Imagens mostram o momento · 01/02/2018 - 17h43 | Última atualização em 01/02/2018 - 18h11

Vídeo: sinal estava fechado quando mulher foi atropelada por ônibus na Frei Serafim


Compartilhar Tweet 1



O delegado Jetan Pinheiro apresentou na tarde desta quinta-feira (1°/02) novas informações sobre o caso do acidente envolvendo um ônibus que resultou na morte da recepcionista Cristiane da Paz Costa na Avenida Frei Serafim, Centro de Teresina, no dia 24 de janeiro.

Um novo vídeo divulgado mostra que o motorista Cícero Oliveira, que dirigia o ônibus, avançou o sinal que estava totalmente vermelho.

"Conseguimos mais imagens, essa imagem a gente pegou o sinal por trás, pelas imagens percebe-se nitidamente que o sinal ficou totalmente vermelho", afirma o delegado.

"Até então a gente tinha dois motoristas que haviam parado e a vítima que atravessa, pressupõe-se que o sinal estava no mais tardar no amarelo, do amarelo para o vermelho, agora com essas imagens, visualiza-se que o sinal estava totalmente fechado, numa margem de uns três ou quatro segundos que o ônibus passa", completou.

Cícero Oliveira prestou depoimento na  Delegacia de Repressão aos Crimes de Trânsito  e disse que tentou frear o veículo, mas o ônibus não parou e que teria apresentado problema.

O motorista fugiu no dia do acidente sem prestar socorro, inclusive no vídeo mostra ele correndo e tirando a farda.

CELULAR DELA PODE TER SIDO ROUBADO
Segundo o delegado, outras imagens mostram um momento em que um rapaz, se aproxima da vítima após o acidente, se abaixa e pega um objeto, suspeita-se que era o celular da vítima.  “O que nos deixa triste também, é o fato de que, a gente vê várias imagens, do outro lado da via tem uma pessoa, e na hora que acontece o acidente ele corre para próximo onde a vítima está e pelas imagens ele se abaixa, pega-se um objeto, suspeitamos que foi o celular da vítima, e saí, o celular da vítima também foi furtado”, disse o delegado.  

O delegado está aguardando a perícia do local de crime para saber se o ônibus estava com algum tipo de defeito. 

Cristiane morreu três dias após o acidente e ficou internada em estado gravíssimo no Hospital Prontomed, onde trabalhava. No dia do acidente, ela foi colhida na faixa de pedestre no momento em que o ônibus avançou o sinal.

Mulher ficou dois dias internada
Mulher ficou dois dias internada 

 

Comentários