Lançamento de Plano Estadual · 02/10/2019 - 13h10 | Última atualização em 02/10/2019 - 13h51

Vigilância Sanitária lança Programa de Prevenção e Controle de Iras


Compartilhar Tweet 1



A Diretoria de Vigilância Sanitária do Estado (Divisa) lançou, nessa terça-feira (01/10), o Plano Estadual de Segurança do Paciente e o Programa Estadual de Prevenção e Controle de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde. O lançamento ocorreu durante o IV Encontro Piauiense de Vigilância Sanitária e a IV Jornada Piauiense em Saúde do Trabalhador, com a presença do secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

Esses instrumentos são parte do Plano de Governo para o desenvolvimento da Saúde no Estado, que permite avançar em políticas e programas de saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), assim como, fortalecer a intersetorialidade, por meio da articulação de saberes e experiências relativas à gestão com foco na promoção, prevenção e proteção da saúde.

O PESP/PI e o PEPCiras/PI encontram-se em conformidade com o planejamento estratégico, estando alinhados ao Plano Plurianual (PPA) desenhado para os anos de 2020 a 2023.

O Piauí é o 4º estado brasileiro a realizar a construção de um Plano Estadual de Segurança do Paciente e, com isso, avança nas ações de melhoria da qualidade da assistência à saúde.

A  segurança do paciente vem sendo trabalhada no Estado desde 2013, ano de lançamento do Programa Nacional de Segurança do Paciente, que torna obrigatória para todos os estabelecimentos de saúde a implantação de um núcleo de segurança do paciente. Nesse percurso, muitos avanços já foram alcançados, no que diz respeito à materialização das diretrizes trazidas por esses documentos legais no cotidiano organizacional dos serviços de saúde.

O Piauí é um dos poucos estados brasileiros que conseguiu alcançar 100% de adesão ao processo de autoavaliação das práticas de segurança do paciente, realizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), aplicada aos hospitais com leitos de terapia intensiva, ficando atualmente em 6º lugar no ranking nacional.

"Esse é um resultado de grande relevância para o Estado para a realização de monitoramento e motivação das ações de segurança do paciente, desenvolvidas pelos estabelecimentos assistenciais de saúde", ressaltou a diretora da Divisa, Tatiana Chaves.


Fonte: Governo do Piauí

Comentários