Chamados de DDos -

Cerca de 300 mil clientes sofrem ataques cibernéticos no Piauí

Ataques praticados por hackers às redes de internet tem acontecido constantemente no Brasil e afetado a qualidade deste serviço para milhares de pessoas. No Piauí e parte do Maranhão, cerca de 300 mil usuários de internet têm sentido o impacto dessa invasão nos provedores  locais - intermediador que faz com que a internet chegue até os dispositivos - e provocado lentidão no serviço fornecido. 

Chamados de DDos, esses ataques estão por trás da instabilidade de vários  pequenos e médios provedores de internet pelo Brasil. Segundo a Abrint (Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações), quase 300 empresas reportaram esses ataques nas últimas semanas – mas há indícios de que o número seja muito maior. 

Donos de provedores de internet que disponibilizam o serviço no Piauí tem recorrido à justiça a fim de buscar uma solução eficaz no combate a esse crime cibernético. Wellington Santos, dono de Provedor de internet, explica como tem acontecido os ataques.

"O que tem acontecido nos últimos dias, em alguns provedores de internet no Piauí, são ataques de hackers que tem por objetivo tornar a rede mais lenta e até mesmo parar os serviços de internet. As empresas de internet não conseguem evitar que o ataque aconteça, porque é realizado por uma pessoa que utiliza a inteligência artificial enviando pacotes de IP's para a rede, em quantidade maior do que ela pode suportar. Precisamos de uma solução ágil para que esse problema seja reduzido", disse o profissional.

Comentários