180graus

Um jeito peculiar - 03/07/2015 às 12h31

Veja oito sinais de que você age feito criança no trabalho

SA CAVALCANTE RIO POTY
RESERVA HELICONIA
NEURACI ROCHA - PALAZZO MONTICELLO
Boa Vista - Brisa Sul - Academia
Dantas Imobiliaria
DREAM PARK ABC
Inocoop Recanto das Palmeiras
WX - Village Leste

Por ainda estarem aprendendo a viver em sociedade, as crianças têm um jeito peculiar de lidar com determinadas situações. Birras, amizades desfeitas (e refeitas) em segundos, por motivos bobos, necessidade de chamar a atenção em certas circunstâncias e atitudes mimadas e egoístas --porque sabem que podem contar com o apoio do pai e da mãe-- são alguns exemplos. O problema é que há quem leve esses comportamentos para a vida adulta --em especial no modo de interagir com o chefe e com os colegas.

Muitas pessoas nem se dão conta de que agem de maneira infantil, mas alguns sinais são importantes para mudar a tempo de não prejudicar uma futura promoção. A seguir, oito frases e atitudes típicas de crianças traduzem comportamentos inadequados no ambiente profissional. Reflita se é o seu caso.

1 - "Você não é mais meu amigo" (ao ouvir uma crítica)
É natural não se sentir bem ao receber críticas, mas a capacidade de ouvi-las deve ser desenvolvida diariamente em um ambiente profissional. Qualquer reação negativa é sinal claro de imaturidade.

"As reações mais comuns observadas em quem não tem essa habilidade são levar o assunto para o campo pessoal e se sentir ofendido, romper o relacionamento com o autor da crítica, responder de forma agressiva e tentar justificar a posição sem elaborar o que escutou", afirma Vagner Sandoval, especialista em gestão de pessoas, liderança e coaching executivo e professor da IBE-FGV (Institute Business Education – Fundação Getúlio Vargas).

"O profissional nunca deve ser reativo. É preciso saber ouvir e avaliar os pontos que precisam ser aperfeiçoados", declara Ylana Miller, sócia-diretora da consultoria organizacional Yluminarh, do Rio de Janeiro, e professora de gestão de carreiras da faculdade Ibmec, também na capital fluminense.

2 - "Não quero mais brincar" (abandonar algum projeto ou bater o pé quando não concordam com suas ideias ou sugestões)
No dia a dia, pode acontecer de, em determinadas situações, alguém enxergar algo sob um viés diferente da maioria e tentar convencer os outros da própria opinião a qualquer custo.

"É preciso debater, sim, e expor o ponto de vista. Mas, se mesmo assim ninguém comprar sua ideia, reflita que talvez o momento não seja o mais apropriado para ela ser posta em prática. É preciso levantar a cabeça e continuar. O que não pode acontecer é travar todo um projeto porque as pessoas não concordam com você", diz o psicólogo Carlos Eduardo Pereira, consultor de carreiras do site Bê-á-bá do RH.

"Se recusar a participar de algo porque a decisão vai contra sua sugestão indica falta de compromisso, empatia e respeito às necessidades do outro e, principalmente, da empresa", fala Izabel Failde, psicóloga organizacional e orientadora de carreiras.

Para Andrea Mele Peixoto, professora da Escola de Negócios da Universidade Anhembi Morumbi, de São Paulo, esse tipo de atitude mimada vem sendo muito comum entre a chamada Geração Y, que contempla os nascidos entre os anos 1980 e meados da década de 1990. São pessoas cujos pais --temendo a rejeição e culpados pelo pouco tempo disponível para os filhos-- foram educadas para se sentirem especiais, diferentes e, às vezes, superiores às demais. Resultado: acham que o universo, inclusive o corporativo, deve ceder aos seus caprichos e vontades.

3 - "Vou contar tudo para minha mãe" (ou melhor, para o chefe, em vez de resolver questões com os próprios colegas)
Segundo Vagner Sandoval, da IBE-FGV, ao reagir dessa forma infantil, o profissional demonstra não só imaturidade como a falta de capacidade de negociar e de resolver conflitos. "Ao levar para o superior questões que poderiam ser resolvidas a partir do diálogo entre os envolvidos, a pessoa prejudica o ambiente e enfraquece sua rede de relacionamentos", declara o especialista.

A atitude é desrespeitosa e fomenta o clima de desconfiança na equipe. "Muitos chefes adoram e estimulam esse comportamento, porque ficam conhecendo as últimas fofocas e, principalmente, por acreditarem ter um aliado infiltrado no grupo. Porém, esse profissional certamente será taxado de puxa-saco e nunca contará com o respeito, simpatia ou confiança dos colegas", diz a psicóloga Izabel Failde.

4 - "Quero chamar a atenção, por bem ou por mal" (comporta-se de maneira equivocada em reuniões, não deixando ninguém falar, por exemplo)
Podem existir dois fatores por trás desse comportamento exibicionista. O primeiro é carência e/ou necessidade de se sentir prestigiado. O segundo é egocentrismo, característica de quem se acha o dono da verdade.

Falar em momentos inoportunos e por tempo indeterminado (não deixando mais ninguém se expressar) compromete o andamento da reunião e, consequentemente, deprecia a avaliação do profissional. "Uma dica muito utilizada para não passar do ponto e, dessa forma, não enfadar os presentes, é sempre monitorar a expressão não verbal dos participantes", fala o especialista em gestão de pessoas Vagner Sandoval. "Quando as pessoas começarem a se mexer na cadeira pode ter certeza que você falou demais. É hora de ir para a conclusão da fala."

5 - "Gosto de brincar de lutinha" (compete com os colegas de maneira impulsiva e irracional)
Já na educação infantil, muitas crianças inventam coisas sobre os colegas ou colocam os amigos uns contra os outros para receberem atenção diferenciada dos professores. Na idade adulta, e em muitos ambientes corporativos, a situação não é lá muito distinta. A diferença é que os menores, por não terem consciência da consequência dos seus atos, nem sempre agem de má fé.

"Essas pessoas têm o ego inflado e querem ser as primeiras em tudo, consequência da falta de limites e das concessões dadas pelos pais", diz a professora Andrea. Ela ainda chama a atenção para o fato de que, nas últimas décadas, universidades e empresas ensinaram, de forma mais ou menos sutil, que o colega tem de ser visto como concorrente.

Para Sandoval, da IBE-FGV, quando a competição interna ocorre sob critérios claros e é avaliada de forma transparente pode, sim, gerar resultados positivos, pois estimula a atualização e o desenvolvimento dos profissionais e, logo, da empresa. O problema é que nem sempre os critérios são objetivos. E alguns ambientes priorizam a competição abusiva e desleal por terem uma visão equivocada de que isso traz à tona o melhor de seus profissionais.

6 - "Papai e mamãe são meus e de mais ninguém" (morre de ciúme do chefe)
Muitos profissionais, após um certo tempo de casa, desenvolvem laços mais estreitos com o chefe e se sentem enciumados quando um colega também se aproxima ou é elogiado pelo mesmo. Típico sentimento de criança emburrada com a chegada do irmãozinho? Pois é.

"No âmbito profissional, o problema é que como a pessoa fica 'sentida' acaba não desempenhando seu trabalho direito, degradando o relacionamento com o colega e, por consequência, com toda a equipe", afirma Pereira, consultor do site Bê-á-bá do RH.

7 - "Sempre passam a mão na minha cabeça" (abusa do bom relacionamento com o chefe para não cumprir com o proposto)
Mais uma vez, o tempo de empresa e o relacionamento estreito com o chefe pode confundir um pouco a cabeça de muita gente. Abusar da confiança é uma atitude infantil que pode colocar um ponto final na carreira dos mais competentes funcionários.

"Algumas pessoas deixam de ser pontuais ou de cumprir certas tarefas porque sabem que, pela trajetória dentro da empresa, o chefe dificilmente chamará a atenção por motivos que julgam pequenos. Não é bem assim", declara Pereira.

Nesse contexto, colegas acabam ficando sobrecarregados e podem se sentir desprestigiados, provocando um clima de mal-estar generalizado. "O ideal seria agir de maneira oposta. Com um certo tempo de casa, é hora de o profissional começar a solidificar sua caminhada aos cargos estratégicos da companhia", diz o psicólogo. Folgar é um tipo de deslize que freia tal crescimento.

8 - "Adoro zoar com os colegas" (exagerar nas brincadeiras no ambiente de trabalho)
Na maioria das escolas, é comum observar crianças e adolescentes que gostam de zombar dos mais tímidos ou dos que se comportam de forma diferente. "Alguns não amadurecem quando adultos e replicam os mesmos comportamentos na empresa. Se no meio dos amigos da escola tais ações podem elevar a moral e o respeito perante os demais, pois caracterizam um certo tipo de força e influência sobre o grupo, no ambiente de trabalho, o efeito é contrário, desastroso e extremamente prejudicial para a carreira e a reputação do profissional", fala Sandoval.

Fonte: Com informações da Uol

Publicado Por: Lanna Pontes

Envie o seu currículo - 01/07/2015 às 11h07

Contratação imediata: seleção de currículos para Secretário Executivo

RESERVA HELICONIA
DREAM PARK ABC
Inocoop Recanto das Palmeiras
SA CAVALCANTE RIO POTY
WX - Village Leste
NEURACI ROCHA - PALAZZO MONTICELLO
Boa Vista - Brisa Sul - Academia
Dantas Imobiliaria

O Instituto Galaxy está selecionando currículos para o cargo de Secretário Executivo

PARA PREENCHER A VAGA, O CANDIDATO DEVE SE ENQUADRAR EM ALGUNS PRÉ-REQUISITOS:

- Ensino Superior Completo;

- Carteira Nacional de Habilitação (CNH);

- Disponibilidade para trabalhar 44 horas semanais;

- Bom Português.

A EMPRESA OFERECE:

- Salário acima da média;

- Ticket alimentação;

- Auxilio transporte;

- Auxílio Refeição.

Caso haja interesse na vaga o currículo deve ser enviado para:

empregogalaxyrh@gmail.com

A empresa pede que ao enviar o currículo o candidato especifique a vaga (Secretário Executivo) no assunto do e-mail.

assistentediretoria5.png

Publicado Por: Milenna Barros

VEJA OS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS - 30/06/2015 às 13h10

Empresa de telecomunicações abre 25 vagas para emprego através do Sine-PI

WX - Village Leste
DREAM PARK ABC
SA CAVALCANTE RIO POTY
Boa Vista - Brisa Sul - Academia
Inocoop Recanto das Palmeiras
Dantas Imobiliaria
NEURACI ROCHA - PALAZZO MONTICELLO
RESERVA HELICONIA

Através do Sistema Nacional de Emprego do Piauí (Sine-PI), a Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Setre) está selecionando 25 trabalhadores que atuem como representantes comerciais (executivos) de empresa de telecomunicações. O processo seletivo será realizado na sexta-feira (03), às 14:00, no auditório da unidade central do Sine.

Para o preenchimento das vagas, a empresa exige que os candidatos possuam Ensino Médio completo e algum conhecimento na área de vendas. “Não é necessário comprovar experiência na Carteira de Trabalho, mas os concorrentes precisarão mostrar alguma habilidade para os negócios. É uma boa oportunidade, pois os selecionados irão trabalhar apenas com a venda de planos para a empresa”, explica a diretora do Sine, Juliana Gois.

Os interessados nas vagas de emprego devem solicitar a carta de encaminhamento até o dia da seleção. O documento é adquirido no setor de Psicologia no próprio Sine. “É importante que os candidatos se adiantem e peguem logo a carta para que não haja uma maior espera. Se eles chegarem ao Sine com todos os documentos em mãos, imediatamente recebem a senha de acesso à seleção”, atenta o gerente de Intermediação de Mão de Obra, Rafael Torres.

Além da carta de encaminhamento, os candidatos devem comparecer com a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Carteira de Identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), PIS ou PASEP, comprovante de escolaridade, comprovante de residência, certificados de cursos de qualificação (se houver) e perfil profissional com foto.

Fonte: ASCOM

Publicado Por: Fábio Carvalho

Envie o seu currículo - 30/06/2015 às 13h09

Instituto Galaxy seleciona currículos para o cargo de Assistente de Operação

SA CAVALCANTE RIO POTY
Dantas Imobiliaria
Inocoop Recanto das Palmeiras
RESERVA HELICONIA
DREAM PARK ABC
WX - Village Leste
Boa Vista - Brisa Sul - Academia
NEURACI ROCHA - PALAZZO MONTICELLO

O Instituto Galaxy está selecionando currículos para o cargo de Assistente de Operações

PARA PREENCHER A VAGA, O CANDIDATO DEVE SE ENQUADRAR EM ALGUNS PRÉ-REQUISITOS:

- Concluído o ensino médio ou ensino superior;

- Carteira Nacional de Habilitação (CNH);

- Disponibilidade para viajar;

- Disponibilidade para trabalhar 44 horas semanais.

A EMPRESA OFERECE:

- Salário acima da média;

- Ticket alimentação;

- Auxilio transporte;

- Auxílio Refeição.

Caso haja interesse na vaga o currículo deve ser enviado para:

empregogalaxyrh@gmail.com

A empresa pede que ao enviar o currículo o candidato especifique a vaga (Assistente de Operações) no assunto do e-mail.

assistenteoperacoes2.png

Publicado Por: Milenna Barros

Competência e habilidade - 30/06/2015 às 13h04

Entenda quais são os direitos de um estagiário no mercado de trabalho

Dantas Imobiliaria
RESERVA HELICONIA
Inocoop Recanto das Palmeiras
WX - Village Leste
NEURACI ROCHA - PALAZZO MONTICELLO
SA CAVALCANTE RIO POTY
DREAM PARK ABC
Boa Vista - Brisa Sul - Academia

Com a Lei 11.788 de 25/09/2008 os estagiários estão mais protegidos e regidos por regras próprias. Dentre outros ela trata dos estágios feitos por alunos de cursos técnicos e superiores. Saiba que o estágio feito em acordo com a referida Lei não gera vínculo empregatício mesmo quando há concessão de benefícios relacionados a transporte, alimentação e saúde, entre outros, e apenas em casos excepcionais o estágio pode durar mais de 2 anos na mesma empresa.

Estagiários têm direito ao recesso remunerado (férias sem o abono de 1/3) de trinta dias a cada doze meses de estágio na mesma Empresa ou, o proporcional ao período estagiado se menos de um ano (artigo 13º, caput e § 2º, da Lei 11.788/2008). O contrato de estágio, por não ter vínculo empregatício, pode ser rescindido a qualquer momento por qualquer das partes.

Se o estágio é feito em desconformidade com a Lei, ele caracteriza vínculo de emprego do aluno com a empresa do estágio para todos os fins da legislação trabalhista e previdenciária.

O mercado para estágios

Este é um mercado que voltou a ficar aquecido. Antes da aprovação da Lei dos Estágios havia 1,1 milhão de estagiários no Brasil e hoje existem apenas 900 mil. As vagas perdidas foram, em boa parte, devido ao não entendimento da Lei, que causou receio nas empresas em fazer novas contratações.

Dos 900 mil estagiários atuando neste momento, em torno de 650 mil são de nível superior e 250 mil de nível técnico. O número de vagas já é crescente e este é um bom momento para buscar seu primeiro estágio.

As vagas

As empresas não contratam estagiários porque são “boazinhas” ou porque têm dinheiro sobrando para ajudar. Elas contratam uma pessoa para fazer um trabalho de qualidade, e remuneram este trabalho adequadamente. Assim, pergunte-se: o que você tem a oferecer para uma empresa? Por que alguém deveria contratá-lo?

Muitas pessoas perguntam se devem procurar o primeiro estágio, na área de logística, já no primeiro semestre de curso. A resposta é tão breve quanto a pergunta: se você é capaz de fazer algo nesta área que mereça um salário, então vá buscar sua vaga. Se não, aguarde mais um pouco e vá ao mercado mais bem preparado.

A antiga regra do CHA é válida: o CHA representa 3 coisas que você deve ter na hora de procurar uma oportunidade. Competência, Habilidade e Atitude.

Competência diz respeito aos conhecimentos técnicos, e neste caso, para você que é estudante, você está no caminho certo. Complemente seus conhecimentos com cursos extras, línguas, informática, participação em eventos e tudo correrá bem nesta área. Habilidade diz respeito ao que você faz com seu conhecimento. Se o conhecimento é o saber, a habilidade é o saber fazer. Aqui é onde a experiência conta mais, e é onde você deverá aprender mais com o estágio. As atitudes representam sua vontade pessoal de conseguir, de vencer. Se a habilidade é o saber fazer, a atitude é o querer fazer.

Fonte: Com informações do Logística Descomplicada

Publicado Por: Milenna Barros

Carregando, por favor aguarde...
LIKE HR
VANITY SANDRA SILVA
WX - Village Leste
NEURACI ROCHA - PALAZZO MONTICELLO
VANITY SANDRA SILVA
Inocoop Recanto das Palmeiras
VAL PRAEIRO HELICONIA
Mirante da Mota Machado
Últimas Notícias
20h53 Mandando de prisão preventiva cumprido!! 20h49 SEC acusa brasileiro de operar esquema de pirâmide 20h18 Grécia espera acordo na 2ª independentemente de referendo 20h07 Chile bate a Argentina nos pênaltis e conquista a sua 1ª Copa América 20h02 Corretoras chinesas prometem comprar US$19 bi em ações 19h53 Maju se diz feliz: 'Preconceituosos ladram, mas a caravana passa' 19h48 Vitórias de Golfos e São Miguel do Fidalgo na Rodada da Copa Regional de São Francisco do Piauí 19h32 Homem é preso por mentir sobre criação de vacina contra Aids 19h23 Revista do 180 é entregue ao jornalista da VEJA dos casos Mensalão e Petrolão 19h11 Concurso 'Minha escola é a mais florida' será lançado durante a 40ª ExpoCorrente 19h08 Quatro obras de pavimentação são fiscalizadas em Avelino Lopes 19h00 Conheça sobre a rentabilidade do investimento em imóveis 19h00 Série "Atlanta", do canal FX, já tem seu elenco definido; confira 18h52 Cia. Barbixas de Humor participará de novo humorístico da Globo 18h34 Marisa Tomei entra para o elenco da segunda temporada de 'Empire' 18h13 Piauiense concorre a promoção exclusiva do programa Xuxa Meneguel, confira 18h02 MPF já ingressou com 76 processos de combate à corrupção no Piauí este ano 18h01 Record decide contratar Márcio Garcia para apresentar A Fazenda 18h01 Carreta carregada de esferas de aço tomba após colidir em Kadett; fotos! 18h00 Feira da Agricultura Familiar abriu oficialmente as festividades dos 105 anos de Piripiri 18h00 Primeiro dia de Pirifolia atraiu uma multidão para a Avenida Raimundo Holanda 17h39 Acidente em serra entre um caminhão e moto deixa uma pessoa morta no PI 17h30 Mulheres de São João da Serra são beneficiadas com 'Projeto Chamada Pública Carnaubais' 17h13 Ex-prefeito no PI é condenado no TCE por falha durante a sua gestão em 2012 17h06 OAB só vai ao Supremo se redução da maioridade for aprovada; confira