Ação foi promovida pela Sesapi -

Piauí realiza Dia D de Combate à dengue em Miguel Alves

Técnicos da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) participaram, na manhã de sábado (02/03), das ações de mobilização nacional pelo Dia D contra a dengue em Miguel Alves. No Piauí, a ação foi desenvolvida em dois momentos: o primeiro foi em Teresina, no Parque Brasil II, na última sexta-feira (1º); o segundo, o deste sábado.

A ação realizada em Teresina foi concentrada no CETI José Pereira da Silva e conjunta entre Sesapi, Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Defesa Civil e Fundação Municipal de Saúde (FMS). Já em Miguel Alves, a atuação foi junto às equipes de saúde do município e tiveram início com uma vistoria no Hospital Municipal Pedro Vasconcelos.

Após a visita dos agentes de endemias ao hospital, em busca de possíveis focos do mosquito transmissor na unidade de saúde, a ação educativa foi levada para o mercado Antônio Policarpo. Lá, os órgãos de saúde estimularam a conscientização junto aos moradores.

As atividades do Dia D entram para a lista de esforços que a Sesapi e o Ministério da Saúde têm realizado,  junto aos municípios, para a redução do número de casos de dengue que vem apresentando crescimento nas  últimas semanas epidemiológicas. De acordo com o último boletim epidemiológico,   emitido pela secretaria, o Piauí apresentou um aumento de 33,3% nos casos notificados de dengue em relação ao mesmo período do ano passado.

A coordenadora de Epidemiologia da Sesapi, Amélia Costa, destaca que a Sesapi já vem trabalhando com os 224 municípios, ações contra a dengue.

"Tivemos a abertura do Dia D estadual ontem em Teresina. Hoje estamos em Miguel Alves, mas a secretaria já vem focando as ações em todo o estado. Na última semana estivemos no Sul do estado, capacitando profissionais da saúde e já estamos trabalhando, através das nossas regionais de saúde, para agir junto aos municípios. Precisamos do trabalho conjunto de todas as esferas para reduzirmos de forma efetiva os casos", disse a coordenadora de epidemiologia da Sesapi.

A agente comunitária de saúde, Edissandra Maria Vaz destaca a importância de a população cooperar com o trabalho dos agentes de saúde.

"A população precisa abrir sua porta, além de fazer sua parte, apenas 10 minutos do seu dia são suficientes para você dar uma olhada em casa e eliminar possíveis criadouros. Mais de 75% dos criadouros são identificados em espaços residenciais, então ter o apoio da população é essencial nesse trabalho", destaca a agente.

A presidente do Cosems e secretária de Saúde de Miguel Alves, Leopoldina Cipriano, destaca que a ação do Dia D é apenas o início de um trabalho que deve ser levado a todos os municípios durante todo o ano. "Precisamos que os 224 municípios trabalhem no enfrentamento à dengue, incentivando a participação tanto do poder público, através dos órgãos de saúde, como da população, cuidando de suas casas e fazendo sua parte no enfrentamento aos criadouros", afirmou.

Com apenas 10 minutos por semana, é possível deixar a dengue longe de casa:

- Mantenha a caixa d’água bem fechada
- Receba bem os agentes de saúde e os de endemias
- Amarre bem os sacos de lixo
- Coloque areia nos vasos de planta
- Guarde pneus em locais cobertos
- Limpe bem as calhas de casa
- Não acumule sucata e entulho
- Esvazie garrafas PET, potes e vasos 

Fonte: Governo do Piauí

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco