Sexo & Prazer

Conheça seu corpo · 23/03/2017 - 10h02 | Última atualização em 19/10/2018 - 19h00

Saiba como calcular o período fértil e contar o ciclo menstrual

Saiba como calcular o período fértil e contar o ciclo menstrual


Compartilhar Tweet 1



Você sabe quando será a sua próxima menstruação? Se sim, ótimo, você já conhece seu ciclo menstrual e pode seguir a leitura para ter mais informações e dicas que podem ampliar o seu conhecimento sobre o corpo feminino.

VEJA MAIS NO SITE SEXO SEM DÚVIDA

Se ainda não, me acompanhe que você vai aprender a contagem do seu ciclo menstrual e saber quando será sua próxima menstruação.

Você sabe o que é a menarca?

A menarca (primeira menstruação) acontece entre 9 e 16 anos de idade, na puberdade. Por que este intervalo de idades? Porque cada organismo desenvolve a seu tempo.

Assim, cada mulher terá seu tempo de menstruar. Cada mulher terá o seu ciclo menstrual.

A puberdade é o período do ciclo da vida em que uma série de mudanças corporais e emocionais começam a acontecer gradativamente. Aqui vou me ater ao desenvolvimento do corpo feminino.

Os hormônios sexuais femininos, estrógeno e progesterona começam a sua produção ativa na puberdade. Esta produção chega a um nível de amadurecimento em que acontece a menstruação e também a ovulação.

Saiba que a menstruação não começa de modo regular. Ela pode vir a primeira vez (menarca) e voltar logo no mês seguinte ou demorar algum tempo para voltar.

Esta irregularidade é comum no início, geralmente nos primeiros dois anos, até que regula mensalmente. Prepara a menina para a vida adulta, inclusive sexual.

Sobre a Menstruação

O fluxo menstrual é o sangue que foi eliminado do revestimento do útero. Mas, como acontece? De onde vem este sangue?

Mensalmente o corpo feminino produz de forma intensa estrógeno (hormônio feminino), que é responsável pelo amadurecimento dos óvulos, nos ovários.

Geralmente esta produção intercala entre os ovários direito e esquerdo.

Este óvulo amadurecido descerá pelas trompas de falópio. Enquanto ele faz este movimento o útero se prepara para uma possível gravidez, tornando seu revestimento mais espesso, rico em sangue.

Lembrete! Com a menarca a mulher inicia seu período fértil. Dali para frente ela está fisicamente apta para engravidar até a chegada da menopausa (última menstruação).

De forma simples, se este óvulo se encontrar com o espermatozoide no útero formará o embrião, dando início a gestação.

Isto não acontecendo o revestimento se enfraquece e vira gotas de sangue, ou placas de sangue, a depender de cada mulher.

Aí está formada a menstruação.

Agora, veja como conhecer e contar o seu ciclo menstrual

1º Passo – Observação

Observar o funcionamento do seu corpo. Por quê? Como já mencionei, cada mulher terá o seu ciclo menstrual, que pode variar de 25 a 35 dias.

Você precisa saber de quantos dias é o seu ciclo menstrual.

Deve também observar por quanto tempo você sangra. A menstruação pode variar de 3 a 7 dias.

Anote por uns meses e terá a sua média. Você pode usar um calendário mesmo ou fazer uso de alguma calculadora de ciclo menstrual online.

2º Passo – Por onde começar a contagem do ciclo menstrual

A contagem do ciclo menstrual começa no primeiro dia da sua menstruação e a vai até o primeiro dia da sua menstruação seguinte.

Anote sempre o primeiro dia de sangramento, independente do fluxo sanguíneo.

3º Passo – Conheça melhor o ciclo menstrual

Você conhecendo o ciclo menstrual poderá identificar, pelo funcionamento do seu corpo, cada etapa a ser vivenciada.

O ciclo menstrual é dividido em três fases:

 

 

 

1. Folicular: começa no primeiro dia da sua menstruação e prepara os folículos ovulatórios até por volta do 10º dia do seu ciclo.

Segue até o início do aumento da produção do hormônio luteinizante, cuja função será liberar o óvulo no período fértil.

2. Ovulatória: também conhecido como período fértil. Aqui acontece a ovulação, ou seja, a liberação do óvulo maduro para ser fecundado pelo espermatozoide.

Esta fase geralmente acontece na metade do ciclo menstrual, por volta do 14º dia e dura cerca de 7 dias.

3. Lútea: inicia após a ovulação e segue por 10 dias aproximadamente, até o primeiro dia da próxima menstruação.

Esta fase prepara o útero para a próxima menstruação ou para a gestação.

Veja que o ciclo é estabelecido pela produção hormonal. Por isso ele é individual. Pois, você tem a sua própria produção hormonal.

Assim, com um ciclo menstrual bem estabelecido você consegue saber quando vai ser a sua próxima menstruação.

E se o seu ciclo for irregular?

Caso o seu ciclo seja irregular, não terá como você saber quando será a sua próxima menstruação.

Nesta situação é bom você procurar um(a) ginecologista, pois a causa deverá ser investigada.

Saiba que ciclos irregulares são comuns em mulheres no início e no final da vida fértil (menarca e menopausa), no pós parto, mulheres com anorexia, atletas, em períodos de mudança de anticoncepcionais, situações de stress, disfunções no aparelho reprodutor feminino, problemas de tireoide, ovários policísticos.

Saiba que:

1. A menstruação é um processo fisiológico natural da mulher.
2. O ciclo menstrual acontece mensalmente.
3. A menstruação é sinal de saúde.
4. A mulher menstruada pode sim desempenhar todas as suas atividades diárias, inclusive as sexuais.
5. Conhecer o seu ciclo é importante para que você possa identificar qual é o seu período fértil, aumentando suas chances de engravidar.
6. Conhecer o seu ciclo é importante para que você possa identificar qual é o seu período fértil, evitando uma gravidez indesejada.

E quando acontece então a TPM?

A tensão pré-menstrual, como o próprio nome diz, acontece logo antes da menstruação.

É uma síndrome, conjunto de sintomas psicológicos e físicos, que antecede a menstruação.

Em algumas mulheres desaparecem assim que inicia o fluxo menstrual e em outras só acaba com o fim do fluxo.

As mulheres que têm TPM (não são todas que tem) sofrem com a tensão gerada pela alteração hormonal, que interfere diretamente na vida pessoal e profissional.

Veja alguns dos sintomas e se você os tem:

1. choro fácil,
2. irritação,
3. ansiedade,
4. alteração da fome,
5. sonolência,
6. dificuldade de concentração,
7. cansaço,
8. dor de cabeça,
9. dores no corpo,
10. dores nas mamas,
11. diminuição do desejo sexual,
12. retenção de líquidos,
12.ganho de peso,
13. angústia,
14. agressividade.

Você não precisa apresentar todos os sintomas, mas sim alguns em grande intensidade e sofrimento.

Não existe um único tratamento específico, já que cada mulher sofre de acordo com a intensidade dos sintomas.

Além de procurar um(a) ginecologista, para lidar com as questões hormonais você pode também ter ajuda de um(a) terapeuta especialista em sexualidade humana, para aprender a lidar com as questões emocionais e sexuais.

Veja este vídeo, Como seria se menstruação fosse uma pessoa:

 

 

 

Como calcular o período fértil feminino

Muitas dúvidas ainda acometem as mulheres quando o tema é período fértil feminino.

Nessa semana mesmo recebi três dúvidas:

1. Quando começo a contar meu ciclo para saber se estou no período fértil, é no início ou no final da menstruação?
2. Tive relação sexual sem proteção no 10º dia, estou grávida?
3. Estou tomando anticoncepcional, ainda tenho período fértil?

O ciclo menstrual regular costuma durar 28 dias. Porém, esse ciclo pode variar de 23 a 35 dias.

Primeiro é importante você se observar e saber qual é o seu ciclo. Faça anotações todos os meses de sua menstruação, assim você descobrirá. A menstruação pode durar de 03 a 07 dias, a depender da mulher e do uso de anticoncepcional.

A contagem para calcular o período fértil feminino começa no primeiro dia da menstruação e dura até o início da menstruação seguinte.

Pensando no ciclo regular de 28 dias, a ovulação (que é a liberação do óvulo maduro) deverá ocorrer por volta do 14º dia após o primeiro dia da menstruação. O período fértil corresponde a 96 horas antes e depois desse dia.

Por que 96 horas ou 4 dias já que o óvulo pode ter uma sobrevida de 12h a 24h dentro das trompas? Porque os espermatozoides têm uma sobrevida maior que os óvulos, de 24h a 96h.

Então, o período fértil feminino é esse intervalo entre o 10º e o 18º dia após o início do ciclo menstrual.

A mulher que faz uso de anticoncepcional não tem período fértil, pois o uso da pílula faz com que ela não ovule e fique então protegida da gravidez durante o mês todo. Mas é importante que o uso seja feito de forma regular, ou seja, todos os dias, no mesmo horário. E a sua eficácia de 99% passa a valer a partir da segunda cartela, fazendo pelo menos o primeiro ciclo com anticoncepcional.

Sempre é válido lembrar da importância do uso da camisinha. Pois, a pílula protege apenas contra a gravidez e a camisinha é um método de barreira que protege da gravidez e também de Doenças sexualmente transmissíveis, incluindo a Aids.

Como identificar o período fértil para engravidar

Você que está tentando engravidar é importante saber exatamente quando é o seu período fértil. Para neste período você ter mais relações sexuais e aumentar as suas chances de engravidar.

Além de acompanhar no seu calendário (ou nos aplicativos hoje disponíveis para as mulheres) as fases do seu ciclo menstrual, o seu corpo te dá sinais que você está no período fértil, basta observar.

Os sinais que indicam período fértil são:

1. Aumento de secreção vaginal, aquele líquido que sai da vagina, semelhante à clara de ovo crua.
2. Aumento do apetite sexual (libido).
3. A mulher que acompanha diariamente a sua temperatura basal vai perceber um ligeiro aumento da temperatura, uma média de 0,5ºC.
4. Dor no baixo ventre, como se fosse uma ligeira cólica menstrual
Algumas mulheres apresentam ainda instabilidade emocional

DICA: Um aplicativo que uso e recomendo é o Womanlog. Este app, além de ser um calendário do ciclo menstrual das mulheres, é um bom marcador do período fértil e dos seus sintomas e sentimentos durante todo o seu ciclo. Se você gosta de acompanhar direitinho o seu ciclo é uma boa previsão. Ah, ele é gratuito.

Se você está lendo este texto está querendo muito engravidar! Então, veja aqui algumas dicas para aumentar as suas chances.

1.Ter relações sexuais dia sim dia não no período fértil são recomendadas, de forma a aumentar as chances de engravidar. Mas não deixe de se divertir nos outros períodos do seu ciclo.

2. Permaneça deitada após o sexo. Apesar de não haver comprovação científica, não custa ajudar os espermatozoides a alcançarem o óvulo.

3. Para te auxiliar existem alguns testes de fertilidade (de ovulação) que são vendidos em farmácia, que ajudam a você identificar se está no período fértil. São fáceis de utilizar, geralmente pela saliva ou urina. E têm um alto grau de confiabilidade.

4. Risque da sua rotina cigarros e bebidas alcoólicas.

5. Mantenha uma vida saudável, incluindo alimentação e atividade física

Sexo é para ser prazeroso

Sei que estamos aqui conversando sobre como engravidar, mas vale lembrar que a relação sexual não é apenas para reprodução, é também comunicação e prazer – bases de um bom sexo.

E, o bom sexo vai levar vocês à gravidez, o sexo mecânico vai entediá-los e fazer com que os encontros sexuais diminuam e a ansiedade aumente.

É importante o casal manter a cumplicidade e a intimidade sexual neste processo.

Por fim, saiba que a matemática é assertiva, mas engravidar nem tanto. Um casal sem problemas de fertilidade pode demorar um ano para engravidar, desde que tenham relações sexuais frequentes.

E, para ter uma gestação mais saudável e tranquila é importante o casal se consultar com um(a) ginecologista/obstetra antes mesmo de engravidar.

Pois ele/ela te ajudará a preparar o seu corpo para receber esta criança e ainda de orientará sobre os cuidados para reduzir as más formações em bebês.

E ao pai, como participar deste momento tão aguardado pelo casal.

Mas, e as emoções?

Muito se fala nas dificuldades físicas, de fertilização, do casal. Mas outro ponto muito importante para conversarmos são as emoções que envolvem este período, que afetam tanto o homem quanto a mulher.

A ansiedade, o medo das mudanças (na vida sexual, na vida profissional, na vida pessoal), vontade própria ou imposição social, o estresse, a pressão da espera, tentativa de salvar a relação são alguns exemplos do que deve ser acompanhado em terapia durante este período.

Assim, se você estiver com dificuldades para engravidar, procure também o acompanhamento de um(a) psicólogo(a) especialista em terapia sexual. Pois, como exposto, as dificuldades podem não ser somente físicas.


Fonte: Sexo sem dúvida