Teens

Um pouco de história · 05/07/2019 - 10h18

Confira todos os objetos assombrados que aparecem em 'Annabelle 3'

Quem e quais são os objetos amaldiçoados da Mansão dos Warren? Qual é a história por trás de cada um deles?


Compartilhar Tweet 1



‘Annabelle 3: De Volta ao Lar’ estreou nos cinemas e trouxe aos espectadores uma curiosidade que permeou todo o universo de Invocação do Mal desde o primeiro filme: quem e quais são os objetos amaldiçoados da Mansão dos Warren? Qual é a história por trás de cada um deles?

Uma vez que o novo filme da franquia joga luz sobre essa questão, mas não as aprofunda (provavelmente para testar o público, ver quais deles fazem sucesso para, no futuro, fazerem filmes solos deles).

Contém spoilers e muita história bizarra. 

8 – O Macaco com Pratos

Este é um dos símbolos que mais aparece em filmes de terror e outros gêneros. Já figurou em ‘O Fantasma da Ópera’, em ‘Toy Story 3’ e nas duas versões de ‘Aladdin’, por exemplo. Foi criado e comercializado pelo Japão entre as décadas de 1950 e 1970. Seu aspecto super esquisito inspirou o mestre do terror, Stephen King, a escrever uma história sobre ele, ‘O Macaco’. No universo dos Warren, ele originalmente aparece na casa de ‘Amityville’, e esta é a provável razão pela qual ele é amaldiçoado.

7 – A TV Amaldiçoada

Desde a criação da tv, na década de 1930, muitas pessoas acreditam que esse objeto é amaldiçoado e consegue se comunicar com os mortos. Este argumento já foi utilizado em diversos filmes, como ‘O Chamado’. Essa lenda urbana se fundamenta na inovação tecnológica da época – afinal, conseguir reproduzir pessoas em movimento dentro de uma caixa só poderia ser coisa do capiroto. Ou seja, é uma história baseada na fé de alguns e no medo de muitos.

6 – O Samurai

É ou não é bizarrinha aquela armadura de Samurai parada no meio do corredor? É uma das peças mais antigas da coleção dos Warren, e, no filme, ela apenas fica parada e vira o pescoço quando Mary Ellen é obrigada a passar por ela, e, ao fazê-lo, Mary Ellen consegue ouvir ao longe uma mulher gritando em desespero e um homem berrando com ela. O espírito encarnado na armadura do Samurai provavelmente faz menção às diversas histórias aterrorizantes dos samurais assassinos do Japão Feudal, como a da prática dos tsujigiri, utilizada pelos samurais que recebiam uma nova katana ou desenvolviam uma nova técnica de luta, e, para testar a nova habilidade, eram permitidos simplesmente matar pessoas aleatórias, especialmente à noite.

5 – O Barqueiro

O Barqueiro não é exatamente uma novidade, porém, é uma figura bastante bizarra. Ele é inspirado na mitologia grega, o Caronte, que é o sujeito responsável por levar para o Outro Mundo a alma daqueles que morrem, iluminando o caminho delas pelas sombras e pela escuridão. Entretanto, a pessoa tem que pagar por esse serviço, por isso na cultura grega quando uma pessoa morria era preciso colocar moedas sobre os olhos dela, para que pudesse pagar pelo serviço do Barqueiro Caronte. Vocês podem imaginar o que acontecia com aqueles que eram enterrados sem essa pequena propina, né?

4 – O cachorro/lobisomen/Hellhound

Este é um cachorro sobrenatural cujo folclore diz que pode se transformar em fumaça, além de poder virar uma besta enorme e feroz. Pode ter até três cabeças e no cinema já apareceu como o Fluffy, de ‘Harry Potter e a Câmara Secreta’. O filme aponta que o cachorro amaldiçoado é, originalmente, da Inglaterra, onde ele perseguiu um homem no interior do país. Sua principal habilidade é a capacidade de aparecer e desaparecer de repente, e esse elemento surpresa quase fez com que ele conseguisse matar Bob e Judy no filme.

3 – O Piano

Por mais que pareça um instrumento musical comum, o piano que aparece no filme, na verdade, toca sozinho. E, sim, ele está no Museu dos Warren.

2 – A Noiva

O vestido de noiva que é visto no canto da sala dos artefatos possuídos vai atrás de Judy e Danielle no filme. O espírito que habita o vestido consegue se mover nas sombras e nos reflexos das superfícies espelhadas, mas ele também consegue caminhar no nosso mundo. A Noiva segura uma faca constantemente, e um dos lados da sua cintura está manchado de sangue. Embora a Noiva consiga ferir Danielle no filme, na cena seguinte a jovem não está ferida. Isso acontece porque a faca usada pela Noiva é apenas uma projeção, uma ilusão criada pelo espírito amaldiçoado que vive dentro dele e que usa essa projeção para se aproximar das pessoas e conseguir possuir a vítima. E é o que acontece com Danielle.

1 – Annabelle, a original

Por fim, vamos falar da verdadeira Annabelle, que originalmente aterrorizou duas amigas e que neste terceiro filme da franquia mostra sua verdadeira face aparece. A fofínea aparece num programa, quando Judy Warren está assistindo televisão. Sua aparência é muito mais cute cute na vida real, porém, como sabemos, as aparências enganam, né non?


Fonte: Cine Pop

Comentários