Teens

Sando táticas coercitivas · 16/09/2021 - 11h58

Activision Blizzard é processada novamente, após acusações de intimidar funcionários

"Em vez de responder às demandas, a administração da Activision Blizzard está usando táticas coercitivas"


Compartilhar Tweet 1



Os problemas judiciais da Activision Blizzard acabam de aumentar. Depois de ser processada pelo estado da Califórnia por assédio e discriminação no ambiente de trabalho e de ser acusada de destruir documentos relacionados ao caso, agora um novo processo foi aberto pelos funcionários contra a empresa por violação de leis trabalhistas.

O processo foi movido pelo Communications Workers of America (CWA) em nome do A Better ABK, um grupo de funcionários da Activision Blizzard que luta por melhores condições dentro da empresa.

Segundo o The Verge, os funcionários acusam a companhia de intimidação, vigilância e também de contratar uma empresa especializada em destruir sindicatos, a WilmerHale, para sufocar as tentativas de sindicalização. Em julho os funcionários já se diziam insatisfeitos com as medidas tomadas pela Activision Blizzard desde que os casos de assédio e discriminação vieram a público.

O CWA emitiu um comunicado afirmando que:

“Em vez de responder às demandas, a administração da Activision Blizzard está usando táticas coercitivas para tentar impedir que seus funcionários exerçam os direitos de se unirem e exigirem um local de trabalho mais justo, sustentável e diversificado. É direito deles como trabalhadores de se organizarem para terem um ambiente de trabalho livre de abusos, discriminação e assédio sexual, e esse direito é protegido pela legislação trabalhista federal.”

Comentários