Inflamatória crônica -

Sol é gatilho para lúpus. Saiba mais sobre doença autoimune

O lúpus eritematoso sistêmico é uma patologia inflamatória crônica de origem autoimune. Os sintomas podem surgir em diversos órgãos ou sistemas de forma lenta e progressiva ao longo de semanas ou meses.

Foto: ReproduçãoLúpus

Existem fases de maior atividade da doença e também períodos de remissão. É muito comum que a pessoa acometida pelo lúpus apresente manifestações como cansaço, febre baixa, emagrecimento e perda de apetite. No entanto, em alguns casos, o problema de saúde se manifesta com sintomas ainda mais sérios.

O médico reumatologista Odirlei André Monticielo esclarece quais são:

Lesões na pele;

Dores articulares, com ou sem inchaço;

Inflamação das membranas que recobrem o pulmão e coração;

Inflamação nos rins;

Alterações neuropsiquiátricas;

Alterações na células do sangue.

Proteção

Quem tem lúpus deve evitar a exposição solar, além de usar protetor e barreiras físicas, como chapéus e óculos. O sol pode desencadear reações inflamatórias, afetando não somente a pele, mas também as articulações, o cérebro e os rins.

Leia a matéria completa em Portal Metrópoles

Fonte: Metrópoles

Comentários