Com várias temáticas · 21/10/2021 - 13h39

Sesapi apresenta semana estadual de Combate à Tuberculose no estado do Piauí


Compartilhar Tweet 1



O Comitê Estadual de Mobilização Social para o Controle da Tuberculose e Coinfecção TB/HIV-PI do estado do Piauí em alusão ao calendário oficial elaborou uma programação estadual em que realiza durante o período de 18 a 22 de outubro de 2021 no horário de 14:30 às 16:30 às atividades com várias temáticas em formato webinar como:  Plano Nacional pelo Fim da TB como Problema de Saúde Pública, tendo como parceria a Coordenação Geral de Vigilância das Doenças de Transmissão Respiratória de Condições Crônicas/DCCI/SVS/MS-CGDR/MS, Perspectiva para Prevenção e Tratamento das Populações Vulneráveis à Tuberculose e TB/HIV com a participação do Instituto de Doenças Tropicais Dr. Natan Portela -IDTNP/PI, o Papel das Instituições Frente às Doenças Negligenciadas como apoio do Centro de Inteligência em Agravos Tropicais Emergentes e Negligenciados -CIATEN , Diagnóstico Laboratorial e Novas Metodologias com apoio do Laboratório Central de Saúde Pública do Piauí-LACEN/PI. O papel da Rede Brasileira de Comitês na luta contra a Tuberculose com o apoio da Rede Brasileira de Comitês para o Controle da TB com representantes da CGDR/MS, Comitê Metropolitano de Minas Gerais e Comitê Metropolitano do Pará.

Importância dos Comitês para o controle da Tuberculose nos Estados diante da pandemia de Covid 19

A tuberculose, apesar de ser uma das mais antigas doenças conhecidas, ainda se constitui em um grave problema de saúde pública no mundo e também no Brasil; aproximadamente 71000 casos novos e 4600 mortes são registradas a cada ano, mesmo que seja possível ser tratada e curada.

Em nosso país, justifica-se a preocupação crescente em relação à doença, agravada pelas condições sociais em que vive a população, principalmente alguns grupos onde há maior vulnerabilidade, como povos indígenas, pessoas privadas de liberdade, em situação de rua, pessoas vivendo com HIV/Aids.       

Os comitês estaduais são instâncias regionais colegiadas, de caráter consultivo e propositivo, que tem por missão: ser um articulador entre governo e sociedade civil, buscando integração e contribuição para as políticas públicas do controle da tuberculose no país, dando visibilidade às ações de mobilização, advocacy, comunicação social, monitoramento e avaliação, com vistas à garantia da cidadania e defesa do SUS.

Para que consigam executá-la, é preciso contar com o apoio e mobilização de todos os segmentos: governo, sociedade civil, universidades, setor privado, que se disponham a auxiliar, destinar recursos seja de que ordem for, humanos, científicos, técnicos, políticos, financeiros.


Fonte: Governo do Piauí

Comentários