mais legal. É visível que existe um interesse na história dela. E isso em se tratando de uma mocinha é extasiante — comemora.

Desde o início da história de Gloria Perez, Jéssica ganhou o apoio do público, o que deixou a intérprete da traficada surpresa:

— Eu tinha receio de as pessoas rejeitarem Jéssica por ela tratar de um tema forte demais. Minha personagem tem todas as nuances de mocinha, vive dramas intensamente, sofre, luta. Só não sofre por um mocinho!

Traficada para ser garota de programa já no primeiro capítulo da novela, Jéssica já levou surra, teve suas roupas rasgadas, ficou com os seios de fora, foi estuprada e chorou muito. Sequências que exigem concentração o tempo inteiro.

— É um personagem denso demais. Nunca vou gravar uma cena de café da manhã ou conversar com a mãe. Não tem isso. As cenas são sempre de gritaria, desespero, pancadaria. Ela é toda pintada em tons fortes — explica.

Para gravar a sequência do estupro, aliás, Carolina se preparou muito. Conversou à beça com Adriano Garib, o Russo, ficou mais reclusa no estúdio e não atendeu a nenhum telefonema enquanto esperava para gravar. Tanto trabalho, no entanto, foi em vão, já que a violência sexual não foi exibida. Apesar de ter se dedicado à cena, Carolina garante que concordou com a posição da emissora em não exibir as imagens:

— Eu, como atriz, fiquei frustrada porque estudei pra caramba, fiz tudo, o resultado ficou lindo. É óbvio que eu adoraria ver no ar, adoraria que vissem meu trabalho. Mas eu, como mãe, não gostaria que meu filho assistisse. Às 21h ainda tem crianças na sala. A emissora fez o certo e não prejudicou a história.

Fonte: Com informações do Extra Online

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Terrazzo Poti
Podium PM-MA
Podium PMPI
Últimas Notícias
16h38 Após descobrir câncer, cantor Jerry Adriani morre no Rio aos 70 anos 16h33 Ponte na divisa do PI com o CE está parcialmente interditada, diz PRF-PI 16h15 Prefeito contrata empresa por R$ 921 mil para comprar medicamentos 15h50 Saúde faz consulta para saber se pode seguir com empresas inidôneas 15h27 Abertura dos Jogos: Miguel Alves é sub-sede da XVIII Taça Cidade de José de Freitas de Futsal 15h12 Mão Santa vai inscrever dívida com SESC de R$ 600 mil em precatórios 14h35 Prefeito Marcelino convida a todos a participar do 25º aniversário de Coivaras 14h21 2º VeloCross acontece em comemoração ao 25º aniversário de Coivaras 13h01 Operação flagra venda de bebidas para menores em PHB 12h42 Aos 72 anos, pai de Cuba Gooding Jr é encontrado morto dentro do seu carro 12h35 Aplicativo oferece serviço com cinema ilimitado por R$ 59,90 ao mês; confira 12h22 Parnahyba joga com o River no Pedro Alelaf e disputa vaga no 'G4' hoje (23) 12h21 Primeira Dama Márcia Fernanda distribui Ovos de Páscoa no HLPV 12h08 Band quer refazer parceria com a Globo e transmitir os jogos 12h04 Ou o Brasil acaba com a ditadura da Globo, ou a Globo acaba com o Brasil 12h01 Consumidor precisa ficar atento aos fatores que encarecem conta de luz 11h37 O hino dos delatores 11h21 Foto do papa Francisco com a 'camisa' do Palmeiras pode causar ação judicial 11h07 Conheça a massagem tântrica e aumente o prazer na relação 11h04 Luis Correia faz licitação de R$ 3,2 milhões para serviços de coleta 11h03 Economistas e empresários sinalizam retomada do crescimento 10h54 Existe remédio para ejaculação precoce? Sexólogo explica 10h49 'ID Jovem': Secretário nacional da Juventude lança programa em THE 10h45 Mulher tenta entrar em presídio com crack escondido nas partes íntimas 10h29 Apresentadora Ana Furtado fala sobre o ataque terrorista em Paris

Mais Lidas


    Enquete

    Você aprova a decisão da CCJ do Senado em diminuir as vagas para deputados piauienses?

    Total de Votos: 710

    Válida de 2017-04-06 17:08:00.0 a 2017-04-30

    180graus no Instagramno Instagram