Teens

Processo milionário · 06/09/2021 - 10h44

Scarlett Johansson teria feito proposta à Disney antes de entrar com processo, diz site

Wall Street Journal afirma que advogado da atriz foi ignorado por chefão da Disney


Compartilhar Tweet 1



O Wall Street Journal afirma que a equipe de Scarlett Johansson teria feito uma proposta para a Disney antes de entrar com um processo por causa do lançamento de Viúva Negra no Disney+.

A atriz moveu uma ação na justiça contra a empresa porque o contrato que firmaram garantia que Johansson receberia uma parte dos lucros da bilheteria do filme. Com o lançamento simultâneo no streaming, a equipe da atriz teria tentado um acordo com a Disney, mas ficou sem resposta.

Segundo o WSJ, a atriz foi avisada de que os filmes da Marvel seriam lançados no Disney+ imediatamente após a estreia nos cinemas em março de 2019 por Bob Iger, ex-CEO da Disney. Na época, a equipe da atriz pediu para que o estúdio garantisse um lançamento tradicional para Viúva Negra nas telonas. Os chefões da Marvel não apenas concordaram, como se dispuseram a discutir a questão e fazer um acordo baseado na bilheteria do filme.

Anos depois, quando a Disney anunciou que lançaria o filme simultaneamente nos cinemas e no Disney+, a equipe da atriz surgiu com uma proposta para que o estúdio pagasse uma compensação de US$ 80 milhões — além do salário de US$ 20 milhões. Eles teriam chegado a esse valor com base em um cálculo que previa que a bilheteria de Viúva Negra ficasse em torno de US$ 1,2 bilhão — quantia próxima à levantada por filmes como Capitã Marvel e Pantera Negra.

A reportagem afirma que a Disney nunca respondeu às ligações e e-mails da equipe de Scarlett Johansson. A situação chegou ao ponto em que Bryan Lourd, um dos chefões da agência que representa a atriz, foi discutir a questão pessoalmente com o chefe executivo da Disney, Bob Chapek. Na conversa, Chapek teria desconversado e dito para a equipe de Lourd entrar em contato com a Disney — o que já estava acontecendo há algum tempo. Esse encontro aconteceu em um evento três semanas antes de a atriz mover o processo.

Esse foi o início de uma briga nos tribunais que ainda não foi resolvida. De um lado, a Disney diz que foi pega de surpresa e chama a ação de Johansson de “lamentável”. A atriz se mantém em silêncio, mas ganha apoio de colegas, como Elizabeth Olsen.

Comentários