Com diversos participantes · 22/05/2020 - 12h25

Videochamada do Zoom mostrou idoso sendo esfaqueado pelo próprio filho


Compartilhar Tweet 1



Dwight Powers, de 72 anos foi esfaqueado pelo próprio filho durante uma videochamada do Zoom com diversos participantes, morava na cidade de Nova York, que atualmente enfrenta um dos piores quadros de contaminação pela COVID-19 nos Estados Unidos. As informações são de Canaltech.

Participantes da videoconferência viram parte das facadas, afirmou a polícia local. O assassino, Thomas Scully-Powers, tem 32 anos e foi preso cerca de uma hora depois do ataque, após alguns expectadores o denunciarem à polícia. Destas pessoas, algumas forneceram detalhes testemunhais, já que viram as facadas acontecendo na tela. “Eles perceberam que a vítima havia ‘caído’ da tela e depois ouviram uma respiração mais pesada”, disse o tenente e detetive da polícia do condado de Suffolk, Kevin Beyrer. “É horrível que eles tenham que ter passado por isso”.

Até o momento, não foi estabelecido um motivo para o crime. O tempo levado para a prisão do criminoso foi mais alongado que o habitual, segundo a polícia, porque as pessoas participantes da reunião virtual não sabiam onde a vítima morava. A razão da reunião também não foi informada.

Scully-Powers será acusado de homicídio em segundo grau, o que a terminologia do Direito nos Estados Unidos diz ser “assassinato intencional sem premeditação”.


Comentários