PC investiga tráfico de drogas · 26/09/2020 - 11h50 | Última atualização em 26/09/2020 - 23h06

Vídeo mostra momento em que jovens são executados em carro na Zona Leste de Teresina


Compartilhar Tweet 1



O vídeo de uma câmera de segurança divulgado neste sábado (26/09) mostra o momento em que dois jovens são assassinados a tiros dentro de um carro modelo Onix perto do Teresina Shopping, Zona Leste da capital.

O crime aconteceu na tarde de sexta-feira (25/09). Os jovens estavam dentro do carro quando outro veículo se aproximou e dois homens que estavam dentro dispararam várias vezes contra eles. Pelas imagens é possível ver os atiradores pegando alguns pacotes do banco de trás do carro das vítimas.

A Polícia Civil está investigando um possível envolvimento com tráfico de drogas, o que teria motivado os homicídios e os pacotes levados seriam entorpecentes que os jovens estariam transportando.

Os dois jovens assassinados na tarde desta sexta-feira (25/09) perto do Teresina Shopping já foram identificados. Um deles é Ítalo Cardoso Lima, de 27 anos, da cidade de Codó (MA), filho de um comerciante da cidade.O outro jovem assassinado foi identificado como Paulo Augusto Bezerra de Figueiredo.

Sobre o caso

Dois jovens foram assassinados a tiros dentro de um carro modelo Onix perto do Teresina Shopping, Zona Leste da capital, na tarde desta sexta-feira (25/09).

Segundo informações, o carro estava parado com os dois dentro, na frente de um salão de beleza, quando os autores do crime chegaram em outro veículo e efetuaram vários disparos.

A Polícia Militar foi acionada e isolou a área até a conclusão dos trabalhos da perícia. Testemunhas contam que os atiradores chegaram em um veículo Sandero.

O caso aconteceu na rua Lima Rabelo, no bairro Noivos, e o tráfego de veículos foi interditado na via.

Numa verificação inicial, foi constatado que a maioria dos tiros foram na cabeça e que o crime tem características de execução.

O Instituto de Medicina Legal foi acionado para fazer a remoção dos corpos e o caso é investigado pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Veja o vídeo:

 


Comentários