Luto -

Atriz Ilva Niño, de "Roque Santeiro", morre aos 89 anos deixando seu legado na TV brasileira

Foto: Reprodução

A atriz Ilva Niño, famosa por seu papel como a empregada Mina na novela "Roque Santeiro", faleceu nesta quarta-feira (12/06) no Rio de Janeiro, aos 89 anos. Ilva estava internada no Hospital Quali, em Ipanema, desde 13 de maio, após uma cirurgia cardíaca.

Nascida em Floresta, Pernambuco, Ilva completaria 90 anos em 15 de novembro. Ela começou sua trajetória nas artes cênicas durante seus estudos na Escola Normal, onde participou de um curso de teatro grego ministrado por Ariano Suassuna, o que resultou em sua atuação na montagem amadora de "Antígona", de Sófocles. Esse evento despertou sua paixão pelo teatro.

Ilva Niño iniciou sua carreira no Movimento de Cultura Popular durante o governo de Miguel Arraes, no início dos anos 1960. Após o golpe de 1964, mudou-se para o Rio de Janeiro com seu marido Luiz Mendonça, com quem havia participado de um festival de teatro na capital do país em 1957, apresentando "O Auto da Compadecida", de Ariano Suassuna. Luiz Mendonça e o filho do casal, Luiz Carlos Niño, já faleceram.

A carreira de Ilva Niño na televisão inclui mais de 30 novelas e várias participações em séries. Ela atuou em produções como "Verão Vermelho" (1969) e "Bandeira 2" (1971), além de "A Patota" (1972), "Gabriela" (1975) e "Sem Lenço, sem Documento" (1977). Em "Pecado Capital" (1975), interpretou a mãe das personagens de Betty Faria e Elizangela. Outros trabalhos incluem "Feijão Maravilha" (1979), "Água Viva" (1980), "Partido Alto" (1984), "O Outro" (1987), "Bebê a Bordo" (1988) e "Sexo dos Anjos" (1989).

No entanto, o papel que eternizou Ilva Niño foi o de Mina em "Roque Santeiro" (1985), onde interpretou a empregada doméstica e confidente da viúva Porcina.

O corpo de Ilva Niño será cremado nesta quinta-feira, mas o local e a hora ainda não foram definidos até a última atualização desta reportagem.

Fonte: Bnews

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco