Teens

Saiba os detalhes! · 02/06/2020 - 15h25

Diretor de ‘X-Men: Fênix Negra’ diz que não se arrepende da versão lançada no cinema

Durante uma entrevista para o IGN, o diretor Simon Kinberg foi questionado se havia algum corte não oficial do filme


Compartilhar Tweet 1



‘X-Men: Fênix Negra‘ foi lançado no ano passado e marcou o último filme dos mutantes lançados pela Fox antes da aquisição do estúdio pela Disney. As informações são do CinePop.

No entanto, a adaptação foi extremamente criticada pelo público e arrecadou apenas US$ 252,4 milhões pelo mundo, a partir de um orçamento de US$ 200 milhões.

Durante uma entrevista para o IGN, o diretor Simon Kinberg foi questionado se havia algum corte não oficial do filme, ao que ele respondeu:

“Na verdade, não! O filme lançado foi a minha visão sobre o roteiro, não me arrependo de nada do que fizemos e foi uma honra trabalhar nessa franquia. Acontece que essa visão mudou ao longo da produção e há algumas cenas cortadas e ideias descartadas, mas não me arrependo da versão que foi lançada.”

O cineasta deixou claro que pretendia abordar questões que não foram incluídas na versão final, mas se justificou ao dizer que um filme nunca sai do papel da mesma forma que é escrito.

“Quando você escreve um roteiro, ele nunca é concebido na tela como foi feito no papel. Algumas coisas funcionam, outras não. Quando você dirige seu próprio roteiro, é muito difícil ter que cortar certas coisas, mas estou satisfeito com o resultado final.”, concluiu ele.

Além da péssima bilheteria, o longa também foi massacrado pela crítica especializada, registrando apenas 23% de aprovação no Rotten Tomatoes.


Comentários