Eleições 2018 · 26/09/2018 - 21h04 | Última atualização em 27/09/2018 - 00h02

Candidatos ao Senado Federal se confrontam em debate da Meio Norte


Compartilhar Tweet 1



A Rede Meio Norte realiza nesta quarta-feira (26) debate os candidatos ao Senado da República no Piauí. Foram convidados os integrantes de legenda com representação mínima de 5 parlamentares no Congresso Nacional.

Compareceram Quem Quem (Avante), Marcos Vinícius (PTC), Marcelo Castro (MDB), Paulo Henrique (Rede), Frank Aguiar (PRB), Jesus Rodrigues (PSOL), Fausto Ripardo (PCB), Wilson Martins (PSB), Flávia Barbosa (PRP), Genival Oliveira (PSC), Robert Rios (DEM), Antônio José Lira (PSL) e Elizeu Aguiar (PSL).

Ciro Nogueira (PP), candidato à reeleição, não compareceu e justificou ausência por um compromisso com o ministro das Cidades.

Mediado pela jornalista Maia Veloso, o debate terá início às 21h, dividido em três blocos e oportunizará que os candidatos façam perguntas entre si.

Acompanhe em Tempo Real

00:01

Encerra o debate Meio Norte.


26/09/2018


23:42

Candidatos fazem agora suas considerações finais, na ordem como estão posicionados no estúdio.


23:38

Após declarações de Marcelo Castro, Wilsão pediu direito de resposta e se dirigiu ao deputado como o "maior puxa saco do meu governo", que por vezes lhe procurou "pedindo emprego para o filho" e até mesmo pedindo para "pagar um empréstimo feito na secretaria de Desenvolvimento Rural" de quando foi gestor.

Castro rebateu e disse que o problema do pagamento se deu por erros da gestão e atacou. "No seu governo, transformou o público em privado, ajeitou a vida da sua família".


23:30

Veja as reações na web sobre o debate da Meio Norte







23:21

Fausto Ripardo lamenta os altos gastos com os congressistas e defende projeto para emancipar a classe trabalhadora, que promete o trabalhador como "protagonista do seu destino".


23:17

Jesus Rodrigues, em embate com Genival Oliveira, fala aos demais candidatos que muitos falam como se disputassem o governo e não tratam da aprovação de leis e nem de seus posicionamentos diante de propostas importantes.


23:08

Em confronto, os candidatos Frank Aguiar e Elizeu Aguiar falam de escola de tempo integral e outras medidas na área da educação. O candidato do PSL fez ainda críticas à introdução da educação de gênero nas escolas e mesmo se colocando "a favor dos homossexuais", diz não vê como "bom para as crianças" receber uma cartilha para decidir se vai ser homem ou mulher.


22:58

O candidato Paulo Henrique agora escolhe o candidato Frank Aguiar e pergunta sobre a reforma da Previdência. 

Frank se coloca a favor das reformas, mas diz que as propostas precisam ser repensadas.


22:51

Wilson Martins agora escolhe a candidata Flávia Barbosa e aproveita para rebater declarações feitas por ela em manifestação anterior. Ela mantém as críticas e diz que durante a gestão de Wilsão sua maior obra foi a construção de um hospital da família e que em sua gestão foram muitos os problemas na saúde.

"A senhora não mora no Piauí ou não está normal da sua mente", rebate Wilsão ao defender que a família é de empreendedores e que seu hospital gera emprego e renda.

"Quem não tá bem é o senhor. O povo merece respeito. Não adianta falar que fez se o resultado é caótico. Eu precisei diversas vezes e não tive acesso à saúde que o senhor diz", rebate a candidata.


22:41

Frente a frente, Antônio José Lira e Robert Rios fazem críticas aos corrutos. "É uma campanha feita com dinheiro de corrupção", diz o deputado.


22:36

Marcos Vinícius escolhe Antônio José Lira para o embate. "A gente precisa começar a olhar de olhos atento o que está acontecendo. Não podemos nos curvar aos poderosos", diz o candidato do PTC.

"O Piauí tem que acordar, o Piauí está em alerta", diz Antônio José Lira sobre o processo eleitoral.


22:30

Marcelo Castro inicia a rodada e pergunta a Dr Marcos Vinícius sobre saúde, que responde sobre o "sucateamento" dos serviços no estado. Na réplica, Marcelo fala da época em que foi ministro e das ações para descentralizar o atendimento de saúde. 


22:24

Inicia agora o segundo bloco com candidato perguntando para candidato, com questões de tema livre.


22:14

Agora Fausto Ripardo pergunta a Antônio José Lira sobre suas propostas como senador, que aproveita para desabafar sobre o processo eleitoral. Ele diz que a eleição no Piauí é um "teatro" e um jogo de cartas marcadas, e que a corrupção vem tirando dinheiro do povo.


22:09

Agora Fausto Ripardo é questionado por Jesus Rodrigues sobre novas formas de gestão para otimizar a administração. Ele defende a implementação de conselhos populares e aproveita para criticar o candidato Wilson Martins, citando questões da época em que foi governador.


22:04

Flávia Barbosa pergunta agora a Jesus Rodrigues sobre saúde. Ele fala da dificuldade dos pais de família em administrar o orçamento e defende uma auditoria da dívida para evitar o desperdício de recursos.

Na réplica, a candidata diz que se sente enganada por não acreditar mais nos atuais políticos. "O voto está sendo disputado no tapa", diz.


21:59

Depois de Elizeu Aguiar falar do pouco orçamento para segurança, a candidata Flávia Barbosa diz que esta falta de recursos ocorre por conta da corrupção. E lamenta a compra de votos e a perpetuação no poder de candidatos com alto poderio econômico.


21:58

Elizeu Aguiar pergunta Flávia Barbosa sobre segurança. A candidata diz que este é um problema fruto de todos os últimos gestores que estavam no poder. Completa que o pacto federativo precisa ser revisto. Critica ainda candidatos que têm, para ela, mentido na campanha e ironiza: "É uma olimpíada da mentira".


21:52

Agora Elizeu Aguiar é escolhido por Quem Quem para responder à pergunta sobre qual sua proposta para acabar com a "farra das nomeações". O candidato responde citando a crise pela qual passa o pais e cita a descrença do povo na classe política.

"É um toma lá, dá cá, que tem encorajado os políticos a fazer certas coisas que nem Deus acredita", completa Elizeu.


21:49

Quem Quem agora dirige ataques ao candidato Wilson Martins, ao citar a esposa que é conselheira do TCE, que pede direito de resposta, mas teve o pedido negado.


21:47

Genival Oliveira escolhe Quem-Quem e pergunta sobre a composição da chapa governista. O candidato do Avante faz um desabafo sobre a ingerência do governo estadual, mesmo tendo governado por muito tempo ao lado do Palácio do Planalto.

"Um governo desgastado, que todos os dias é envolvido em escândalos", diz Genival Oliveira na réplica.


21:44

Professor Paulo Henrique escolhe agora Genival Oliveira para fazer sua pergunta. Fala das atribuições dos senadores e questiona sobre a Reforma Trabalhista.

"Na verdade esses parlamentares [que votaram a favor da reforma] não têm preocupação com o trabalhador, não estão preocupados com o povo. É inadmissível que se eleja um representante do povo que vá para o Senado e para a Câmara trair o povo", diz Genival.


21:36

Marcos Vinícius escolhe professor Paulo Henrique para fazer sua pergunta, que pergunta a PEC do Teto dos Gastos.

Cita a proposta como PEC da maldade e diz que senadores e deputados piauienses que votaram por sua aprovação e lamenta consequências como o sucateamento do SUS.


21:31

Na sequência, Frank Aguiar escolhe Dr. Marcos Vinícius e pergunta sobre saúde. "Eu como senador da república quero levar propostas para que a população mais humilde tenham acesso de fato à saúde", responde o candidato.


21:28

Na réplica, Rios diz que o candidato Ciro Nogueira fugiu do debate por medo dos ataques. 

Já Frank Aguiar diz que vem sendo abordado pelas pessoas, que não querem candidatos corrutos. "E fica aquela pergunta, o eleitor não pode se enganar".


21:26

Agora Robert Rios escolhe Frank Aguiar, e pergunta porque o candidato deseja ser senador pelo Piauí. Ele explica de sua história de vida, que deixou o estado por falta de oportunidade e também faz críticas à corrupção.

"Fico imaginando como é que um candidato deste vai para as ruas discursar?", diz sobre candidatos investigados.


21:21

Wilsão agora escolhe Robert Rios para uma pergunta sobre corrupção, que fala sobre a "compra" de prefeitos e lideranças.

"O senador é um homem publico e o político quando perde o crédito público não deveria nem ser candidato à reeleição".


21:19

Marcelo diz que Wilson não respondeu sua pergunta e avalia que nenhum dos senadores que estão lá são honrados.

"O candidato Marcelo parece que não é psiquiatra, deputado quer falar por mim. Eu digo que eu sou uma pessoa honrada. Agora, meu nome nunca foi citado em lista da JBS por suspeita de corrupção", diz Wilson.


21:15

Agora o candidato Marcelo Castro escolhe Wilson Martins para fazer sua pergunta. E questiona se os atuais senadores são desonrados. 

"Não posso falar pela honra dos outros, posso falar pela minha honra".


21:11

"A opinião que o senhor tem do senador Ciro Nogueira não é a opinião que eu tenho", completa Marcelo.

Antônio José Lira rebate, e diz que Marcelo está sim constrangido. "Ou essas pesquisas são mentirosas, ou infelizmente o povo tá dizendo uma coisa e fazendo outra".


21:10

Antônio José Lira (PSL) é o primeiro a perguntar e escolhe Marcelo Castro (MDB), que é questionado sobre sua atuação como ministro das Cidades e sobre o segundo candidato da chapa governista, Ciro Nogueira (PP).

"Do dia que eu entrei para o dia que eu sai, eu praticamente dobrei os recursos para a saúde do estado do Piauí", diz Castro em sua resposta.


21:08

Maia Veloso dá início ao debate. Ela lê nota do senador Ciro Nogueira justificando ausência.



Comentários