Primeiro caso aconteceu 2020 · 18/06/2021 - 14h25

Suspeito já denunciado volta a casa de crianças e as estupra mais uma vez


Compartilhar Tweet 1



Duas irmãs de nove e 13 anos tiveram a casa invadida e foram abusadas sexualmente por um homem que já as havia estuprado em 2020. O caso aconteceu no Bairro Cidade Verde, em Cuiabá. As informações são do O Livre. 

Primeira denúncia

Quando a mãe das vítimas acionou a polícia em novembro de 2020, ela relatou que as filhas haviam contado que estavam sendo abusadas sexualmente há nove meses por três homens, que entravam na casa pelo telhado e as ameaçavam com facas.

Os criminosos se revezavam nos estupros contra a irmã de 13 anos e tentavam estuprar também a de nove.

As duas só tiveram coragem de contar o que sofriam à mãe depois de meses de sofrimento, pois eram ameaçadas de morte.

A mãe disse à polícia que não ouvia o que acontecia porque tomava remédio controlado durante a noite.

A polícia chegou a fazer diligências em busca dos suspeitos, mas eles não foram localizados.

Nova denúncia

Nessa quinta-feira (17), por volta das 18h30, um dos homens voltou à casa, com outro rapaz, que estava usando um capuz, e, ameaçando as vítimas, as estuprou novamente.

Ele disse às irmãs que estava ali para “terminar o que tinha iniciado antes”. O suspeito de capuz ficou na porta vigiando, enquanto o já conhecido cometeu o estupro.

A polícia novamente fez buscas pelo suspeito, mas ele não foi encontrado. As irmãs foram encaminhadas ao Plantão da Delegacia da Defesa da Mulher, onde o caso foi registrado como estupro de vulnerável.

Comentários