Originária do Cometa Encke -

Chuva de meteoros Táuridas do Sul traz espetáculo de bolas de fogo nos céus neste domingo

Neste domingo (05/11), um espetáculo celeste está previsto para iluminar os céus. A chuva de meteoros Táuridas do Sul trará bolas de fogo, e o pico desse fenômeno está programado para as 18h:47 (horário de Brasília), de acordo com informações da Sociedade Americana de Meteoros.

Embora a frequência de meteoros nas Táuridas do Sul seja normalmente baixa, com cerca de cinco meteoros por hora, essa chuva é conhecida por apresentar bolas de fogo. O termo "bola de fogo" refere-se a um meteoro que parece mais brilhante que o planeta Vênus. Mesmo assim, a observação de meteoros pode ser uma experiência fascinante para os amantes do espaço.

Foto: Reprodução

O chefe do Escritório Ambiental de Meteoroides da NASA, Bill Cooke, explicou: "Os meteoros são uma parte do céu noturno que está fora do normal para as pessoas. Você sai, vê as estrelas, vê a lua, vê os planetas – eles estão sempre lá, mas nem sempre você vê os meteoros. Os meteoros são uma parte transitória do céu noturno e as pessoas ficam fascinadas por isso."

Cooke sugeriu que, caso as condições climáticas locais permitam, o melhor momento para observar meteoros será após a meia-noite em qualquer fuso horário. A lua estará quase meio cheia, com 44% de iluminação, mas como as Táuridas são conhecidas por sua luminosidade, a luz da lua provavelmente não atrapalhará a visão dos meteoros.

A chuva de meteoros Táuridas do Sul é originária do Cometa Encke, que possui a órbita mais curta de todos os cometas conhecidos no sistema solar. A cada 3,3 anos, o cometa completa seu período orbital. Durante sua jornada, deixa um rastro de detritos que se torna a chuva de meteoros quando a órbita da Terra cruza seu caminho.

Em 2022, as chuvas Táuridas tiveram taxas mais altas devido à influência gravitacional de Júpiter, mas este ano é esperado um desempenho mais moderado.

Além das Táuridas, outros eventos de chuvas de meteoros estão programados para este ano, como as Leônidas em 17 e 18 de novembro, os Geminídeos em 13 e 14 de dezembro e as Úrsidas em 21 e 22 de dezembro. Para os entusiastas da observação do céu, ainda há muitas oportunidades emocionantes antes do final do ano. Não perca esses espetáculos celestes que a natureza nos proporciona.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco